Home Aviação Naval Avança a construção do segundo porta-aviões da China

Avança a construção do segundo porta-aviões da China

7363
26

type-001a-2

Imagens recentemente publicadas em fóruns online chineses revelam que o primeiro porta-aviões construído na China, conhecido como Type 001A, está em fase de conclusão estrutural no estaleiro em Dalian.

A parte frontal da estrutura da “ilha”, incluindo o passadiço e o mastro principal, estava sendo prontificada. É um passo significativo na preparação para o lançamento do navio, que não deve demorar.

O navio-aeródromo é também chamado de classe “Liaoning II” (CV17), na sequência do primeiro Liaoning (CV16), que foi comprado incompleto da Ucrânia e depois terminado na China.

type-001a-1

Na concepção artística abaixo, o Type 001A é mostrado numa configuração híbrida, dotado de “ski-jump” na proa, mas também com catapultas no convoo a bombordo.

A última imagem mostra uma possível evolução dos navios-aeródromos chineses no futuro. Clique nas imagens para ampliar.

type_001a_aircraft_carrier

chinese-carriers

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leo Neves
Leo Neves
3 anos atrás

Deve ser uma copia do primeiro comprado da Ucrânia, mas mesmo assim será um bom passo para a marinha chinesa, o terceiro provavelmente será nuclear.

wwolf22
wwolf22
3 anos atrás

Galante,
diz a lenda que a MB que ensinou a marinha chinesa “a como operar” um porta aviões…

kfir
kfir
3 anos atrás

ficar preocupado, acho que isso seria interessante para nós… . Ontem mudei sistema de uma empresa que ganhou considerável vantagem competitiva, conhecendo os aspectos dos sistemas da concorrência, fiquei pensando como a concorrência vai ficar preocupada quando perceber que a ferramenta de comércio tem vantagens importantes . Até nao avisar os fornecedores esta sendo feito para atrasar ao máximo a concorrência… . Chego aqui e vejo os chinesienses TERMINANDO um porta aviões novo, e pelo jeito usaram paquímetro e micrômetro ou até régua trident ( quem fez desenho mecânico?) para copiar o navio Ucraniano… e a gente nem para copiar… Read more »

horatio nelson
horatio nelson
3 anos atrás

brasil com o nae são paulo a12 eles com o cvn21

Bardini
3 anos atrás

Em 2030 teríamos um NAe A12, lançado ao mar na década de 60, devidamente “recauchutado” ao longo de 3 décadas que passou apodrecendo no AMRJ e “operando” A-4, que demorou 2 décadas para ser “modernizado” para: prover a “defesa aérea” da esquadra…
Esquadra esta que teria como escolta mais capaz uma gambiara chamada Tamandaré.
.
Os chinas, por outro lado, teriam 6 porta aviões…
E isso que eles queriam aprender com MB como operar um.

Lewandowski
Lewandowski
3 anos atrás

Bardini,
.
Mas os investimentos valerão a pena – mesmo sacrificando importantes areas – pois estaremos criando doutrina!
.
Sds

Renato B.
Renato B.
3 anos atrás

E lá se vão os chineses deixando o STOBAR para trás e entrando no bonde do CATOBAR.

Jodreski
Jodreski
3 anos atrás

Configuração Híbrida de lançamento? Gostei!
.
Agora só aguardo aqueles comentários dizendo que as catapultas são eletromagnéticas e que os Chineses passaram a rasteira nos Americanos

Airacobra
Airacobra
3 anos atrás

Só me faz lembrar a teimosia em manter um navio velho e aviões de ataque antigos na função de defesa aerea sem sem efetividade alguma no cenario atual, somente escoando os parcos recursos que a MB dispõe com a desculpa de sempre de manter doutrina, que doutrina pergunto eu, a china e reino unido estão ai pra provar que esse papo de manter doutrina é papo furado, a china desenvolveu do zero em cerca de meia decada, enquanto o Reino Unido abriu mão de operar NAes e Harriers por uma decada para poupar recursos até a incorporação de seus novos… Read more »

horatio nelson
horatio nelson
3 anos atrás

Bardini concordo em gênero numero e grau;ps a ultima linha foi sensacional rsrs,abraço

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

“……alguem duvida de que a RN vai estar operando o Queen Elizabeth e a MB ainda estará com o São Paulo meia boca e a modernização dos AF-1 ai não vai ter terminado?”
__________________________

Eu não, mas defendo AF 1M, A 12 tô fora.

Uhtred Ragnarsson
Uhtred Ragnarsson
3 anos atrás

Como disse em outra matéria, os engenheiros e pesquisadores chineses saem de suas Universidades e vão laboras nas áreas onde se formaram. Aqui vemos Engenheiros Mecânicos, de Produção, Físicos, Químicos, etc indo trabalhar em bancos e mercado financeiro! Não existe sequer um anteprojeto de aumentar a P&D no Brasil de forma séria. Não sabemos coisas básicas como a usinagem de materiais usados em turbinas aeronáuticas!!!! Repito, fazemos pouco caso dos chineses, mas eles estão muito à frente do Brasil na esfera industrial, de pesquisa e desenvolvimento. Essa história de ToT é besteira, recebemos a tecnologia, não a aplicamos em nada,… Read more »

Uhtred Ragnarsson
Uhtred Ragnarsson
3 anos atrás

Laboras = laborar. Desculpem pelo erro!

Farias Cardoso
3 anos atrás

Como é que pode “cumunistas cumedor de cricancinhas” fazer porta-avião e a Coreia do Norte fazer motor de foguete e bomba atomica? é mentira.
Só os vira latas puxador de saco dos USA tem tecnologia para fazer isso.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
3 anos atrás

Ultred!! Já vi que vc é fã das Crônicas Saxônicas como eu!!

Mas gente, nestes países citados , Defesa e política de Estado e a sociedade sabe dar valor às duas FFAA pois já passaram por várias guerras!!!

Aqui, nem a imprensa valoriza os militares!

FRL
FRL
3 anos atrás

Uhtred Ragnarsson 27 de setembro de 2016
Infelizmente é verdade…

joao paulo
joao paulo
3 anos atrás

CVN 20..CVN 21… ..meu Deus… sera que não vamos aprender nada com eles… poxa gente fala sério…. da de presente a eles.. o A12 como sucata.. ..modesta forma de pagamento… e encomenda um desses ai.para nós.. vamos la trocar por minério de ferro.. sera que eles aceitariam a proposta… ai..quem sabe aprendemos a fazer…porque fala sério.. aqui em terras tupiniquis a coisa ta brava…

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Uhtred… Que nome. Rs.
Gostei da parte que você fala sobre usinagem.
Tecnologia não é tão difícil assim.
É só querer.
Algumas pessoas gostam de complicar e dizer que tudo é difícil.
Se houver empenho não é tão difícil assim

Felipe Silva
3 anos atrás

Farias Cardoso 28 de setembro de 2016 at 8:31
Simples. Em parte roubando tecnologia dos malditos imperialistas, adaptando sua educação ao método imperialista e enviando seus melhores alunos para estudar nas melhores universidades do mundo, também imperialistas. Quanto à CN, eles apenas recebem o subproduto das ‘conquistas’ tecnológicas da china.

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Farias Cardoso é seguidor de líderes populistas latinoamericanos.
Populismo, demagogia. É isso que é progresso.

joao paulo
joao paulo
3 anos atrás

copiando…. copiando..mas…..aprendendo a fazer….!!!imperialistas..uma ova…. se da da para ..criar então o negocio é copiar até aprender…!!!

Gustavo
Gustavo
3 anos atrás

Estou por fora, mas não era esse NAe que haviam removido o SkyJump? Pois iriam optar pelas catapultas?
Abraços

AgtranRBO
AgtranRBO
3 anos atrás

Acho que a MB deveria se preocupar mais em defender nossa costa com submarinos que ficar gastando com porta-aviões, considerando que a MB tem APENAS 5 submarinos ativos

Sergio Brito
3 anos atrás

Grande império e estreita mentalidade sempre foram maus companheiros…

joao paulo
joao paulo
3 anos atrás

O chineses… ..lentamente… e.. sem.. firulas…. seguem em frente.. isso sim é visão..estratégica de longo prazo…!!!.. e nos… bem quem sabe não compramos… um liaon… cv 16..semi semi……semi,…novo… quando …colocarem… a venda… !! não tenha dúvidas…