Home Operações Fluviais Marinha do Brasil na Operação Anhanduí

Marinha do Brasil na Operação Anhanduí

834
5

monitor Parnaíba em navegação no rio Paraguai - foto A Galante - Forças de Defesa

ClippingNEWS-PANo dias 14 e 15 de outubro, a Marinha do Brasil, por meio de meios subordinados ao Comando do 6º Distrito Naval, executou uma das Ações Críticas específicas da Operação Anhanduí, sob a coordenação Ministério da Defesa, onde foram reunidas tropas, equipamentos, veículos, embarcações e aeronaves, a fim de demonstrar e testar a capacidade operacional das Forças Armadas em situações de conflito no ambiente ribeirinho.

A Força Naval Componente participou da Operação com 5 navios, 1 aeronave UH-12 e 50 Fuzileiros Navais de Ladário, além de uma embarcação de Apoio Fluvial que atuou como figurativo inimigo.

Destacou-se nesta Operação a participação de 4 Lanchas Guardian 25 do Exército Brasileiro, pela primeira vez adjudicadas à Força Naval Componente, de forma a operar em conjunto com a Marinha do Brasil em águas pantaneiras.

As Guardian 25 têm a capacidade de transportar 12 militares armados e equipados. Suas estruturas de combate permitem ainda a instalação de metralhadoras e lançador de granadas. Estes meios, além de possuir um calado máximo de 0,65m, ampliaram a velocidade de reação e a versatilidade da Força Naval Componente, permitindo a partir de agora o desenvolvimento do emprego doutrinário destes meios em operação eminentemente conjunta, na fronteira oeste do País.

FONTE: Jornal do Dia

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
BrancoF-16
BrancoF-16
4 anos atrás

Em relação aos meio navais para navegação nos rios como anda a MB ??
e em relação aos vizinhos ??

Off topic: por que não consigo comentar no forças terrestre e no poder aéreo alguém pode me ajudar ???

Joker
4 anos atrás

Somos referencia em operaçao ribeirinha, junto aos peruanos e colombianos. Nao basta só os meios, principalmente, como e o porque de opera-los.

BrancoF-16
BrancoF-16
4 anos atrás

grato pela resposta Joker.

Dentro do que me respondeste, no nosso T.O tanto os meios quando o pessoal são atualmente suficientes como meio dissuasório perante nosso vizinhos ??
e em qual parte do território tem se concentrado essas forças próximas a qual parte da fronteira digamos assim.

Joker
4 anos atrás

Temos bons equipamentos e uma doutrina sedimentada, nos falta a praxis em operaçoes reais de vulto. Colombia e Peru por questoes sociais internas possuem uma boa praxis, doutrina e com equipamentos nivelados ou superiores vistos isoladamente. Temos a praxis de tempos de paz com açoes voltadas a crimes transfronteiriços. Nosso pessoal, nos condicionantes atuais, é nao adequado, mas em termos futuros com mudanças estrategicas voltadas a mobilidade e sensoreamento, o fator pessoal podera ser tido como suficiente.

XO
XO
4 anos atrás

Prezados, penso que os colombianos estao muito bem preparados, seja em termos de meios (pesquisem sobre as Patrulleras de Apoyo Fluvial) e adestramento ( a guerra deles era real)… os peruanos nao me impressionaram, sinceramente. Quanto aa MB, os Roraima foram remotorizados e entram em qualquer furo ou parana… os Pedro Teixeira jah devem ter sido “modernizados” tambem, mas so navegam na calha principal. Faltam, porem armamento e sensores mais modernos… Sobre o adestramento, faziamos varias comissoes, os exercicios eram uma constante… as situcoes reais que vivenciei (colisao com pedra, socorro externo e SAR) foram bem executados, mas nao sei… Read more »