quarta-feira, dezembro 1, 2021

Saab Naval

Notícias da US Navy: fim das provas de mar do construtor do CVN 77…

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

cvn-77-foto-northrop-grumman

A Northrop Grumman, construtora do mais novo porta-aviões de propulsão nuclear da marinha norte-americana, o USS George H. W. Bush (CVN 77), noticiou nesta segunda-feira dia 16 de fevereiro que foram completados os testes de mar relacionados ao construtor. As provas, que envolvam sistemas, componentes e compartimentos, incluiram também testes de alta velocidade.

O design da classe sofreu mais de 70% de atualizações no projeto do CVN 77, segundo a Northrop Grumman. A previsão para a entrega do navio à US Navy é na primavera do hemisfério norte (outono no hemisfério sul), ou seja, nos próximos meses. Em operação, o navio-aeródromo deverá deslocar 97.000 toneladas, e operar mais de 80 aeronaves de combate, podendo navegar a velocidades superiores a 30 nós. Os dois reatores nucleares do navio poderão operar por 20 anos sem reabastecimento. Espera-se que o porta-aviões tenha uma vida útil de 50 anos na marinha norte-americana.

Fonte e foto (J. Whalen): Northrop Grumman

…e de uma série de provas do USS Bunker Hill (CG 52) para validação dos novos sistemas de combate

070112-N-9479M-001

Na sexta-feira passada, a marinha dos EUA (US Navy) noticiou que o cruzador USS Bunker Hill (CG 52), da classe Ticonderoga, passou por provas de mar testando o seu novo Sistema Aegis, a Capacidade Cooperativa de Engajamento (Cooperative Engagement Capability -CEC) e o radar SPQ-9B. Também foram feitos os testes de fogo do CIWS Phalanx Block 1B e do canhão de 5 polegadas (62 calibres). O Bunker Hill é o primeiro cruzador da classe a receber uma modernização completa como parte do programa que atualizará todas as 22 unidades da classe Ticonderoga em operação, durante os próximos 10 anos.

O principal sistema modernizado é o Aegis, através da instalação de uma nova arquitetura aberta (Aegis Open Architecture – AOA), o que possibilita a incorporação de novas capacidades ao sistema durante o resto da vida útil da classe Ticonderoga, como é o caso da defesa contra mísseis balísticos. A modernização é fundamental para que a classe possa ser utilizada plenamente durante a vida útil esperada de 35 anos de serviço, de forma a atingir a meta da marinha norte-americana de manter uma frota de 313 navios. Novos testes deverão ser realizados durante os próximos meses, para que o cruzador volte ao serviço na frota no ano fiscal de 2010.

Fonte e foto: US Navy

- Advertisement -

30 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Dunga

Verifica-se que a US NAVY esta tambem mantendo os seus navios principais com adequações e melhoramentos, visto que as suas substituições devem ser demoradas com o custo final de uma belonave deste porte, devem ficar ate o fim de suas “vidas” uteis os “Ticonderoga” e os “Burke” como escoltas, os “Perry” não tem continuidade mais.
Talves sirvam para as Marinhas mosquitos da America do Sul.

Lecen

É impossível qualquer país manter um ritmo idêntico ao dos EUA. Isso é fato.

Contudo, deixo aqui a minha admiração por todos os países que ao menos estão fazendo por onde para modernizar a expandir suas Forças Armadas.

Enquanto isso, na maior República das Bananas…

JACUBÃO

313 navios de guerra… Dá para encarar???

marujo

É possível que os navios de apoio também estejam incluídos nesse número.A MB do futuro com oito escoltas é piada.

Corsario-DF

Vocês estão se esquecendo da grande força das 50 canhoneiras!!! Quero ver a USNavy se meter de besta no Atlântico Sul, os navios deles não chegam aos pés das nossas canhoneiras…

Sds.

Dalton

A meta de 313 navios ainda nao foi alcançada.

Oficialmente sao 283 incluindo os submarinos e cerca de 40 navios auxiliares.

abraços

JACUBÃO

Tudo bem, então podemos encarar 243 navios de guerra/submarinos??????

Dalton

Jacubao!

Na verdade, estes 243 navios estao quase que igualmente divididos entre o Atlantico e o Pacifico.

Entao…só teriamos que nos preocupar com 120 !

abraços

P.S. Só nao vale reforçar a frota do Atlantico com navios da Frota do pacifico. Daí nao brinco mais!

Coralsea

Só por curiosidade; durante o governo Reagan, a meta foi ter 600 navios; meta essa que por pouco não foi alcançada.

Dunga

Marujo
Gostariamos que fossem 8 navios “em condiçoes de combate” mas e realidade é que somente 3 estão em condiçoes os outros estão com “restrições” para varios quesitos e “esquesitos”, por isto é que sempre que verifica-se “x ” navios entendam que na realidade é “x/3” navios tirando sempre o que não funciona.

Abraços

Ulisses

Ei ninguém pode dizer que não estamos fazendo nada.

McNamara

Mesmo porquê, temos o temível Parnaíba, para desequilibrar qualquer Teatro de Operações. Que sistema AEGIS, que nada.
O que vale é “os zôio”do marujo na mira daquela metralhadora de 20mm sexagenária.

JACUBÃO

Tudo bem Dalton, então vamos encarar 120 navios e salvem-se quem puder pular ao mar.

valmor

O temível Parnaíba está equipado com “AEGIS” AEGYPT dentro daquele trombolho no mastro – pode fazer um estrago na marujada inimiga!!

Baschera

Quuaaa Quaaaa Quuaaaaa !!!!!!
Esta do AEGIS tupiniquim foi demais !!!
Imagine os mosquitos fardados em ataque kamikase contra os ianques……

uuuhhhaaaa…..uuhaa…uhhaaa…
Sds.

Voluntário da pátria

“aegis aegyPT”…seríamos denunciados por utilização de arma de destruição em massa KKKKKKKK…

Marcelo Ostra

Ou eu to ficando doido ou estã o tirando sarro do parnaiba em uma noticia sobre um CVN

20mm no rio faz muito mais coisa do que um moskit. Ia escrever mais, mas ….

Estamos preparando um post sobre, ai quero ver as respostas … aguardem ….

hohohoohhuAHUAHUAHOHOHOOH (Risada igual ao do “s”ientista loco” )
MO

Nunão

Pois é, Ostra, difícil entender a comparação… Acho que é porque o Parnaíba depois da reforma ficou com um convoo razoavelmente grande, então devem estar confundindo o mesmo com um convoo de CVN.

O Zé já me mostrou o post. hohohoohhuAHUAHUAHOHOHOOH x2!!!!

Vassili Zaitsev

Ia zoar um pouco o Monitor Parnaíba, mas já que os editores deram esse pito………………..

Escrevo sobre o texto:

“Só 22 unidades dessa classe de cruzador furreco?????????????? Fico com o Parnaíba,rs,rs,rs.

Qualquer coisa, é só reativar o Riachuelo e pronto, toda US Navy vai à pique……………..

Hoje eu estou afiado nas brincadeirinhas sem graça.

Sabotage!!!!!!!!

Resistance!!!!!!!!

abraços.

KURITA

Basta um desses para transformar todo o litoral brasileiro num inferno

Marcelo Ostra

é Vassili

O dia em que um Tico escalar Ladario e afins, dou o braço a torcer

Lembrar que a NATA do NAVAL já quis colocar Garcia e Nae no Rio Amazonas

Competir com assumidades like that é demais para um umilde ostra

Mas … aguarde, vamos ver as perolas em breve (obviamente serão perolas para quem tem um minimo de noção naval)

Ja até estou vendo Monitor com ICBM e por ai vai ….

MO

Zero Uno

Pessoal… Não dá para comparar a marinha americana com a de nenhum país do mundo. Para vocês terem uma idéia, nem juntando França, Inglaterra e Alemanha a frota e o poder de fogo desses 03 países se compara com a US Navy. Com relação ao Brasil, até meados da década de 80 tínhamos um Marinha bastante razoavel em comparação com nossos pares aqui da AL. Acontece que, como sempre, os nossos políticos não estão nem aí para o país e muito menos para a sua defesa, nossos meios navais foram se deteriorando ao ponto de ter que passar para a… Read more »

Bosco

Kurita, o litoral já está um inferno. Um dia desses eu tive que dispensar 6 duplas de violeiros, 14 vendedores de óculos de sol, 19 vendedores de churrasquinho, 26 de espeto de queijo, 15 de água de coco, 12 sorveteiros, 11 de coqueteis e 7 tatuadores. E pra piorar na minha frente tinha um barraca que parecia ser do “Irmandade Liberdade para as Borboletas” de tanto gay italiano. Moral da estória: Roubaram meus óculos e minhas Havaianas e de tão lotado, acho que passaram a mão na minha “nuca”. No outro dia de tanto comer porcaria tive uma baita diarreia… Read more »

Dalton

Bosco !

O que vc descreveu é digno de um filme de terror! Já pensou em fazer um roteiro e mandar para Hollywood ????

abraços

Vassili Zaitsev

Macelo Ostra,

Se esse ICBM que vier à equipar o Parnaíba for o Topol-M ou o Bulava, creio que o Sexagenário monitor dure mais uns 70 anos na ativa, rs,rs,rs.

abraços.

Brincadeiras à parte, não imaginava que a US Navy tivesse 22 Ticos. Pensei que esse nº fosse menor.

abraços.

KURITA

22 cruzadores , que luxo heim, enquanto que aqui no país do BBB e do carnval até hoje uma unica corvetinha V 34 ainda nem testes de mar começou

Bosco

Correção da minha estória de terror.
“em cima” e não “encima”.

Sérgio

Com um convôo desse tamanho como o da foto, os falcãoezinhos não precisavam nem da catapulta e muito menos dos cabos. Pensando bem, nem precisavam desenvolver a versão naval do Supertucano. Babamos muito com a estrutura dos vizinhos do norte!! Somente a tonelagem na reserva acho que supera os dos 3 países mencionados pelo Zero.

Marcelo Ostra

É Vassili

Pra vc ter uma ideia, ja teve tico até que foi pro saco em sinkex

Que coisa eim ! (Valley Forge)

Este que me lembro de kbeça, estou com sono e preguiça de procurar se algum mais foi afundado

Acredite se quiser !

MO

PS Justamente o que eu tenho maquete ….

[…] em 6 de setembro de 2003, o comissionamento deu-se no início deste ano, em 10 de janeiro, as provas do construtor foram finalizadas em fevereiro e a primeira missão operacional é esperada para […]

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Naval Group lança o ‘Duguay-Trouin’, segundo submarino nuclear de ataque tipo ‘Barracuda’

O Naval Group lançou o segundo submarino nuclear de ataque (SSN) do tipo Barracuda para a Marinha Francesa (Marine...
- Advertisement -