Home Asa fixa China quer construir porta-aviões nuclear em 7 anos

China quer construir porta-aviões nuclear em 7 anos

4622
36
Concepção do futuro navio-aeródromo chinês Type 002 de propulsão nuclear

O Exército da China quer lançar seu primeiro porta-aviões de propulsão nuclear até meados da próxima década, de acordo com reportagem

A China Shipbuilding Industry Corporation anunciou no final de fevereiro uma lista de ambições que espera alcançar em armamentos e desenvolvimentos técnicos para a Marinha do Exército de Libertação Popular até 2025, informou o jornal Global Times.

A empresa de defesa disse que “acelerará o processo para fazer avanços tecnológicos em porta-aviões de energia nuclear, submarinos nucleares de novo tipo, submarinos silenciosos, sistemas de combate inteligentes marítimos não tripulados, sistemas ofensivos e defensivos marítimos tridimensionais e guerra naval e sistemas de informação eletrônicos de combate naval”, de acordo com o Global Times.

Por enquanto, a Marinha da China tem dois porta-aviões que empregam óleo convencional. O capitânia da Marinha Francesa, o Charles de Gaulle, é o único porta-aviões não norte-americano propulsado por reatores nucleares. os porta-aviões classe Nimitz e Ford da US Navy são movidos por energia nuclear.

A ambição da China é ter quatro grupos de porta-aviões operando com a Marinha do Exército de Libertação Popular até 2030. Atualmente, o Liaoning é o único porta-aviões da frota, mas o Tipo 001A deverá entrar em serviço até o final de 2018.

O Tipo 001A foi o primeiro porta-aviões construído na China, mas o país já está trabalhando na construção de seu terceiro porta-aviões.

O Liaoning é derivado de um casco soviético antigo e inacabado que Pequim comprou da Ucrânia, o Varyag, que se tornaria um porta-aviões da classe Kuznetsov antes da dissolução da União Soviética.

Concepção do Type 002
A construção do porta-aviões Type 001A está sendo terminada, para dar início às provas de mar
O porta-aviões Liaoning está treinando a tripulação do segundo porta-aviões chinês
Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Emmanuel
Emmanuel
2 anos atrás

Não vou tomar por surpresa se conseguirem em menos.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
2 anos atrás

Já comentei aqui várias vezes e repito, esses caras serão a próxima potência naval em 20 ou 30 anos, equiparando-se à US Navy!!!

Quem viver, verá!

Mahan
Mahan
2 anos atrás

Uéé…será que os chinas não sabem que Porta-aviões está ultrapassado??

Hernâni
Hernâni
2 anos atrás

O problema dos chineses são as saídas para o mar. Lá vai a Índia construir quatro grupos de porta-aviões, o Japão e a Coreia vão fazer o mesmo…! Com as rivalidades e os direitos de soberania sobre algumas ilhas em causa aquela região vai aquecer nos próximos anos.

Guizmo
Guizmo
2 anos atrás

O titulo deveria ser: “China VAI construir Nae nuclear em 7 anos”

Gustavo
Gustavo
2 anos atrás

Quando passarem 7 anos já vão ter entregue o primeiro e estará no começo da construção do segundo. pode ter ctz.

ebs75
ebs75
2 anos atrás

Isso se não rolar um guerra nervosa antes…

Rodrigo
Rodrigo
2 anos atrás

Mantendo o crescimento economico atual e equacionando o problema do crescimento do mercado interno de forma sustentável ( no passado recente isso não deu muito certo e eles voltaram suas baterias ao comercio exterior. O problema é o povo ver o bolo crescer e não conseguir a sua fatia), a China despontará como superpotencia dominante. O que imaginou-se acontecer com o Japão lá nos anos 80, parece que a China tornará realidade.

Control
2 anos atrás

Srs
Segundo alguns, o plano chinês é alcançar o porte da USN em cerca de duas décadas, aí pela terceira década do século XXI.
Cabe observar que os PA’s estão inseridos nos planos de expansão chineses junto com as bases navais no Índico e Atlântico. São as ferramentas para garantir as fontes de recursos e rotas de abastecimentos dos chineses.
Sds

Renato B.
Renato B.
Reply to  Control
2 anos atrás

E não se pode esquecer da “nova rota da seda”. Entre outras coisas ela deve reduzir a dependência deles em petróleo por via marítima.

BMIKE
BMIKE
2 anos atrás

Penso que a “torneirinha” do dinheiro vai ser fechada antes, esta pouco a pouco fechando…

DigoSSA
DigoSSA
Reply to  BMIKE
2 anos atrás

De onde vc tirou isso? O PIB de 2017 que era projetado pra crescer 6,5% foi superado e atingiu 6,9%. As previsões para esse ano também são boas. “O Fundo Monetário Internacional, em janeiro, elevou sua previsão para o crescimento do PIB da China de 6,5% para 6,6%, em meio a perspectivas positivas para a recuperação global. Os bancos de investimento internacionais, incluindo o UBS, JP Morgan e Nomura, também revisaram a previsão de crescimento do PIB da China em 2018 para o máximo de 6,7%.” Já na área militar: China vai aumentar orçamento de defesa em 8% neste ano,… Read more »

Bavaria Lion
2 anos atrás

Teve gente que foi chamada de “fanfarrão” quando previu antes que a China terminaria sendo a grande potência econômica já nesta década.

A cadência de produção deles é impressionante. O divisor de águas da indústria deles vai ser a qualidade da entrega desse último modelo (Type 001a), e depois, a capacidade de lançar o Su-33, ops, J-15, por catapulta.

Vencidos esses dilemas, aí sim, a produção vai deslanchar.

E engana-se quem pensa que a China é comunista. É o capitalismo mais selvagem e desumano que já existiu. A próxima polarização do mundo será interessante…

Gabriel
Gabriel
Reply to  Bavaria Lion
2 anos atrás

Na verdade é o mesmo capitalismo dos EUA na década de 60

Tallguiese
Tallguiese
2 anos atrás

Os americanos não estão nem aí pra eles. Logo logo os americanos estarão explorando a fronteira final
Os recursos minerais mais preciosos estão lá no espaço! E vai ser de quem chegar primeiro.

MigBarsan
MigBarsan
Reply to  Tallguiese
2 anos atrás

E os chineses estão no espaço também meu caro, já lançaram estação espacial e tudo. Até a fronteira final está “ameaçada” se dermos licença a paranoia,… E sempre tem paranoia rolando nesse meio!

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

A china iniciou uma corrida armamentista na área, e para as nações que tem rivalidade e litigio com ela não tem jeito tem que gastar.No minha visão o único jeito de contrapor os Porta-aviões chineses é através de submarinos convencionais,o Vietnam já recebeu 6 classe kilo,acho que os outros países da área devem seguir o mesmo construindo muitos submarinos,corvetas e fragatas e misseis antinavio.Um chance de sair um conflito lá e grande.EUA já está dirigindo para área.Um pais comunista tem uma vantagem,não tem que dar satisfação a opinião publica, é controla a comunicação é a mídia do seu Pais. O… Read more »

romp
romp
2 anos atrás

Oi Bavarian, eu vi um vídeo hoje no canal do yt chamado hoje no mundo militar, e lá o carinha disse que o investimento da China na aérea militar pra 2018 vai girar em torno de 170 bilhões de dólares, contra 700 bilhões do Tio San, eu acho que a China ainda tem que comer muito feijão, ou pastel de flango pra superar o USA tão cedo.

Bardini
Bardini
2 anos atrás

Na boa…
http://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2017/08/Type-002-2-1024×649.jpg
.
Esse Porta Aviões parece tão “certo”.

Marcos10
Marcos10
2 anos atrás

Quando este novo navio nuclear sair para testes de mar, Banarnia Potência ainda estará discutindo se é melhor um NaPaOc anabolizado com quatro canhões de 20 mm ou uma corveta desdentada para ser a primeira Barroso. Não haverá recursos para o terceiro Monstro da Profundezas, já que os dois primeiros estarão parados por falta de verba para manutenção. Isso se os submarinos conseguirem submergir. E se submergirem, se poderão voltar para a superfície.

Tico
2 anos atrás

Se me lembro bem, quando o Brasil vislumbrou construir o submarino nuclear, teve um monte de gente que sabe muito mais de estratégia que a marinha brasileira, que criticou que foi um horror a decisão de se construir um sub.nuclear, chamaram o que será o futuro sub-nuclear da MB de baleia branca dos oceanos, eram no mínimo duas erros, primeiro ele não será branco, segundo será muito importante não só para a MB, mas para toda a sociedade brasileira, pois o desenvolvimento tecnológico ganho, será útil para o país como um todo. Enfim, com a China querendo se tornar dona… Read more »

Walfrido Strobel
Reply to  Tico
2 anos atrás

O sub-nuclear vai ser bom para a sociedade brasileira???

Guilherme Santos
Guilherme Santos
2 anos atrás

China : mais um monstro imperialista surgindo no mundo.
E eu acho que eles são mais imperialistas do que os EUA.

Danilo José
Danilo José
Reply to  Guilherme Santos
2 anos atrás

Com certeza, bota imperial nisso, o partido comunista esta votando esta semana se o mandato de xi jiping será eterno.

segue o link:

https://exame.abril.com.br/mundo/um-mandato-eterno-para-xi-jinping-na-china/

marcos
marcos
2 anos atrás

Tico: não era baleia branca das profundezas, era elefante branco das profundezas abissais.

Control
2 anos atrás

Srs
A Baleia Branca ou o Elefante Branco das profundezas abissais deverá ficar pronto lá pelos anos 30 e deverá ser mais um protótipo experimental do que um subnuc operacional.
Ou seja, será apenas um e como diz o ditado, uma andorinha só não faz verão, especialmente se a andorinha não souber voar..
A lembrar, também, que a China, se continuar no ritmo atual, na mesma época, estará pau a pau com a USN e um único subnuc não será aquilo tudo como fator dissuasório para ela não dar as caras no Atlântico Sul.
Sds

Tiger 777
Tiger 777
2 anos atrás

Não sabia que a China já dominava o Atlântico Sul…
Faltou avisar pros EUA, Rússia, Inglaterra e França que esta parte do mundo já é de soberania Chinesa…
Os navios deles mal dão conta de garantir seu mar territorial, e os sábios daqui, já avisam que eles dominam tdo o mundo. Tsc, tac, tsc.

Wellington Góes
Wellington Góes
2 anos atrás

Sugiro procurarem na História. Lá vocês encontraram informações sobre o futuro.

edimur
edimur
2 anos atrás

China maior credor dos EUA !!! Só isso!!!

Chico Novato
Chico Novato
2 anos atrás

Que a China vai alcançar os EUA em números em menos de três décadas eu não tenho dúvidas. O problema é que existe algo que nem toda a pesquisa, espionagem e engenharia reversa ensinam… Os EUA têm, no mínimo, 40 anos de efetiva experiência a mais que os chineses. Ao passo que nesse tempo a China lutou apenas próximo à suas fronteiras os EUA já foram a várias regiões do globo (alguns países tendo registrado mais de uma visita)

Henning
Henning
2 anos atrás

Interessante que a propulsão foi feita pela ucraniana Zorya Mashproekt (conjunto original do projeto) ao invés da russa UEC (NPO Saturn), que desenvolveu novos propulsores após a crise da Criméia. O armamento, como descrito na internet, é o seguinte: 1 × 100 mm A-190 Arsenal naval gun 1 × 8 UKSK 3S14 VLS cells for Kalibr, Oniks and Zircon2 2 × 12 3S90M Shtil-1 VLS cells 2 × Kashtan CIWS 8 × Igla-1 (SA-16) 2 × 2 533 mm torpedo tubes 1 × RBU-6000 rocket launcher

Jose
Jose
2 anos atrás

Para a Rússia e a China o conceito de porta-aviões está ultrapassado,e agora vem com essa.
A China que não conseguiu copiar um motor russo,conseguira construir um porta-avião?

sergio ribamar ferreira
2 anos atrás

Sr. Control parabéns por suas explanações sobre o as duas últimas postagens referentes à China.

Luiz Floriano Alves
Luiz Floriano Alves
2 anos atrás

Para conquistar um lugar entre as marinhas de aguas Azuis é necessário muito mais do que colocar um navio aqui e outro acolá. A base do poder militar, em qualquer área está assente em pilares principais, bem conhecidos: desenvolvimento científico, base industrial e recursos naturais, homanos e financeiors. E isso, sómente grandes nações podem apresentar: Russia, China, Estados Unidos e Reino Unido (com Comonwealth). India, Turquia, Irã etc… correndo atrás deles.

BRAstrong
BRAstrong
2 anos atrás

Se alguns aqui defendessem o Brasil com o mesmo vigor que defendem a China e a Rússia, estaríamos bem, muito bem diga-se de passagem…

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

A china será a nação mais poderosa economicamente, é militarmente em poucas décadas, o poder dos EUA,estão com os dias ou anos contados.Os americanos perderão muito suas capacidades de produção,vejam o caso do f-35(caríssimo e cheios de pequenos problemas,e as fragatas que querem construir de quase um bi)diferentemente que conseguiu fazer na segunda guerra que em pouco tempo construiu os melhores caças da guerra em números abismais, é abastecendo a Rússia e Inglaterra de equipamentos militares além de produzir para o sua forças armadas.