Home Data Comemorativa Marinha dos EUA completa 245 anos

Marinha dos EUA completa 245 anos

1195
30

A Marinha dos EUA faz hoje aniversário de 245 anos.

A U.S. Navy (USN) é o ramo do serviço de guerra naval das Forças Armadas dos Estados Unidos e um dos oito serviços uniformizados do país.

É a maior e mais capaz marinha do mundo e foi estimada que em termos de tonelagem apenas de sua frota de batalha ativa, é maior do que as 13 marinhas seguintes combinadas, que inclui 11 aliados dos EUA ou nações parceiras.

Possui a maior tonelagem de frota de batalha combinada e a maior frota de porta-aviões do mundo, com onze em serviço, dois novos porta-aviões em construção e cinco outros planejados.

Com 336.978 militares na ativa e 101.583 na Reserva, a Marinha dos EUA é a terceira maior do serviço militar dos EUA em termos de pessoal.

A USN tinha 290 navios de combate desdobráveis e mais de 3.700 aeronaves operacionais em junho de 2019.

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fernando Turatti
Fernando Turatti
1 mês atrás

A maior força de projeção mundial da história humana. Nada é capaz de fazer frente à USN, seja em qual oceano for, perto ou longe dos EUA.
A sua “antecessora”, Royal Navy, jamais teve tamanha superioridade assim frente aos concorrentes.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Fernando Turatti
1 mês atrás

Fernando, vou discordar de você nesse ponto. Em 1805, após Trafalgar, a Royal Navy dominou os oceanos a seu bel prazer. Mesmo com algumas pequenos percalços contra esta mesma US Navy na guerra de 1812, nunca a linha de batalha da Royal Navy foi posta em causa nos 100 anos seguintes. A sua doutrina era mesmo ser tão poderosa como as duas marinhas seguitnes combinadas Só o advento do “Dreadnought” a fez perder a enorme vantagem em numero e qualidade de navios. O Japão e EUA tinham navios semelhantes nos planos, mas tem a sua ironia ter sido a própria… Read more »

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

A questão é que, se por um lado era possível para a RN se impor contra duas marinhas em simultâneo, a USN é capaz hoje de fazê-lo com um incontável número das que vem seguindo o top 10… E não apenas em combates próximo. A bem da verdade, a USN como “força aérea” também estaria atrás de pouquíssimas forças aéreas legítimas.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Fernando Turatti
1 mês atrás

Os tempos mudam Fernando. A Marinha Portuguesa com meia duzia de Naus fez miséria no Médio Oreinte e na India durante o Séc XVI destruindo todas as forças que tinha pela frente. Todos têm o seu tempo O auge da superioridade numérica e de material da US Navy já passou, foi algures nos anos 90/00. Hoje em dia, apesar de continuar a ser de longe a força de combate mais poderosa do mundo, acha que conseguia superiorizar-se com as marinhas Chinesa e Russa em simultaneo por ex? Veja, que apesar de tudo, eu acho que o maior trunfo da US… Read more »

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Mestre, permita-me discordar. Sim, a experiência conta e muito, da cadeia logística ao moral da tropa, passando pelos efetivos de controle de danos, etc. Mas a superioridade da US Navy não pode ser medida só com a comparação de número de navios ou tonelagem. Ainda que com um sensível menor vigor, ela se expande, se renova e se reinventa. A Marinha da Rússia é, hoje, um fragmento do que foi a Frota Vermelha e a Marinha da China carece de portos, rotas e espaços amigos. Num hipotético confronto em que os oponentes seriam a US Navy de um lado e… Read more »

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Helio Eduardo
1 mês atrás

Helio, eu só falei nesse hipotético conflito para exemplificar ao Fernando que a US Navy não possui uma superioridade sobre as 6 ou 7 marinhas seguintes que seja tão grande assim. Na verdade, quando pensei numa junção entre as marinhas Russa e Chinesa estava a pensar por um motivo simples: Submarinos. Algo que a China tem em quantidade mas que a qualidade e experiencia deixaria a desejar. Por outro lado, é algo que a Russia tem. Veja, eu não duvido que nesse jogo de US Navy vs China e Russia em mar aberto a US Navy venceria. Não vale a… Read more »

Matheus S
Matheus S
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Vou discordar de você. No final da 2ª Guerra Mundial, 70% da tonelagem naval mundial era da USN. A Marinha dos Estados Unidos tinha o dobro do tamanho de todas as outras marinhas, amiga e inimiga, combinadas. Essa é uma vantagem que a RN nunca teve em nenhum momento de sua história. Apenas em navios de guerra, a USN detinha algo em torno de 1.200 navios, o que significa que no pós-guerra, a USN tinha o dobro do tamanho total de toda a RN, se incluirmos todos os navios da USN como os milhares de navios anfíbios(em média 2.500 navios),… Read more »

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Matheus S
1 mês atrás

Matheus, eu coloquei o dominio da Royal Navy como absoluto até perto do inicio da 1ª GM e sendo a maior marinha do mundo até 1941. Você me responde com o rolo compressor que era a US Navy em 1945… Pode me dizer onde o tamanho da US Navy em 1945 invalida o que eu disse em 1845 ou 1905? Eu nunca disse que a RN era maior que todas as marinhas amigas e inimigas combinadas, disse que era mais poderosa que as 2 marinhas seguintes combinadas O Naval Defence Act de 1889 passado no parlamento Britânico foi aprovado para… Read more »

Matheus S.
Matheus S.
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Não era apenas em tonelagem, mas numericamente também. A maior força naval da história humana foi sem dúvida e por uma margem muito larga, a USN pós-Segunda Guerra Mundial. Quando dizemos que é “maior força naval da história humana” é uma comparação atemporal, não importa qual período, a USN foi sem dúvida a maior força naval que já existiu.

Dalton
Dalton
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Como curiosidade, ao mesmo tempo que os britânicos encomendaram o “Dreadnought” os EUA encomendaram o similar “South Carolina”, mas, não tiveram a mesma pressa em conclui-lo e assim o nome do navio britânico passou a exemplificar esse novo tipo de navio. . O “Dreadnought” contava com 10 canhões de 12 polegadas, mas, dispostos de uma maneira um tanto ultrapassada, com duas das torretas duplas uma em cada bordo enquanto o navio americano possuía todos os 8 canhões de 12 polegadas na linha central. . O navio britânico foi projetado com a chaminé dianteira a frente do mastro dianteiro algo que… Read more »

Dalton
Dalton
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Como os EUA só entraram em guerra em dezembro de 1941, foram poupados de 2 anos difíceis em que os britânicos sofreram muitas baixas e 3 dias após o ataque a Pearl Harbor perderam outros 2 navios capitais, “Prince Of Wales” e “Repulse” e o que se tornaria o mais famoso encouraçado britãnico o “Warspite” estava passando por reparos na costa oeste dos EUA na época do ataque japonês. . Os britânicos mesmo antes de setembro de 1939 haviam ficado para trás em aviação naval embarcada superados por americanos e japoneses. . A Royal Navy em muitos casos optou por… Read more »

sub urbano
sub urbano
Reply to  Fernando Turatti
1 mês atrás

Sua afirmação é ambiciosa. Em termos de tamanho, talvez. Mas já vimos na história forças menores baterem forças maiores. Se a Guerra Fria tivesse esquentado os soviéticos inviabilizariam a projeção naval americana utilizando seus 250 submarinos nucleares armados com Torpedos Atômicos.

Matheus S
Matheus S
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Afirmação ambiciosa é “se a Guerra Fria tivesse esquentado os soviéticos inviabilizariam a projeção naval americana utilizando seus 250 submarinos nucleares armados com Torpedos Atômicos.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

O que são Torpedos Atômicos?
Já agora, Sub Urbano, espero que não se importe se usarmos a frase “Em termos de tamanho, talvez. Mas já vimos na história forças menores baterem forças maiores.” quando vc comentar no tamanho da marinha chinesa.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  LUIS NATAL
1 mês atrás

Portanto, o sub urbano acha que no auge da guerra fria existiam 250 submarinos na URSS carregando essas coisas aí? E só por curiosidade académica, o que acham os comentadores que aconteceria nos 10 minutos seguintes a uma coisa dessas rebentar no meio de uma força tarefa da US Navy ou ao largo de NY? Uma bandeira branca na casa branca?

sub urbano
sub urbano
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Durante a ” Crise dos Mísseis” um comandante de submarino soviético classe Foxtrot, em sua patrulha no atlântico, acreditou que a guerra havia realmente começado. Ele decidiu utilizar seu torpedo nuclear T-5 para destruir a Força tarefa americana que estava perseguindo-o, eram 11 destroyers e 1 porta aviões de bolso da USNavy. O comissário político (cada navio soviético tinha um) se negou a aprovar o uso de armas nucleares por não ter certeza que a guerra havia começado. O uso de armas nucleares precisava da anuência tanto do comandante como do comissário. O protocolo americano também tinha suas burocracias.

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Não, seria a aniquilação da Frota Vermelha.

Last edited 1 mês atrás by Helio Eduardo
sub urbano
sub urbano
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Torpedos com uma ogiva nuclear. Os soviéticos usaram ostensivamente o modelo T-5. Teve também o T-15 projetado para destruir cidades costeiras.

Dalton
Dalton
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Nem todos os “250” estariam certificados para missão e embora não se soubesse totalmente ainda, já no início da década de 1980 a marinha soviética começou a enfrentar problemas e a disponibilidade de submarinos e navios começou a diminuir.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

Uma bela e respeitosa força, que reúne muita experiencia em combate nesses últimos 20 anos.

Não cansarei de pedir: “Bem que o blog podia fazer uma matéria sobre a força de submarinos mais letal do Mundo”… muito se fala sobre os PA´s Americanos, mas o que eles tem em baixo d´água é tão ou mais letal quanto.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

Chineses aumentam sua capacidade de construir submarinos nucleares de ataque, assim como a USN prevê fazer. Submarino faz miséria lá de baixo…

Dalton
Dalton
Reply to  Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

A força de submarinos da US Navy irá sofrer uma queda significativa nessa década. Como já publicado o número de SSNs que hoje é de 50 poderá cair para 42 o que provavelmente será minimizado estendendo a vida de alguns poucos Los Angeles uns poucos anos mais e para piorar a situação os 4 SSGNs serão retirados de serviço por volta de 2026. . Os EUA por conta de outras prioridades e também por uma falsa sensação de segurança durante alguns anos encomendaram apenas um submarino da classe Virgínia até que finalmente uns 10 anos atrás passou-se a encomendar 2,… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
1 mês atrás

A relação evidente entre o mastro de antenas e o mastro de velas, entre os usos magistrais do espectro eletromagnético e da força do vento. Não é fanboyzice, não, é a janela aberta na consciência que capta poesia não verbal. Parabéns USN.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro
Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro
1 mês atrás

Deus abençoe a USN

M65
M65
1 mês atrás

“…e um dos oito serviços uniformizados do país….” Exército (Army), Força Aérea (USAF), USMC (Fuzileiros) E os outros seriam quais ? ….Guarda Costeira ?

Dalton
Dalton
Reply to  M65
1 mês atrás

Sim, Guarda Costeira. Os outros 3 incluem a recém criada Força Espacial,
o Corpo de Saúde Pública e a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica.

M65
M65
Reply to  Dalton
1 mês atrás

Grato ! Desconhecia as outras. Vou pesquisar sobre este serviço de Corpo de Saúde Pública.

SPQR
SPQR
Reply to  M65
1 mês atrás

Sim, guarda costeira e força espacial, além de outras menores.

Last edited 1 mês atrás by SPQR
SPQR
SPQR
Reply to  M65
1 mês atrás

Exército, marinha, aeronáutica, marines, guarda costeira, comissioned corps, NOAA e força espacial.