terça-feira, setembro 28, 2021

Saab Naval

Teste de lançamento de foguete antissubmarino ASROC com carga nuclear

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Em 11 de maio de 1962, como parte da Operação Swordfish, um foguete antissubmarino ASROC, portando uma carga de profundidade nuclear W44 de 5kt, foi lançado pelo destróier americano USS Agerholm (DD826) contra um alvo distante a apenas duas milhas náuticas.

O submarino USS Razorback (SS394), que também acompanhou a operação na profundidade de periscópio, foi sacudido violentamente pela explosão do artefato.

O ASROC produziu uma onda de choque impressionante, cujo resultado pode ser visto nas imagens.

Os dados obtidos no teste foram usados para formular a doutrina tática do emprego da arma contra os submarinos soviéticos, por cerca de 30 anos. Este foi o único teste nuclear com o ASROC que se tem notícia.

Para baixar o relatório com os resultados do teste, em PDF, clique aqui.

Explosão do ASROC nuclear vista pelo periscópio

Lançador de ASROC visto de perfil

Tipos de ASROC

Como o ASROC era usado no combate aos submarinos

Destróier lançando ASROC

- Advertisement -

97 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
97 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JagdVerband#44

Os caras não tinham a mínima preocupação com o meio ambiente.

Marcelo Bardo

Pensei a mesma coisa.

Comte. Nogueira

Vide Atol de Bikini.

ALEX TIAGO

Me lembro de passar na TV os testes no Atol de mururoa na polinesia francesa na decada de 90

Eduardo

Lembrei desse também.

Rogério Loureiro Dhierio

Não tinham?
Não teem vc quer dizer né?

E de mãos dadas com Russia, china, França e turminha do capitão planeta fake.

Jagdverband#44

Ok Rogério.
Mas hoje em dia um teste deste seria muito condenado pela sociedade, que teria mais acesso a informações sobre.
Aliás, quem é capitão fake?
Sds.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Condenado pela sociedade não! Pelos frescos histéricos. Um Asroc desses não teve o condão de provocar mudanças que interferissem na vida atual.

Wilson França

Um garimpo ilegal jogando mercúrio num rio, sozinho, tbm não tem o condão de mudar a vida no planeta. Um desmatamento de uma área de 500 campos de futebol, sozinho, tbm não. Mas qnd vc começa a juntar milhares de situações como essa, a figura muda.
Ainda bem que o teste com o foguete foi apenas um. Mas acidentes nucleares diversos já provocaram bastante estrago.

Allan Lemos

E você acha mesmo que eles ligam para o que a sociedade pensa? Ingenuidade sua, parceiro. Em 2013, Snowden revelou que a NSA espionava o mundo todo, incluindo os próprios cidadãos americanos, o fato também foi “condenado pela sociedade”, mas você acha que a espionagem parou? É como eu escrevi ontem na matéria sobre o Nautilus, só quem liga para a sociedade e/ou respeita tratados e acordos internacionais são os governos de países idiotas(tais como o Brasil), as grandes potências fazem o que lhes dão na telha. Pode acreditar que o meio ambiente está lá em baixo na lista de… Read more »

Leandro Costa

A diferença é que a espionagem é ‘covert’ e testes nucleares são ‘overt.’

Testes nucleares simplesmente não colam mais, e de qualquer forma, os dados foram todos coletados. Os últimos protestos contra os últimos testes Franceses em 1995 foram apenas um aperitivo. Até vinho Francês foi embargado por causa desses testes. E isso em 1995… imagine nos dias atuais.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Que bobagem, mais um garotinho doutrinado pela militância que quer ver o Brasil na eterna subserviência usando o meio ambiente como desculpa.
É o velho plano americano : “Fazendas aqui, florestas lá”.

Last edited 4 meses atrás by Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro
Allan Lemos

Exato. Tem que ser muito bobinho para acreditar que as grandes potências estão preocupadas com o meio ambiente. Apenas usam-no como subterfúgio para levar a diante suas próprias agendas.

Se o Brasil fosse esperto, tirava até a última gota de recursos da Amazônia enquanto pode, porque dentro de algumas décadas, não poderemos mais fazer isso.

A6MZero

Claro a China está gastando bilhões de dólares para mudar a matriz energética deles do carvão para fontes renováveis pq são “bobinhos”.

Os custos para a nova matriz energética renovável na China serão maiores que seu investimento nas próprias forças armadas, mas deve ser pq eles foram enganados pela “doutrinação das potencias”.

EduardoSP

Também acho. Ficar preservando floresta para quê? Precisamos é de mais terra para criar gado e gerar riqueza. Mato não serve para nada.

Camargoer

Olá Eduardo. Riqueza é gerada pela produção industrial. Nenhum país hoje baseado no agronegócio tem alta renda. A produção agrícola depende de fornecimento de água, polinizadores e barreiras sanitárias para evitar a disseminação de doenças. Além disso, apenas uma fração das terras cobertas por selvas são cultiváveis (seja por causa do solo ou por causa da topografia). Floresta pode não gerar riqueza (como seria gerada pela produção de chips) mas a falta de florestas leva á desertificação e epidemias (plantas também sofrem ação de vírus e fungos). O meio-oeste dos EUA passou por um processo de desertificação no inicio do… Read more »

Allan Lemos

Se a Amazônia pudesse ter seus minérios e madeiras exploradas em sua plenitude, isso geraria sim riquezas.

camargoer

Caro Allan. Uma tonelada de minério de ferro custa US$ 10. Um iphone de 100 g custa US$ 1000. Um saco de 60 kg de soja custa R$ 60. A madeira de lei que tem valor comercial é apenas uma ínfima fração da floresta. Para um país como o Brasil, como uma população de 210 milhões de habitantes, o único modo de garantir riqueza e distribuição de renda é por meio da produção industrial e por serviços. Não há terra agriculturável, água disponível nem floresta suficiente para gerar riqueza suficiente para elevar o padrão social da população.

Allan Lemos

Camargoer, você não está errado ao afirmar a maior riqueza é gerada pela produção de bens de alto valor agregado. Mas isso não muda o fato da Amazônia ser explorada o máximo possível, se não fizermos isso, outros farão no futuro.

Wilson França

Concordo, Eduardo. Esse monte de árvore só atrapalha. Suja todo o chão com folha, tem bicho peçonhento escondido, aranha, escorpião, é um perigo. Tu quer andar e fica os galhos bloqueando.
Taca fogo em tudo e depois cimenta. Vai ficar bem melhor.

A6MZero

É serio que em pleno século XXI ainda acham que questão ambiental é doutrinação?

Devem achar que a riqueza e desenvolvimento vem de latifúndio de monocultura e fabrica movida a vapor…

A indústria 4.0 mostra que pode gerar muito dinheiro e desenvolvimento aliado a proteção ambiental.

Quer um exemplo analise a Tesla hoje a companhia de veículos mais valiosa do mundo e tem um escopo voltado a pesquisa e desenvolvimento aliado a proteção ambiental e uso de recursos como energia solar.

Mas certo o que desenvolve mesmo o país e fazenda de cana e gado…

Cristiano GR

Esse pessoal patrocina e coloca em evidência ecologistas, cientistas e professores que falam e escrevem coisas que coincidem com o que eles querem que seja aceito, adotado e com o tempo defendido por ecologistas, cientistas e professores dos países que ainda possuem muitos recursos, com a intenção obscura de não quererem que estes países usem seus recursos em seu desenvolvimento, aí inventam a conversa de desenvolvimento sustentável para que os países com recursos naturais se obriguem a se enquadrar nessa forma de desenvolvimento freado e mais caro. E assim, garantem boas reservas de recursos naturais não utilizados pelos países que… Read more »

Carlos Campos

Adivinha quem tem a tecnologia para explorar de forma adequada os recursos da Amazônia Brasileira? é muita hipocrisia, a Noruega fala grosso com o Brasil, mas vi nenhuma penalidade a sua mineradora, que é parte é do governo norueguês, que joga lixo químico em um rio do Pará que está causando doenças e má formação em pessoas que usam a água do rio, nem vejo eles pedirem desculpa por tirar petróleo perto do Polo Norte, onde temos um mamífero lindo quase em extinção, o Urso Polar, imagina se vaza oleo, é hipocrisia atrás de hipocrisia dos países ricos.

Wilson França

Fake news

Carlos Campos

Até hj não tem, mas querem que os países pobres continuem pobres para não serem ricos, a China tá mandando eles se f… o Brasil tá aceitando essa hipocrisia.

Comte. Nogueira

A questão ambiental é usada para frear o crescimento econômico do Brasil, principalmente pela agricultura.

PACRF

A atual ministra da agricultura (Tereza Cristina) já disse várias vezes: o agronegócio não precisa de mais desmatamento para aumentar sua produtividade, consequentemente sua produção. O desmatamento em nosso país está diretamente relacionado à grilagem, ao garimpo ilegal e ao contrabando de madeira. A tese de que é necessário destruir o meio-ambiente para obter crescimento econômico já foi refutada há muito tempo.

Nascimento

Sim, mas os europeus usam disso como pretexto para sobretaxar os produtos fornecidos pelo agronegócio na Europa.

PACRF

Se há interesse em vender para os europeus, é necessário cumprir seus requisitos, senão procuraremos outros mercados.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Não tem problema, é só vender para a China. Eu duvido muito que os eurobambis simplesmente deixem de comprar do Brasil. É o Brasil que produz alimentos em quantidade, e não eles.

Camargoer

Caro Francisco. A produtividade agrícola depende do regime de chuvas, da disponibilidade de águas para irrigação, de polinizadores, de barreiras naturais contra a disseminação de doenças. O descaso com o meio ambiente terá impactos diretos sobre a produtividade agrícola.

A6MZero

Amigo não adianta tentar explicar, as vezes acho que alguns pularam as aulas de biologia básica no colégio E de economia também, afinal só conseguem pensar em fazenda e produtos rurais básicos como se ainda estivéssemos no século passado. Crescimento de uma nação vem de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e investimento pesado em educação e em explorar novas fronteiras tecnológicas. Mas como disse acima acho que eles acreditam que o país vai virar uma potencia quando for um grande pasto. Felizes em trocar soja por armas e equipamentos…. “Mas a China não se preocupa com a meio ambiente e cresce sem… Read more »

Carlos

Ele está nervoso, não vai entender..

Jadson Cabral

E nós tbm não nos ajudamos, né? O que vamos dizer quando eles nos criticam? Que o atual ministro do meio ambiente destruiu o IBAMA e o ICMBIO, que ele liberou madeira ilegal apreendida? Que o presidente apoia grileiros e mineradores ilegais?

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Ohh, que peninha , histérico ambientalista detectado.

Carlos Campos

liberou madeira ilegal pareendida, peraí né, ainda nem tem veredito sobre isso, quanto IBAMA, o próprio ministro pediu para aumentar os valores para o IBAMA, vê as entrevistas dele, o presidente apoia mineradores e deve apoiar mesmo, a lei de mineração deve ser mudada e dos pontos que deve ter é reposição da natureza do local, não uso de elementos químicos como o mercúrio. se tu gosta tanto de um gringo te impondo as coisas, caso com um bem mandão.

Allan Lemos

A tese de que é necessário destruir o meio-ambiente para obter crescimento econômico já foi refutada há muito tempo

Refutada por quem? Pelos cientistas das grandes potências? Nossa, mas que conveniente. Ou seja, você cria uma narrativa e depois fabrica as evidências que a suporte.

Camargoer

Olá Allan. A Embrapa é um excelente exemplo de uma instituição brasileira e governamental que tem mostrado que a questão ambiental é fundamental para manter e ampliar a produtividade agrícola. Àgua poluída não serve para irrigação. Desflorestamento muda o microclima, alterando o regime de chuvas, o produção agrícola depende de polinizadores que vivem em nichos florestais. Matas ciliares evitam assoreamento de rios usados para irrigação (e abastecimento).

Carlos Campos

tá estamos enfim colocando água no Nordeste, poderemos criar gado e fazer plantações no semi árido, mas aí eles vão dizer que o nosso gado peida muito e tá ameaçando o planeta, depois vão dizer que o calango nativo não sei das quantas está morrendo, enquanto eles produzem bilhões de toneladas de plástico e micro plástico que vão parar nos pulmões do mundo, os Oceanos, mas quem tá poluindo o mundo são os países que querem ser ricos, Filipinas, Brasil, Indonesia, Vietnã e China etc.

Leandro Costa

Então, vou te dar outra argumentação que talvez seja mais interessante. Boa parte das medidas contra a poluição poderiam ser resolvidas com saneamento básico. E de quebra ainda temos um alívio no sistema de saúde público porque os casos de doenças vão cair vertiginosamente. Menos da metade da população brasileira tem acesso à saneamento básico. Liga todo mundo na rede de esgoto, trata o esgoto e resolve vários problemas. É investimento em infra-estrutura que só traz vantagens. O impacto na vida dos brasileiros seria imediato, o impacto ecológico seria alto e ainda sairíamos por cima em qualquer questão de prestígio… Read more »

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Exatamente
Criou-se uma histeria chatíssima em torno disso e começaram a surgir os boyzinhos comedores de soja, emasculados gritando em torno do tema.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Exatamente, vide meus comentários acima : Fazendas aqui, florestas no Brasil.

Camargoer

Caro Comte. O crescimento econômico brasileiro está bloqueado devido a redução da atividade industrial. O país está com mais de 50% de sua capacidade produtiva ociosa e com 14% de desemprego. A crise está na industria, não no agronegócio.

Wilson França

Diz aí um país agrário desenvolvido.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Essa é a estratégia :
Fazendas produzindo a todo vapor aqui; florestas bonitinhas e subserviência lá.
Só trouxa cai em conversa de ambientalista.

Last edited 4 meses atrás by Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro
Camargoer

Caro Francisco. Águas poluídas com agrotóxicos, hormônios, agrotóxicos e metais pesadas são inadequadas para irrigação. Rios assoreados são inviáveis para irrigação. Mananciais precisam de amplas áreas de floresta para serem constituídos. Florestas são necessárias para regular os ciclos de chuvas, fundamentais para o cultivo (óbvio que áreas desérticas são inúteis para agricultura). Florestas são necessárias como barreiras sanitárias contra a expansão de doenças (repare a existência de áreas de floresta entre plantações de eucaliptos). Florestas são nichos de polinizadores. Há um livro clássico chamado “Primavera silenciosa” que vale a pena ser lido nestes tempos de pandemia. As mudanças climáticas afetam… Read more »

Leandro Costa

Sem falar que se o Brasil levasse essa questão ambiental à sério, desenvolvendo tecnologias e empresas especializadas no desenvolvimento sustentável, seria excelente oportunidade de negócios com alto grau de tecnologia agregada para exportação de produtos e doutrinas que poderiam gerar excelentes dividendos.

carcara_br

Imagine o quanto um painel solar eficiente e competitivo com um selo made in brazil venderia? pois é.

Leandro Costa

Não apenas isso, mas imagine um modelo de sistema de tratamento de esgoto que fosse fácil e barato o suficiente de implementar? Plantas básicas de urbanismo envolvendo novas tecnologias limpas e novas, etc. O céu é o limite. Existe muito espaço para dar lucro nisso tudo aí, é um mercado novo no qual o Mundo inteiro vai ter que se adequar eventualmente.

Carlos Campos

vai lá ver o quanto eles poluem, se eles seguissem a cartilha do ambientalismo iam parar de queimar carvão e derivados de petróleo e usar as energias renováveis fofinhas, super caras e de baixa capacidade em um país cujo o clima não ajuda, pagando altíssimo pela energia, mas a China não compra a ideia, a questão para eles é que chegou em um nível que dá para se preocupar com o meio ambiente e ganhar dinheiro ao mesmo tempo, a vdd é que eles estão comendo o mercado dos países ricos que detinham as tecnologias de energia renovável, vendendo as… Read more »

A6MZero

A China já é o país que mais produz energia por métodos renováveis “fofinhos”, que alias são uma ótima fonte de dividendos em razão de pesquisa e desenvolvimento.

A também fica o lembrete que eles estão trocando sua matriz energética inteira saindo do carvão para fontes renováveis.

Isso quando eles são os maiores produtores e a terceira maior reserva de carvão do mundo, ou seja com o combustível ali eles vão trocar por fontes “super caras e de baixa capacidade”, ou vai ver eles leram os últimos relatórios que demonstram que renováveis já são tão ou mais baratas que fósseis.

Matheus S

Tinham sim. Uma das observações foi justamente o impacto ambiental que teria com o uso da carga nuclear. Está lá no relatório uma parte dessa observação: “About 53 dead fish were counted after the burst. A portion of this fish count may represent redundant observations. Fish were reported to be less than 3 feet in length. A number of studies of the effects of the underwater nuclear explosion products on marine life were made by Wood Hole Oceanographic Institute (WHOI) under AEC sponsorship. In the main, these studies involved pre- and post-shot surveys aimed at documenting changes in the physical… Read more »

Alison

Falar que se preocupa e fazer isso não combinam amigos… adianta de nada isso.

Camargoer

Olá Jagd. De fato o movimento ambientalista e a preocupação ambiental são coisas bem novas. A primeira ideia de democracia foi baseada na existência de leis que garantiam os direitos dos indivíduos. Insuficiente porque se faziam leis discriminatórias. O próximo degrau foi a soberania popular o voto secreto. Insuficiente porque fizeram leis que restringiam o voto. Após a II Guerra surge a ideia dos direitos humanos. Foi apenas no início do Sec XXI que surge o quarto pilar da democracia que é a preocupação ambiental. Acho difícil criticar os primeiros testes nucleares porque a extensão da contaminação nuclear era desconhecida,… Read more »

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Voto secreto sem ser AUDITÁVEL não significa p@rra nenhuma. Tem ministro do TSE contra a TRANSPARÊNCIA do pleito, dizendo que voto impresso é “retrocesso”, desinformando a população, como se voto impresso excluisse o voto eletrônico.
Só mudou o modelo de urna, a safadeza continua como nos tempos da República Velha onde o cidadão votava e não sabia para onde de fato ou PARA QUEM ia de fato, o seu voto.
Quem é contra voto impresso é a favor de fraude.

Camargoer

Caro Francisco. Fazemos operações financeiras eletrônicas diariamente sem que isso incomode ninguém. O voto na República Velha era restrito e censitário. O voto feminino e secreto foi introduzido por Vargas e o voto do analfabeto introduzido pela CF88. No livro “Como as democracias morrem” há uma boa discussão sobre a relação entre a restrição ao voto com os ataques à democracia, como as leis Jim Crow no sul dos EUA. Como em todo processo democrático, uma acusação precisa ser baseada em fatos e evidências. Talvez a ideia do voto impresso seja boa, ou seja ruim. Só acho um erro achar… Read more »

Mayuan

Ok mas transações financeiras não são uma comparação eficiente. Se eu faço um pix pra você tenho não apenas o comprovante do que fiz como tenho possibilidade de te perguntar se recebeu. As urnas atuais, embora boas, não permitem a mesma coisa. O que se pede atualmente é apenas que o voto possa ser impresso e lançado em uma urna para que possa ser auditado posteriormente. Não são esperados impactos significativos nem no tempo de apuração nem nos custos da eleição ao passo que a lisura das eleições só tem a ganhar. Nossa democracia ainda é demasiado jovem e frágil… Read more »

Leandro Costa

Mayuan, quando a urna é ligada, a primeira coisa que se faz é imprimir um negócio chamado ‘zerézima’ e isso é feito na presença de autoridades do TRE e representantes de partidos, que inclusive tem que assinar esse boletim. Nesse boletim é impresso o nome de todos os candidatos e quantos votos eles possuem, e todos tem que ter ‘zero’ votos, exatamente porque a urna acabou de ser ligada e nenhum voto foi computado. Cada sessão eleitoral tem um número de eleitores, todos constam naquele caderninho que contém nome, foto, número do título, e que dá o comprovante ao eleitor… Read more »

Camargoer

Caro Mayuan. A transação financeira precisa ser identificada (por questões fiscais, particulares e até criminais) enquanto que o voto precisa ser secreto (por razões óbvias). Em termos de software e criptografia, são operações semelhantes. Durante o governo FHC, ocorreu um escândalo no Senado (que causou a queda de ACM) que foi a violação do painel de votação. ACM, que era presidente do Senado teve acesso à lista nominal de senadores e de seus votos. No tempo das eleições em papel, havia um muita fraude na apuração. Lembro de um caso de um apurador que pintava com a caneta azul um… Read more »

Paulo Drusnam

Até o Paraguai recusou essas tais urnas eletrônicas em uso no Brasil

Carlos Campos

se compro uma ação de 10 depois eu vendo por 15, se o dinheiro não cair na minha conta, eu sei que foi roubado, mas a Urna não teve nenhuma grande auditoria sobre a sua segurança nos últimos anos, sendo que nem dados secretos do pentágono escaparam de ser roubados, tu quer me vender de que o sistema de segurança do TSE e da Urna são os melhores que a humanidade já criou? por favor né

Camargoer

Caro Carlos. Uma transação financeira precisa ser identificada por razões fiscais, particulares e criminais. Um voto precisa ser secreto por razões óbvias. Tirando esta diferença, os recursos de criptografia e de tecnologia de informação para a coleta, transmissão e apuração dos votos e operações financeiras são parecidas. Quem é velho como eu e lembra das apurações nos ginásios que levavam dias e semanas eram cheias de fraudes e riscos. Depois que vi a invasão no Capitólio, não me surpreenderia se grupos armados invadissem a apuração das eleições para causar confusão e inviabilizar as eleições. Na Grécia antiga, os plebiscitos eram… Read more »

Carlos Campos

O voto impresso vai dar mais agilidade em qualquer caso de suspeita, ele não precisa ser conferido por pessoas na hora de auditar, é só passar em uma máquina previamente analisada pela parte que tem suspeitas, então a tecnologia taí para ajudar, o voto em nenhum momento vai deixar de ser secreto, a não ser que alguém do TSE possa vir a coagir as pessoas o que eu não acredito, então seu temor é sem motivo. a democracia no Brasil sairia mais forte se isso acontecesse, o que causa mais estranheza é o fato de pessoas de esquerda políticos e… Read more »

carcara_br

Não é medo é a constatação obvia de como esse discurso esta sendo preparado pra uso nas eleições. Quer melhorar o sistema? ótimo, hoje as urnas já imprimem um relatório geral de votação, quer que a verificação seja feito voto a voto, ótimo, adiciona outra camada de segurança.
Não vejo o pessoal preocupado em discutir se isto é a melhor forma de se fazer, nem se é viável econômica e temporalmente pras próximas eleições.

Last edited 4 meses atrás by carcara_br
Leandro Costa

Cara, as eleições são muito livres, bastante abertas. Sério mesmo, nas próximas eleições tente tomar parte do negócio, se informar com quem está lá (de preferência quando não estiverem muito atolados) e vai ver por conta própria como funciona, como pode ser auditado, etc. Sempre há espaço para melhorias, e acredite, a urna eletrônica quando surgiu já é bem diferente daquela que foi implantada na primeira vez, só externamente que continua parecida. Conheço muito funcionário público que também duvida, e isso está longe de ser restrito à qualquer grupo de pessoas. Acho que uma divulgação maior e mais detalhada do… Read more »

Leandro Costa

Trabalho nas eleições. As urnas são perfeitamente auditáveis, inclusive com o visto de representantes de todos os partidos políticos que tiverem interesse e de qualquer pessoa que tenha interesse. É um processo super simples. Basta você ter a disposição de perder um dia acompanhando.

Se você não tem essa disposição, acho inútil culpar o sistema que talvez você simplesmente não entenda.

Paulo Drusnam

Concordo,

Jagdverband#44

Excelente apontamento. Apenas, do ponto de vista atual, chama a atenção a imagem, que aliás, eu já conhecia.
sds.

Segatto

A primeira bomba termonuclear foi Ivy Mike com potência de 10,4 megatons, que também fez um grande estrago e destruiu uma ilha, a Castle Bravo veio depois e foi o mais poderoso teste nuclear americano com 15 megatons de potência e fez um fallout nuclear enorme, contaminou muito mais do que esperavam e até um navio pesqueiro japonês recebeu parte das cinzas nucleares com alguns tripulantes ficando doentes e um morreu

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Ah, que peninha!

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Ou seja, eles não eram FRESCOS como os soja -boy de hoje.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Oh, que peninha. Destruíram um atol !!! E dai?

Piassarollo

Que pensamento hem…

Mayuan

Alguns países com tendências canhotas ainda não tem quase nenhuma e o curioso é que deles ninguém reclama e lá ninguém pode abrir o bico.

Spitfire

E tampouco com os militares que poderiam ser expostos as ondas radioativas

joão pedro

Meio ambiente, e os homens a bordo, não vem primeiro.

Burgos

Uma Classe Allen M. Sumner lançando um Asroc , tivemos também essa classe na MB junto com os Gearing e os Fletcher que eram carinhosamente apelidados de “Paliteiros” por grande quantidade de torretas a bordo.
Todas essas classes compuseram até o início dos ano 90 a nossa “Forcts” 💪 🇧🇷 ⚓️

Last edited 4 meses atrás by Alexandre Galante
Piassarollo

Olá Burros, saberia dizer se algum Summer ou Gearing disparou algum ASROC quando estavam na MB?

FOX

Kkkk “Burgos ” cidades …

Piassarollo

Obrigado pela explicação

Burgos

Servi quase 7 anos em um Classe Gearing “D 26”, nunca foi lançado um Asroc parece que foi lançado um nos Classe Garcia agora não estou me lembrando qual foi que lançou se foi o D 27, D 28, D 29 ou D 30. 🤷‍♂️
Ajuda aí Galante !!!
Bom dia!!!

Piassarollo

Obrigado pela explicação e desculpe o erro do seu nome, corretor do celular é fod…

Piassarollo

Olá Burgos, os classe Pará eu sabia que tinham feito disparos, fui pesquisar no NGB e encontrei.
D27 Pará- 1 disparo
D28 Paraiba- nenhum disparo
D29 Paraná – 5 disparos
D30 Pernambuco – nenhum disparo

Piassarollo

Putz perdão Burgos , esse corretor desgraçado

Burgos

Fique tranquilo !!!
Acontece comigo também !!!👍

Dalton

Não que faça muita diferença Burgos, mas, o melhor meio de diferenciar um “Gearing” de
um “Sumner” quando ainda comissionados na US Navy é pelo indicativo. Com exceção de um, todos os de indicativo “800” eram “Gearings” sendo o caso do “Agerholm”.
.
Outro meio de distinguir é o maior espaçamento entre as chaminés de um “Gearing”, mas, nem todo ângulo favorece isso.
.
abraços

Burgos

Olá Dalton !!!
Servi quase 7 anos no “Bruxo” conheço as diferenças dessas Classes de navios, mas obrigado por relembrar !!!
Boa tarde Galante !!!
Uma sugestão !!!
O seu acervo tá melhor do que o meu !!!
Que tal uma matéria sobre o lançamento do Asroc pelos Classes Garcia já pela MB, acho que tem gente aí que nem sabia disso !!!👍🇧🇷⚓️

José Luiz

Sugestão para um tema muito interessante o PNS Grazi submarino do Paquistão que afundou junto a costa da India. Um tema também que acho muito interessante na questão da aplicação de submarinos é a minagem ofensiva, sei inclusive que a nossa Marinha usava minas lançadas nos antigos Guppy, seria um tema bem interessante de explorar e pouco divulgado, pois um sub pode minar a saída de um grande porto ou base naval e interditar toda uma esquadra.

Jagdverband#44

Na realidade todos nós, aficionados por assuntos navais, já conhecíamos esta imagem.
Fiz um comentário sobre a imagem da foto, que realmente chamaria atenção hoje em dia, do ponto de vista ambiental.
Provoquei um tsunami no post, com a maioria dos comentários saindo do tópico.

Peço desculpa ao Editor Galante.

Leandro Costa

48, concordo com você em gênero, número e grau.

Burgos

“O problema foi que alguns aqui da ala xiita do Blog se manisfestaram da maneira habitual.”
Gostei dessa !!!
Boa!!!🤣

Piassarollo

Ala xiita, kkkkk, boa

Zé Rato

Nos anos 60, as denominadas armas nucleares táticas estavam espalhadas por todo o lado, seja em cargas de profundidade, torpedos, mísseis AA, munições de artilharia ou foguetes de curto alcance. Felizmente foram sendo reduzidas por sucessivos tratados e hoje quase desapareceram, restando essencialmente as terríveis armas nucleares estratégicas, que apesar de serem bastante mais devastadoras, são em número mais reduzido e estão mais concentradas em menos locais, logo estão melhor controladas. Quando as armas nucleares táticas estavam espalhadas por todo o lado, as probabilidades de acontecer um uso abusivo delas num qualquer incidente isolado, suscetível de desencadear uma guerra nuclear,… Read more »

Oganza

Deus… comentários esdrúxulos sobre meio ambiente. Pessoas julgando um contexto da metade do século passado com a “moral” do século seguinte. Isso em si é uma desonestidade e uma imoralidade intelectual. Sujeitos dessa cepa são cognitivamente incapazes de compreenderem um mero penny dreadful do século XVIII ou XIX, ou mesmo uma coluna qualquer de Fernando Pessoa. Esse é nível do analfabetismo funcional.

Fred k. chagas

pensa no tanto de peixe que morreu

- Publicidade -

Últimas Notícias

Grécia assina MoU com o Naval Group e MBDA abrindo negociações para o fornecimento de fragatas FDI HN

Em 28 de setembro, Nikólaos Panayotópoulos, o Ministro da Defesa grego, Pierre Eric Pommellet, CEO do Naval Group, e...
- Advertisement -