Home Marinha do Brasil Delegação da Marinha Chinesa visita submarino e fragata da MB

Delegação da Marinha Chinesa visita submarino e fragata da MB

4741
72

Delegação da Marinha Chinesa visita submarino Tapajó

No dia 6 de dezembro, a Força de Submarinos recebeu a visita do Vice-Chefe do Estado-Maior da Marinha da China, Contra-Almirante Hu Zhongming, acompanhado por comitiva de cinco oficiais da instituição.

O Chefe da delegação chinesa foi recebido em audiência pelo Comandante da Força de Submarinos, Contra-Almirante Alan Guimarães Azevedo. Em seguida, a delegação esteve a bordo do submarino “Tapajó” e conheceu os principais equipamentos e sistemas que compõem o submarino.

Ao término do evento, a comitiva seguiu para visitas ao Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão e a Fragata “Independência”.

No mesmo dia, a Fragata “Independência” (F44) recebeu a visita do Vice-Chefe do Estado-Maior da Marinha da China, Contra-Almirante Hu Zhongming, acompanhado do Adido de Defesa Naval, Exército e Aeronáutica da China no Brasil, General de Brigada Jin Tao e comitiva de oficiais.

Durante o evento, o Vice-Chefe do Estado-Maior da Marinha da China e sua comitiva percorreram o navio e assistiram uma apresentação sobre a participação do navio na Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano.

Contra-Almirante Rabello, Capitão de Mar e Guerra Cassiano, Capitão de Fragata Evandro e Capitão de Fragata Lancellotti acompanhados da Comitiva da Marinha chinesa Contra-Almirante Hu Zhongming, Coronel Superior da Marinha Yu Zhong, Coronel Superior da Marinha Wei Bing, Capitão de Fragata Liang Dong, Capitão-Tenente Teng Jue e do Exército General de Brigada Jin Tao e Major Ma FangningO Contra-Almirante Hu Zhongming foi recebido a bordo pelo Comandante da Força de Superfície, Contra-Almirante Alexandre Rabello de Faria e pelo Comandante do Navio, Capitão de Fragata Marcelo Lancellotti.

FONTE: Marinha do Brasil

72
Deixe um comentário

avatar
65 Comment threads
7 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
35 Comment authors
Luiz Floriano AlvesburuseraClaudio MorenoXOsub-urbano Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Burgos
Visitante
Burgos

Vendam NAE SP pra eles !!!
Não dou 2 anos ele volta a operar !!!
Kkkkkkkkkk
Fica zero bala !!!

Mk48
Visitante
Mk48

Será que eles , no princípio da reciprocidade, permitiriam a visita a um de seus submarinos ?

Bardini
Visitante
Bardini

Vieram trazer as propostas das Estatais chinesas debaixo do braço?

Fabio de Aguiar Gomes
Visitante
Fabio de Aguiar Gomes

Abre o olho com esses caras!

Renan
Visitante
Renan

Boa venda ao SP
E que volte logo ao mar
Abraços

diego
Visitante
diego

O Brasil poderia negociar com a China de 6 a 8 cascos das Type 055, a MB finaliza a montagem do sistema de armas no AMRJ….

diego
Visitante
diego

… 6 type 055 montadas no AMRJ deve sair mais em conta que 4 TAMANDUAS, com certeza podem operar full no atlantico sul….

Alan Peter
Visitante
Alan Peter

O que eles viram não foi nada de sensível, nada que não seja de conhecimento geral. Aliás, devem saber de muito mais coisas que muito oficial. Essas visitas são mera formalidade, estão anos-luz de distância de nossa capacidade bélica…..

Bardini
Visitante
Bardini

“O Brasil poderia negociar com a China de 6 a 8 cascos das Type 055, a MB finaliza a montagem do sistema de armas no AMRJ….” . “… 6 type 055 montadas no AMRJ deve sair mais em conta que 4 TAMANDUAS, com certeza podem operar full no atlantico sul….” . Nem a pau que um Contratorpedeiro que desloca praticamente a mesma tonelagem que o Bahia nos custaria menos que uma Tamadaré. Ainda mais contando com mais de 100 silos para serem enchidos com mísseis. . A MB não consegue nem viabilidade uma Fragata de 6.000 toneladas. Vai comprar, manter… Read more »

Alexandre Galante
Visitante

Diego, o Type 055 equivale a destróier Aegis, seria muito caro para a MB. A Type 054A seria mais adequada, com preço inferior a US$ 400 milhões.

Agnelo
Visitante
Agnelo

É interessante o adido ser um Of Gen. Isso geralmente acontece, quando há importância grande.

Top Gun Sea
Visitante

Quem sabe nos dê umas 2 types 054A usadas do ano de 2007 em troca do A12 SP. Fácil para os chinas fazer este negócio. E uma grande oportunidade da MB testar as fragatas chinesas e também o renascimento do A12 para China ao invés do desmanche. A questão é se o Tio San vai autorizar. Mas tem coisa aí nessa vida dessa comitiva!

Top Gun Sea
Visitante

Errata: vida lê se vinda

diego
Visitante
diego

Alexandre Galante 13 de dezembro de 2017 at 19:04

Penso que a Type 54a é leve, 3500 mil toneladas padrão. Seria ideal algo acima das 5000 t. Como a ideia seria negociar apenas os cascos, poderia se negociar alguma T 055 com uma cessão a menos para ficar mais leve, entregando para o AMRJ para adicionar os equipamentos de Guerra, Motor, geradores eletricos etc.

diego
Visitante
diego

Bardini 13 de dezembro de 2017 at 19:03

Qual o problema de 12000 t deslocamento?? Para o cenário do Atlântico Sul seria ideal, mais estável e confortável para os tripulantes, muito mais poder de dissuasão… Se o valor de um barco desse nível for o dobro de uma Tamandaré ainda seria um barco 3 vezes mais poderoso e sem restrições operacional de mar Bravo…

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

E uns 300% mais caro de operar, por baixo.

Airacobra
Visitante
Airacobra

Bem por ai nunão, se não um pouco mais até

diego
Visitante
diego

Não sou contra o projeto das Tamandarés, más sou contra a forma que esta sendo conduzido, ex: Encomenda “inicial” de 4 uni ( tratando-se de Brasil vai morrer nesse numero), se vai começar a produzir as CV03 lança logo uma encomenda de 10 a 12 barcos para dar escala e preço…

Estimativa (inicial) de uma CV03 $450 milhões Dólares?? Uhumm…

Bardini
Visitante
Bardini

Os chineses estão para lançar a Type 057, na faixa das 4.500t. Algo desse tipo sim, seguindo esta linha, seria uma excelente “Tamandaré”, para fabricarmos aqui uma boa quantidade e equipar nossos dois Esquadrões de Escolta. Só faltaria o complemento, com alguns poucos navios mais focados em AAW, no futuro.
.
Concepção artística:comment image
.
#Inveja

diego
Visitante
diego

Fernando “Nunão” De Martini 13 de dezembro de 2017 at 20:14

Vc sabe que sua afirmação depende de muitos fatores. Agora, um barco maior custa mais para comprar e operar, é obvio. Igualmente obvio sua maior efetividade em operação, más, a MB tem condições de costear isso? sim, más penso que tem que dar uma cortada na “gordura” do efetivo…

diego
Visitante
diego

Bardini 13 de dezembro de 2017 at 20:33

Primeira mão em bardini, não sabia desse projeto, não sou Fã Boy dos chineses más que eles estão conseguindo fazer belos barcos sem duvida…

Bardini
Visitante
Bardini

Pode cortar toda a gordura, a que tem e a que não tem. A MB não vai conseguir operar um Contratorpedeiro que desloca mais de 12.000 toneladas. A Marinha não vai nem conseguir comprar todos os mísseis que esse navio pode levar.
.
Temos dois Esquadrões de Escolta precisando de novos Navios Escolta. Existe a necessidade de fazer volume e reequipar diversos setores da Marinha. Não vai ser com Type 055 que isso vai acontecer. Muito pelo contrário.

Top Gun Sea
Visitante

Essa type 054A tem estilo de navio de guerra sem se parecer com Iate de cruzeiro como os atuais navios de guerra europeus.
16 mts só de largura e armada até os dentes. Tiau A12, que venham pelo menos duas.

https://youtu.be/UQYmZfHDzQU

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Type_054A_frigate

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Os navios chineses são bem bonitos (daqui a pouco aparece o MO para xingar meu gosto) kkkkkk

MO
Membro

UQTR Navy (tirando os dois Sovremenniy) kkkkkkk

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Eu adoro a tecnologia militar chinesa, mas bem longe do Brasil.
Nunca comprei nada fabricado na China que fosse de qualidade, absolutamente nada, pelo contrário…
Eu já notei que alguns produtos vendidos em lojas aqui em São Paulo, estão vindo com uma bandeira do Brasil na embalagem, é uma forma de comunicar: “Não sou Made in China”, ou seja, querem dizer que são de melhor qualidade…porque China todo mundo como é…
A não ser que a indústria militar chinesa seja totalmente contrária a filosofia e qualidade de tudo o mais que é fabricado na China… difícil, brodi…

Top Gun Sea
Visitante

Antonio de Sampaio 13 de dezembro de 2017 at 22:59 Nunca comprei nada fabricado na China que fosse de qualidade, absolutamente nada, pelo contrário… Antonio de Sampaio Dá uma olhadinha lá na sua Casa – é quase que impossível não ter: um microondas, uma máquina de lavar, uma lavadora de louças, um medidor de pressão, um ar condicionado digital, climatizador digital, balança digital de cozinha, balança digital de banheiro, chapinha de cabelo, secador de cabelo, barbeador elétrico, relógio smart, câmara digital, TV smart, iPhone e carros como lifan com garantia de 5 anos… Estå assim em quase todo os paises… Read more »

Theo Gatos
Visitante
Theo Gatos

775€ milhões cada type 055 e com 112 VLS… Esses mísseis que ela opera não devem custar menos de 1€ milhão cada… Dependendo do míssil até mais…
.
Capaz do preço de uma type 055 equipada comprar entre 3 e 4 Tamandaré se esta ficar próximo dos valores citados há alguns meses pela marinha…
.
Sds

Nonato
Visitante
Nonato

Visita de espionagem?
Conhecer nossos navios e submarinos?
Mas como disse Nunão, provavelmente nada que todo mundo já não saiba.
Olhe nossa fragata. Tem um canhão na proa, tem um sonar, tubos para lançamento de mísseis antiaéreos, alguns botes na parte de trás…
Por que não fazemos visita aos deles?
Essas fragatas, submarinos nucleares…

MO
Membro

Nonato, te lembrando caro amigo, já fizemos Passex com eles aqui, eles ja nos mostraram alguma coisa …

http://www.naval.com.br/blog/2013/10/29/marinha-do-brasil-realiza-exercicio-inedito-com-a-marinha-da-china/

http://www.naval.com.br/blog/2013/10/29/marinha-da-china-em-exercicio-com-a-marinha-do-brasil-perspectiva-chinesa/

E esta não foi a única vez que eles vieram aqui não, teve outra em 90 e muitos / 2000 e poucos em FTZ

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“Visita de espionagem?
Conhecer nossos navios e submarinos?
Mas como disse Nunão, provavelmente nada que todo mundo já não saiba.”

Nonato, eu só fiz um comentário nessa matéria, e não foi sobre isso.

Mario Heredia
Visitante
Mario Heredia

diego 13 de dezembro de 2017 at 20:04 Alexandre Galante 13 de dezembro de 2017 at 19:04 Penso que a Type 54a é leve, 3500 mil toneladas padrão. Seria ideal algo acima das 5000 t. Como a ideia seria negociar apenas os cascos, poderia se negociar alguma T 055 com uma cessão a menos para ficar mais leve, entregando para o AMRJ para adicionar os equipamentos de Guerra, Motor, geradores eletricos etc. Diego, as Type 54A vão até 4K Ton, são muito bem armadas e o valor de aquisição gira entorno de USD 350 a 370 milhões. Vou com o… Read more »

Burgos
Visitante
Burgos

Fragata type 054A ?!
Made Ching Ling ?!
Pode até vir !!!
Mas com os devidos sobressalentes.
Sei não viu !!!
Acho uma aquisição suspeita !!!
Mas vai aquele ditado !!!
Não tem tu !!!
Vai tu mesmo !!!
Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Vai que rola um acordo , 2 tipo 054A pelo casco do SP.

Mario Heredia
Visitante
Mario Heredia

Bom, mas se tivéssemos grana sobrando, o que não é o caso, poderíamos dar uma olhadinha nas Type 52C e Type 52D. Mais de 7k Tons de pura maldade, verdadeiros AEGIS Chineses. Duro seria manter e operar tais embarcações. Haja misseis para encher todos aqueles lançadores.

Mario Heredia
Visitante
Mario Heredia

Em 2013 os chineses fizeram um exercício conjunto com nossa marinha, na ocasião trouxeram uma Fragata Type O54A e um Destroyer Type 052C. Salvo engano o Galante viu esse barcos de perto, acho que ele poderia explanar mais sobre eles.

MO
Membro

postei os links em msg abaixo, é só ver a msgs eram os N A V I O S Lanzhou – DDG 170. Liuzhou – FFG 573 e o N/T Poyanghu – 882, só ler …

O Bozoh (tava com a bunda iluminada) esteve a bordo do NPaOc Apa, acompanhou a Passex

PS Bozoh para quem não sabe e aqueles que vcs conhecem como Galante …kkkkk

http://www.naval.com.br/blog/2013/10/29/marinha-do-brasil-realiza-exercicio-inedito-com-a-marinha-da-china/

http://www.naval.com.br/blog/2013/10/29/marinha-da-china-em-exercicio-com-a-marinha-do-brasil-perspectiva-chinesa/

E esta não foi a única vez que eles vieram aqui não, teve outra em 90 e muitos / 2000 e poucos em FTZ

MO
Membro
Mario Heredia
Visitante
Mario Heredia

Onde se lê “esse” leia-se “esses”.

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Bardini 13 de dezembro de 2017 at 20:33
Os chineses estão para lançar a Type 057, na faixa das 4.500t. Algo desse tipo sim, seguindo esta linha, seria uma excelente “Tamandaré”, para fabricarmos aqui uma boa quantidade e equipar nossos dois Esquadrões de Escolta. Só faltaria o complemento, com alguns poucos navios mais focados em AAW, no futuro.
.
Concepção artística:comment image
.
#Inveja

Caramba Bradini, que linda….. opera 2 helis mais vants, aparentemente 64 VLS, 8 mísseis anti-navio, etc….show….mas achei fontes que dizem 6500 tons e outras de 5000 tons…vou confiar mais nesta última (5000tons) pois é na global security…

Bardini
Visitante
Bardini

Não acho tão bonita. Na maquete pelo menos…
Usei como exemplo de navio na faixa das 4.500t, coisa que deveríamos estar fazendo. Um classe desse porte seria um melhor navio padrão para a reestruturação da força.
.
Foi exposta em Lima, esse ano se não me engano.
https://defence.pk/pdf/attachments/1-jpg.430538/
.
Não comporta dois helicópteros. Apenas um Helicóptero e um UAV.

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Usei a informação da global security:

“On frigates Type 057 project will be based, two anti-submarine helicopters and reconnaissance drones.”

Mas se não for também, operando um heli ASW/ASuW e vants, já atenderia perfeitamente a MB.

Alitson
Visitante
Alitson

É sempre bom visitar museus em viagens. hehehe

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Se tiver de vir algo da Ásia para a MB, que venha da Coréia do Sul. Particularmente simpatizo muito com o KDX-II, que poderia vir com armas e sensores europeus

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Essa maquete parece ser a primeira visão da fragata (ou mesmo outra fragata), pois muitos ítens parecem alterados nos desenhos atuais. Esta maquete apareceu a primeira vez na IDEX 2013, sem uma denominação própria:

http://www.navyrecognition.com/index.php/news/defence-news/year-2013-news/march-2013-navy-world-naval-forces-maritime-industry-technology-news/910-chinese-shipbuilder-csoc-unveiled-new-frigate-lhd-and-submarine-designs-at-idex-2013.html

Estou procurando em outros sites mais informações.

Jorge Knoll
Visitante

Eu só deslumbro dois países em condições financeiras e tecnológicas de recuperarem o NAe SP e se interessarem a operá-lo: China e India.

Renan
Visitante
Renan

Perguntinha
Seria possivel que a marinha solicitou ajuda tecnologica aos chineses para desenvolvimento da parte nuclear do sub , e conselhos tecnicos para as Tamandares ?
Pois vendo como o Brasil desenvolveu o ciclo nuclear. Na Base muitas veses da espionagem ou tentativas e erros, pode ser.
Abraços

ARC
Visitante
ARC

A China tem muito a oferecer no campo naval ao nosso país, e pra quem duvida de seus sistemas basta buscar um pouco mais e verão que não devem em nada aos sistemas homólogos, inclusive já existem vídeos circulando com testes dos sistemas anti aéreos deles operando contra um míssil anti ship.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Modo leigo viajando na maionese (ON) – Se houvesse a possibilidade de venda do A-12 e o interesse da China em compra-lo, seria muito interessante vê-lo navegar novamente, bem armado e com uma dotação completa de caças (J-31).

Cássio
Visitante
Cássio

Uma coisa complicada de negociar com orientais é que quando eles riem para você, tu não sabe se eles estão rindo para você ou tirando uma com a sua cara.

Tem que ficar ligeiro porque tem muito rato liso de olhinhos apertados lá por aquelas bandas.

Em tempo, algumas fragatinhas 054A para a MB não seria nada mal.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS
Zorann
Visitante
Zorann

É muito preconceito! Como disse o Top Gun Sea, impossivel que na casa de qualquer brasileiro não haja produtos chineses, muitos deles embutidos em produtos “made in Brazil”.
.
A MB deve ter uma noção da qualidade dos equipamentos chieneses, ela opera o Vital de Oliveira, fabricado na China.
.
E para falar a verdade, a qualidade dos produtos brasileiros é que vem caindo. A gente fabrica muita porcaria. Eu tenho para uso profissional, equipamentos eletronicos chineses que não devem nada a qualquer equipamento alemão semelhante, aliás sao superiores em muitos aspectos.

Aurélio
Visitante
Aurélio

Se os chineses vieram visitar um submarino e uma fragata da MB, temos duas hipóteses :
1° – visita de cortesia e ponto final.
2° – visita para se certificar da impotência da MB e ponto final.

O resto é bobagem, e nada mais.

Carlos Eduardo Maciel
Visitante
Carlos Eduardo Maciel

Boa tarde a todos !!! Gostaria de agradecer primeiro ao Carvalho2008 pelos esclarecimentos em postagem anterior. Obrigado Carvalho, me esclareceu muitas duvidas. ——————————– – Por favor afastem nosso amigo Bardini de todos os assuntos referentes ao ProSup por pelo menos 30 dias !!! 🙂 🙂 🙂 Ele está sem paciência com as decisões da força e isso pode gerar uma ulcera danada !!! Mas o pior de tudo… Ele já está se dobrando a um dos pecados capitais !!! #Inveja !!! Não vamos permitir a perda dessa alma !!! 🙂 🙂 🙂 ——————————– Brincadeira à parte … Concordo com o… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Visitante
Alex Barreto Cypriano

Esqueçam esta estória de empurrar o NAe São Paulo pros chinas. Eles mesmos comentaram que qualquer reforma/remotorização do trambolho seria ‘muito difícil’. Eles já tem experiência em fazer STOBAR novinho, e juram de pés juntos que vão emplacar um CATOBAR, talvez com EMALS, ad majorem Xi gloriam.
Por quê nossas proas teimam em ter bochechas se não vejo bochecha em botes estrangeiros?
Será que um navio apto a navegar nos mares chineses ou no Pacífico próximo são aptos a navegar no Atlântico?
Alguém sabe precisar o nível de penetração da China na economia e politica brasileiras?

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“Por quê nossas proas teimam em ter bochechas se não vejo bochecha em botes estrangeiros?”

Se está falando de fragatas, sem ter que pesquisar muito eu posso mencionar classes Lupo, Maestrale, Halifax, Meko 200, Tipo 123 e 124, todas com bochechas ou strakes, algumas menos pronunciadas que as da nossa classe Niterói (incorporadas também à corveta Barroso e futuras Tamandaré), mas estão lá. Não faltam navios de guerra com “bochechas” operando por aí e alguns, mais novos, acabam até mesmo mesclando as bochechas com as linhas anguladas de seus contornos furtivos.

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

Alex 14 de dezembro de 2017 at 14:53 “Alguém sabe precisar o nível de penetração da China na economia e politica brasileiras?” – O comércio entre China-Brasil movimenta algo em torno de 60 bilhões de dólares anualmente. Isso é quase o PIB do Uruguai! – Esse comercio é superavitário para o Brasil em 11 bilhões de dólares. A China é o país que mais compra e mais vende para o Brasil. – Politicamente não sei se eles se envolvem por aqui. Não existe essa necessidade eu acho. Qualquer governo brasileiro vai ser obrigado a bajular a China senão o país… Read more »