Home Indústria de Defesa Pentágono: China tem a maior Marinha do mundo. E está ficando melhor

Pentágono: China tem a maior Marinha do mundo. E está ficando melhor

11951
195

Por Michael Peck – Forbes

A China tem a maior marinha do mundo. E não é apenas grande, mas está ficando melhor.

“A RPC [República Popular da China] tem a maior marinha do mundo, com uma força de batalha total de aproximadamente 350 navios e submarinos, incluindo mais de 130 grandes combatentes de superfície”, afirma o Relatório anual de 2020 do Departamento de Defesa ao Congresso dos EUA sobre o poder militar chinês. “Em comparação, a força de batalha da Marinha dos EUA era de aproximadamente 293 navios no início de 2020.”

Em si, essa estatística é um tanto enganosa: embora a Marinha do Exército de Libertação Popular (PLA Navy) tenha mais navios de guerra do que a Marinha dos EUA, a frota americana está à frente em tonelagem por ter navios de guerra maiores, incluindo 11 porta-aviões que deslocam 100.000 toneladas cada.

Mas o que acontece quando a quantidade naval chinesa é combinada com a qualidade tecnológica? Essa perspectiva alarma os planejadores do Pentágono.

A PLA Navy está muito longe de seus dias da Guerra Fria, quando era um primo pobre de um enorme exército terrestre. A fixação da China em reunificar à força Taiwan com o continente e sua determinação em substituir os EUA como o hegemon do Pacífico Ocidental, levou Pequim a gastar grandes quantias de tempo e dinheiro para melhorar a qualidade de sua marinha.

A Marinha Chinesa “é uma força cada vez mais moderna e flexível que se concentrou na substituição de gerações anteriores de plataformas com capacidades limitadas em favor de combatentes multifuncionais maiores e modernos”, diz o relatório. “A partir de 2019, a PLA Navy é amplamente composta por plataformas multifuncionais modernas com armas e sensores avançados de emprego antinavio, antiaéreo e antissubmarino.”

O porta-aviões Liaoning e seu grupo aéreo
Type 001A
Segundo porta-aviões chinês, de construção local

A crescente frota de porta-aviões da China atraiu a maior atenção. A PLA Navy tem um decrépito ex-porta-aviões soviético, um porta-aviões recém-comissionado que é o primeiro construído na China, um terceiro porta-aviões em construção e planos para construir quatro ou mais navios adicionais.

Equipado com recursos avançados, como sistema de lançamento eletromagnético, uma frota de porta-aviões chinesa poderia fornecer cobertura aérea para uma invasão anfíbia de Taiwan ou até mesmo enfrentar a Marinha dos EUA, nas primeiras batalhas entre porta-aviões desde a Segunda Guerra Mundial.

Concepção artística do futuro porta-aviões CV-18 (Type 003), e destróieres Type 055 e Type 052D
Concepção artística do futuro porta-aviões CV-18 (Type 003), e destróieres Type 055 e Type 052D

Mas há muito mais em uma marinha do que apenas porta-aviões: observe os grupos de ataque de porta-aviões dos EUA, e você notará que eles estão sempre cercados por cruzadores e destróieres para defesa antiaérea e antissubmarino. A China está ocupada construindo uma nova geração de cruzadores, contratorpedeiros e corvetas sofisticadas e fortemente armados.

Por exemplo, em dezembro de 2019, a China lançou o sexto cruzador da classe “Renhai” Type 055. O “Renhai” coloca em campo uma grande variedade de mísseis de cruzeiro antinavio e mísseis antiaéreos, “junto com prováveis ​​LACMs [mísseis de cruzeiro de ataque terrestre] e mísseis balísticos antinavio (ASBMs) quando estes se tornarem operacionais”, observou o Pentágono.

Nanchang, o primeiro Type 055

Isso levanta a perspectiva de um frota sendo atacada por salvas em massa de mísseis antinavio, incluindo novas armas hipersônicas mortais que viajam mais rápido do que Mach 5.

Tal como acontece com a Marinha Russa, os submarinos são um elemento-chave da força naval chinesa. A PLA Navy deverá construir mais submarinos de ataque movidos a diesel e nuclear. A China também é uma das poucas nações que possui submarinos de mísseis balísticos nucleares armados com ICBM.

Além de seus atuais quatro submarinos Type 094 armados com 12 mísseis balísticos lançados por submarino JL-12 (SLBMs) cada, um novo submarino “boomer” está a caminho. “A próxima geração de SSBN Type 096 da China, que provavelmente começará a ser construída no início de 2020, terá um novo tipo de SLBM”, prevê o relatório. “Espera-se que a PLA Navy opere os SSBNs Type 094 e Type 096 simultaneamente e poderá ter até oito SSBNs até 2030.”

Marinha Chinesa em demonstração de força

Particularmente interessante é a capacidade crescente da China de lançar mísseis de cruzeiro de ataque terrestre, uma capacidade que a Marinha dos EUA fez demonstrações com seus mísseis Tomahawk em mais de uma ocasião. Isso permitiria que navios de superfície e submarinos chineses atacassem bases importantes, como Guam, no Pacífico e além.

“Nos próximos anos, a PLA Navy provavelmente colocará LACMs em seus novos cruzadores e destróieres e submarinos nucleares de ataque Type 093B em desenvolvimento”, observou o relatório do Pentágono. “A PLA Navy também poderia equipar seus combatentes de superfície e submarinos mais antigos com capacidades de ataque terrestre. A adição de capacidades de ataque terrestre aos combatentes de superfície e submarinos da PLA Navy forneceria ao Exército Chinês opções de ataque de longo alcance flexíveis. Isso permitiria à RPC manter alvos terrestres sob risco além da região do Indo-Pacífico.”

Em 2019, a China lançou seu primeiro grande navio de assalto anfíbio da classe “Yushen”, o que não é uma boa notícia para Taiwan. A PLA Navy também está construindo uma variedade de embarcações de apoio, incluindo navios-tanque, navios de coleta de inteligência e até mesmo o primeiro quebra-gelo polar da China.

Submarinos nucleares de ataque chineses
SSBNs da Marinha Chinesa

FONTE: Forbes

NOTA DO EDITOR: Para baixar o Relatório Anual de 2020 do Departamento de Defesa ao Congresso dos EUA sobre o poder militar chinês, clique aqui.

NOTA 2: O relatório do SIPRI de 2019 mostra que os gastos militares chineses estão quase igualando os gastos dos EUA em paridade de compra (PPP), quando descontados os gastos dos EUA nas guerras do Iraque e Afeganistão.

Subscribe
Notify of
guest
195 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
José Carlos David
José Carlos David
1 mês atrás

Impressionante! Criou uma força naval de respeito em tempo recorde!

PACRF
PACRF
Reply to  José Carlos David
1 mês atrás

Além disso, a China consegue ganhar dos EUA até na saúde pública, considerando o combate à Covid-19: EUA 184.000 óbitos e China 4.600 óbitos.

Dan
Dan
Reply to  PACRF
1 mês atrás

PACRF não vou negar nem concordar com você mais não confio muito nesses números principalmente por que a China é um país muito fechado que controla as informações que entram e sai de seu pais. Prova disso é o próprio Covid que você citou onde a China persegui jornalistas que alertavam sobre o Covid, não só isso eles também fizeram de tudo para parecer que a cituação não era grave e que estava sobre controle ( o que hoje no nosso dia a dia em que vivemos não é bem assim ), mais como falei não vou falar que estes… Read more »

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Dan
1 mês atrás

Meio dificil de esconder o tamanho de uma marinha em um mundo cheio de satelites espiões, inteligência eletrónica e pura lógica matemática. Se eu vejo 2 navios em construção e tem dois na base ou no mar, então são 4.
Não tem como fugir disso.

Lucas
Lucas
Reply to  Dan
1 mês atrás

conversei com um brasileiro que mora na China, eles são muito disciplinados, seguem a risca recomendações sanitárias, diferentemente dos americanos e brasileiros.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Nesse ponto não é difícil de acreditar nos números chineses, esses números não podem ser verificados e em todo mundo a quantidade de infectados foi proporcionalmente maior, até mesmo na Rússia.

PACRF
PACRF
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Prezado Fábio, você acredita no número que expressa o valor do PIB Chinês?

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  PACRF
1 mês atrás

O PIB também deve ter informações não reveladas, mas diferença entre o real e o informado não deve ser tão grande pois com base no que vendem e compram do resto do mundo terminamos tendo uma ideia aproximada!

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Sem falar na movimentação financeira nas relações de compra e venda.

marcus
marcus
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

O problema dos EUA é o alto custo da construção naval.
Uma Arleigh Burke custa US$ 1.843 bilhão.Um porta-aviões da classe Nimitz custa US$ 4,5 bilhões.
A China deve ter um custo de construção bem mais baixo, logo consegue construir mais embarcações.

Last edited 1 mês atrás by marcus
JOELSON
JOELSON
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Esse tipo de comentário é a cara da China!

Robert Smith
Robert Smith
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Querido PACRF, se você realmente acredita nessa historia… eu tenho uma Ponte que liga a cidade do Rio a Niterói… estou vendendo bem baratinho uma “pechincha” ….. só para pessoa “inteligentes” como você amigo 🙂

PACRF
PACRF
Reply to  Robert Smith
1 mês atrás

Prezado Robert, por qual razão devemos acreditar nos números produzidos pelo governo norte-americano? Aliás, por qual razão devemos acreditar em números produzidos por qualquer governo? O governo norte-americano se “vende” como extremamente ético e correto, não é? O que dizer do Edward Snowden? Os números são apresentados e acredita-se ou não neles, apenas isso. Obviamente, não é necessário ser tão “inteligente” como nós dois.

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
Reply to  PACRF
1 mês atrás

É como disse um sábio.

“Já parou para refletir que, tudo o que você acredita é na verdade o que você deveria repudia”

Fica aí a reflexão.
Porque tenho que acreditar em uma fonte como verdade absoluta, se eu apenas disse sim a ela e a aceitando sem contrapor com argumentos ou buscar outras versões para o mesmo contexto?

Isso vale para fontes dos dois lados.

Cleyson Oliveira
Cleyson Oliveira
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Senhor, Robert, a diferença de credibilidade dos números apresentados por um país democrático (que tem uma oposição de governo ativa e cobradora) com um outro de regime totalitário (onde os discordantes são mortos) é imensa. Tanto é que os números americanos divulgados são extremamente prejudiciais a si mesmos economicamente falando, e os chineses são muito suaves, como se tivessem mesmo estáveis.
Quem seria suspeito de manipulação nesse caso? China, claro.

Alison Lene
Reply to  Cleyson Oliveira
1 mês atrás

E so vc ver o crescimento economico que vai dar um indicativo da vdd criança…

José
José
Reply to  Robert Smith
1 mês atrás

“pessoas” inteligentes como você amigo.
Favor não jogar a culpa no coitado do corretor ortográfico.

Edinilson
Edinilson
Reply to  PACRF
1 mês atrás

hahahahahahahahahaha Você acha que sabe, ou que alguém do ocidente saiba algo sobre os números da doeça chinesa na china???

alexandre
alexandre
Reply to  PACRF
1 mês atrás

alguem acredita em números maquidados ? pesquisem os milhoes de telefones desativados..

Kornet
Kornet
Reply to  alexandre
1 mês atrás

Sim,os esquerdoPaTas acreditam que tudo isso foi ocasionado ppr tomadores de sopa de morcego,que morreram menos de 5 mil chineses e que na China o povo vive na melhor liberdade democrática.

Alison Lene
Reply to  Kornet
1 mês atrás

Se interna… Vc precisa de tratamento….

André Amorim Mondelo
André Amorim Mondelo
Reply to  PACRF
1 mês atrás

PACRF, na verdade os chineses estão milhares de anos a frente dos americanos na área da saúde, pois o imperador Qin Shi Huang conseguiu encontrar o elixir da imortalidade na primeira dinastia. De la para cá os Chineses superaram todas as civilizações nesse quesito. Esse virus chines ai não e nada para eles, sua comparação não foi justa.

Marcio AD
Marcio AD
Reply to  PACRF
1 mês atrás

se na China com mais de 1 bilhão de almas mantidas a ferro e a fogo pela ditadura comunista, é quase impossível acreditar que houveram apenas 4.600 óbitos é o mesmo que acreditar que papai noel e coelhinho da páscoa existem. Mesmo que os números de mortes nos EUA também não seja esse, seja para mais ou para menos ainda são números mais próximos da realidade pois a imprensa americana não vive das amarras governamentais como na China, é independente.

marcus
marcus
Reply to  Marcio AD
1 mês atrás

Sou mais a versão que morreram pelo menos 1 milhão de Chineses.

Andre
Andre
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Eu achei que o PACRF estava sendo irônico….pai do sel…Não esqueçamos que Cuba criou a cura para o vitiligo, mesmo nenhuma pessoa de fora de Cuba tenha recebido o tratamento.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Taí uma coisa que não acredito! Com um Bilhão e meio de habitantes, duvido!

Franklin Apaza
Franklin Apaza
1 mês atrás

“Ain, a China só copia. Nunca metera medo ao super mega duper potencia marinha dos States.”

Eduardo dos Anjos
Reply to  Franklin Apaza
1 mês atrás

Pois é meu caro! Eu acho engraçado os brazucas falarem mal da capacidade militar da China ou até outros países, porém sequer tem 5% da força que a mesma possui… quem muito fala, pouco faz… e outra coisa têm que parar de “Dar bom dia com o chapéu dos outros” ficam com ideologias tanto pró-EUA como vice-versa, achando que se algo acontecer o “irmão forte” vai defende-lo sendo que o certo seria fazer a lição de casa e não depender de nenhum país, são negócios, não tem amiguinhos quando a coisa esquenta… a história mostra muito bem isso…

Augusto Mota
Augusto Mota
Reply to  Eduardo dos Anjos
1 mês atrás

Se fosse assim, meu caro, para julgar um concurso de Miss eu teria que ser mais bonito(a) que as cadidatas? Pra julgar um prato (comida) eu teria que ser Master Chef? Pra julgar moda eu” teria que ser costureirro de alta costura? E por aí vai…O que EU acho engraçado dos brazucas é que aqui tudo é “o melhor do mundo!”, “o mais avançado do mundo!”, “Ninguém ganha do Brasil na Selva!”…De resto, é isso mesmo, se tivermos qualquer agressão externa, só temos os EUA para nos defender, isso não tem dúvida, não é China, nem Rússia que vão nos… Read more »

Raduga
Raduga
Reply to  Augusto Mota
1 mês atrás

Confiando na maior potência militar e econômica para nos “acudir”, meu D’us do céu. Merecemos ser colônia mesmo.

Matheus
Matheus
Reply to  Augusto Mota
1 mês atrás

Cuidado pra não engasgar.

Raduga
Raduga
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Essa é uma nova gíria infantojuvenil?

Eduardo dos Anjos
Reply to  Augusto Mota
1 mês atrás

O que existe meu caro @Augusto Mota, é um jogo de interesses, o máximo que vai acontecer é, tantos EUA, Russia, China, França, Israel e Inglaterra e o “resto”, avaliarem o que possuem de investimentos nos dois países que estão em confronto, se eles tiverem muito a perder em ambos os lados tentarão apaziguar ou vão interferir militarmente, agora se tiverem investimento em um só país tomarão partido para defender seus investimentos(formado por blocos de países que escolherão um lado) e em paralelo os países que produzem armamento oferecerão armamento se possível para os dois lados e podem ter certeza… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Eduardo dos Anjos
Mgtow
Mgtow
Reply to  Augusto Mota
1 mês atrás

Mentalidade de Lacaio é fogo viu. Estamos perdidos com esse monte de entreguistas, que ainda se acha no direito de falar grosso. E eles são muitos

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
Reply to  Eduardo dos Anjos
1 mês atrás

Eduardo resumiu tudo. Show

José Carlos de Oliveira
Reply to  Franklin Apaza
1 mês atrás

Podem até ser cópias mais com certeza são, Funcionais

PACRF
PACRF
Reply to  Franklin Apaza
1 mês atrás

Nos anos 1960 e 1970 o Japão era “acusado” de copiar tudo e se tornou a segunda potência econômica do mundo, sendo a terceira atualmente. Nos anos 1990 a Coréia do Sul também foi “acusada” de copiar tudo. Hoje exporta eletrônicos de alta tecnologia para o mundo, bem como instalou montadores de veículos no Brasil e nos EUA, por exemplo. A China, que é a maior “copiadora” do mundo, tornou-se a segunda potência econômica e militar. Só resta ao Brasil aplaudir quem sabe “copiar”, porque ainda não sabemos fazer “cópias”.

marcus
marcus
Reply to  PACRF
1 mês atrás

O Japão não copiava nada. O bell electronic Labs inventou o transistor é não enxergavam nenhuma aplicação para o mesmo, os japoneses com certeza, pagando a devida licença para utiliza-lo, coisa que os Chineses nunca fizeram e jamais farão, criaram os rádios transistorizados.

filipe
filipe
Reply to  Franklin Apaza
1 mês atrás

Acho que as Marinhas estão deixando de ser relevantes (pelo menos até 2080), o novo campo de batalha será o espaço, dai a criação da força aero-espacial pelos EUA, as próximas batalhas serão travadas na estroesfera e na Ionoesfera , serão batalhas no céu sideral , a verdadeira guerra das estrelas, a China sabe disso, dai a razão das armas de energia dirigida, essa corrida será entre os EUA e a China, a Rússia não tem orçamento para acompanhar esses dois.

Fábio de Souza
Fábio de Souza
1 mês atrás

Os Chineses tem dinheiro e tecnologia o que já faz uma grande diferença. Porém os EUA , ainda é , e vai continuando sendo uma das primeiras Marinhas do Mundo .

PACRF
PACRF
Reply to  Fábio de Souza
1 mês atrás

No começo desse século a China não causava nenhuma preocupação aos EUA. Hoje, a China se transformou em um dos temas centrais das eleições norte-americanas. Por que será?

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Porque a economia socialista não se sustenta, não gera recursos suficientes para investir pesado em defesa sem tirar de outros setores, mas a partir do momento em que a China entendeu isso e abriu a economia, mas a abertura foi só econômica não política, ela passou a gerar muita riqueza aponto de hoje rivalizar com a economia americana e com isso conseguiu fundos para investir e rivalizar com os americanos em defesa!

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Prezado amigo Fábio. Queira me desculpar.

Os comunas chegaram a segunda e não duvido que chegarão a primeira posição como a maior economia do mundo justamente sendo comunas. Ainda que com abertura de mercado blá blá blá.

Frank
Frank
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Na verdade o que o que o governo chinês vem fazendo é bem mais do que simplesmente abrir a economia; como pregam os economistas liberais. A postura deles tem se guiado pelo constante incremento produtivo; maximizado pela incorporação de novas tecnologias e sofisticação dos processos produtivos. Tendo a indústria como pilar e o governo central como condutor deste processo. Paulo Gala analisa com grande profundidade o modelo de desenvolvimento chinês. Enquanto eles empregaram a indústria , a quebra sistêmica de patentes, e o poder financeiro do estado para impulsionarem a economia; nós nos desindustrializamos, abrimos nosso mercado para as multinacionais… Read more »

FABIO MAX MARSCHNER MAYER
Reply to  Frank
1 mês atrás

A China disparou a economia a partir do erro primordial do capitalismo: o de querer produzir mais barato e aumentar os lucros a qualquer que fosse o risco. O risco era de criar um gigante comunista que ameaçaria o capitalismo, e isso aconteceu. A China teve habilidade em receber as industrias estrangeiras e roubar seu conhecimento e quebrar suas patentes, copiando e vendendo mais barato pelo mundo afora, até o dia, que já chegou, em que seus produtos são tão bons quanto e com o mesmo preço. Agora, é provável que ocorra um movimento de separação das indústrias, a chinesa… Read more »

Vovozao
Vovozao
Reply to  PACRF
1 mês atrás

03/09/2020 – quarta-feira, bdia, PACRF, existe uma estoria que nos anis 60, os chineses, pediram a MB, se poderiam treinar seus aviadores navais no nosso saudoso M Gerais (Nae 11), pois existia a possibilidade do gigante adormecido (Brasil) acordar…… o gigante continua adormecido….. que acordou foi o DRAGÃO, veja ai, China se tornou uma potencia, e, nos continuamos no mesmo patamar, isto é porque estamos ao sul dos USA, e, eles nao deixam/querem que nenhuma nação nesta area alcance um grande desenvolvimento, e, eles perderiam o controle.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Fábio de Souza
1 mês atrás

É o desenlace da história. Impérios são como pessoas. Nascem, se desenvolvem, crescem e chegam ao apogeu. Depois passam pela meia idade, envelhecem e simplesmente morrem. Assim foi com a Pérsia, Grécia, Roma, O Império Britânico, e agora lhes cabem aos Estados Unidos.

Jodreski
Jodreski
Reply to  Joao Moita Jr
1 mês atrás

Falou e disse amigo! Nenhum império, por maior e mais poderoso que fosse perpetuou pela eternidade. Todos um dia caíram… quando falamos isso parece que estou prevendo que daqui alguns anos tudo vai ser diferente e os EUA irão quebrar e outra potência irá surgir. As vezes as mudanças na história são mais lentas que nossas vidas e aí temos a impressão que nada muda! Pq vc nasceu em uma época que os americanos são a nação mais poderosa do universo isso não significa que em 200, 300, ou 400 anos adiante ela não possa decair… o problema é que… Read more »

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Joao Moita Jr
1 mês atrás

Todo império desmorona, cai. E é substituído.
Quem discorda tem que estudar história.

Ted
Ted
Reply to  Fábio de Souza
1 mês atrás

Não dá para segurar a China. Bem que os Eua estão usando todas as malandragens possíveis. Questão de tempo. Primeira economia e força militar.

Allan Lemos
Allan Lemos
1 mês atrás

Só os especialistas militares aqui da trilogia duvidam da qualidade dos equipamentos da China. De qualquer forma,o Pentágono sempre se utilizou de alarmismo para fazer com que o Congresso aumentasse o orçamento do Departamento de Defesa.Os oficiais brasileiros deveriam tomar nota.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Más tomam, só que lá e para comprar veiculos, armas, equipamentos, munição e combustivel. Aqui e para aumementar salários em geral dos oficiais, aumento de contigente e beneficios.

Daniel Nascimento
Daniel Nascimento
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Concordo com você, até bem pouco tempo atrás usaram essa mesma estratégia só que com a Rússia, e o que aconteceu, o congresso liberou bilhões de dólares aumentando ainda mais o orçamento militar que já é o maior do mundo, a China está lançando muitos meios navais, mas uma Marinha não se faz só de lançar navios, vejam o que a Marinha do Brasil fez na Linked Seas 97 com o submarino Tamoio, humilhou toda a Otan, “afundou” o Príncipe de Astúrias e vários navios de guerra da coalisão, vários comandantes navais da OTAN simplesmente não acreditaram no que aconteceu,… Read more »

ednardo curisco
ednardo curisco
1 mês atrás

1- Normal Pentágono valorizar os adversários para pegar mais verba
2- A China está sim se tornando um adversário à altura
3- Quantidade faz sim diferença, ainda mais quando se pensa que o campo de ação chinês é 1/3 do campo dos EUA
4- Em 2 ou 3 décadas no máximo a China poderá se equiparar aos EUA em tecnologia.
5- A guerra é acima de tudo comercial

Obs: Os EUA na 2 GG saíram bem atrás da Alemanha em termos de tecnologia bélica.

rui mendes
rui mendes
Reply to  ednardo curisco
1 mês atrás

Acorda, a China depois do covid19 ser ultrapassado, sairá na frente, como a primeira super-potências do mundo.
Aceitem que foi menos.
Há, muito desta ultrapassagem, se deve à burrice desta administração Americana.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

Desculpa colega, mas se for colocar culpa em alguma administração certamente não foi esta que passou tecnologia e indústrias de ponta para a China.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Farroupilha
1 mês atrás

Pois, mas foi esta que escolheu se isolar, ter políticas protecionistas com todo o mundo, a China fez o contrário, menos com os EUA.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Farroupilha
1 mês atrás

Isso começou bem lá atras, com a viagem do Kissinger à China, a tal “abertura”.

Zorann
Zorann
Reply to  ednardo curisco
1 mês atrás

2 ou 3 décadas? Isto ai não demora uma década. A China é um país que forma hoje de 6 a 8 vezes a quantidade profissionais da área de exatas que os EUA. A menos de uma década formava a metade dos EUA. E este numero só cresce. Só para você ter uma ideia, a China forma hoje 1.200.000 engenheiros por ano!!! os EUA formam 230.000, o Brasil 40.000 (e não temos empregos para todos eles – aqui só formamos em grande quantidade, advogados e pedagogos; um para uma justiça que não funciona; outro para uma educação que não presta… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  ednardo curisco
1 mês atrás

‘Normal Pentágono valorizar os adversários para pegar mais verba.’

Esse é o grande problema americano.
A fonte deles está secando e a da China está cheia.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Xing, nesse ponto eu concordo com vc, a administração americana é uma PIADA, esse negócio de ficar só exigindo mais verba não vai trazer solução para diminuir a diferença de tecnologia entre China e EUA, os americanos estão parecendo a es-quer-da brasileira quando vai tratar de educação, só sabe exigir mais verbas, soluções para melhorar que é bom, NADA!!

Teropode
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

A solução para a USNAVY é comprar navios fabricados na China , porque estão saindo por 1/3 do valor dos similares Americanos , os sindicatos vão quebrar os EUA. E pra não perder a viajem ; o Brasil bem que poderia encomendar um Skyjump chinês .

Teropode
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Se fecharem o contrato em outubro eles entregam em 36 meses .

Alessandro
Alessandro
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Eu não sei qual é a solução ideal para os americanos, mas se fosse seguir a sua ideia, pq não a USNAVY abrir estaleiros no Brasil (tipo o nordeste pela proximidade) aproveitando a desvalorização do real diante o dólar? Sairia bem mais barato para eles construir aqui sob a supervisão deles, e abriria empregos para os brasileiros, todo mundo do lado ocidental ficaria feliz. Provavelmente isso haveria um custo alto e tempo no início para eles transferir seus estaleiros e nos ensinar, mas poderia haver acordos de compensação para ambas as partes, ganharíamos CONHECIMENTO e eles seus navios de guerra.… Read more »

Teropode
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Vou responder com cuidado para não ser censurado : Cara no Brasil operários ganham pouco , tipo chinês , mas os políticos parasitam tudo , uma prova disto é que um Civic produzido aqui custa 2x e meia um fabricado nós EUA , portanto aqui nem pensar , no México as empresas são obrigadas a pagar os carteis , a solução é na China ou Bangladesh , .

Alessandro
Alessandro
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Teropode, com todo o respeito, vc pediria para sua esposa deitar com o Ricardão? Pois bem, é exatamente isso oq vc tá pedindo para os americanos fazer ao encomendar navios de guerra da China. Sobre a mão de obra no Brasil, concordo em partes com oq vc disse, é uma questão de “ajustes”, se o Brasil não passar por uma reforma tributária, trabalhista na qual a es-quer-da e o centrão fisiológico ATRAPALHA, sempre seremos ATRASADOS e pagaremos mais pelas coisas, só sei que o Brasil tinha TUDO pra ser uma espécie de “China ocidental”, mas nossa classe política não vale… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
CARLOS EDUARDO
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Alesandro., isso nao ira acontecer jamais, pois a propria politica adotada por lá impede – AMERICAN FIRST -, ou seja quem quiser fornecer, deve produzir lá, pois os empregos ficam lá, não importa o custo.

j.leo
j.leo
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Chinês já ganhou pouco… Hoje a media salarial mensal na China está entre US$850 e $900, bem acima da nossa e comparável à europeia.

leonardo
leonardo
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Ai ê capaz dos EUA impor sanções pela encomenda dos skyjump k

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Não acredito que esteja secando o bolso dos Américas.

Penso que ambos estão bem cheios de dindin …..

horatio nelson
horatio nelson
1 mês atrás

o japão tinha a segunda marinha do mundo na ww2 e acabou como acabou…quantidade não é qualidade um cruzador americano na ww2 valia por 10 do japão…1 porta avioes com hellcats valia por 5 do japão…japão só ganhava com o yamato mais seus canhões não chegaram ao alcance dos americanos…mesma coisa se repete hj um strike group vale mais q toda a marinha chinesa…alem do mais essas porcarias q a china fabrica e chama de aviões não se comparam aos f-35 f-22 e f-18

rui mendes
rui mendes
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

Volta para a play-station, lá é o teu mundinho, de faz de conta.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

volta pra china

rui mendes
rui mendes
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

Não sou Chinês, sou Português, a nossa diferença é que eu não quero saber nem da China, nem dos EUA, quero saber de Portugal e da Europa, mas não sou infantil, para vir para aqui enganar-me a mim e aos outros, dizendo disparates, tipo ” são só cópias, sem qualidade, eles não têm tecnologia avançada, comparados aos EUA não são nada” pérolas deste tipo.

Ted
Ted
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

Sr.Rui! Se a China não tem tecnologia, como colocaram uma cápsula tripulada em órbita. Tem gente querendo esconder o sol com peneira

Flanker
Flanker
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

Cara , tu só vem aqui pra bater boca com os outros! E como tu mesmo falou, quer saber de Portugal e Europa…….então, tá fazendo o que aqui, num blog de uma ex-colônia? Vaza, portuga……..

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Flanker
1 mês atrás

concordo flanker !

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

Realmente a Type 54 e a 56 não parecem ser muito ameaçadoras.
No entanto penso que estão apostando na quantidade, em um eventual combate naval.

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Jagdverband#44
1 mês atrás

Digamos que, em um combate “super trunfo”, mano a mano, um AB equivale a umas 6 ou 7 destas.
Mas isso nunca acontece sabemos, apenas na cabeça de alguns foristas “da lua”.

Teropode
Reply to  Jagdverband#44
1 mês atrás

A automação substituí humanos e a necessidade de espaço para suprimentos e alojamento , mísseis ocupam menos espaço , a China vai de destróier leves lotados de armas . E baratos , não por serem inferiores .

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Sim, é uma possibilidade.
Mas observando a autonomia e a capacidade do sistema anti aéreo da T. 54, na minha fraca opinião, a mesma não representa uma ameaça tão efetiva assim.
Enfim, o lance é povoar o mar do sul da china com estas.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Jagdverband#44
1 mês atrás

a duvida agora é será q quantidade é melhor q qualidade ? creio q não vai demorar para sabermos.

ednardo curisco
ednardo curisco
Reply to  Jagdverband#44
1 mês atrás

Concordo. enquanto não chegam na qualidade, vão de quantidade. e a qualidade em no máximo 20 anos eles alcançam

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

“Um cruzador americano na ww2 valia por 10 do japão…”

Eu não li isso kkkkkkk

Teropode
Reply to  Defensor da liberdade
1 mês atrás

Então com um torpedo os japas afundavam o equivalente a dez cruzadores .

Teropode
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

Há controvérsias , no caso chinês há sim qualidade e quantidade , mas isso não garante uma vitória numa guerra , as táticas e alguns fatores de ordem econômica são fundamentais , por exemplo : A China importa quase 60% dos alimentos , com um calcanhar destes a coisa fica difícil , por isso eles pretendem ter uma força naval para enfrentar os bloqueios que virão caso haja uma guerra . No caso Alemão foi a falta de carvão e ferro , por isso invadiram a urss .

sub urbano
sub urbano
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

Vixe falou uma bobagem gigante aí… Os navios e aviões japoneses eram estado de arte no inicio da guerra

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

a minha comparação foi com os hellcats e até mesmo os wildcats como demonstrado na caça aos perus das marianas rs

Andromeda 1016
Andromeda 1016
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

Concordo com você. Os navios chineses tem muitos problemas de desempenho tanto nos seus armamentos, sensores e equipamentos como motores. São grandes pois precisam alojar equipamentos grandes e ineficientes e para disfarçar isso abusam da propaganda para dizer que se trata de qualidade. Uma guerra não se ganha apenas com armas, mas se mesmo neste quesito não conseguem superar os gringos não sei como vão ganhar uma guerra contra eles. Aliás, enquanto a China corre para alcançar a tecnologia dos Estados Unidos, estes já estão preparando as novas tecnologias que estarão em campo daqui a pouco, e essas tecnologias compensarão… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Andromeda 1016
Top Gun Sea
Top Gun Sea
1 mês atrás

Vixi! O gado lambedores de botas dus americanus não vão dormir essa noite!

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Os americanos as vezes superestimam os inimigos nos relatórios para justificarem as elevadas verbas que recebem e tentarem evitar cortes de verbas, mas uma coisa é certa se os chineses ainda não tiverem a maior marinha estão perto de conseguir isso!

Gabriel
Gabriel
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Muito bom o comentário, lúcido.

Aqui no Blog os “fanzocas” da ex-URSS viraram “fanzocas” da China e os “fanzocas” dos EUA são mais “fanzocas” do que nunca.

Nada contra as paixões, mas, infelizmente, na maioria das vezes, ela impede uma análise racional sobre as questões.

Diogo
Diogo
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Perfeito. Esse é o tipo de comentário que se lê já concordando e balançando a cabeça.

JuggerBR
JuggerBR
1 mês atrás

Tradução, vamos pintar o inimigo pior do que ele é pra conseguir mais verbas…

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 mês atrás

PENTÁGONO E SEUS MILITARES PLANTANDO O TERROR PARA ARRANCAR UMA GRANINHA EXTRA DO CONGRESSO AMERICANO🤔🤔🇺🇸, simples assim…

rui mendes
rui mendes
Reply to  Adriano Madureira
1 mês atrás

Claro, simples assim …

Zorann
Zorann
1 mês atrás

Eu não tenho a menor dúvida que a China será a maior superpotência militar em pouquíssimo tempo.

E os EUA já se deram conta. Não há como concorrer com eles. Isto não é torcida é apenas constatação da realidade.

Ninguém vai entrar em uma terceira guerra mundial para defender Taiwan. Se um dia os chineses resolverem retomar a província rebelde, vai acontecer igual aconteceu com a Rússia na Crimeia: vai ser de surpresa, vai ter muita reclamação dos americanos na ONU e mais nada.

Marcelo Lemos
Marcelo Lemos
Reply to  Zorann
1 mês atrás

Meu amigo em tempos de Paz a china brinca em tempos de guerra a Marinha americana e 100 vezes mais eficiente, anos luz atraz das outras marinhas ao redor do mundo digo isso porque. Logística, capacidade técnica e manutenção da esquadra, capacidade de elevar a produção a uma dezena de navios por mês se necessário, infraestrutura e capacidade técnica de desenvolvimento e aprimoramento da esquadra, plano e doutrina testada amplamente em combate, etc……… Não basta ter quantidade temos de ver a disponibilidade e para isso se gasta muito ter uma marinha de 300 navios no caso chines e facil o… Read more »

Rprosa
Rprosa
Reply to  Marcelo Lemos
1 mês atrás

Voce consegui em apenas um comentario desdizer tudo que vc queria falar, foi enaltecer a USNAVY falando que a PLANAVY não teria capacidade técnica, nem como proceder a manutenção de sua frota e acabou asseverando que os EUA penam para fazer a manutenção de seus meios, ou seja você mesmo se contradisse.

De onde você tirou esta informação que os EUA podem construir 10 belonaves por mês?

Matheus S
Matheus S
Reply to  Rprosa
1 mês atrás

Também queria saber de onde ele tirou essa informação de que os EUA conseguem construir 10 navios por mês se necessário. Muito pelo contrário, matérias recentes dão conta que nem mesmo o estaleiro Bath Iron Works está dando conta do trabalho, por não ter pessoal qualificado para a reposição dos trabalhadores que estão para se aposentar esse ano. Essa capacidade de produção naval que todos comentam ser o grande trunfo dos EUA como na SGM não passa de um mito, os EUA hoje é muito diferente da Guerra Fria e passam longe da capacidade que tinham na SGM. A indústria… Read more »

Teropode
Reply to  Zorann
1 mês atrás

Quanta besteira kkkkk, um exemplo prá vc pensar : Quem possui melhores alvos entre as coreias ? Respondendo isto vc saberá a diferença entre Criméia e Taiwan . Posso desenhar !

atirador 33
atirador 33
1 mês atrás

Sempre curti ler os comentários aqui na trilogia, mais de um tempo para cá, está meio insuportável, muitos ataque de A a B, a marinha Americana é poderosa e isso é fato. A China está se tornando tão poderosa quanto a americana, podendo igualar em menos de 2 décadas, isso é outro fato. Duvido que ambas, irão as vias de fato, isso é uma guerra fria 2.0 turbo. Quanto a qualidade dos meios chineses, seria necessário que essa se envolvesse em um conflito, para fazer essas analises. Meu único receio a qualidade dos meios chineses é com relação ao tempo… Read more »

sagaz
sagaz
Reply to  atirador 33
1 mês atrás

E com tantos meios fabricados em tão pouco tempo sem um histórico de produção como fazem as manutenções, como é a disponibilidade, ..? Não dá para pegar uma frota de JACs e comparar a uma frota de Mercedes. Mas a gente já conhece como são alguns discursos: “Cuba tem a melhor medicina, Russia/China têm os melhores equipamentos e Marcelo d2 junto com o Pablo V. são os melhores cantores. Paz, amor e morte aos opositores do regime!?”

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  atirador 33
1 mês atrás

Pois meu caro, se houver presentemente e nas próximas décadas uma guerra convencional, mas com participação naval desses novos destroiers chineses. Numa escala não muito grande, mas com navios afundados… Vai se descobrir que esses destroiers chineses, possuem um Calcanhar de Áquiles que quando atingido sua destruição é praticamente imediata, muito mais rápida que o afundamento do destroier HMS Coventry dos ingleses nas Malvinas. Detalhe, os Arleigh Burke também possuem esse calcanhar, porém é um pouquinho menos exposto. É uma questão da arquitetura deles. Que os chinas copiaram e até aumentaram… Tiro no pé. Quem tiver olhos que enxergue, pois aqui fecho… Read more »

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  atirador 33
1 mês atrás

Alguns adoram depreciar a capacidade fabril e tecnológica dos outros,seja por desconhecimento,preconceito ou ideologia político-partidária…

Então ficam subestimando os meios militares do país A porque ele roubou e copiou meios militares de país B,C ou D e chegam a conclusão que tais meios são uma piada.



filipe
filipe
1 mês atrás

O problema não é travar apenas a China, o problema é travar em simultâneo a China (Forças de Superfície) + Rússia (Forças Submarinas) ao mesmo tempo… Lutar com a Rússia na Venezuela e na Síria , lutar com a China no Mar do Sul da China e em defesa de Taiwan, Os cenários de guerra multiplicaram-se exponencialmente para os EUA, logo essa Guerra Fria versão 2.0 é mais perigosa que a primeira , caso a Rússia se alie a China, se os EUA isolarem a China poderão ter sucessos, mas a China ao contrário da URSS é expansionista em campos… Read more »

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  filipe
1 mês atrás

Desde Napoleão se previa que quando o dragão acordasse seria praticamente impossível pará-lo. O urso/cossaco quer mais é que a águia e o dragão se matem e ele sim dê o golpe de morte naquele que viver mais tempo. O tigre de bengala pouco ou mesmo nada faria se não fosse atacado ou se a cabra montanhesa do caracórum resolvesse entrar no páreo também. O mesmo cenário se estende ao grou, canguru, chollima e ao tigre siberiano

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Ao você falar em acordar Filipe Prestes,só me veio a lembrança essa velha charge feita em 1900,de autoria de Joseph Ferdinand Keppler (1838–1894), zombando da competição imperial global.
 As grandes potências, todas representadas como animais, estão lutando pelo cadáver no centro que representa a China. 
Da esquerda para a direita: Japão, Rússia, França, Alemanha, Áustria-Hungria, Grã-Bretanha e Itália. A águia americana está observando os procedimentos de seu ponto de vista superior esquerdo.
comment image

comment image

rui mendes
rui mendes
Reply to  filipe
1 mês atrás

A primeira potência comercial, é a UE.

MGNVS
MGNVS
Reply to  filipe
1 mês atrás

filipe Excelente analise. Os EUA podem ser uma superpotencia militar mas mesmo eles terao serias limitacoes se tiverem que combater em varias frentes. E mais, os EUA vao estar enfrentando China e Russia, o custo vai ser alto economicamente, fora o fato de que esses dois players vao responder um ataque americano na mesma proporcao. Para os EUA nao vai ser igual a Guerra do Golfo, nem igual a Guerra do Kosovo contra a Servia e nem igual fizeram no Afeganistao. Duvido que Alto Comando Militar Americano entre numa aventura arriscada assim. Da mesma forma eu duvido que a China… Read more »

Rodrigo Maçolla
1 mês atrás

Bom eu na minha simplista opinião, Ter uma Marinha forte e maior que a Americana é um paço natural para a China poder se afirmar e peitar não só os EUA mais qualquer outra super-potencia e era só uma questão de tempo até que isso acontecesse …. Para a US NAVY a saída é se manter no topo na vanguarda tecnológica para ter certa vantagem em relação a Marinha Chinesa , ou seja superar em inovação qualidade e letalidade, pois em numero é difícil mesmo…. Conta a favor dos americanos a capacidade de criar novas armas a ampla experiência que… Read more »

Daniel Alves
1 mês atrás

Não gosto da ascensão Chinesa, acredito que uma super potencia como ela no topo sera muito ruim para o resto do mundo principalmente o ocidente, mas não admitir que ela esta preste a chegar no topo é fechar os olhos para um fato que esta bastante estampado bem diante de nossas faces, basta olhar para a china de uns 30 anos atras e ver a evolução colossal que ela já fez em tao pouco tempo.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Daniel Alves
1 mês atrás

Goste ou não a história é assim Daniel Alves,impérios nascem e morrem ou no máximo perdem o grande poder que detinham,como o grande império britânico ,que para mim deixou de ser suserano e hoje é “vassalo” de sua ex-colônia.

A china será uma grande potência como os outros que sucumbiram na história?! Será que ela terá seu apogeu e futuramente sua queda?! Ninguém pode prever o futuro…

comment image

Welington S.
Welington S.
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
1 mês atrás

É aí que eu fico cucado da cabeça… Veja, se a China que foi humilhada durante tanto tempo, que foi desmembrada por vários países e de forma surpreendente, cresceu drasticamente alcançando a economia e o poder bélico, então, com base nisso, podemos dizer que, o Brasil, poderá se tornar no futuro aquilo que foi décadas atrás? De uma grande potência econômica e militar? Por que o Brasil também foi e continua sendo humilhado não só internamente quanto externamente por países que se dizem ”amigos” (algo fútil em se acreditar). Este é meu maior sonho, ver o Brasil crescer, tendo uma… Read more »

filipe
filipe
1 mês atrás

A China já tem construídos os 8 SSBN Jin Type 094 planeados (2 em Testes de Mar , eles denominaram Type 094A), dai a razão para os Chineses agora estarem com essa arrogância , eles nesse momento estão produzindo a todo vapor os SLBM JL-3 , basta ter 8 SSBN a China têm o equivalente em número de submarinos as forças de dissuasão da França e do Reino Unido, a única diferença esta no número de mísseis , os Type 094 têm 12 tubos apenas contra os 16 das classes Le Triomphant e Vanguard, mas a China passa a contar… Read more »

Luís Henrique
1 mês atrás

O mais impressionante é o gráfico do SIPRI sobre gastos em Defesa PPP.
A China está colada nos EUA.

Antoniokings
Antoniokings
1 mês atrás

A China está apenas seguindo seu caminho natural.
Com paciência e métodos admiráveis.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Tá pronto para te sujeitar aos humores dos chinas?? Quando eles começarem a influenciar de maneira negativa e prejudicial nosso modo de vida, quero ver…….desejo aos chinas o mesmo que vc deseja aos israelenses, norte-americanos, etc…..

Renaldinho
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Se você é americano. Você pode estar qualificado para desprezar a China. (A China tem uma civilização de 5.000 anos. Os chineses também desprezam os Estados Unidos. Os Estados Unidos, que têm apenas mais de 200 anos de história, dificilmente podem ser chamados de grandes.) Se você não é americano. Você deve parar de menosprezar as armas e equipamentos da China. Porque seu país se compara à China. Não pode fazer nenhuma arma. Quando seu país é mais forte que a China. Venha e despreze a China novamente.

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

Não vou discutir nem perder tempo argumentando com um robô. Quer trocar ideias comigo? Primeiro entenda o que eu quis dizer….coisa que não conseguiu ainda. E sou bra-si-lei-ro!!!! E não gosto da China e seus modo de vida, seus costumes!! Entendeu?? Vivo em um país livre! Posso gostar ou não gostar do governo e falar isso aos 4 ventos e não serei punido ou reprimido por conta disso!! Posso votar e escolher meus representantes, mesmo que sejam umas nulidades. Posso acessar os sites que eu quiser pela internet……então, caro robô chino, mesmo com todos os problemas do meu país, nem… Read more »

Renaldinho
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Ajoelhar e lamber a América não tornará seu país forte. América não é seu pai. Não use armas americanas para menosprezar a China. As armas americanas podem ser muito avançadas. Os americanos não podem ganhar a Guerra da Coréia, a Guerra do Vietnã e a Guerra do Afeganistão.

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

Já te respondi acima, chino……

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Uma detalhe muito importante, os EUA e a Rússia conseguem produzir alimentos e petróleo suficientes para si, os americanos importam muito combustível, mas possuem imensas reservas internas que podem suprir o mercado boa parte do mercado interno, mas já os chineses dependem muito dos alimentos e combustível importados e para manter esses suprimentos sempre chegando no caso de uma guerra vão precisar de uma marinha muito grande garantindo suas principais rotas de abastecimento abertas, por isso que vemos a agressividade chinesa no Mar do Sul da China, pois acredita-se que lá existam grandes reservas de gás e petróleo o que… Read more »

Frank
Frank
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Concordo com sua leitura da geopolítica contemporânea, mas não podemos nos esquecer que o EUA até poucos anos atrás era quase que totalmente dependente das importações de petróleo. Graças a técnica do fracking esta realidade é muito diferente, tanto que os EUA hoje são os maiores produtores mundiais de petróleo, inclusive com exportações deste. No caso da China eles ainda são muito dependentes das importações de combustíveis e alimentos, como destaca o Fábio Araujo. Acredito, porém, que o governo chinês paulatinamente vá ao longo das próximas décadas reduzir esta dependência externa. Se eles conseguirem dar um salto na agricultura tal… Read more »

Antonio Ferreira
Antonio Ferreira
1 mês atrás

Senhores, pergunta de leigo ignorante no assunto, um investimento deste porte e nesta velocidade apenas por dissuasão? Ou será, que já se espera que o bicho vai pegar mais a frente, e antes do que alguém possa imaginar?

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
1 mês atrás

O gráfico no final da matéria fala mais que mil palavras…

Max
Max
1 mês atrás

Na minha opinião parece pressão do lobby da indústria de militar por conta da campanha eleitoral. Querem garantir recursos para os próximos 4 anos, pois a economia americana está tecnicamente em default.

Max
Max
1 mês atrás

Quanto ao equipamento chines, fora a quantidade, resta saber se ele é eficaz e se os chineses tem condições de usá-lo de forma eficiente. A experiência em combate, está do lado dos americanos

Last edited 1 mês atrás by Max
Renaldinho
Reply to  Max
1 mês atrás

Os navios de guerra chineses carecem de qualidade e eficácia? https://youtu.be/F5Pa6ckaKbc. O porta-aviões enferrujado e inacabado da União Soviética, Transformado com sucesso em um porta-aviões com capacidade de combate na China. Em 2021, o terceiro porta-aviões da China será concluído e lançado em breve. Possui uma catapulta eletromagnética. A China pode construir todas as armas e equipamentos. A China não é um Brasil fraco.

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

Lá vem o robô da china…..de novo…….

Renaldinho
Reply to  Max
1 mês atrás

O exército dos EUA tem uma rica experiência de combate? Os Estados Unidos perderam para a China na Guerra da Coréia. Ele perdeu a Guerra do Vietnã. A guerra no Afeganistão também falhou.

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

Mesmo perdendo (no seu ponto de vista), não é experiência em combate?
Quantas guerras a PLAN travou até hoje?

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

E qual dessas banheiras dos chinas já foram usadas e testadas em combate? Consteuir em massa é uma coisa……funcionar e manter-se funcional em combate é outra muuuuito diferente!

Renaldinho
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Você só pode falar bobagem, você não é um fã dos militares, você não deveria ir ao site militar. Você não pode nomear nenhum problema militar com conteúdo. Você deveria ir assistir a uma partida de futebol. Tornar-se fã de futebol é mais adequado para você.

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

De militares, equipamentos, povo e tudo o mais que for chinês, só quero uma coisa: DISTÂNCIA!!!!

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

Quanto à assuntos militares, acompanho e estudo o tema desde 1987. E volto a dizer: ter equipamentos é uma coisa. Saber OPERÁ-LOS e MANTÊ-LOS em COMBATE é outra coisa bem diferente. E ter EXPERIÊNCIA em combate é outra coisa mais importante ainda. O resto, é só papagaiada sua…

Renaldinho
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Os amigos pararam de ter ciúme da China. Seu país tem armas e equipamentos melhores? Ao menosprezar as armas chinesas. Veja quais armas seu país pode fazer. Pense sobre o que seu país alcançou nas áreas de economia, tecnologia, defesa e indústria. Pense no que seu país conquistou no espaço. Vamos comparar com a China.

Yuri Dogkove
Yuri Dogkove
Reply to  Max
1 mês atrás

Experiência essa adquirida no Vietnã? kkk

João Bosco
João Bosco
1 mês atrás

O problema, ao meu ver, não é uma grande marinha em quantidade, mas e a qualidade deesas belonaves? Qual é o tamanho do avanço tecnologico delas?
Qual é a experiência da Marinha Chinesa em combates de grande porte( navios contra navios )?
As vezes a quailidade vale mais que a quantidade…..

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  João Bosco
1 mês atrás

Eu creio que tenham um bom número de meios antigos de qualidade inferior, mas estão produzindo agora uma boa quantidade de meios de qualidade superior, por enquanto devem ter mais quantidade que qualidade, mas com o tempo esses meios novos vão substituindo os mais antigos e no futuro terão quantidade e qualidade!

Renaldinho
Reply to  João Bosco
1 mês atrás

Em 1964, a China explodiu com sucesso uma bomba atômica. A bomba de hidrogênio explodiu com sucesso em 1967. A China explodiu com sucesso uma bomba de nêutrons. Em 1970, a China construiu com sucesso um submarino nuclear. Antes de 1978, a China ainda era muito pobre. A indústria ainda está muito atrasada. A China em 2020 é o maior país industrializado. Todas as armas e equipamentos da China são fabricados por grandes empresas estatais. Este não é um produto barato feito em uma pequena fábrica privada. As armas chinesas são de má qualidade?

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

Já usaram alguma dessas traquitanas em combate? Qual militar chino, da ativa, já participou de uma guerra ou combate real?

Renaldinho
Reply to  Flanker
1 mês atrás

O atual exército dos EUA tem experiência real de combate? Os Estados Unidos intimidarão apenas os países pequenos e fracos, e os militares americanos apenas ousarão bombardear os fracos Iraque, Líbia e Síria. Os militares dos EUA não podem derrotar o fraco Taleban. Os Estados Unidos nunca ousaram iniciar guerras com grandes potências. Os americanos sempre atacarão apenas países fracos.

Renaldinho
Reply to  João Bosco
1 mês atrás

Este é um vídeo do treinamento noturno de um porta-aviões chinês. https://youtu.be/LpHyyOrGkD0. Os caças J-15 realizaram com sucesso o treinamento noturno de decolagem e pouso no porta-aviões. Os lutadores J15 costumam realizar missões no escuro. Má qualidade dos navios de guerra chineses? Não tem efeito?

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

Bah….que novidade!!! Coisa nunca feita por ninguém antes!!….kkkkkkkkk

Renaldinho
Reply to  Flanker
1 mês atrás

você é americano? O Departamento de Defesa dos EUA não ousa desprezar a China. Pare com o seu ciúme. Você apenas menosprezará a China. Qualquer um que desvalorize as armas chinesas. Seu país precisa ter armas e equipamentos melhores do que a China. Você está qualificado para desprezar a China? Seu país tem armas e equipamentos pendentes?

Kemen
Kemen
1 mês atrás

A China tem um grande poder militar naval e aéreo emergente, precisa treinar novos oficiais, marinheiros, fuzileiros, hoje tem um corpo militar naval recente e sem muita experiência, eles seguem a doutrina naval norte americana, mas essa ultima tem oficiais, marinheiros e fuzileiros experientes e treinados. Não adianta ter apenas números é preciso ter experiência e treinamento e grande força de recuperação. Mesmo na guerra com o japão que tinha uma formidavel força naval e onde em Pearl Harbour uma grande parte da esquadra americana do Pacifico foi inutilizada, a recuperação foi rápida. Os estaleiros militares da China estão no… Read more »

filipe
filipe
Reply to  Kemen
1 mês atrás

Eu não duvido que a China não tenha Torpedos como o Russo Poseidon , Drones com uma ogiva de 2 MT capazes de devastar toda a zona costeira do inimigo, Russian Poseidon Intercontinental Nuclear-Powered Nuclear-Armed Autonomous Torpedo. Essa arma revolucionará a guerra submarina e anti-submarina, não duvido nada que os chineses não tenham algo parecido, logo o cenário de 1941 é bem diferente de 2021 , 80 anos depois existem armas capazes de evaporar toda a infraestrutura costeira do adversário. Dai a razão dos Chineses instalarem grandes estruturas em cavernas subterrâneas como as da Ilha de Hainan , onde eles… Read more »

Matheus S
Matheus S
Reply to  Kemen
1 mês atrás

Os chineses treinam exaustivamente com os sistemas modernos tanto terrestre, naval e aéreo. Essa informação não é divulgada aqui no Ocidente por razões que não cabe avaliar, mas eles treinam. Quer exemplos? Se eu não me engano, desde o dia 29/08/2020, a China enviou uma frota para a região do Mar Amarelo para terem exercícios navais como uma resposta do RIMPAC 2020, compostas por fragatas, destróieres Type 052D e navios de reabastecimento, esse exercício eu sei que termina amanhã dia 03/09/2020. Experiência antes de se criar em guerras, se cria estudando e treinando. A guerra é apenas um complemento nessa… Read more »

sonar 1.jpg
filipe
filipe
1 mês atrás

Outro grande perigo para os EUA + India + Japão são os SSB Qing Type 032 de 6600 Toneladas, são submarinos convencionais com SLBM , nesse momento apenas a China e a Coreia do Norte operam esse tipo de submarinos , mas acreditem que esse será o maior perigo dos próximos anos, esse tipo de submarino não é tão famoso como os SSBN ou SSN/SSGN , mas acabam por ter a mesma letalidade, por serem convencionais esses navios estão limitados as zonas costeiras, mas não deixam de ser perigosos… Imaginem o Brasil adaptar o SBR Riachuelo ao transporte de misseis… Read more »

Jean Jardino
1 mês atrás

Ser a maior, nao eh sinonimo de ser a melhor, tem que ver se presta, quantidade nunca foi igual a qualidade.

Renaldinho
Reply to  Jean Jardino
1 mês atrás

A China em 1996 era relativamente fraca. https://youtu.be/3Q3u6jpwGpM. Este é um exercício militar que a China preparou para reunificar Taiwan em 1996.A China em 2020 é cem vezes mais forte do que então. A China realizou com sucesso dezenas de voos tripulados ao espaço. Estabeleça um laboratório de estação espacial independente. Em 2013, o rover lunar pousou com sucesso na lua. Em 2018, o rover lunar pousou com sucesso no lado escuro da lua. Em 2021, o rover pousará em solo marciano. A China pode ter sucesso no espaço. Os navios de guerra chineses não terão qualidade e eficácia?

Flanker
Flanker
Reply to  Renaldinho
1 mês atrás

Até serem testados em combate real, e com persistência em combate, não pode-se afirmar nada…..

Renato B.
Renato B.
1 mês atrás

O que me preocupa é quando eles começarem a usar essa força para garantir a “liberdade de navegação” dos seus pesqueiros.

Max
Max
Reply to  Renato B.
1 mês atrás

Verdade, vão tirar até o sal do mar…

Flanker
Flanker
Reply to  Max
1 mês atrás

Como só gafanhotos destruidores, como eles, são capazes…..

Luiz Trindade
Luiz Trindade
1 mês atrás

O fato é que os EUA dormiram no ponto pois avisos vem sendo dados há anos e sempre ignoraram… Agora tão engolindo um gafanhoto ao invés de uma mosca. A única saída seria começar a estrangular a fonte de recursos da modernização da Marinha deles que é bolsa de valores. Mas sinceramente… O mundo não tá nem ae… Quando acordarem com a ordem de reverenciar o poder do PCC (Partido Comunista Chinês) vai ser tarde demais… Infelizmente…

Luis Marcello
1 mês atrás

A maior arma chinesa é o virus covid 19 , além de uma quantidade enorme de dinheiro pra plantar este tipo de noticias pagas ! Titulo da matéria e o conteúdo são dúbios pra confundir mesmo ..Isto aqui já foi mais sério mesmo .

rui mendes
rui mendes
Reply to  Luis Marcello
1 mês atrás

Seriedade para ti, é se as notícias agradam o teu lado.

Melkor
Melkor
1 mês atrás

Thanks to Clinton & Obama

filipe
filipe
Reply to  Melkor
1 mês atrás

E o Geroge W Bush ? Esse cara é que foi o game changer de tudo (2000-2008) , lembro que o Clinton enviou um NAE Nimitz para peitar a China em 1997 , foi o cara que mais peitou a China.

Rprosa
Rprosa
1 mês atrás

POsso estr redondamente enganado, mas a comparação meramente por tonelagem de navio, se demonstra errônea, pois ainda que a tonelagem da embarcação tenha efeito direito na sua endurance em combate, ou no conforto de sua tripulação, não hap como se deixar de perceber que xistem embarcações de 700/900 que portam misseis e sistemas de armas mais poderosos que fragatas. Assim apenas para exemplificar esquecendo as nukes, mas imaginem o pais “A” armado com gandes embarcações e tendo de operar a milhares de quilometros de sua costa, enquanto o pais “B” esta guarnecido por dezenas de embarcaç~eos de pequeno, completado por… Read more »

Funcionario da Comlurb
Funcionario da Comlurb
1 mês atrás

Nota-se claramente um desequilíbrio entre o desenvolvimento da frota de superfície e o da frota de submarinos, que ao meu ver vem sendo negligenciada em prol da primeira.

Renato B.
Renato B.
1 mês atrás

Um ponto que fico curioso é que além do equipamento tem a questão da experiência, especialmente a experiência como organização.

Os EUA tem centenas de anos de experiência em alto mar, em logística e apoio. São muitas gerações de marinheiros e almirantes, de testes, erros e aprendizados. É preciso treinar e desenvolver gente e em grande número para uma organização dessas funcionar. Desenvolver isso é mais difícil que produzir equipamento.

Me pergunto como essa mudança organizacional está funcionando na China. Já li que eles estavam tendo dificuldades com a Força Aérea.
https://theweek.com/articles/651532/china-worried-fighter-pilots-are-dumb

Caravaggio
Caravaggio
1 mês atrás

Típica postagem que deixa indignada a extrema-direita vira-lata brasileira.:-)

Last edited 1 mês atrás by Caravaggio
Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Caravaggio
1 mês atrás

Não sei Caravaggio.
Aliás, pelo que sei, a extrema direita brasileira é a do agronegócio, que por sua vez AMA a China de paixão.
Ainda, a China não é comunista desde 1984 (só no papel).
Ainda… o pessoal da extrema esquerda brasileira tem a mania de achar que Rússia e a China são comunas ainda. Saudades dos bons tempos de Stalin.

Paulotd
Paulotd
Reply to  Caravaggio
1 mês atrás

Temos que bater palmas pra esse país ao invés de criticar. Se fizéssemos 10% do que fizeram nos últimos 30 anos eu ficaria feliz.

Há 80 anos estavam sendo escravizados e passando fome, hoje já dominam sua região e assustam o mundo. Enquanto aqui continuamos deitados em berço esplêndido, com corrupção e preguiça.

Flanker
Flanker
Reply to  Caravaggio
1 mês atrás

Típica postagem que deixa em estado orgástico e com poluções noturnas a extrema-esquerda -lambe-botas-de-estados-totalitários brasileira. 🙂

bjj
bjj
1 mês atrás

É engraçado que parte daqueles que duvidam da qualidade dos navios chineses são os mesmos que defendem que fabriquemos navios de guerra aqui para a MB. Ora, se os chineses que tem uma escala de produção enorme, que recheiam seus navios com sistemas nacionais e que fabricam de tudo, inclusive NAEs, não têm qualidade em seus meios navais, imagine o nível de qualidade que teriam navios fabricado aqui, sem escala, com quase todo o recheio importado, fabricado por um país que levou 14 anos para concluir uma CORVETA e que tem apanhado para concluir patrulhas de 500 toneladas.

Max
Max
Reply to  bjj
1 mês atrás

Tudo bem, mas convenhamos que o Brasil não pretende enfrentar os americanos, a China sim

leonardo
leonardo
Reply to  Max
1 mês atrás

O Brasil tem que enfrentar o bozonaro primeiro de tudo

Welington S.
Welington S.
Reply to  leonardo
1 mês atrás

Dirija-se ao Presidente da República com respeito rapaz. Deixe dessa história de ”bozo” para trás. Não ficou contente com o resultado das eleições de 2018? Paciência, apenas senta e chora e aguarde que haverá outra oportunidade para que você dê seu voto a um substituto.

Esteves
Esteves
Reply to  bjj
1 mês atrás

Análise crítica… Eduardo Siqueira Brick “…Mas, não é só para a defesa que a BLD é estratégica. Existe uma outra característica das indústrias de defesa, que são muito dependentes do domínio de altas e média-altas tecnologias, que se relaciona diretamente com a reconhecida ligação entre defesa e desenvolvimento… Um dos instrumentos mais usados para este fim por países desenvolvidos e com reconhecida capacidade militar (operacional de combate e de logística de defesa), são os investimentos em produtos de defesa complexos e sofisticados… Segundo Mowery (2012, p. 1706), no ano de 2009 o percentual dos gastos governamentais com pesquisa e desenvolvimento… Read more »

Emmanuel
Emmanuel
1 mês atrás

De um lado, uma marinha que nunca travou uma guerra, não está 100% operacional e nem tem cobertura aérea para toda a sua frota.
Do outro, uma marinha que está em guerra desde 1941 e sustenta sua força na operacionalização de 11 SUPER carriers e seus respectivos grupos de batalha.
Mas a primeira vai destruir a segunda numa hipotética guerra, e mais, no primeiro dia de batalha. Isso só porque tem mais navios.
Até nossa marinha, se tivesse meios novos, imporia mais respeito que toda frota chinesa junta.

Paulotd
Paulotd
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Pra que 80 mil de efetivo então? Manda embora metade e abre uma guarda costeira

Jodreski
Jodreski
1 mês atrás

Muito sai sobre os navios de superfície chineses mas poucas são as matérias sobre os submarinos. Até onde eu sei apesar dos chineses terem evoluído muito nesse quesito, parece que persiste a caraterística deles serem barulhentos… algum amigo mais bem informado poderia trazer mais informações?!

EdcarlosPrudente
EdcarlosPrudente
1 mês atrás

No começo desse década, quando surgiam noticias sobre o desenvolvimento militar chines chovia de comentários carregados de piadas e muitos desqualificavam o que era informado, simplesmente não acreditavam na seriedade dos fatos.

Eu deixo meu alerta mais uma vez, devemos ter cuidado com o expansionismo militar chines, não esperem que a china respeite soberanias em qualquer lugar do mundo!

alexandre
alexandre
Reply to  EdcarlosPrudente
1 mês atrás

A china vai quebrar, quando cortar suprimentos, comida, aço, carne e soja….

filipe
filipe
Reply to  alexandre
1 mês atrás

A China já viveu muito períodos de fome, é uma civilização com mais de 5000 anos de historia… Eles sabem muito bem o que fazem.

leonardo
leonardo
Reply to  alexandre
1 mês atrás

E por isso que a marinha dela não para de crescer e ela quer domina o mar do sul da china .. sera que ainda vão conseguir bloquear ?

sub urbano
sub urbano
1 mês atrás

Os comentarios deste tópico são constrangedores. É como uns pintinhos amarelinhos esbravejando violentamente contra um Dragão Infinito de 5 mil anos.

Flanker
Flanker
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Lá vem ele de novo com adjetivos superlativos….isso deve ser algum trauma infantil…..patético….kkkkkkkkk

filipe
filipe
1 mês atrás

Mas para ser sincero o mundo esta melhor com os EUA no comando, mais liberdade, mais justiça, mais comercio,mais iniciativa privada e acima de tudo mais democracia , mais direitos civis , os EUA são o único país que defende esses valores, não são a democracia perfeita, mas são os melhores, a América tem muitos problemas e turbulências , mas eles conseguem ultrapassar e fazer uma sociedade melhor, agora Rússia e China , ai não há direitos humanos, ai não existem liberdades, ai não existem direitos civis, são autenticas ditaduras. Imaginem essas manifestações dos negros numa China ou numa Rússia,… Read more »

Guilherme Gabriel Lins
1 mês atrás

o crescimento da marinha chinesa é inigualável, mas ainda afirmo que falta muito para chegar na US navy. Os porta-aviões e a frota de submarinos americanos estão muito a frente da China. Sei que praticamente não há possibilidades de um confronto entre eles, mas se olharmos a geopolítica de uma maneira mais ampla, a China lançou a Asia em uma corrida armamentista, os japoneses ja estão convertendo seus Izumos para operar o F-35, Coreia do Sul também está se armando, a Australia também esta equipando sua marinha, fora a índia e sua rivalidade secular com os chineses. Ao meu ver… Read more »

leonardo
leonardo
Reply to  Guilherme Gabriel Lins
1 mês atrás

Se todos atacar junto a China usa as armas nuclear e pronto e caso os que vão atacar ela usar tmb pronto acabou a humanidade essa é a guerra

Charles
Charles
1 mês atrás

Não há dúvidas que esse tema mexa com as paixões, tornando os comentários exacerbados. Muito xingamento e destratamentos desnecessários, mas vá lá, faz parte do ser humano.
Vi poucos comentarem sobre a experiência militar que os chineses tem. Em qual laboratório os chineses testam suas armas? Só se for virtual, pois americanos, franceses, ingleses, russos e por aí vai, tem um longo expertise nisso, leia-se Iraque, Afeganistão, Vietnã, etc….
Então os Chineses vão ter que testar em algum lugar, será que contra Indianos? Taiwan? Em algum momento isso ocorrerá…

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
1 mês atrás

Pentágono tendo que desenhar para alguns brasileiros que vivem em total negação…

Oráculo
Oráculo
1 mês atrás

É normal e até natural que um país com 1.5 bilhões de habitantes tenha a maior economia do planeta. Como consequência disso é normal possuir também a maior Marinha de Guerra do mundo. Além de ter o maior Exército e se quiser a maior Força Aérea. Basta ter vontade política para tanto. Diante das ambições geopolíticas do Partido Comunista Chinês, estão fazendo isso virar realidade. Agora, esse discurso do Pentagono já é tradição na política americana. Começou na Guerra Fria, passou pela Guerra ao Terror e agora chegou na China. Os militares sempre enaltecem o poderio militar de seus adversários,… Read more »

Alang
Alang
1 mês atrás

Logo logo os ”chinas” vão invadir o mundo, depois falam que o inimigo é no islã, que nada, o inimigo mesmo do ocidente é a China.

Pavan
Pavan
1 mês atrás

Não precisa mais de navios, caças, blindados… Precisa criar um vírus mortal e novo, aí acho que o mundo já sabe !!

Alexandre
Alexandre
1 mês atrás

É, os EUA precisam se mexer!!!

Welington S.
Welington S.
1 mês atrás

Os americanos dormiu na praça e acordaram tarde de mais, ponto e acabou. Isso é um fato que não há como negar. A China se tornará uma potência econômica e militar muito em breve e o que os americanos irão fazer? Chorar, pois entrar em guerra com a China, eu duvido muito que acontecerá, a não ser que aja um consenso de demais países para se aventurar em uma nova guerra, coisa que acho muito difícil dada a atual conjuntura em que a guerra hoje é comercial. A China está comendo gostoso os Hamburguers americanos.

João Augusto
João Augusto
1 mês atrás

Isso aí é pra inflar ainda mais o orçamento militar norte-americano. Uma guerra entre China e EUA seria o fim do mundo sem armas nucleares, apenas considerando o impacto econômico.
Ninguém ganharia com isso.