domingo, março 7, 2021

Saab Naval

China arma a Marinha Venezuelana com mísseis antinavio

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Os vídeos de propaganda da Venezuela mostram navios de guerra armados com novos mísseis antinavio de fabricação chinesa. O míssil C-802A, fornecido por Pequim à Marinha da Venezuela, é projetado para atingir navios de superfície em grandes distâncias. O míssil que voa rente ao mar é geralmente análogo ao Harpoon. Este negócio de armas deve aumentar muito o alcance e a potência da Marinha do presidente Nicolás Maduro.

A aquisição foi revelada em 25 de setembro pela Marinha da Venezuela (formalmente conhecida como Armada Bolivariana de Venezuela). Imagens de um disparo de teste agora estão sendo usadas em vídeos de propaganda postados online, incluindo a conta oficial de Maduro no Twitter (em espanhol).

O vídeo não é realmente de um navio da Marinha Venezuelana. Foi retirado de um lançamento de teste do míssil C-802A da Marinha Real da Tailândia. Esse lançamento, da fragata HTMS Kraburi da Marinha da Tailândia, pode ser visto no YouTube.

Mas isso não significa que a China não forneceu o sistema. As imagens enganosas são parte integrante da propaganda da Marinha Venezuelana. Por exemplo, o mesmo vídeo mostra um submarino venezuelano Type 209, quando na verdade seus submarinos não vão ao mar há anos. Mas a falta de imagens do C-802A a bordo de um navio da Marinha Venezuelana sugere que eles ainda não equiparam seus próprios navios com o míssil.

Segundo fontes abertas, os mísseis provavelmente equiparão os navios-patrulha venezuelanos da classe “Guaiquerí”. Estes são combatentes Avante 2200 construídos na Espanha e foram entregues sem mísseis antinavio. Isso faz sentido porque em junho de 2017 a Marinha Venezuelana estava tomando medidas para equipar dois navios de patrulha offshore não especificados com o míssil no valor de US$ 2,9 milhões. A Marinha da Venezuela tem três navios da classe “Guaiquerí”, portanto é possível que um fique sem mísseis.

Enquanto isso, as duas fragatas da classe “Lupo” construídas pela Itália na Venezuela são equipadas para mísseis Otomat Mk.2, assim como alguns barcos lança-mísseis. As Lupos são os navios de guerra mais capazes da formação venezuelana, mas estão cada vez mais antiquados. O outro navio de guerra moderno, os navios-patrulha da classe “Guaicamacuto”, são otimizados para operações litorâneas e não possuem armamento de mísseis. Foi um desses navios, o Naiguatá (GC-23), que foi perdido em 23 de março de 2020. Ele tentava barrar o cruzeiro quebra-gelo RCGS Resolute quando os dois navios colidiram. O navio de guerra acabou afundando. O RCGS Resolute sofreu alguns arranhões.

As forças armadas da Venezuela foram duramente atingidas pelos problemas econômicos do país e por sanções internacionais. No entanto, eles conseguiram obter armas avançadas da Rússia e agora da China. Além dos mísseis antinavio C-802A, a China fornece armas pequenas e equipamento geral. Esta aquisição é um lembrete de que apesar dos desafios econômicos e internos, eles ainda estão focados em armas para enfrentar adversários externos.

FONTE: USNI News

- Advertisement -

226 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
226 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Allan Lemos

E o Mansup,hein?Será que ainda fica pronto nesse século?

Caio

Já faz o q, um ano desde as ultimas atualizações do mansup e do míssil de cruzeiro?

Ricardo Bigliazzi

Sim.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Garantia de que Maduro continuará ditador por mais uns 20 anos….

Antonio Palhares

Isto até pode nos beneficiar.
Quem sabe com um ditador, mesmo mequetrefe.
Como vizinho o pessoal daqui abre os olhos e não aprende de uma vez por todas, levar os assuntos de defesa mais a sério ?

João Vitor

Ditador é uma coisa, inimigo é outra… não necessariamente as duas definições convivem.

João Rodrigues Dos Santos

As ações do Maduro no aumento do trafico de drogas e suas associações com o PCC e CV no Brasil, principalmente no Rio e São Paulo ja dizem tudo, não te afetam? É mesmo que não afeta em nada a sua segurança e a segurança de sua família?? Isso sem falar as associações dele com os terroristas islâmicos e o recebimento de armas do Irã? Quem disse que estamos livres de uma retaliação armada por parte do Irã, vindo do território venezuelano? Se pensas que não existe ligação entre a Ditadura do Maduro e uma ação belicosa por parte dele,… Read more »

Last edited 4 meses atrás by João Rodrigues Dos Santos
Teropode

Ajuda não cara , geralmente quando se tem um ditador ele é usado como cabeça de ponte para influenciar outros párias da região .

Renan

“Pária” depois que o Ernesto Araújo usou está palavra todos começaram a usar.

Eu não conhecia este vocabulário, mas agora estou vendo com frequência.

João Rodrigues Dos Santos

É melhor fazer escola com Ernesto Araujo, do que com os diplomatas do tipo Celso Amorim que fazia todo tipo de associações e diplomacia espúria com gente comunista da pior espécie, como o próprio Maduro, Cuba e as ditaduras Africanas…
Só para citar apenas uma, cito aqui a nossa refinaria na Bolívia, que o Índio traficante, nos tomou na mão grande com a conivência e anuncia dos admirados diplomatas pé de chinelo e bananeiros da esquerda.

Concorda ou precisa que eu continue citando os desmandos entreguistas dos diplomatas bananeiros da esquerda??

Last edited 4 meses atrás by João Rodrigues Dos Santos
athalyba

“nossa refinaria na Bolívia, que o Índio traficante, nos tomou na mão grande”

Ignorância é uma doença social, só pode…

https://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u117034.shtml

Antoniokings

Acostume-se com a nova realidade.
Ela chegou.
E não foi por falta de aviso.

Alison

Facil chamar ditador quando a oposição se nega a disputar…. Por sinal, uma comissão de mais de 20 partidos de oposição… Nem no Brasil existem tantos partidos, quem dirá de oposição… Estranho uma ditadura ter mais de duas dezenas de partidos de oposição…

Mas ai vc convida a UE e OEA pra acompanhar o pleito e eles se negam… ai depois meus candidatos vencem por não existir concorrência da oposição e eu sou o culpado?

https://www.bol.uol.com.br/noticias/2020/09/30/ue-insiste-que-nao-ha-condicoes-para-uma-missao-eleitoral-na-venezuela.htm

Eggfilho

Não foi postado um comentário por questão política, na realidade em resposta uma crítica exdrúxula que não poderia deixar passar , ao editor uma crítica o que este sujeito escreveu não deveria ser postado

José

Censura a opinião de um colega não é uma medida esdrúxula (com “s”) comum tomada por ditadores?

João Vitor

Setor de defesa é política meu chapa…vc só não gostou porque o cara deu uma opinião diferente da sua, aliás ele nem foi desrespeitoso. Vc quer então que o editor do site apague todas as postagens que te fazem ficar “chateadinho”? Muito mais prático vc mesmo formatar e hospedar um site só seu né não?

SmokingSnake 🐍

Deve ser porque é que nem na Rússia, se alguém começa a ganhar popularidade acaba preso ou morto. Sem contar várias artimanhas como impedir quem não seja militonto do governo de ir votar, e em último caso sempre dá para adulterar o resultado.

Antoniokings

Bolívia mandou lembranças.
E o Chile também.
Só faltam Brasil e Colômbia.

João Rodrigues Dos Santos

Citando fonte do UOL…Folha de São Paulo, O Globo, Isto É, Veja, Estadão… Só imprensa lixo e fofoqueira, jornalistas sem noção, mimizentos e sem patriotismo, gente de ideologia avacalhada, sem sentimento de pais! Esses, são os empáticos da bolha esquerdista que querem dominar a narrativa e tutelar as opiniões!!! Com raras exceções fazem uma ou outra reportagem profissional e importante para alguma coisa… Mas nem por isso, deixa de ser através de seus diretores e redatores, uma imprensa de extrema esquerda, tendenciosa, manipuladora, criadora de notícias falsas, ou seja, UMA VERDADEIRA FAKE NEWS! Como um povo evolui em entendimento e… Read more »

Last edited 4 meses atrás by João Rodrigues Dos Santos
Silvom

haja erva

marcus

Fumou maconha Paraguaia falsificada, misturada com ivermectina e cloroquina, e ainda tomou uma dose de ozônio no anel precioso.
Isso tudo aconteceu na Terra Plana.

Hélio

Que comece a choradeira dos cientistas políticos de whatsapp.

FERNANDO

risos, risos,risos.

Wilson França

Essa seção de comentários vai ser deprimente.

Wagner

Pois sim

Tomcat4,2

Boa, hauhauhauhauhau !!!

Bardini

Pois então. Esse míssil aí tem mais que o dobro do alcance do ultrapassado MAN SUP…
.
Uma caríssima Tamandaré, para engajar um navio qualquer, de uma Marinha meia boca armada com um míssil Xingling desses aí, vai ter de entrar e muito, dentro do envelope do inimigo.
.
A MB vai depender demais dos seus helicópteros para contrapor-se a essas ameaças, incluindo aí o ataque.
.
Se o inimigo tiver um helicóptero embarcado munido de radar, para plotar a MB primeiro, aí complica mais ainda para a MB. E não temos nenhuma forma de engajar e destruir essas aeronaves…

Sequim

Bardini , você acha que transformar o AMX em um atacante naval seria possível/eficaz?

Last edited 4 meses atrás by Sequim
Joao Moita Jr

Sim.
Ademais, acho que lá no Japão ainda estejam vivos alguns instrutores de pilotos Kamikazes. As más línguas dizem que na MB existe um surplus enorme de almirantes. Daí podem sair os primeiros esquadrões…

joão Fernando

hihihi muito boa, muito boa…por menos fui expulso lá do Cavok, que parece virou uma sepultura…

Sequim

Kkkk. Entendi , João. Grato pela resposta.

smichtt

Muito boa. Um banzai para você!

Alexandre Cardoso

Daí teria de ser feita uma seleção muito boa, pois o único ítem a verificar é se algum dos alunos do instrutor sobreviveu à guerra. Se esse instrutor teve algum ou mais de um aluno ( piloto kamikase ) sobrevivente à guerra, então o instrutor em questão foi de ruim a péssimo como instrutor.

Kemen

Puro comentario marxista, lembra o levante dos marinheiros russos contra seus oficiais, na tomada do poder pelos extremistas de esquerda que formaram a União Soviética matando os integrantes da familia real e muitos oficiais que defendiam o estado de direito.

Joao Moita Jr

Huh?? Marxista??? 😅🤣😅
Vai lá, se junta aos almirantes. Tem um AMX pra você também. Mas se voltar vivo, falhastes na missão.😅
Cada um que aparece…

Kemen

Sim vc não sugeriu enviar almirantes que são oficiais super instruidos em tudo que se refere a Marinha de Guerra (por isso chegaram a almirante) para atuar em combate naval direto em AMX que é um avião sem recursos para atuar contra belonaves?__ Isso é sugerir o exterminio da classe…__ Pensamento marxista-leninista de décadas atrás, exterminar oficiais leais ao estado de direito para tomar o poder!

“As más línguas dizem que na MB existe um surplus enorme de almirantes. Daí podem sair os primeiros esquadrões…”

marcus

Fumou maconha Paraguaia falsificada, misturada com ivermectina e cloroquina, e ainda tomou uma dose de ozônio no anel precioso.
Isso tudo aconteceu na Terra Plana.

Kemen

Niet.__ Only Brazilian nicotin.__ Solo nicotina brasileña.__ O resto foi na sua conta vão te cobrar e vai ter que pagar pelo uso, caso contrario já viu o que vai acontecer com esse teu anel precioso, além do mais precisa aprender um pouco de historia colega.

Last edited 4 meses atrás by Kemen
Antoniokings

kkkkkk

Pense nas pensões que ficarão para as viúvas.
Não vai adiantar muito.
kkkkkkk

Joao Moita Jr

Não tem problema. As viúvas formarão a segunda onda de ataque. Há honra de sobra para todos!!! 🤔

Kemen

Você vai no primeiro AMX, deixa o Bolsa saber. kkkkkkk

P.S.- Não te escapa nem mulher, e ainda mais sendo viúva, talcomo escrevi antes, exterminio total, igualzinho aos bolcheviques.

Last edited 4 meses atrás by Kemen
marcus

As Guerreiras Amazonas da segunda idade, farão de tudo para vingar os seus maridos KoçaSacos.

Kemen

Até poderia ser, mas seriam os deles, não coçariam ou puxariam o dos outros.

marcus

Calma PuchaSacos Bestarovius.

Antoniokings

kkkk

Bem bolado.
Ataque em massa.
SDS

Antoniokings

E não podemos esquecer de uma terceira e infalível onda de ataque proporcionada pela filhas solteiras.
Donzelas dispostas a se sacrificar pelo bem da Nação.

Torama

Hahaha!
Nessa eu concordo com você!

Kemen

Incrivel!__ Os extremos se atraem. kkkkkkk

Kemen

Kings, as viuvas dos trabalhadores civis também tem pensão, e ai como fica?

Antoniokings

Mas, não integrais e sim no teto do INSS que, se não me engano, é de cerca de R$ 6.100,00.

Teropode

Eu já pensei nisso também ( por gostar do AMX) , mas bastaria comprar 22 SH ou SU 34 equipados com mísseis anti_navios . Comprem logo algo novo e pronto , chega de improvisos , a CHINA já tem uma cabeça de ponte , Venezuela .

Renan

Olha eu acho que a China muito em breve terá o Uruguai como cabeça de ponte, lá na Venezuela acredito que é Irã e Rússia

Kemen

Tem mais…

Diogo de Araujo

Bardini não tem como o mansup ser ultrapassado porque ele simplesmente não existe. Se desejar, me responda, como algo que não existe pode ser ultrapassado?

Bardini

MAN SUP é basicamente a “nacionalização” de uma versão do Exocet que a MBDA já deixou de fabricar…

Bosco

Bardini,
Uma possibilidade de se contrapor a essa ameaça seria embarcar nossos helicópteros Seahawk armados com mísseis Penguin nas fragatas e embarcar os EC725 com o Exocet no Atlântico e no Bahia.

Bardini

Mas é certo que é o que acabaria acontecendo, por isso falei que a MB vai depender demais dos helicópteros.
.
Um Penguin será mais importante e útil a MB, em termos de emprego militar, do que um MAN SUP…

Renan

Bosco e como chegar perto se eles tem SU30 armado fazendo a cobertura de suas aguas.?
Não sei se a Venezuela tem míssel anti navio no SU30 se tiver aí é MB rip.

Bosco

Renan,
Não creio que os Su-30 possam defender os navios venezuelanos de um ataque preemptivo americano.
Só para termos uma ideia, um único B-1B pode levar e lançar 24 mísseis LRASM, que em tese podem adquirir navios alvos por conta própria, sem precisar de designação prévia.
A Venezuela não tem muito o que fazer para bloquear a “kill chain” americana relativo ao ataque naval.

Renan

Não amigo se refiro a capacidade bélica do Brasil atual x Venezuela atual sem players externos.

Acho que nossa marinha não tem como atacar a marinha venezuelana na costa da Venezuela.
Pois acredito que até uns 500km da costa Venezuelana está muito bem guarnecido por su30

Bosco

Ah, sim! Perdão!
Meu comentário foi só um exercício teórico no sentido de tentar responder a questão relativa ao alcance limitado de nossos mísseis SSM contra navios venezuelanos dotados mísseis antinavio com 200 km de alcance, num hipotético e improvável conflito naval entre os dois países.
Em colocando no jogo os Su-30 aí é claro que as variáveis se multiplicam e todo o quadro se complica.
Só pra deixar claro, ao meu ver a hipótes de combate naval entre o Brasil e a Venezuela é remotíssimo.

Carlos Alberto Soares

Fico com o Cel R Neri, os venezuelanos são sofríveis com equipamentos militares.

Partindo da visão exclusiva do inimigo único Nicolás Maduro.

100nick-Elã

Exatamente, é só subestimar o adversário e está tudo certo. Pode ser bom para confortar você, mas a história nos diz que é o caminho certo para o desastre.

Defensor da liberdade

O Vietnã e a guerra da Coréia que o digam.

Antoniokings

E o que vc acha qua fará com que os brasileiros ganhem a guerra?
O jeitinho brasileiro?
O nosso gingado?
Nossa malemolência?
Ou a nossa eterna mania de improvisar só para coisas que não têm importância?
Faça-me o favor!

Allan Lemos

Já ouviu falar de submarinos?Os navios patrulhas venezuelanos vão perceber as Tamandarés se aproximando com quais radares?Os VLS serão só de enfeite?

O conflito real é diferente do seu joguinho se Super Trunfo,companheiro.Se for para ter complexo de vira-lata,pelo menos que seja um que tenha fundamento.

Bardini

“Uma caríssima Tamandaré, para engajar um navio qualquer, de uma Marinha meia boca armada com um míssil Xingling desses aí, vai ter de entrar e muito, dentro do envelope do inimigo” . Entenda: a problemática gira em torno de um navio qualquer, de uma Marinha qualquer e até mesmo pobre. O envelope do MAN SUP pode por um ou mais ativos importantíssimos da Esquadra em um risco ridículo e inaceitável. Devido a existência e o fácil acesso a mísseis Xingling como esses aí, esse risco teria de ser mitigado de várias formas, por outros meios e práticas operativas, sendo uma… Read more »

Luís Henrique

Bardini, claro que o MANSUP tem como principal foco o desenvolvimento Nacional, a independência tecnológica e produtiva de um míssil anti-navio. Eu também já fui muito crítico ao MANSUP, até perceber que depois que o míssil estiver funcionando a contento, acertando o alvo com grande precisão, etc, voando rente ao mar, e fazendo o trabalho, aumentar o alcance de 70 km para 200 km ou 300 km não é algo tão difícil. Basta substituir o motor foguete por uma micro turbina, que já temos com a Polaris. No mais, a MB poderá adquiri o Exocet Block 3, enquanto uma versão… Read more »

Wagner

Desconfio que aumentar o envelope de um míssil não seja tarefa tão simples como a que descreveu.

Wellington Góes

Para isso tem o MTC300 com perfil e asas tipo Sea skimming…

Hélio

A Polaris ao menos ainda existe?

Wilson Look

Ela mudou de nome, agora se chama TurboMachine.

Wellington Góes

Por aí… O problema é ter gente com o falso pragmatismo, com capacidade reduzida para entender como o mundo funciona…

Allan Lemos

Bardini,até mesmo os grandes Arleigh Burke da USN correm algum risco perante as pequenas lanchas iranianas.O risco faz parte de todo e qualquer conflito.Mas como você mesmo acabou de afirmar,existem formas de mitigá-lo. A sua afirmação é no mínimo simplória.Não leva em conta os outros mil fatores que envolvem um conflito militar.Na prática,esses mísseis servem mais para propaganda interna do que para derrotar qualquer marinha com o minimamente capacitada. Quanto ao Mansup,ai você tem que levar em conta a curva de aprendizado.É irracional esperar que um país que nunca construiu um míssil simplesmente apareça com um Tomahawk lançado por submarino… Read more »

Bardini

Um Burke é um Burke. Uma Tamandaré será uma Tamandaré. São dois mundos diferentes, são duas realidades distintas de atuação. Quantos Burkes a MB possuí? Excelentes zero unidades! . Burke existe hoje e está em vias de receber armamento antinavio como o LRASM, que é stealth e cobre centenas e mais centenas de km. Tamandaré só em 2025 e olhe lá. Em 2025 vamos estar armados com um glorioso Exocet Block II Tupiniquim, que seria estado da arte… nos anos 90! . Eu afirmei desde o primeiro comentário que a MB terá de mitigar a perna curta do MAN SUP… Read more »

Allan Lemos

É mais simples ainda! é só contar com o ovo no fiofó da galinha, já que uma dúzia de Sea Ceptor, um canhão de 76mm e algumas contramedidas são 100% seguras e passíveis de falhas.

Ah tá,não sabia que as armas chinesas eram 100% a prova de falhas.

A solução dos problemas de todas as marinhas do mundo são os mísseis da China.

Será que o Pentágono já sabe disso?

Bardini

Olha, eu acho que o Pentágono está bem mais ciente do que gostaria, já que os chineses estão tirando o sono deles a um bom tempo e a coisa só vai piorar, rsrs.

Renan

Exatamente, este ponto eu sempre tenho abordar, é necessário ter armamentos no estado da arte, para contrapor a qualquer ameaça, isso se resolve com uma pequena e mínima compra de prateleira. Após ter tal equipamentos tem tempo para o P&D, a curva de aprendizado e fazer internamente algo relevante para o conflito moderno. Pois nada adianta gastar vinte anos de desenvolvimento para se ter armas que deveria ter em 1990. Dinheiro jogado fora se um conflito surgir com alguém que tenha meios tecnológico mais avançados. Todos os barquinhos da MB será presa fácil. Portanto primeiro temos que ter, depois se… Read more »

José Luiz.

1-) Chato absolutamente chato é essa história de complexo de vira-lata, tão absurdo quanto o ufanismo idiota de alguns, basta uma crítica e o sujeito é chamado de vira-lata. Destrói qualquer debate. 2-) Outra coisa é essa história de joguinho de super trunfo, tem muito idiota postando, mas também tem gente com décadas de leitura sobre o assunto e não adianta vir com essa ideia para defender que um equipamento superado terá mais sucesso que outro, desde que haja uma doutrina consolidada, uma boa manutenção e ótimo treinamento, se fosse dessa forma os armamentos com tecnologia da II Guerra Mundial… Read more »

Allan Lemos

vai ficar em desvantagem sim se tiver que enfrentar qualquer outro navio que tenha mísseis com maior alcance. E ponto final.

Sim,amigo,a defesa de ponto dos navios servem só para os marinheiros praticarem tiro ao alvo contra as gaivotas.

Wagner

Quais as defesas de ponto que equipam as naus brasileiras que seriam eficazes contra mísseis de perfil sea skimming de última geração?

José Luiz

Futuramente o Sea Ceptor e Bofors de 40 mm de última geração com munição programável.

Victor Filipe

Pelo amor de deus… desiste do Bofors. ele foi uma excelente arma Anti-aerea mas isso foi na segunda guerra mundial…

Kemen

Bofors?__ acho que se refere ao sistema Dardo de defesa aérea, mesmo o Otto Melara ultima geração (Leonardo) seria indicado com munição apropriada, mas a cadência de disparo é pequena para interceptar misseis. __ O missil Sea Ceptor entre outros também, mas além de misseis para interceptar outros misseis sea skimimng, ainda estão em uso o Goalkeeper (mais antigo), Phalanx, Ak-630, eles são categorizados com CIWS e são mais baratos que misseis._Na minha opinião o Phalanx é o mais eficaz inclusive pela cadência de disparo de 5000 por minuto.__ O Ak-630 tem também cadência alta, é o equivalente russo.__ Tem… Read more »

Allan Lemos

Canhões Oto Melara 76mm Super Rápido,e também o Sea Ceptor.

Last edited 4 meses atrás by Allan Lemos
José Luiz

Vai ficar abatendo míssil inimigo sem poder revidar com o mansup até ter o alvo estar no alcance ou usa o helicóptero. E por melhor que seja o caro Sea Ceptor uma falha qualquer de sistema e terá que confiar nos decoy. E não é o ataque de um míssil pode ser de uma salva. Muito melhor se estivesse servida por oitra arma. Mas vai ser assim. Agora não aceitar que isso é uma fraqueza é outra coisa. Mas para nossa sorte é que no Atlântico Sul de hoje qualquer coisa serve porque não temos adversário. Somente a Marinha da… Read more »

Allan Lemos

Vai ficar abatendo míssil inimigo sem poder revidar com o mansup até ter o alvo estar no alcance

Rsrsrs. A Venezuela está comprando um estoque infinito de míssil e eu não sabia?Eles estariam sendo disparados de um destroyer de 9k toneladas e não de um pequeno navio de patrulha e eu não sabia?

Que análise mais simplória.

Victor Filipe

Você vai ficar se nivelando por baixo usando países como Venezuela por exemplo? qualquer pais minimamente decente é capaz de disparar ao menos 10 misseis contra uma unica fragata e sinceramente eu não sei se as defesas da Tamandaré conseguem parar um ataque desses.

José Luiz.

Esquece a Venezuela, Venezuela = zero. As forças armadas da Venezuela hoje são uma ……, Captou a mensagem. O problema é o futuro meu amigo. /Eu tento explicar: As Tamandaré serão a ponta de lança da Marinha, serão o top, serão os melhores navios armados que teremos por muitas décadas. E estão para surgir muitos e muitos sistemas, estaremos com os nossos navios armados com um sistema digamos “conservador”. O Mansup está muito bom para baterias costeiras, navios de patrulha oceânica, ou seja, para ser uma arma secundária, com objetivo de desenvolver tecnologia. O que está se fazendo é como… Read more »

Wagner

Perfeito seu comentário. Esse papo ufanista é empobrecedor.

Allan Lemos

Realmente,quem não tem capacidade fazer uma boa contra argumentação logo apela para rotular o oponente.

Renan

Parabéns belo comentário

RPiletti

Bardini, em qual cenário te preocupa este míssil chinês?

Bardini

O cenário em que qualquer Marinha meia boca hoje, pode ter fácil acesso a mísseis como esses aí, para integrar até mesmo em velharias. Se tu coloca um helicóptero com radar na conta, já tens um elemento que complica e muito nossa situação e limita as ações de uma eventual FT.

Zorann

Muito bom comentário. O que me chamou mais atenção, foi a possibilidade de se modernizar meios obsoletos, gastando-se relativamente pouco, com novos sistemas de armas do tipo plug-and-play. Sistemas de armas mais modernos, que não dependam diretamente da modernização completa do sistema de combate de um navio.

Renan

Eu diria que em um hipotética conflito entre Venezuela e Brasil, devido a presença dos SU 30, o Brasil nunca conseguiria chegar por terra na Venezuela, pois seria pulverizado com a superioridade aérea atual da Venezuela. Restaria o mar mas com estes mísseis a marinha seria afundada antes de chegar na cabeça de praia.
Olha que ainda não teríamos defesa contra os ataques aéreos sobre a MB pois não temos um caça para contrapor a Venezuela.

Hj, não temos Tamandaré e temos Gripen.
Está opinião não leva em conta o futuro 2030.

Alan Correia

Discordo dos seus comentários, vc esqueceu de uma variável, os submarinos, um sub da MB da conta da esquadra inteira Venezuelana, claro, se eles n tiverem ajuda externa. Como vc imagina que a Venezuela se defenda dos sub da MB? Com navios patrulha? Agora se tiverem ajuda da China ou da Rússia o jogo muda, vcs parecem crianças, acham q a MB n sabe das limitações dos nossos meios de superfície, na minha cabeça eles mandariam os sub p fazerem uma zona de exclusão marítima antes de tudo, no caso de uma guerra que eu acho muito improvável q aconteça…

Leonel Testa

Mas as Tamandares nao terao capacidade para o exocet blok 3 ?

Fernando "Nunão" De Martini

“Uma caríssima Tamandaré, para engajar um navio qualquer, de uma Marinha meia boca armada com um míssil Xingling desses aí, vai ter de entrar e muito, dentro do envelope do inimigo. A MB vai depender demais dos seus helicópteros para contrapor-se a essas ameaças, incluindo aí o ataque.” É preciso lembrar que, para qualquer lançamento de mísseis mar-mar num alvo que esteja além do horizonte (aproximadamente 40km) tanto a MB quanto a “Marinha meia boca armada com um míssil Xingling desses aí” depende de helicópteros para a atualização de meio-curso. Isso vale para o “Xingling” ou o Mansup. Caso o… Read more »

Bosco

Nunão, Só um adendo ao seu comentário. Sei que você sabe mas só para deixar claro para alguns, navios armados com mísseis SSM antinavios OTH precisam de apoio de uma plataforma capaz de detectar, localizar e classificar alvos além do horizonte para que o navio possa carregar o processador do míssil com as informações relativas ao alvo e lança-lo. Essa plataforma em geral é o helicóptero orgânico do navio. Até uns 150 km de alcance o míssil antinavio subsônico pode operar no modo “fire and forget”, sem receber nenhuma atualização de meio curso. Mísseis nessa faixa de alcance geralmente sequer… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

“ Até uns 150 km de alcance o míssil antinavio subsônico pode operar no modo “fire and forget”, sem receber nenhuma atualização de meio curso.“ Depende da atualização tecnológica do míssil e do alvo colaborar não se movendo muito durante os 10 minutos para voar esses 150km (ao final dos quais um navio pode estar a uns 6km da posição inicialmente percebida) pois o radar do míssil tem limitações de alcance efetivo por ser compacto. Também é necessário ter meios para o próprio navio atacante detectar o alvo a 150km, levando em conta furtividade dos navios e controle de detecção.… Read more »

Wellington Góes

Sério que tu achas que isso é uma análise válida?! É uma típica análise Super Trunfo… Rsrsrsrs
Desculpa, mas não dá para levar a sério…

Bardini

Não é uma “análise”. É simplesmente um retrato da realidade. Talvez mal escrito e mal expresso? Talvez…
Mas é pertinente e tanto é verdade, que tu só se limita a fazer uma chacota rançosa, dizendo ser “Super Trunfo” pq não pode afirmar nada muito além disso.

Alan Correia

Sua analise é válida, só gostaria q vc acrescentasse todos os meios q a MB possui, tipo os sub, gostaria que vc me falasse como a Marinha Venezuelana se defenderia deles com os meios que eles possuem, pois para caçar um submarino é preciso de meios muito específicos e atualizados.

Bardini

Queridão, isso aí não é uma “análise”.
Eu não montei um cenário contra a Venezuela. Tu e outros é que entenderam dessa forma.
Eu só abordei a questão do alcance do MAN SUP e comparei ao Xingling-802, que é um míssil que poderá ser encontrado “em qualquer esquina” no futuro, em um combate qualquer. Fiz isso para que fique claro como a MB terá de se expor pra usar estes mísseis, até mesmo contra marinhas mais “pobres”.

Diogo de Araujo

Wellington Góes faça, portanto, uma análise crítica se contrapondo ao que ele disse. Muito fácil classificar o comentário do colega como “super trunfo” e não actescentar absolutamente nada. Falar viu, é cada vergonha alheia que sinto aqui.

Oséias

Marinhas de terceiro mundo que usam esses misseis xingling normalmente não possuem meios avançados de patrulha para localizar alvos hostis. Então o envelope real deles é de 50 km, os 150 km de “troco” que sobra do alcance do missil é inútil.
Outra questão: se a força possui helicópteros com misseis, é melhor utilizar o próprio helicóptero para atacar. Não há motivo para expor a posição do navio atacante.

Bardini

Não é muito difícil achar uma Marinha de terceiro mundo equipada com helicóptero com radar.
.
Helicóptero pode atacar, mas não pode saturar. O máximo são dois mísseis. Um navio pode mandar muito mais pra cima de uma FT inimiga, agregando maior eficiência ao ataque.

Kemen

Acertar é outra coisa, depende do radar do sistema de guiado e combate, da precisão do missil, da presteza da tripulação e da competência dos oficiais, que como já vimos pelas belonaves perdidas, não parece ser das melhores.

Last edited 4 meses atrás by Kemen
Jhon

De que adianta ter um alcance grande, se não tem radares? A escolha da MB pelo alcance se deu por requisitos técnicos em detrimento do alcance doz radares, circunferência da terra impede o maior alcance dos radares.

Bardini

Queridão, a MB pode embarcar um S-70B QUE TEM RADAR nas Tamandarés. Se esse helicóptero ficar voando sobre a Tamandaré, a determinada altitude, ele já enxerga mais longe do que o alcance do alcance do MAN SUP cobre.

Nunes-Neto

Pensei que ele ia falar independência ou morte,kkkk

Pablo

Esperando um certo alguém dizer agora que não é hora de gastos militares devido a crise do país

Ricardo Bigliazzi

Pegue a cadeira, já peguei a minha para esperar sentado…

Ricardo Bigliazzi

Ninguém segura a Venezuela, seus filmes são muito perigosos… daqui a pouco irão fazer mock-ups como os Iranianos… ai pode entregar a Guiana e o Amazonas para Eles…

Que vergonha esse Maduro

Jeferson

Eles podem ter míssil anti navio, na não tem submarinos, e lembrando que até 2025 temos 5 e sendo os mais modernos da região.Em um possível conflito que acho se difícil acontecer esses navios não sai nem dos postos.

sub urbano

Eles tem 2 submarinos, 1 deles operacional. Essa informação é do HI Sutton o maior nerd de submarinos que existe. Duvido que nossos Almirantes botariam o Atlantico e o Bahia pra navegar com nossas escoltas mequetrefes, estando as águas caribenhas assombradas por um Type 209.

Dalton

O “HI Sutton” diz que o que está “operacional” passa muito tempo atracado, embora em artigos mais recentes, coloque em dúvida se estaria mesmo operacional, seja como for, a consequência seria uma tripulação pouco adestrada.
.

.

Allan Lemos

A Venezuela não tem nenhum submarino operacional.

Ricardo Bigliazzi

A Venezuela não é operacional.

Junior

Oloko, você então esta esperando que o Maduro fique no poder até pelo menos 2025 que é quando teremos os nossos submarinos disponíveis? Porque hoje se tivermos 1 ou no máximo 2 submarinos disponíveis eu diria que é muito

Glasquis7

Espero que com esta informação fique claro que, pra população, não há dinheiro nem pra comer mas, pra armas e pros militares tem e muito.

Isto é uma caraterística de toda ditadura, seja de direita, seja de esquerda.

Bosco

Os recursos da USN e da USAF dedicados a neutralizar potenciais ameaças aos navios americanos, antes que estes adentrem o envelope operacional dos mísseis chineses ou italianos, são tão vastos que na prática, em relação a uma hipotética ação contra a Venezuela, tais mísseis acrescentam muito pouco ao fator dissuasivo.

Last edited 4 meses atrás by Bosco
Tomcat

Bosco! Há quanto tempo? Tudo bem, com você!?

Bosco

Tudo bem Tomcat.
Grande abraço.

Odair Botelho

Ola Bosco, é vc mesmo? O ‘velho’ Bosco? Rapaz muito bem vindo novamente. (desculpe a brincadeira).
Abraço a todos.

Dalton

Bem vindo de volta Bosco ! E só complementando, o texto menciona mísseis para apenas 2 navios de patrulha. Bom para propaganda interna e não muito mais !

Nilson

Mas, Bosco (e seja muitíssimo bem vindo), esses vídeos do Maduro são pra contrapor aos vizinhos. Creio que se os Estados Unidos entrarem em conflito, numa evidente supremacia de forças, aí seria coisa pra chamar os irmãos mais velhos…

Bosco

Nilson,
A maior ameaça naval à Venezuela vem dos EUA. Os “vizinhos” privilegiariam o ataque aéreo e infiltração por terra no caso de um hipotético conflito.
Já a Venezuela usar seus navios de forma ofensiva contra os vizinhos , pelo menos contra o Brasil não seria boa ideia tendo em vista termos submarinos e os P-3 (com Harpoons??).

Tico

Grande Bosco
Cara, você fez muita falta meu irmão, tantas vezes faltavam argumentos embasados e de qualidade como o seu, não que muitos outros não sejam bons, são sim, mas você é como já falaram aí, a lenda, suas explicações são muito esclarecedoras e eleva muito o nível dos debates, que bom que voltou.

Zezão

Mas poderiam interferir nas linhas de comunicações com a Costa Leste do EUA, Golfo do Mexico e Canal do Panamá? Haveria prejuízo economico significativo além do político? Numa hipótese sem levar em conta a US Navy, claro.

Last edited 4 meses atrás by Zezão
Ricardo Bigliazzi

Caro Zezão, acho que poderiam interferir sim, caso tivessem algumas dezenas de barcos, algumas centenas de misseis com uma cobertura aérea de algumas centenas de caças. Acho que os Venezuelanos não tem isso. O seu maior potencial inimigo tem isso, simultaneamente em vários Oceanos e com larga experiencia em combate acumulada nos últimos 30 anos.

Zezão

Perguntei sobre interferir não criar uma zona de exclusão em todo o Caribe…

Alan Correia

Isso que eu queria ouvir kk, Esse Bosco é bom mesmo!

Carlos Campos

Caramba a lenda ressurgiu.

Jack

Bosco, Bardini e Dalton…Bacana!

Tomcat

Fiquei feliz pra caramba tb quando vi!

Bueno

e Nunão!!
TOP!
Ai vale apena ler os comentários, com a certeza que vai acrescentar conhecimento

horatio nelson

bosco de volta !

Esteves The Spider from Earth

Bom ler o Bosco. Novamente.

Saúde farta!

Victor Filipe

Saudades dos teus comentários Bosco, fico feliz que tenha voltado

Diogo de Araujo

Que bom que voltou Bosco!! Vc acrescenta demais!

Kornet

Mestre Bosco,bem vindo de volta!

Marcus Pedrinha Pádua

O bom filho à casa torna…👍

Agressor's

Enfim, será um passeio como foi na Síria não é mesmo?

Last edited 4 meses atrás by Agressor's
sub urbano

Basicamente a venezuela estará transformando 2 ou 3 patrulhas oceânicos em 2 ou 3 Fragatas de 2.500 toneladas. Custo benefício gigante, verdadeiro negócio da china hehe. O C-802A é muito melhor que o ManSup e as versões mais antigas já fizeram suas vítimas no Oriente Médio.

Tutu

São 3 classe “Guaiquerí” (Avante 2200 combatant), orginalmente eram 4, porém uma, a Warao PC-22 sofreu um encalhe em Fortaleza durante o exercício Venbras-2012, foi reboca para Rio da Janeiro, onde focou ate 2015, ao que parece não voltou ao serviço ativo.
li faz algum tempo na infodefensa que essas embarcações sofriam com problemas de integração de alguns sensores, e que armamentos como os canhões ciws Oerlikon Millennium 35mm nunca operam de forma adequada com a Armada Bolivariana, tanto que eles já estão substituindo esses canhões por modelos mais simples e consequentemente menos capazes, como os ZU-23-2.

Ed--yMlWAAAalwJ.png
Last edited 4 meses atrás by Tutu
José Luiz

Esta foto é um documento real dos problemas venezuelanos e prova de que não adianta ter sistemas de ponta sem muito dinheiro e sem a cara colaboração do fornecedor.

Tutu

Eles também possuem 2 patrulheiros Classe “Guaicamacuto” (Avante 1400), não sei se essas embarcações podem receber esses misseis chineses.
Obs: Originalmente eram 4 Avante 1400, porém em 2019 a Navantia saiu da Venezuela antes do fim do período de testes “Comandante eterno Hugo Chávez” GC-24, o que está atrasando seu comissionamento, e em março desse ano o “Naigatá” GC-23 naufragou após ser abalroado por um navio de cruzeiro.

Guaicamacuto class.jpg
Marcelo R

E uma ameaça muito grave ao BRASIL… A China como principal parceiro comercial do BRASIL agiu de maneira imperialista e mostra a sua vocação para a dominação da América Latina, sem CARATER NENHUM… O BRASIL deve trabalhar em se armar rapidamente. Por que ninguém discute com a política EXPANCIONISTA DA CHINA.

Wagner

Surreal.

Welington S.

Aos poucos a milicada vai tirando a bunda da cadeira, parando de comer lagostas e terminando de beber vinhos caríssimos para se levantar e começar a pensar literalmente em defender nosso país. Isso, de certo modo, fará os milico de cadeira acordar pra realidade e ver que a América Latina está se transformando em um palco de guerra nunca antes visto na história. Estamos praticamente em uma guerra fria latinoamericana. Então, que venha muitas armas para Brasil, muitos projetos nacionais e principalmente investimentos pesado.

Victor Filipe

Não foi uma versão desse míssil que uns anos atrás 3 foram disparados contra um Destroyer americano e chagaram tão perto de acertar quanto um vesgo com 8 graus de miopia tentando atingir uma moeda a 200 metros com um revolver 22?

Bardini

Eram mísseis iranianos.
.
Mas um Arleigh Burke é um Arleigh Burke… Não serve de parâmetro pra muita gente, muito menos pra fazer chacota de míssil.

Caio

Os EUA vendem armas e muitas a Israel e aos árabes, isso se chama?…. COMÉRCIO!!! Criança.

737-800RJ

Entrei pra comentar duas coisas:
1 – Estou muito contente de ver que o Bosco está de volta! E, claro, tinha que ser num post sobre mísseis. Seja muito bem-vindo! Fez falta!
2 – Sobre o post, por essas e outras que reforço que o projeto Scorpéne BR é, junto do AV-TM 300 (ou 900? Será que chega a 1200?) Matador e do Gripen E, o que temos de mais importante em produção no país no campo militar em cada Força.

Paulotd

Vai botar a pique a IXQUADRA rapidinho se tiver uma guerra. Míssil top com 200km de alcance.

Last edited 4 meses atrás by Paulotd
737-800RJ

Tem que combinar primeiro com nossos submarinos, com nossos helicópteros armados com Penguins ou os P-3 Orion com Harpoon… Um míssil moderno numa marinha quase inexistente como a venezuelana é uma ameaça, mas não faz milagre.

Renan

O submarino é a única arma capaz de impor baixa na marinha da Venezuela, pois acredito que em caso de conflito eles não irá operar em mar aberto e sim próximo de sua costa dentro do guarda chuvas do Seu 30, aí esqueça as outras armas citadas

Ricardo Bigliazzi

Caro Paulotd. E quem disse que iremos brigar com a Venezuela? Você acredita piamente que o Brasil irá atacar a Venezuela? Atacar a Venezuela é atacar o seu povo, que não tem culpa de nada e que não tem problema algum com o Brasil. Quem está arrotando a teórica capacidade bélica é o idiota e incompetente do Maduro.

Mayuan

Diz pra gente. Quantos Su30 estão em condição se uso?

glasquis 7

Ha uns cinco anos, o Forte publicou uma matéria sobre o material de guerra do Exercito da Venezuela e pareciam estar em muito boa condição. Não vejo por que seja diferente agora.

Não sei de onde vem essa crença de que a Venezuela tem suas FFAA sucateadas. O primeiro que faz uma ditadura é providenciar uma boa defesa, a melhor que puder. Até os Urutus eles modernizaram.

Em fim. Quem defende uma guerra Brasil/Venezuela, deveria ir pro frente como voluntário de primeira leva.

rodrigo

Alguém ainda leva serio essa noticia, o que adianta compra essa meia duzia de misseis, se não tem navio operacional para usa…essa aquela aquisição que tem mais objetivo de publicidade interna, do que efetivamente proporciona alguma capacidade de defesa efetiva…

Defensor da liberdade

Isso preocupa muito já que o que nos resta de esquadra não tem nem condições de enfrentar isso aí.

A mentalidade de funcionário público cheio de regalias afundou o Brasil.

Last edited 4 meses atrás by Defensor da liberdade
Juarez

Que a força de superfície da MB está na capa da gaita e fato,mas alto lá. Qual e o nível de integração dos radares e dos sistemas de combate destes Napaocs Venezuelanos para repassar as diretrizes de tiro e de alvo para os mísseis chineses com toda uma padronização de sistemas ocidentais???? Resposta “X”, não sabemos. Qual a capacidade de sobrevivência destes navios contra mísseis aero lancados a distância segura do alvo? Resposta : ZERO, não tem mísseis AA, seus CIWS estão provavelmente fora de operação. Qual a capacidade de se oporem a uma ameaça submarina??? Resposta: ZERO, pois não… Read more »

Bardini

A Argélia tem uma corveta C28A que tem uma parte de eletrônica ocidental e o mesmo radar dos OPVs venezuelanos, com mísseis C802 integrados…
.
Se os chineses vão integrar, é pq eles conseguem integrar.

Juarez

“Uma parte eletronica’, nao significa absolutamente nada. Os chineses podem tentar integrar?
Podem. Vão conseguir?
Não sabemos.
Por enquanto e propaganda enganosa e bravata.

Allan Lemos

Pois é,mas os especialistas em estratégia militar naval aqui do site não levam em consideração todas variáveis. Acham que a Venezuela se transformou em uma marinha de águas azuis por causa desses mísseis xing ling. Já estão com as cuecas sujas. Confesso que fico até constrangido com certos comentários que leio por aqui.

Bosco

Obrigado a todos pelas felicitações.

Esteves The White

Esteves tem travado duelo contra os 3 Elementos.

A Terra. O Mar. O Ar.

Mesmo bloqueado…Esteves o Bacana manda votos de saúde ao Bosco.

Juarez

Bosco, boa noite.
Ler teus comentarios e sempre um privilégio.

Carlos

Um Grande Abraço Bosco , Alegria Companheiro

ADRIANO MADUREIRA

Boas vindas Bosco ! Ouvi que estavas doente,se foi verdade,fico feliz que estejas restabelecido e de volta a trilogia…

Renan

Bosco consegue fazer um mapa com todos os mísseis da Venezuela com seu raio alcance?

Dizem que eles estão comprando mísseis do Irã

Carlos Campos

comecei a frequentar esse site 2009 e vc já esteva aqui, aprendi muito com vc nessa mais de uma década

filipe

O Brasil não pode dormir na sombra da bananeira e no sono explêndido do pacifismo , bem na sua fronteira temos mísseis S-300 e daqui a pouco mísseis balísticos Scud Iranianos, é preciso acelerar com urgência os principais programas militares (PROSUB + GRIPEN NG + HX-BR + ASTROS2020 + GUARANI + FCT + KC390 + SGCD + SISFRON + SIGAZ + PROSUPER + PRONAE + PROANFB + COBRA ) , os políticos devem levar a sério a Defesa, isso de cortar verbas para projectos militares não se justifica, depois gastam rios de dinheiro em corrupção, quando a nação e a… Read more »

Allan Lemos

Não acho que eles irão operar mísseis Scud. Mas se acontecer,o Governo Federal tem que reunir todo o alto comando das forças armadas e o CDN para repensar e refazer toda a Estratégia Nacional de Defesa em face do que seria uma ameaça inédita no campo regional.Investimentos em um sistema anti-aéreo de ponta e em um caça furtivo deveriam ser feitos emergencialmente.

filipe

começa sempre assim , o Iraque e o Irão começaram assim , depois foram para misseis balisticos…

filipe

A Venezuela é actualmente o que Cuba foi na década de 50 e 60, não têm muito diferença, foi instaurado um regime comunista marxista leninista que nunca foi derrubado… Falta comida para o povo, falta electricidade e água potável, saneamento básico, alta taxa de corrupção institucional, o que é propicio para o tráfego de droga e de armas, impactando de forma directa na segurança interna do Brasil.

Desc

O MANSUP pode ser fraco em relação a outros no quesito alcance.
Mas acho que é um passo importante.
I

Carlos Campos

Antes uma AK 47 que funciona na mão, que um SIGSAUER lá na Suíça, mesma coisa para o Mansup aqui.

GUPPY

É isso aí. O Bosco voltou. Fez falta, viu?

Zezão

“Conselho cientifico” + programa de mísseis iranianos = x

Luiz Trindade

De qualquer forma vale como alerta para que nós do outro lado da fronteira que devemos observar com mais cuidado o que eles podem estar adquirindo de armamento para não sermos pegos de surpresa. Ae cabe o GSI trabalhar e dar informações ao Ministério da Defesa e não ficar fazendo dossiê ideológico para fins duvidosos isso para dizer o mínimo e não a realidade!

Juarez

Cidadão o GSI atual não trabalha com “dossiês ideologicos,”, até porque o pessoal que está lá hoje e profissional.
Quem gostava de fabricar dossiês e destruir reputações era o certo “Herr Genro” e sua Stasi particular.

Foxtrot

Enquanto isso a MB torrou bilhões em 4 navios que só ficarão prontos depois de 2030 rsrs.
Cancelou por falta de verbas o teste final do MANSUP, desenvolvimento do Manaer, modernização dos Tupis, desenvolvimento do Torpedo pesado nacional, radar gaivota-X, minas de influência magnética, sonares nacional etc.
Mas o “bom” é que irão emplacar o Sisgaaz, aumento de salários para almirantado, troca dos Tupis por um novo navio escola etc.
Seria muito cômico, se não fosse uma tremenda piada de mal gosto a administração de nossas FAA,s!

Agressor's

Hoje somos obrigados a ouvir de certa gente que o Brasil não precisa figurar entre as 5 maiores potencias navais com grandes e modernos vasos de guerra, pois somos uma nação pacífica. Poucos entendem que não importa se temos inimigos declarados ou não. Ter uma força temerosa em tempos de paz, serve para outros objetivos geopolíticos. Abre fronteiras, que não somente as linhas que dividem o Brasil do mundo. Existem centenas de outras fronteiras, não comentadas abertamente. Esta república de bananas com seus políticos corruptos, não entendem NADA do universo das nações e suas intenções. Ter uma Marinha poderosa é… Read more »

Foxtrot

Lógico que os políticos possuem grande culpa disso, mas não são os únicos culpados, pois os militares da atualidade possuem outra grande parcela de culpa. Nunca vi militares de nações desenvolvidas aceitarem de bom grato a desnacionalisação da capacidade fabril militar e ainda ajudarem nesse processo. A MB gastou uma fortuna no projeto CCT/CPN e depois veio com esse absurdo de NAIPP, aprovando essa abominação chamada Meko/CCT gambiarra. Ora bolas amigo Agressor,s, se no NAIPP pregava fabricar um casco que já estivesse operacional e em uso em outras marinhas, te pergunto, onde tem uma Meko 100 com o deslocamento da… Read more »

Tutu

Existe uma live com um dos projetistas do projeto CPN, o interessante é que , apesar do engenheiro não querer admitir, o navio estava aparentemente sendo projetado sobre requerimentos de tamanho e tonelagem muito rígidos, e no fim ficou um projeto extremamente apertado e que não poderia receber modificações futuras devido ao equilíbrio de peso, em outras palavras era um navio no limite.
Então sinceramente, após o fim dessa live fiquei profundamente aliviado da Marinha ter escolhido outro projeto.

Foxtrot

Realmente o navio ficaria limitado com a tripulação hiper inflada que o almirantado queria. Isso para não falar na exigência de camarote especial para o alto comando da armada e outras regalias sem sentido caro Tutu. Para mim o projeto CCT deveria conseguir ser operado com tripulação mínima em tempos de paz e tripulação média em guerra. Assim aumentaria o conforto da tripulação, maiores viveres (água potável e comida), mais espaço para sistemas e armas e maior autonomia de tempo no mar. Outra opção que já deveria estar fazendo é estudar o casco da Niterói e Greenhalgh, com refinamento obrigatório… Read more »

Defensor da liberdade

Basicamente nossas FAs são cabides de empregos, e olhe que são tidas pelo povão como bastião da moral neste país.

Tá faltando alguém com pulso para mudar esse quadro das nossas FAs.

Foxtrot

Na falta de bons exemplos é só o que resta caro Defensor!
Precisamos para ontem de um enxugamento de quadros das FAA,s, fim do serviço militar obrigatório, administradores de empresa profissionais no comando das FAAs e que oficiais passem pelo mesmo treinamento dos soldados rasos.
Quando isso acontecer muita coisa vai mudar