Home Indústria Petrolífera Para acessar dados de petróleo seria necessário ‘espião paranormal’, diz diretora da...

Para acessar dados de petróleo seria necessário ‘espião paranormal’, diz diretora da ANP

190
28

Pré-Sal

vinheta-clipping-naval Em audiência na CPI da Espionagem no Senado nesta terça-feira (17), a diretora-geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo), Magda Chambriard, disse que para roubar as informações do setor seria preciso “um espião paranormal”, pois o banco de dados de exploração e produção de óleo e gás natural brasileiro não está ligado à internet.

“Podem ficar tranquilos, pois não é póssível espionar o banco por meio da rede mundial de computadores”, afirmou.

Segundo Magda Chambriard, trata-se de um dos maiores bancos de dados relativos ao setor pretrolífero do mundo e funciona na Urca, bairro da zona sul do Rio de Janeiro, afastado da sede principal da ANP, que fica no centro da cidade. Além disso, segundo ela, o banco conta com uma sala cofre à prova de balas, incêndio e protegido de outras ameaças.

“O acervo é imenso. São dados geológicos, sísmicos, físicos, perfis de poços, testes de poços e amostras. O que tem hoje equivale 60 milhões de gaveteiros cheios de informações. Ou algo igual a 20 bilhões de fotografias digitais de alta resolução”, exemplificou.

Depois de uma breve exposição de pouco mais de 20 minutos, a diretora da ANP responde a perguntas dos senadores.

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, também irá ao Senado falar sobre as denúncias de espionagem nesta quarta (18). O jornalista Glen Greewnald, que revelou o escândalo, também deve falar aos parlamentares na quinta (19).

Espionagem de Dilma e na Petrobras

A NSA, agência de segurança americana, espionou, além da própria presidente Dilma Rousseff, a Petrobras, o setor de infraestrutura do Google e a diplomacia francesa, segundo reportagem exibida no último dia 8 de setembro no programa “Fantástico”, da Rede Globo.

A reportagem foi produzida em parceria com o jornalista norte-americano Glenn Greenwald, que obteve documentos ultrassecretos repassados por Edward Snowden, ex-agente da NSA, atualmente asilado na Rússia.

Os documentos revelados na reportagem são de uma apresentação da NSA para novos agentes, realizada em junho de 2012. Nela, a agência explica como é feita a espionagem a determinadas empresas e órgãos.

A Petrobras aparece logo no início da apresentação, junto com a infraestrutura do Google, a diplomacia francesa e a rede da Swift, cooperativa que reúne alguns dos principais bancos de dezenas de países. Os nomes de outras instituições espionadas foram apagados na mesma apresentação da NSA.

A apresentação mostra ainda que foi criada uma pasta com o nome da Petrobras, em função da grande quantidade de informações que a NSA dispõe, o que indica que a estatal está sendo espionada há algum tempo. Os documentos não mostram o conteúdo que teria sido espionado.

A espionagem foi feita na rede privada de computadores da Petrobras, que contém informações sigilosas sobre a estatal, a maior empresa do país, com faturamento anual superior a R$ 281 bilhões.

Em nota oficial, a presidente Dilma reagiu às denúncias de que a Petrobras teria sido espionada. Segundo ela, a principal motivação da suposta espionagem é de ordem comercial, e não de segurança, como vem alegando o governo americano sobre outras denúncias recentes.

A Petrobras reconheceu, por meio de nota, que e-mails externos podem ter possibilitado a invasão dos espiões americanos. Ainda assim a Petrobras disse que dispõe de sistemas “altamente qualificados e permanentemente atualizados para a proteção”. (Com Agência Senado)

FONTE: UOL

Subscribe
Notify of
guest
28 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Edgar
Admin
6 anos atrás

Na verdade, Sra. Diretora, bastaria um insider motivado, à lá Snowden‎, para que o “espião” não precisasse ser tão “paranormal” assim.

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Fico estupefato com a parcimônia dos “intelectuais” brasileiros tentando justificar a espionagem Anglo Saxônica ou francesa. Conformismo, imprudência, desleixo que beira o entreguismo da pátria e a suberviniência. Acorda formadores de opinião….. “Eles” desestabilizam nações e matam dirigentes em nome do comércio…são balconistas com uma doze embaixo da bancada e leões de chacra lá fora para inibir a concorrência. A Venezuela tem 5 vezes mais petrôleo que o segundo colocado…295 bilhões de barris contar 60 bilhões…a aposta é….quanto tempo levará para desestabilizaream este país….ataques e sabotagens nos serviços essenciais (energia, telecomunicações)…insuflar descontentes internos e por ai vai. PT é incompetente…mas… Read more »

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Poggio. Como você foi tão suscinto em suas palavras… com certeza foi mais “econômico” ainda na assimilação do meu texto…ai não há argumento ou contra argumento que possa existir.
Há uma clara diferença entre espionar e apresentar um proposta MELHORADA; isso todos fazem ou deveriam fazer….a outra é partir para SACANAGEM/sabotagem…e a nossa história recente e antiga esta repleta de atos dos anglos-saxões…bicudo nas platações de algodão 70-80, PIRATARIA, Marques de Pombal, Guerra Paraguai, Visconde Mauá, VLS, Energia Nuclear, tecnologia Mísseis, golpe militar, planos de invadir nordeste..etc…etc…etc.

Vader
6 anos atrás

É só falar em leilão do tal pré-sal que a súcia esquerdo-molóide surge com seu ufanismo abestalhado querendo melar um negócio nbenéfico para o país de bilhões de dólares sem motivo algum a não ser estapafúrdia ideologia do atraso para a qual se ajoelham, que prega que quanto mais atrasado melhor, que é para o povo ficar pra sempre estendendo as mãos para as benesses públicas… Ao ponto do próprio governo PeTralha, que é esquerdóide mas não é idiota, ter de vir a público garantir que não houve prejuízo algum na PeTrossauro por conta da suposta “espionagem” americana. Ou seja:… Read more »

João Filho
João Filho
6 anos atrás

Poxa, como feram asas a essa estoria. O pior foi a vergonha nacional quando o “parceiro” do jornalista norte-americano Glenn Greenwald foi detido la em Londres, e ficamos todos sabendo que e um brasileiro… e vi*do.

MO
MO
Reply to  João Filho
6 anos atrás

kkk isso foi o pior .. sit on/over the mandiocation … kkkk

daltonl
daltonl
6 anos atrás

mdanton… da forma como você colocou as coisas parece que tudo que é ruim é exclusividade dos anglo-saxões. Já que você citou acontecimentos antigos, os franceses por exemplo, já estiveram por aqui, inclusive em uma ocasião durante o reinado de Dom Pedro I ameaçaram com a marinha francesa, bombardear o Rio de Janeiro, caso uma vultosa indenização não fosse paga e ela foi. Se pararmos para analisar o passado de tantas outras nações, teria sido melhor uma alternativa aos anglo-saxões ? Achei curioso que você citou que os japoneses “são os que mais parecem aptos a dar um basta nesta… Read more »

mdanton
mdanton
6 anos atrás

daltonl.. A França é igual (afinal guerreou durante 100 anos e aprendeu algo né?!!) sempre utilizou os mesmos métodos só que muito menos eficiente. Citei VÁRIOS episódios de sacanagens RECENTES…Poxa!! guerra dos tamoios não vale; já caiu de maduro. Tem mais sacanagem ainda a Guerra da borracha. Brasil credor deles na segunda guerra e o pagamento foi com Jipes da guerra e uvas passas…e ai se reclamar. Nem a URSS empreendeu tantas manobras no mundo para GANHAR vantagem comercial. As vezes penso que vocês esquecem propositalmente de tantos fatos e atitudes de boicotes desses países. Ficam indignados com a Bolivia… Read more »

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Justamente por causa dos chineses o Japão vai desenvolver sua forças armadas novamente….e será de forma rápida, dissimulada e impressionante. Com isso reativará sua economia estagnada desde 1992. Externalidade de projeto. O Japão sacou que com a reativação militar ele destrava sua economia. Esta é minha análise particular.

daltonl
daltonl
6 anos atrás

mdanton… e a Siderúrgica ? Só o que recebemos foram jipes ? E a infraestrutura que aqui ficou quando eles foram embora ? Os EUA não imaginavam quando aqui chegaram antes mesmo de Pearl Harbor quão atrasados estávamos. Já tive oportunidade de conhecer pessoas que fugiram da “cortina de ferro”, e prosperaram nos EUA, algumas inclusive serviram na US Navy então não tenho dúvidas de quem era o menos pior, mas, é sempre bom conhecer outras opiniões. E quanto ao Japão, não estou vendo nada de “espetacular” quanto à rearmamento…4 submarinos e 2 navios AEGIS à mais isso ainda para… Read more »

daltonl
daltonl
6 anos atrás

Ah…o episódio que citei sobre à ameaça de bombardeio ao Rio de
Janeiro ocorreu em 1828, não muito distante da Guerra do Paraguai
que você citou…nada a ver com a “Guerra dos Tamoios” portanto.

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Somado com a “guerra da lagosta” são 3-4 episódios…o mais novo tem 50 anos. Ao meu ver.não vai terminar por ai. O problema deles é com o Brasil se desenvolvendo com “uma certa liberdade” de ação…Os EUA vão continuar a barrar nosso desenvolvimento direta ou indiretamente. Com PT ou com outro partido qualquer. Eles querem no hemisfério um Brasil como o Canadá..só que nosso país tem 200 milhões de habitantes..custa caro..consome muito recursos naturais…vai acabar concorrendo conosco/consumo…é essa a diretriz básica deles. A região do pacifico já esta ficando complicado. Novas rotas no extremo Atlântico Norte/Ártico. E o Atlântico Sul????… Read more »

Vader
6 anos atrás

Caros Editores, será que não teria um comentário meu no antispam?

Não sei o que acontece aqui no naval que todos os meus comentários desaparecem… Aí eu coloco de novo e dá “comentário repetido”.

Coisa de loco…

MO
MO
Reply to  Vader
6 anos atrás

Felipe, vi la so tinha um, ja soltei

daltonl
daltonl
6 anos atrás

mdanton… ser antiamericano é um direito seu e necessáriamente ser antiamericano não significa ser pró-russo ou pró-bolivariano, ou petista, etc, o problema é que quando se radicaliza muito, normalmente ficamos cegos e passamos a ver certas coisas como verdades absolutas. Veja que você convenientemente esqueceu da “Siderúrgica” e de toda a infraestrutura montada aqui durante a guerra, escrevendo que nos pagaram com jipes !!! Certamente não entramos na guerra por motivos humanitários, mesmo sendo nós, brasileiros, o povo mais alegre e bonzinho do mundo, mas, cobramos um preço e esse foi a Siderurgica , sem mencionar que entramos na guerra… Read more »

mdanton
mdanton
6 anos atrás

Não esqueci da CSN não Acontece que quando entramos numa discussão construtiva tem que haver certo emparelhamento de conhecimentos; por exemplo: meu forte é geopolítica não especificações de equipamentos militares. O máximo que analiso é a capacidade operacional, pois assim consigo visualizar se este equipamento atenderá as necessidades demostrar força/dissimulação em vários cenários geográficos. Antes de qualquer brinquedinho/equipamento militar a geografia, a história, a psicologia e o grau desenvolvimento econômico são meu foco. Com esses conhecimentos consigo ver a alma de um povo/sociedade (só dos povos que julgo interessantes, senão seria muita informação) Sun Tzu, Sun Pin. Sem isso não… Read more »

MO
MO
Reply to  mdanton
6 anos atrás

Dalton, da uma olhada na Taylor, eh a primeira vez que eu vejo isso (na proa)

http://bermaxofotos.blogspot.com.es/search?q=uss+taylor

mdanton
mdanton
6 anos atrás

daltonl!
Só entramos com a geográfia??!! Você acha realmente irrelevante isso? Sem esta geografia, comida e a borracha Brasileira hoje muito provalvelmente estariamos saudando “der fuher” . Poderia descreve o cenário mais provável que ocorreria caso o Brasil não cedesse pacíficamente tal territóriozinho irrelevante…mas não envolve tema PETRÓLEO

daltonl
daltonl
6 anos atrás

mdanton… já que seu forte é geopolitica talvez possa responder-me então: Qual outro país poderia ocupar o lugar dos EUA como nosso parceiro no fim dos anos 30 ? Ou, qual outro país nos daria uma siderurgica em troca de nada…só pensando em nosso bem estar e progresso ? Não é segredo que o Presidente Vargas, ao menos no início, elogiava os nazistas e fascistas o que provocou naturalmente uma desconfiança dos EUA, mesmo não sendo a opinião de Vargas unanime no governo. Em 1941 o governo americano combinou com nosso governo a substituição da Lufthansa nas linhas internacionais pela… Read more »

daltonl
daltonl
6 anos atrás

MO…

já é coisa antiga e várias OHP estão assim armadas com esse MK-38
MOD 2 25 mm sobre o lugar antigamentre ocupado pelo lançador
MK 13. Já foi comentado aqui no blog inclusive, talvez você tenha perdido os comentários na ocasião.

abs

MO
MO
Reply to  daltonl
6 anos atrás

provavelmente Dalton, nao me lembro de ver sobre isso e nem de ver isso, pra mim foi a 1a mesmo !

mdanton
mdanton
6 anos atrás

“já que seu forte é geopolitica talvez possa responder-me então: Qual outro país poderia ocupar o lugar dos EUA como nosso parceiro no fim dos anos 30 ? Ou, qual outro país nos daria uma siderurgica em troca de nada…só pensando em nosso bem estar e progresso ?” Obviamente NENHUM PAÍS…..só brasileiro é tão bonzinhoo! kkkkkkk aahh daltonl!! se tá de brincadeira nesta frase “só pensando em nosso bem estar e PROGRESSO…” Se viu todas as americanas desistiram do leilão do pré-sal…..M I S T É R I Ooooo. O que será que elas descobriram?? Qual o pulo do gato… Read more »

daltonl
daltonl
6 anos atrás

mdanton… tem mais um detalhe que esqueci: quando finalmente enviamos à Itália a FEB, a partir da segunda metade de 1944, descobriu-se que os uniformes não eram adequados e finalmente para uma maior humilhação a comida que enviamos não prestava. Resumindo, os EUA armaram, treinaram, transportaram , vestiram e alimentaram mais de 25000 brasileiros, uma boa parte desses nem sequer viu combate o que não os denigre de maneira nenhuma e ainda assim os EUA ficaram nos devendo ? O envio da FEB já nem era mais necessário mas Vargas insistiu assim mesmo já que renderia prestigio ao Brasil para… Read more »

daltonl
daltonl
6 anos atrás

mdanton…

acho que você não entendeu…quis dizer que NENHUM país o faria pensando apenas no nosso bem estar e progresso. Os EUA tinham interesses assim como nós também, então, nessa troca de interesses
os EUA eram na ocasião, a única opção que tinhamos.

Quanto a desistência o que li é que os EUA estão investindo em outras fontes bem como já tem participação em outros países, o principal fornecedor dos EUA é o Canadá e eles estão fazendo negócios com países africanos.

Os chineses precisam mais então provavelmente irão abocanhar a maior parte, assim é o mundo dos negócios.

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Mdanton,
Você está muito severo com os americanos. Aposto que se fosse o STF iria absolvê-los de todas estas acusações.
rrsrsss
O problema do Brasil foi e continua sendo os brasileiros. No máximo, os americanos dão uma mãozinha aqui e outra ali, mas o mérito (ou demérito) de termos feito com o Brasil o que fizemos e continuarmos a fazê-lo hoje, é todinho nosso e ninguém tasca.
Um abraço.

mdanton
mdanton
6 anos atrás

joseboscojr. O povão norte americando é como outro povão qualquer, não sou contra eles e gosto e aprovo seu sistema de sociedade por MERITOCRÁCIA. O problema é a elite das elites deles…o nucleo duro das decisões deles não passa por bill gates steve jobs Buffet, jogadores e artista famosos. O nucleo duro deles são outras pessoas bem longe dos holofotes. Nem a figura do Presidente, tão cultuada, manda mesmo. Raros presidentes vieram desse “nucleo de poder” após a segunda guerra. Esse núcleo atual foi formado no século XIX com os barões da industria, houve alguns expurgos e inclusões durante este… Read more »

mdanton
mdanton
6 anos atrás

mdaltonl

Nego-me a discutir FEB em respeito aos que lá estiveram, que sofreram com os deboches dos militares norte americanos,com o frio/fome, com a saudades do lar, com a morte de companheiros, com tempesdade de projéteis em pessoas que não estavam habituadas com tamanha batalha e, principalmente, com o descaso e falta de ética dos nossos governantes.
Esses homens tem meu profundo respeito.

Esta é mais uma das coisas que admiro nos EUA; pelo menos em público homenagem seus combatentes em qualquer situação. Nos quartéis fazem todo tipo de teste com eles…