Home Indústria de Defesa Com o primeiro porta-helicópteros Type 075 quase pronto, China começa a construção...

Com o primeiro porta-helicópteros Type 075 quase pronto, China começa a construção do segundo

6972
162

A construção do primeiro porta-helicópteros de assalto anfíbio chinês Type 075 (LHD), na Hudong-Zhonghua Shipbuilding Company em Xangai, está em ritmo acelerado.

Imagens publicadas nas redes sociais mostram o navio tomando forma rapidamente. Na segundo imagem deste post, a construção do navio ao lado de um LPD Type 071 ainda estava no início e em agosto, apenas 4 meses depois, já está quase pronto.

Imagens comerciais de satélite capturadas em 17 de agosto no mesmo estaleiro mostram que a China começou a construir o segundo Type 075 para a Marinha do Exército de Libertação Popular (PLA Navy).

O LHD está sendo construído em uma das docas secas do estaleiro, mais especificamente no espaço anteriormente ocupado pelo oitavo casco do Type 071 (LPD), lançado em 6 de junho.

No ritmo atual de construção, a China lançará ao mar um porta-helicópteros por ano.

O Type 075 é uma nova geração de embarcação de assalto anfíbio e muito maior do que navios similares previamente construídos para a PLA Navy.

O navio dará à Marinha Chinesa a capacidade de lançar vários tipos de helicópteros para o desembarque de tropas, além de operações de comando e controle de área marítima.

O Type 075 vai deslocar 40 mil toneladas carregado, terá 250 metros de comprimento e 30 metros de boca.

Terá capacidade para até 30 helicópteros, além de duas embarcações de desembarque rápidas de colchão de ar (LCAC) em sua doca alagável na popa.

O Type 075 em construção na marcação de 252 pixel, em maio de 2019. O navio com a marcação de 2010 pixel é um LPD Type 071
A superestrutura do Type 075
A parte lateral do convés de voo do porta-helicópteros em construção
A proa do Type 075
Uma antiga concepção artística em 3D do Type 075. O navio atual terá diferenças, como um elevador de aeronaves na popa
Uma concepção artística do Type 075 mais atualizada, mostrando o navio de perfil
Subscribe
Notify of
guest
162 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo Zhanshi
Marcelo Zhanshi
11 meses atrás

4 meses???? Não é possível!!!! Inacreditável…

A MB podia encomendar uns cascos de fragatas lá e rechear aqui. Sei que é impossível a MB fazer isso, mas penso que é plenamente possível na engenharia naval.

Caio
Caio
Reply to  Marcelo Zhanshi
11 meses atrás

Também acho uma boa via para o país mostrar que tem disposição para se armar.
Podiamos fazer como a Indonésia e Nigéria trocar comodites por armamento. Creio que seria a solução para a nossa fraqueza militar.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Caio
11 meses atrás

Olhem, a meu ver é a melhor coisinha que podia acontecer. Pode ser que assim a indústria ocidental seja pressionada a estar à altura, sem produtos a saírem ao dobro do custo, cheios de defeitos previsíveis (a gente sabe bem que não é coincidência)… Navios a saírem por mil milhões de euros, fragata a custar 500 milhões de euros… Tempos de construção de anos, navios a quebrar com problemas de eatanqueadade, munição para canhão a preço de tomawhak…. A pensar bem, a China está a ajudar é os países pequenos, que ao ritmo por onde isto estava ir dentro de… Read more »

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Peter nine nine
11 meses atrás

Não confunda custar pouco com ter bom custo benefício.
A qualidade é uma incógnita mas absolutamente ninguém são acredita que estão acima dos materiais europeus, russos, japoneses e americanos. A qualidade tem um custo, sempre!
Tais “países menores” ainda preferem, curiosamente, comprar treinadores modificados como o FA-50 ou m-345 ao JF-17.
Existem certos limites aos custos mesmo utilizando-se de trabalho pra lá de duvidoso quanto as condições empregatícias!

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Fernando, eu não sugeri que se comprasse chinês

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Caio
11 meses atrás

Podiamos trocar também generais e aposentados por cascos

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Caraca!!! É doença! Só poder ser!!!

Jcsleao
Jcsleao
Reply to  Caio
11 meses atrás

Olá Caio. A idéia aparentemente é boa. Mas temos que nos lembrar que as commodities são produzidas, ou extraídas, por alguém e este teria que ser pago pelo governo. Se o governo não tem dinheiro para pagar, tanto faz ser a China ou o produtor das commodities, no fim o resultado é o mesmo, infelizmente. Abraço.

J L
J L
Reply to  Jcsleao
11 meses atrás

Lembro que o governo federal tem uma expressiva parte dos barris de petróleo a serem extraídos no pré-sal, onde o governo federal, via recursos do tesouro, na época do governo Lula injetou grana para agilizar a extração do petróleo ali existente.

Esteves
Esteves
Reply to  Marcelo Zhanshi
11 meses atrás

Não é impossível. Mas não temos o recheio. Sistemas, armas, mísseis, torpedos, geradores, propulsão…não produzimos.

Mas…por que não?

Helio Mello
Helio Mello
Reply to  Marcelo Zhanshi
11 meses atrás

Não vale a pena trazer só a estrutura naval. Isso qualquer estaleiro aqui faz, e até bem. A China entrega um navio por ano porque tem acabamento avançado, os blocos do navio são construídos com todos os equipamentos dentro. Aqui se faz o casco com superestrutura, depois se lança o navio, retira a superestrutura para instalar o MCP… diversas “cesáreas” no casco para instalação de sistemas, muito retrabalho… iriam retalhar o casco todo aqui, e daqui a uns 10 anos entregam um Frankenstein.

Cláudio lima
Cláudio lima
Reply to  Helio Mello
11 meses atrás

Amigo, me perdoe a audácia, mas sou técnico de planejamento e controle da produção, especializado na área de mecânica. Tenho mais de 28 anos de construção naval, e onde é, em qual estaleiro que lança uma embarcação sem o MCP, MCA’s, bombas de lastro ( os equipamentos grandes) embarcados? Desconheço essa informação

Marcelo Zhanshi
Marcelo Zhanshi
Reply to  Cláudio lima
11 meses atrás

Só para esclarecer, quando digo “recheio” me refiro a armas e sistemas de radares. Toda a aparelhagem que comanda o navio e a propulsão certamente teria que ser chino pela impossibilidade de colocar aqui depois que a estrutura está montada.

Saturado
Saturado
Reply to  Marcelo Zhanshi
11 meses atrás

Cadê o dinheiro pra isso ?

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  Saturado
11 meses atrás

Ué, é só vender nióbio que terá dinheiro! Ou então corte em 50% o número de pessoal das forças armada!

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
11 meses atrás

Apenas para destacar que os chineses na reforma militar de Xi Jinping mandou cortar aproximadamente 300 mil militares das Forças Terrestres para reforçar a Força Aérea, Naval e a Força de Mísseis Balísticos.

https://cn.nytimes.com/china/20150903/c03parade-update/en-us/

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
11 meses atrás

Sugiro cortar 50% dos Deputados federais, estaduais, senadores e vereadores! Garanto que a economia será 10 vezes maior!!

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Marcelo Andrade
11 meses atrás

Parece que cada deputado custa ao contribuinte mais de trezentos mil reais ao mês (incluídos aí o salario, verba de gabinete, combustivel, passagens aéreas, auxilio moradia, auxílio paletó, auxilio para estudos, e mais algum auxilio que me escapou, mas fora custos com saúde e dentários, supostos ilimitados). Como são mais de quinhentos deputados, a câmara de deputados nos custa, grosseiramente, dois bilhões de Reais por ano…
Se economizar um bilhão por ano, já é muita coisa…

Raduga
Raduga
Reply to  Alex Barreto Cypriano
11 meses atrás

Ainda tem deputado que gasta $157.000 com dentista. Os 80bi que seriam poupados com a reforma da previdência dos militares viraram 10, os outros 70bi virarão aumento salarial. Como os oficiais tiveram aumentos mais polpudos até os praças chiaram e também querem seu quinhão.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Marcelo Andrade
11 meses atrás

Marcelo Andrade
Perfeito!
Cortem todos esses ae que vc citou e mais os malditos cargos “comissionados”. Na minha cidade sao quase 400 cargos comissionados que ganham quase 10mil reais por mês, cortando esses malditos “aspones” (assessores de “poh@” nenhuma) a economia ja seria de quase 4 milhoes por mes.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Marcelo Zhanshi
11 meses atrás

Qual o mais antigo navio chinês em operação? Qual a contiguidade operacional de um navio desses? Não adianta falar que fabrica um Jac na metade do tempo com a metade do custo para ter que ter o dobro de quantidade com o triplo de manutenção.

Leandro Assis
Leandro Assis
Reply to  Sagaz
11 meses atrás

Minha irmã teve um jac J3 turin de semi novo adquirido com 30mil km e nunca teve nenhum problema, usou durante 3 anos e morava em sítio.

Mário Ribeiro
Mário Ribeiro
Reply to  Leandro Assis
11 meses atrás

Colocam muito para baixo aqui nas postagens, o potencial industrial da China. É preciso lembrar, que o que está acontecendo está nos nossos olhos. Quem pode garantir que a tecnologia deles é de segunda linha? Não faz muitos anos, só tinham material militar russo e agora estão fabricando em todas as áreas militares os materiais que precisam. Já mandaram 2 ou 3 astronautas ao espaço e para tal é preciso bastante tecnologia. Como disse o Leandro Assis, sobre o Jac, eu tenho um JAC2 há 6 anos, comprei desconfiado, mas até hoje, só fiz freio e troquei velas e pneus.… Read more »

Dalton
Dalton
Reply to  Mário Ribeiro
11 meses atrás

Não é o que tenho lido Mário, a maioria aqui elogia os avanços chineses e com razão.
.
Quanto ao militar americano não ser mais o mesmo, lembro que alemães e japoneses não tinham o menor respeito por ele, que uma vez mais teve que provar seu valor, independente, da maior fartura material e o Afeganistão não serve de exemplo pelo tipo de guerra que se montou lá, evitando ao máximo o número de mortes civis e refugiados, mas, a segurança dos EUA aumentou contra ataques terroristas.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Dalton
Saudacoes
No seu ponto de vista, a China esta se preparando para ser uma superpotencia economica-militar intervencionista nos mesmos moldes dos EUA e com ambicoes globais igual a ex-URSS ou ela esta apenas se preparando para defender os interesses geo-estrategicos dela no Mar da China e nova rota da seda?

Dalton
Dalton
Reply to  MGNVS
11 meses atrás

Oi MG… . só agora li seu comentário e no caso de você retornar minha opinião é de que as duas guerras mundiais e a guerra fria estreitaram os laços dos EUA com várias nações e criou-se novos laços com outras nações também, principalmente órfãs da extinta URSS, não se trata apenas dos EUA serem “intervencionistas”, e sim de histórias que se cruzaram no passado e dificilmente a China virá a passar por coisas semelhantes para se ter resultados semelhantes. . A China só recentemente despertou, viveu parte da guerra fria atrelada a URSS e outra parte mais distante dela… Read more »

MGNVS
MGNVS
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Dalton
Excelentes observacoes vc tem.
Eu sinceramente fico receoso com esse espantoso crescimento militar chines. Eu nao subestimo a China de jeito nenhum e creio que depois da costa da Africa com certeza eles virão para esse lado do Atlantico e se o Brasil nao otimizar rapidamente suas forças armadas entao nós teremos problemas. Creio que igual a ex-URSS a China so va respeitar países soberanos que demonstrem “força” perante ela, e eu tbm sinto que ela va atropelar qualquer país que venha com essa balela de “soft-power”.

abs

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  MGNVS
11 meses atrás

Caros Dalton e MGNVS,
Perdoem a intromissão e ousadia, mas gostaria de recomendar a leitura deste ensaio (Asia Arising) que, julgo, traz informações valiosas para o vosso debate. Mando o link do NWC mas o texto pode ser encontrado em PDF direto no google.
ABS.
https://digital-commons.usnwc.edu/nwc-review/vol72/iss1/4/

MGNVS
MGNVS
Reply to  Alex Barreto Cypriano
11 meses atrás

Alex Barreto
Saudacoes
Obrigado por compartilhar o link.
Vou ler e dps comento aqui.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Marcelo Zhanshi
11 meses atrás

Pelas fotos o navio não está “quase” pronto mas, para 4 meses de trabalho, o avanço é impressionante.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Marcelo Zhanshi
11 meses atrás

Poderia não . Quando chegassem no Brasil, os cascos de fragata construídos na China em quatro meses passariam 4 anos só para decidir no recheio…

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Joao Moita Jr
11 meses atrás

Isto é algo feito intencionalmente por meio da nossa classe dirigente, para que nos mantenhamos sub-armados e com uma defesa fraca para que assim numa eventual necessidade de ter que fazer uma “intervenção” contra nós, não ofereçamos alguma resistência ou ameaça efetiva para as “forças ocultas”…isso faz parte de um programa para a manutenção do controle e influencia que eles detém sobre este país…sabotar e impedir o desenvolvimento econômico, industrial e tecnológico de nossa nação são os objetivos centrais…

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Joao Moita Jr
11 meses atrás

Mas não se preocupe…vc jamais precisara disparar um único tiro por aqui…como Sun Tzu dizia…A suprema arte da guerra é derrotar o inimigo sem lutar…Seja extremamente sutil, tão sutil que ninguém possa achar qualquer rastro…Seja extremamente misterioso, tão misterioso que ninguém possa ouvir qualquer informação…Se um general puder agir assim, então, poderá celebrar o destino do inimigo em suas próprias mãos…Se utilizas o inimigo para derrotar o inimigo, serás poderoso em qualquer lugar aonde fores…

Washington Menezes
Washington Menezes
11 meses atrás

Nada de novo, só a China lançando mais navios de guerra ao mar.

Washington Menezes
Washington Menezes
Reply to  Washington Menezes
11 meses atrás

Se continuar assim, vão ter que por semáfaros no mar da China.

Augusto Mota
Augusto Mota
11 meses atrás

Ensinaram tudo para esses comedores de cachorros, deram tecnologia de mão beijada, construíram fábricas e ensinaram a produzir, tudo somente para aproveitar a mão de obra escrava e maximizar os lucros, cada vez maiores e estratosféricos, deu nisso, os chinos agora estão construindo tudo eles mesmos e não duvido que daqui a alguns anos seus produtos sejam superiores aos americanos e europeus, mas aí será tarde, seremos meros produtores de comida para eles.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Augusto Mota
11 meses atrás

Não trate mal os outros povos, principalmente os chineses, perante outras nações, são santos.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Peter nine nine
11 meses atrás

Santos? Você é chinês?

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  Sagaz
11 meses atrás

Santo é quem joga bomba atômica em cima de inocentes…

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
11 meses atrás

Ah sim, os japoneses eram verdadeiros anjos. a Unidade 731 era um verdadeiro corpo de paz.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Sagaz
11 meses atrás

Não, mas sou Santos 🙃🔫

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  Peter nine nine
11 meses atrás

Santo é quem ataca quem não pode se defender… Viva Kim!

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Augusto Mota
11 meses atrás

Primeiramente, aprender a fazer literalmente até macaco aprende. A Costa Rica teve uma bela fábrica da Intel e quando ela foi embora, honestamente, nada surgiu disso. Seus belos processadores são made in China mas não se esqueça, são Designed by California(apple) ou Germany(amd). Quem está correndo atrás dificilmente costuma tomar a dianteira e foi isso que todas as empresas notaram já faz muito tempo. Fabricar é moleza, boa sorte ao tentar desenvolver! Se fazer um só processador do zero já é um inferno, imagine então todo um NAVIO DE GUERRA DE PONTA. Não é do dia para a noite, não… Read more »

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Aí sim, agora concordo contigo!!

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Já lhe ocorreu que a grande diferença de velocidade de produção se deve ao fato da GRANDE DIFERENÇA DE POPULAÇÃO? Traduzindo: EUA 326 milhões de habitantes, China 1,4 Bilhão de Habitantes… Sendo estes últimos predominantemente jovens e em idade produtiva…

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Seu post se baseia unicamente em achismo… ou seja, de nada vale…

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Augusto Mota
11 meses atrás

Toda vez que eu vejo alguém falar sobre mão de obra escrava na China, eu reflito sobre como o nível do conhecimento do brasileiro sobre economia é péssimo, talvez isso explique a pobreza deste país. Deveriam pôr economia na grade das escolas, logo no início do ensino fundamental.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Defensor da liberdade
11 meses atrás

Acho que pela 1a vez e provavelmente a última, vou concordar com você. A China JÁ passou todos os países da América Latina em salário mínimo e salário médio. Já passou alguns países do Leste Europeu. E já está encostando no salário médio da Grécia e de Portugal. Sim, a China tinha salários péssimos. Mas os anos passaram e os salários aumentaram MUITO. Em Xangai o salário MINIMO hoje é de 22 Yuans POR HORA. O que dá U$ 3.08 Aqui no Brasil nós trabalhamos 44 horas semanais (CLT). Lá o padrão é 40 horas semanais. Podendo fazer NO MÁXIMO… Read more »

Otto Lima
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Convém lembrar ainda que, além do aumento da renda dos trabalhadores, a China vem introduzindo direitos trabalhistas como seguro-desemprego, auxílio-doença, auxílio-acidente e salário-maternidade.

https://www.just-style.com/analysis/chinas-factories-about-to-pay-a-lot-more-in-payroll-taxes_id134505.aspx

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Comentário perfeito

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Augusto Mota
11 meses atrás

Oportunidade de ficar calado sem dizer besteira detectada e perdida pelo cara acima…

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Augusto Mota
11 meses atrás

Não querendo ter espirito de vira-lata, más se fizessem o mesmo aqui no Brasil o que fizeram na China, nós não iriamos desenvolver ou fabricar nada nosso e se fizessemos, duvido que seria por muito tempo. Não fazemos nem pagando diŕá da forma que foi feito com a China.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Augusto Mota
11 meses atrás

Tudo fruto da boa e velha doutrina oriental de planejar e executar as coisas com calma e de forma permanente e constante. Muitos falam que o ocidente criou um monstro explorando mão de obra barata. Isso e verdade, más muitos esquecem um detalhe, eles ja tinham a mão de obra. A china investiu pesado na formação de uma geração de mão de obra qualificada antes de fazer um acordo comercial com o ocidente.

Mgtow
Mgtow
Reply to  Augusto Mota
11 meses atrás

Chora aí. Mas chora gostoso mesmo. A competencia chinesa te mata de invejinha né. Continue chorando

Roberto
Roberto
11 meses atrás

na China não! pelo amor de Deus………………. pfv–> Coréia, os cara aprenderam muito bem!

Top Gun Sea
Top Gun Sea
11 meses atrás

Caramba! Eles constroem navios de guerra como se fosse mutirão da COHAB.. 🤔

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Top Gun Sea
11 meses atrás

‘Meu Navio, Minha Vida’

Fernando
Fernando
11 meses atrás

haja money

Diogo de Araujo
11 meses atrás

Alguma notícia do MANSUP?

Otto Lima
Reply to  Diogo de Araujo
11 meses atrás

Parece que haverá outro teste, pois da Ponte Rio-Niterói dá pra ver o ex-NDD Ceará (ou Rio de Janeiro, não sei ao certo) pintado como alvo, no cais da BNRJ.

Diogo de Araujo
Reply to  Otto Lima
11 meses atrás

Obrigado Otto

Dalton
Dalton
Reply to  Otto Lima
11 meses atrás

Otto…
.
o “Rio de Janeiro” já foi desmantelado, de qualquer forma, informação bastante interessante que em breve deverá ser notícia aqui.

Otto Lima
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Dalton, então o navio pintado como alvo na BNRJ é mesmo o ex-Ceará.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Otto Lima
11 meses atrás

Ótima observação Otto!

Luiz Trindade
Luiz Trindade
11 meses atrás

Rapaz… A China não esta para brincadeira não… A antiga rota da seda nunca mais será a mesma… Deixaram o dragão sair do ovo, se alimentar e rugir… Daqui mais um pouco ele irá cuspir fogo… Infelizmente…

Claudio
Claudio
11 meses atrás

Vão me criticar mas tudo bem, é impressionante o ritimo de construção de navios, fico imaginado a quantidade de empregos é gerado, e pra construir a quantidade de pessoas qualificadas , com estudo pra tal , e não me venham com essa de mão de obra escrava, é barata mesmo afinal um bilhão e meio de abitantes em um país de mais de cinco mil anos de história, a concorrência é feroz, mas aqui em terras tupiniquins,onde sempre vamos dormir em berço explendido, a quantidade de chineses mundo afora adquirindo conhecimento e levando para a China é impressionante, mas os… Read more »

Helio Mello
Helio Mello
Reply to  Claudio
11 meses atrás

O empregado chinês já é mais caro que o brasileiro. Mas enquanto lá o peão trabalha, aqui ele tá jogando arame de solda fora pra fingir que é produtivo enquanto faz uma pausa pro café, pro cigarro ou simplesmente para contar piada.

Claudio
Claudio
Reply to  Helio Mello
11 meses atrás

Pode ser mais caro mas é produtivo,gerando o retorno investido, acho que é bem mais caro pagar pra não fazer nada , não gera o retorno esperado

Dudu
Dudu
Reply to  Helio Mello
11 meses atrás

Helio Mello:
E o patrão chinês já é mais sério que o nosso,que está pagando propina pro político,pra começar a obra superfaturada e não terminar,usa areia da praia na obra do prédio que cai e mata famílias inteiras,sonega imposto depois lava dinheiro com o doleiro.
E isso não é piada.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Helio Mello
11 meses atrás

Exato.
Segundo alguns relatórios, nas gestões anteriores a produtividade (principalmente de TV’s) aumentou devido a injeção massiva de crédito.
Mas os mesmos mostram que o nível de produção por colaborador caiu 25%. Só nesse dado já temos noção de qual ideia predomina na cabeça da maioria dos brasileiros.

Alex Rocha
Reply to  Helio Mello
11 meses atrás

Mais dois gols deste você vai aparecer no fantástico. O problema do Brasil é a cultura que não sei quando, mas foi implantada aqui do “bom samaritano” do “malandro” do “jeitinho brasileiro”. Este é a raiz do problema.

Mgtow
Mgtow
Reply to  Claudio
11 meses atrás

Esse negocio de mão de obra escrava é coisa de olavete desonesto querendo desqualificar a qualquer preço aquilo que eles não gostam.Esses caras são invejosos e cancerígenos. Cê é louco

Claudio
Claudio
11 meses atrás

É impressionante a quantidade de navios que é construído , fico imaginando a quantidade de empregos gerado no setor naval chinês, desde os desenho para os projetos, aperfeiçoamento e refinamento dos projetos até a execução dos mesmos, fora outros setores, e nem venham com essa de mão de obra encrava, afinal um bilhão e meio de abitantes num país com mais de cinco mil anos de história,a quantidade de chineses mundo afora adquirindo conhecimento e levando pra China é incrível, no Brasil totalmente inverso, vão apenas a passeio, muitos estudantes saindo das faculdades sem garantia de emprego, se tornado ajudante… Read more »

Alex
Reply to  Claudio
11 meses atrás

N esqueça dos ubers

Claudio
Claudio
Reply to  Claudio
11 meses atrás

Fiz o comentário acima quando coloquei postar simplesmente sumiu, se tiver duplicata pode excluir

Kemen
Kemen
11 meses atrás

Caramba, 40.000 tn, quase o dobro do Atlântico. Quem já viu os velhos filmes onde aparecem os riquixás chineses e quase nenhum veiculo motorizado deve-se espantar com a evolução industrial e tecnológica da China. Quando estive nos USA tive a oportunidade de falar com um chines que fazia curso ali comigo, junto com mais uns 20 chineses tudo pago pelo seu governo, o cara (muito humilde) já tinha feito cursos na Inglaterra, Alemanha e não sei aonde mais. A China apesar do seu regime ruim e despótico, preparou os seus técnicos e engenheiros e teve uma evolução econômica espantosa, depois… Read more »

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Kemen
11 meses atrás

Parabéns pelo comentários lúcido. Ao contrário do garoto do grêmio estudantil chamado kings.

Brunow Basillio
Reply to  Jagderband#44
11 meses atrás

90% dos engenheiros aeronáuticos ou de construção naval chinês se formou no exterior, e não é de agora, já li relatos em jornais russos que nos finais de 80 para 90 os chineses já iam estudar por lá; estudam nos EUA,Rússia, Alemanha, Japão, Inglaterra, França, Canadá…A China aprendeu o que a de melhor de todas as nações do mundo, no futuro se ela não colapsar antes, será um império diferente de todos que já existiu na terra…

Alex Rocha
Reply to  Brunow Basillio
11 meses atrás

É melhor já começarmos as aulas de mandarim….

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  Kemen
11 meses atrás

Só uma pergunta: Esse chinês que vc conheceu no EUA, ele aproveitou e pediu asilo e ficou no EUA né? Até porque ninguém que viver sob um “regime ruim” onde um déspota dita as regras…

tomcat4.0
tomcat4.0
11 meses atrás

Aproveitando a própria mão de obra que tem a rodo e agora já especializada, deve ser como um formigueiro de pessoas em cada embarcação que constroem pra acelerar, como se vê neste caso , a entrega da embarcação. Um monstro de 40.000 t quase pronto em menos de 6 meses. Como já mencionado, encomendar os cascos de nossos navios a estaleiros chineses pra adiantar a construção seria excelente. e ,ainda, daria aquele grau na relação bilateral entre os dois países.

Chen
Chen
Reply to  tomcat4.0
11 meses atrás

Nunca. Bolsonaro jamais aceitaria essa dependência da china. Prefere ser dependente dos EUA que são mui amigos de todos .

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  tomcat4.0
11 meses atrás

Exatamente como falei la em cima… Muita gente trabalhando acelera a produção… simples assim

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
11 meses atrás

Ou eles tinham um déficit muito grande ou estão se preparando para um guerra!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jefferson Ferreira
11 meses atrás

Não diria ‘se preparando para a guerra’.
Acho que é apenas para garantir seu novo status perante o Mundo.

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Antoniokings
11 meses atrás

Que eu me lembre de uma expansão militar dessa magnitude em curto intervalo de tempo somente a Alemanha nazista no pré guerra… não me recordo de outro país fazer tal feito nesse intervalo de tempo em tempos de paz!

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Jefferson Ferreira
11 meses atrás

A Paz é uma pré-guerra….

Chen
Chen
Reply to  Jefferson Ferreira
11 meses atrás

Estão se preparando pra guerra todos sabem disso mas não é contra o mundo . É contra os EUA .

Fernando Vieira
Reply to  Jefferson Ferreira
11 meses atrás

“Na paz preparar-se para a guerra e na guerra preparar-se para a paz. A Arte da Guerra é de importância vital para o Estado e em hipótese alguma deve ser ignorada”
Só estão executando o que eles mesmos sabem há mais de dois mil anos.

leonidas
leonidas
11 meses atrás

Eu posso estar enganado, mas acredito que uma das razões para o espetacular salto tecnológico chinês se deu no colapso da União Soviética. Naquela época (1991) a China produzia caças do tipo J 7/8 ou Q 5 Fantan. Do nada (sem que houve um “elo perdido” rs) ela estava produzindo o J 10, um caça que fugiu completamente ao padrão deles. Acredito que alem de espionagem ela aproveitou toda aquela mão de obra ex soviética com toda aquela expertise e tratou logo de comprar o conhecimento onde foi possível. Já naquela época achava que no Brasil deveríamos ter feito o… Read more »

tomcat4.0
tomcat4.0
Reply to  leonidas
11 meses atrás

Certo ou não , a China hackeou, fez engenharia reversa e o escambal pra chegar onde está hoje e nós , sendo administrados por políticos corruptos e corruptores a décadas após o regime militar, só começamos a andar um pouco novamente a poucos anos na área industrial de defesa, mas…. que as bravatas do Macron sirva de alerta ,não só para as froças armadas mas, principalmente para a classe política(que libera ou não as verbas) e o povo que sempre cai no papo de que somos todos amiguinhos de todo mundo e ninguém vai mexer conosco e por isso não… Read more »

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  tomcat4.0
11 meses atrás

Certo ou não o EUA fez o mesmo pós segunda guerra! Ou vc se esqueceu?

Brunow Basillio
Reply to  leonidas
11 meses atrás

Fazendo uma pesquisa breve a poucos dias atrás, conseguir rastrear 45 equipamentos das FAs chinesas que tiveram DNA Ocidental ou russo; se dividem em vários tipos de aquisição; uns foi desenvolvido com ajuda do dono original, outros foi licenciado, alguns compra de projeto, e outros comprou se unidades originais fazendo engenharia reversa…
Seus Submarinos, PA, blindados, artilharia, sistema anti-aéreo, aviões etc ,tem DNA soviético, com alguns em específico tendo DNA Ocidental, o que eles não encontraram na Rússia, vieram no ocidente e buscaram…

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  leonidas
11 meses atrás

Como você mesmo disse, a China aproveitou bem a queda da União Soviética e levou cientistas e engenheiros soviéticos para o país, priorizando seu desenvolvimento nacional. Porém é muito mais do que isso, a China fez compras de quantidades pequenas de certos equipamentos com transferência de tecnologia sob licença para poder aprender e depois realizar a engenharia reserva, fez isso principalmente nos anos 90, e lembrando que Moscou paralisou as exportações por conta disso, o caso mais famoso de cópia foi o SU-27/30, que acabou se tornando o J-11. Os russos ficaram irritados com esta prática chinesa e paralisaram as… Read more »

cesar silva
11 meses atrás

a marinha da china a seca dos 20 anos atras era puramente uma marinha costeira e hoje uma força que incomoda os eua. o brasil podia aprende com eles construído uma costeira e defensiva formada por barcos rápidos de ataque navios patrulhas e corvetas quando os estaleiros nacionais tiverem experiencia parti pra navios maiores.

Dalton
Dalton
Reply to  cesar silva
11 meses atrás

Nem tanto…a marinha chinesa de uns 30 anos atrás já possuía 5 submarinos de propulsão nuclear de ataque, uma centena de submarinos convencionais e
um único submarino de propulsão nuclear estratégico capaz de embarcar 12 mísseis que apesar das várias falhas foi uma grande conquista.
.
O efetivo era de cerca de 350.000 integrantes e embora a espinha dorsal da força de superfície fosse constituída por centenas de embarcações velozes muitas equipadas com mísseis, já havia pelo menos 50 principais combatentes de superfície de cerca de 2000 toneladas ou mais.

cesar silva
Reply to  Dalton
11 meses atrás

obrigado por esses detalhes

Junior
Junior
11 meses atrás

Ótimo, que eles deem muita dor de cabeça para Europeus e Americanos e nós possamos ficar fora do foco deles por mais algumas décadas.
#vemnemimguerrafria

Juscelino S. Noronha.
Juscelino S. Noronha.
11 meses atrás

Pergunta de leigo:
O que a China está fazendo para construir tantos navios com tanta rapidez? Qual a receita? Até assusta!!!

Diogo Ichihara
Reply to  Alexandre Galante
11 meses atrás

Mão de ambundante e qualificada.Muitos brasileiros olham a China de cima.para baixo,mas a realidade é que a China esta muito acima de nós.A mão de obra na China jna indústria já é mais cara que a Brasileira.Tecnologia reversa precisa de mão de obra qualificada ( eu não sei fazer uma cópia do meu ventilador por exemplo),e se utilizar de ideias e invencoes de outros países, depois aperfeiçoar não e errado.O Japão fez muito isso.So lembrando que o patrono da NASA foi VonBraun,que foi o pai das bombas V1 e V2,e que apos capturado pelos americanos ,tornou se o pai do… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Diogo Ichihara
11 meses atrás

Os chineses estão seguindo os mesmos passos de japoneses e coreanos.
De início, cópias baratas.
Depois tomaram a frente em diversos segmentos.
O Problema é que a China é muito maior que os dois juntos e tem condições de manter a liderança por muito mais tempo.

Otto Lima
Reply to  Alexandre Galante
11 meses atrás

E um projeto de país para onde são direcionados o dinheiro e a mão de obra.

Dalton
Dalton
Reply to  Alexandre Galante
11 meses atrás

E também o fato de que a China ainda não tem que lidar com o chamado custo de sustentamento.
.
Quando existirem múltiplos e mais complexos NAes, múltiplas alas aéreas, múltiplos grandes navios de assalto anfíbio e respectivas aeronaves, múltiplos submarinos de propulsão nuclear de ataque e estratégicos, estes últimos dotados de mísseis intercontinentais e toda a infraestrutura para treinar e manter tal poderio, veremos se esse ritmo continuará.

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Gostaria de acrescentar mais conteúdo ao seu comentário. A Marinha da China está sendo forçada a repensar seus planos de gastos com o aumento do custo da guerra comercial, tornando o que já é caro – expandir a frota naval – mais caro ainda. Modernizar as forças armadas continua sendo uma prioridade das políticas de estado chinês de Xi Jinping, entretanto, os altos escalões do país estão conscientes dos altos custos da construção de uma nova geração de navios militares, como porta-aviões e destróieres. Pequim disse repetidamente que o impacto de sua guerra comercial com os Estados Unidos seria suportável,… Read more »

Raduga
Raduga
Reply to  Dalton
11 meses atrás

“Estrategistas” da MB pensam igual. Vamos nos livrar do custo de sustentamento não construindo navio nenhum.

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Não precisará continuar quando já for a maior força naval do mundo… Cada meio naval pode ser usado em media cerca de 30 a 35 anos com as atualizações e sobrevida…

Além disso, os chineses provavelmente não terão dificuldade em vender esses meios após sua utilização ou ate ceder para países mais fracos em troca de matérias primas…

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  Alison Lene
11 meses atrás

É difícil de compreender. Os chineses tiveram um aumento colossal da sua Marinha por conta de seu poder econômico que aumentava mais de 10% a cada ano, isso se traduzia em mais recursos para sua força naval, os custos operacionais das embarcações já incorporadas a cada ano diminuía em relação ao orçamento total da Marinha, ou seja, sobrava espaço para construir mais e mais embarcações. No momento em que o poder econômico for diminuindo – e isso está acontecendo agora – e isso representará cada vez menos recursos para a força naval, os custos operacionais aumentarão em relação ao orçamento… Read more »

Chen
Chen
Reply to  Juscelino S. Noronha.
11 meses atrás

Modernos processo de construção naval. Mão de obra qualificado. Organização. Instrumento e máquinas adequadas .financiamento correto. Alta produtividade. Zero burocracia. Planejamento correto. Desperdício mínimo. Essas coisas .

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
11 meses atrás

Impérios vem e vão..os ingleses, espanhóis, franceses e portugueses duraram 300 anos..o dos romanos 500 anos durou…dos grego-macedônicos 300…dos medo-persas 1700 anos…dos otomanos 600…o Império Bizantino 1000 anos durou…o dos egípcios cerca de 4000 anos…dos Imperadores Chineses 3000 anos…o Napoleônico durou 12 anos…o Terceiro Reich de Hitler 13 anos…o Soviético 74 anos…hoje são os Chineses que desde 2014 desbancaram os eua como maior Potência Econômica…Chegara o dia em que o mundo entenderá então que os Estados Unidos não eram grandes…Mas somente ricos…E a riqueza é como a onda do mar…..Vai e volta…

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Oiseau de Proie
11 meses atrás

Em nenhum aspecto os chineses ultrapassaram a economia americana nem até hoje, quem dirá em 2014! Em PIB total e em PIB per capita os EUA continuam bem a frente inclusive, principalmente no per capita. O que você diz não tem base alguma na realidade, assim como o “não são grandes, apenas ricos”. São ricos, avançados tecnologicamente e tem se longe o maior poder comparativo a sua época de toda a história humana! Ao contrário do que acha, um dia alguém irá olhar para os números atuais da USN e pensará que são mentirosos, de tão estúpidos comparados até com… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

O PIB real (por Paridade de Poder de Compra) da China é de cerca de US$ 25 trilhões e cresce a uma taxa de 6% ao ano.
O dos EUA é de US$ 20 trilhões e está crescendo agora a uma taxa de 2%.

Saturado
Saturado
11 meses atrás

Os Chineses não estão de brincadeira, acho bom o Trump abrir o olho!!

Claudio
Claudio
Reply to  Saturado
11 meses atrás

E por acaso Estados Unidos é dono da China? Estados Unidos vai atacar a China pra que ela não seja uma potência?, os Estados Unidos não é dono do mundo, muitos aqui no Brasil se incomodam com a submissão aos americanos que dirá no outro lado do mundo,”trump precisa abrir os olhos, estados unidos precisam fazer alguma coisa”, típico de arrogância americana.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Saturado
11 meses atrás

A guerra tarifária de Trump tinha o objetivo de convencer os chineses a negociarem um comercio mais balanceado com a América. Hoje, a China tem um superávit comercial de mais de quatrocentos bilhões de dólares anuais com os EUA, e ela ainda diz ser verdadeiro bullying as acusações americanas sobre roubo de propriedade intelectual e industrial… Mas a China não é razoável, não quer balancear nada, vai impor tarifas sobre tarifas, quer esbulhar a América enquanto Trump tenta esvaziar a potência industrial chinesa usando um poder emergencial… Mas tudo pode dar errado, descambar pro desastre: guerra ou desmantelo da economia… Read more »

Mgtow
Mgtow
Reply to  Saturado
11 meses atrás

Abrir o olho? Não vai dar em nada vai fazer o que? Tentar barrar os chineses?kkkkkkk…sonha

Heinz Guderian
11 meses atrás

A China é braba mesmo, rpz inacreditável…….. 4 meses……..

Luiz Carlos
Luiz Carlos
11 meses atrás

O porta-helicópteros Type 075 quase pronto ???? Realmente, pelas fotos ainda demanda um tempo para voces postarem este titulo da matéria !!! É o que eu digo a Trilogia perde em qualidade de informação a cada dia.

Dalton
Dalton
Reply to  Luiz Carlos
11 meses atrás

Talvez tivesse ficado melhor se escrito que o “075” está quase pronto estruturalmente para poder ser lançado ao mar para liberar a doca e a
construção continuar com o navio atracado a um pier.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Luiz Carlos
11 meses atrás

Luiz Carlos, pega leve. No texto está escrito 1 a cada Ano, não a cada 4 meses. Está explicado no texto que após 4 meses o navio que estava bem no início, está quase pronto.
Ok, faltou um quase pronto Estruturalmente.
Mas no texto não diz 1 navio a cada 4 meses, diz 1 navio por ano.

Heitor
Heitor
11 meses atrás

Igualzinho o Brasil… rsrsrsrsrs

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Heitor
11 meses atrás

Igual mesmo… Nós sofremos para finalizar simplorias classe Macaé, o número de entrega de navios chineses é absurdo.

Aldo Ghisolfi
11 meses atrás

Quem pode, pode! Que inveja… e nós aqui, cantando de galo com a crise da Amazônia, sem as mínimas condições de sustentar o que ufanicamente dizemos!

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
11 meses atrás

Curioso que soltem informações a conta-gotas (as vezes contraditórias ou inconsistentes, como o numero e posição dos elevadores, posição da ilha…), fazendo suspense paralelamente ao triunfalismo. Coisas da propaganda. Mas me parece menos um LHD tipo classe Wasp e mais um LHA classe Tarawa (elevador na popa e apenas de um lado). Não entendo aqueles volumes no costado próximo aos pontos de pouso… Djibuti, Paquistão, Sri Lanka, Camboja já possuem bases navais chinesas e isso significa muito pra uma marinha. Taiwan é a grande fragilidade na primeira cadeia de ilhas, eventualmente será reduzida à obediência pela força militar ou pela… Read more »

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Alex Barreto Cypriano
11 meses atrás

NO LIMIAR DE UMA NOVA ERA Atravessamos, nós, a Humanidade inteira transpõe, um momento histórico de graves repercussões, resultante de rápida e violenta mutação de valores. Marchamos para um futuro diverso de quanto conhecíamos em matéria de organização econômica, social, ou política, e sentimos que os velhos sistemas e fórmulas antiquadas entram em declínio. Não é, porém, como pretendem os pessimistas e os conservadores empedernidos, o fim da civilização mas o início, tumultuoso e fecundo, de uma era nova. Os povos vigorosos, aptos à vida, necessitam seguir para rumo das suas aspirações, em vez de se deterem na contemplação do… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Alex Barreto Cypriano
11 meses atrás

Esqueci as bases chinesas em Bangladesh e Myanmar. Por favor, acrescentem-nas à lista que enunciei.

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
11 meses atrás

É mais fácil rir da China do que admitir a própria incapacidade de fazer igual…

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
11 meses atrás

Já vi muitas pessoas aqui desdenhando dos equipamentos chineses, dizendo que soltam pecinhas, mas a minha pergunta é : Nós fabricamos melhor?! Constroem destroyers, aviões de caça e de carga, helicópteros de ataque e transporte, e nós?! Acho que só se deve desdenhar de alguém se você tiver algo similar ou superior, não conseguimos nem construir e finalizar navios de patrulha oceânica, não construímos nem um navio de pesquisa, tanto que o nosso foi construído na China… Quem quer ser potência naval, não constrói navio para ser afundado no primeiro conflito, e os chineses não estão brincando, eles constroem navios… Read more »

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
11 meses atrás

Deitado eternamente em berço esplêndido, ao som do mar e à luz do céu profundo…

Alfredo RCS
Alfredo RCS
11 meses atrás

Assim a França não vai conseguir invadir a China para salvar os Ursos Panda.

Victor Filipe
Victor Filipe
11 meses atrás

Sinceramente eu não acho isso surpreendente.

O Método de construção modular permite essa velocidade de construção.

Diferentes partes são feitas ao mesmo tempo em diferentes estaleiros e depois é só encaixar como uma grande bloco de Lego.

quando grandes países querem a construção naval é bem rápida.

Guardado as devidas proporções, acho valido lembrar do HMS Dreadnought.
Ordenado em 1905 ele foi concluído em 1906

Para os maquinários da época essa tarefa era tão ou mais complexa que a construção desse Type 75.

Quem tem vontade, faz.

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Victor Filipe
11 meses atrás

Tudo que vc falou se resume a “eu não acho…” Dito isto, nada precisa ser comentado…

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Alison Lene
11 meses atrás

O eu não acho se refere apenas a primeira frase. o Resto são fatos, você gostando ou não

Chen
Chen
Reply to  Victor Filipe
11 meses atrás

Fato que vc só não disse que havia uma disputa pela supremacia dos mares o que evidentemente acelera o esforço de Guerra. Numa guerra ou disputa a Marinha chinesa pode reduzir ainda mais o tempo de construção

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Chen
11 meses atrás

Isso ai já não é verdade. os Chineses já estão se esforçando para produzir nesses números e nessa velocidade.

Não é a mesma coisa que a corrida dos Battleships pré primeira guerra, mas EUA e China estão sim em uma corrida naval.

Rudi -* PY3TO
Rudi -* PY3TO
11 meses atrás

Saudações a Todos… engraçado estas fotos , não tem nenhum trabalhador nelas , para esse ritmo de trabalho?

LUIS CLAUDIO MALLORCA NATAL
LUIS CLAUDIO MALLORCA NATAL
Reply to  Rudi -* PY3TO
11 meses atrás

Rudi, bota o óculos….na última foto contei 4 ou 5! Abraço

Victor Filipe
Victor Filipe
11 meses atrás

Uma dica pro blog. tornar os comentários uma provinha

pra negativar o comentário do coleguinha, tem que “justificar sua resposta”

Isso seria divertido.

Allman
11 meses atrás

Por aqui faz nada. Defesa sempre desprezada e abandonada. Agora, o mundo muda rapidamente, mais de 7 bilhões de seres para alimentar, será necessário terra, o que temos mas não podemos defender. Não se pode defender as ilhas brasileiras de uma nação relativamente forte, nem a costa, nem o mar e sua riquezas, nem as grandes cidades com seus parques industriais. O povo me parece que também não se importa; nunca lhes disseram da importância de forças armadas modernas e bem equipadas. Estamos a ver navios………….dos outros. PS: A china nunca dominará o mundo, visto que, nenhuma ideologia sem Deus… Read more »

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Allman
11 meses atrás

A liberdade que vc se refere é a americana??? Que ou vc obedece, ou é destruído? Comédia demais um comentário desse… Nenhuma nação hegemônica da história dominou as demais dando liberdade…

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
11 meses atrás

Podem falar o que quiserem mas, esses caras são sinistros!!!! Se vão funcionar sem falhas não sei, mas o ritmo lá está alucinante!! “”Passo de Batalha!”

pgusmao
pgusmao
11 meses atrás

A história se repetindo de novo, nos anos 30 e 40 foi o japão que queria expandir, criou uma marinha poderosa e deu no que deu, os chineses vão no mesmo caminho, logo teremos um conflito no Mar da China, só espero que não usem armas nucleares, senão bye bye planeta.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  pgusmao
11 meses atrás

Só que dessa vez P. Gusmão, quem vai rodar serão os japoneses, e eles que não pensem que os chineses esqueceram as atrocidades feitas com eles na WW2.

Chen
Chen
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Tem razão .por isso ou o Japão se sujeita a China ou fica ruim pra ela. Em alguns anos eles mudarão de lado. Coisa mais normal. Alianças feitas e desfeitas conforme a situação muda .

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  pgusmao
11 meses atrás

OS EUA nunca vão atacar pq sabem que serão destruídos juntos… Quem está “em cima”, tem mais a perder… Japão foi atacado pq nao tinha armas nucleares… A partir do momento que um país tem arma atômica, é a garantia de nunca ser atacado até o apocalipse…

Jhon
Jhon
11 meses atrás

Se nosso canário pistola tivesse agilidade do Dragão Chinês! Rapidez em infraestrutura, administrativo, educação, ciência, tecnologia, saúde e segurança. Se trabalharmos unidos todos ganharíamos em tudo, acabar com filosofia religiosa de levar um terço.

Esteves
Esteves
11 meses atrás

A China tem mão de obra. 1 bilhão de trabalhadores. A China não tem dólares. Ela (a China) recebe investimentos bilionários das empresas americanas que se transformam em riqueza e mais dólares. A China sabe que esse momento de expansão passará. Já está passando. Então ela (a China) está acelerando todas as atividades econômicas: aeroespacial, construção naval, infraestrutura, redução do tamanho do estado, acordo de tarifas, turismo, transportes. Tudo. O Brasil tem mão de obra. 100 milhões de trabalhadores. Quando o país recebeu investimentos europeus nos anos 2000 esse número foi considerado. Mais tarde os europeus descobriram que nossa sociedade… Read more »

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Esteves
11 meses atrás

O Brasil é o quarto maior mercado consumidor do mundo…

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  Oiseau de Proie
11 meses atrás

E isso com um PIB per capita de terceiro mundo, imagina com uma população super-produtiva, o potencial do nosso mercado interno é enorme.

Chen
Chen
Reply to  Matheus Santiago
11 meses atrás

Quando isso acontecer os EUA tratarão o Brasil como tratam a China. Afinal detestam concorrência. É do ver como cisma com a Europa ou Japão. E se dizem vítimas .o país que mais invade outros países se diz vítima .

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  Chen
11 meses atrás

Concordo. Apenas conjecturando sobre possíveis ações tomadas se o Brasil estivesse em uma guerra comercial com a potência hegemônica. Primeiro: Guerra comercial é imposta por tarifas sobre produtos exportados e bloqueios econômicos como sanções econômicas. Pois bem, os EUA sobretaxou os produtos brasileiros exportados, o que faríamos? Certamente o que a China está fazendo, impondo tarifas equivalente ao mercado bilateral. Resultado? Preços mais altos para os consumidores brasileiros. Ou seja, o resumo da guerra comercial é sobre quem aguentar mais taxas e assim queimar seu capital, é justamente isto que acontece com os EUA e a China, e os dois… Read more »

Esteves
Esteves
Reply to  Matheus Santiago
11 meses atrás

Não. Produtos brasileiros exportados. Quais? Carne? Os americanos sobretaxam a entrada de carne brasileira. E? Perdemos o mercado americano. O que poderíamos fazer em equivalência? Sobretaxar o BigMac? Quando há sobretaxas os produtos ficam mais caros. O consumo diminui. É exatamente o que está acontecendo na China. Queda de consumo. O yuan vale 100 vezes menos que o dólar. Comparar a moeda chinesa em confiabilidade frente ao dólar…não é o que os chineses querem. A moeda que move os bancos chineses (os maiores negócios na China) não é o yuan. O Brasil não tem nenhuma moeda para fortalecer. Pouco participamos… Read more »

Esteves
Esteves
Reply to  Matheus Santiago
11 meses atrás

Não é nada. Não temos renda. Não temos sequer lojas oficiais de marcas como Gucci, Prada, Cartier, Saint Laurent.

Temos cópias.

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Matheus Santiago
11 meses atrás

Nossos governantes não governam a favor do crescimento​ e enriquecimento do Brasil e sim a favor de seus financiadores de campanhas a fim de garantir suas futuras campanhas…o povo brazileiro não sabe mais o que é escrúpulo…vivemos por décadas na mentira, no engano e na marginalidade… Não acredito neste pais…pois em países grandes a sociedade é coesa, patriota e nacionalista…a classe dirigente tem um projeto de nação…coisa que a nossa nunca teve e jamais vai ter…pois nasceu servil econômica e ideologicamente aos centros de poder além do fato delas ganharem muito dinheiro com o sistema aqui vigente…infelizmente a maior parte… Read more »

Esteves
Esteves
Reply to  Oiseau de Proie
11 meses atrás

É o nono.

10% do mercado consumidor chinês.

Pedro
Pedro
11 meses atrás

Monstros!

Renato Carvalho
Renato Carvalho
Reply to  Alexandre Galante
11 meses atrás

Sugiro pra um melhor entendimento do crescimento chinês o documentário” Indústria Americana” no Netflix, fica claro a diferença cultural nos meios de produção, interessante pra entender melhor o atual momento na guerra comercial EUA x China.

Mgtow
Mgtow
11 meses atrás

Viva o dragão. Impressionante

Leonardo
Leonardo
11 meses atrás

Brasil preso em guerra ideológica MB sucateada

Leonardo
Leonardo
11 meses atrás

Parabéns China país soberano

Leonardo
Leonardo
9 meses atrás

Que inveja.. MB poderia explorar isso fazendo primeiras navios na China !