terça-feira, setembro 28, 2021

Saab Naval

Rússia realiza mais um teste bem-sucedido com o míssil de cruzeiro hipersônico Zircon

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

MOSCOU, 19 de julho (Reuters)A Rússia disse na segunda-feira que testou com sucesso um míssil de cruzeiro hipersônico Tsirkon (Zircon), uma arma que o presidente Vladimir Putin apregoou como parte de uma nova geração de sistemas de mísseis sem igual no mundo.

O ministério da defesa disse em um comunicado que o míssil havia sido disparado da fragata Admiral Gorshkov, um navio de guerra localizado no Mar Branco, e viajou a cerca de sete vezes a velocidade do som (Mach 7) antes de atingir um alvo terrestre na costa do Mar de Barents mais de 350 km (217 milhas) de distância.

“As características táticas e técnicas do míssil Tsirkon foram confirmadas durante os testes”, disse o ministério.

Alguns especialistas ocidentais questionam o quão avançada é a nova geração de armas da Rússia, embora reconheçam que a combinação de velocidade, capacidade de manobra e altitude dos mísseis hipersônicos os torna difíceis de rastrear e interceptar.

A Rússia planeja instalar o sistema de mísseis Tsirkon em seus submarinos e navios de superfície.

Putin anunciou uma série de novas armas hipersônicas em 2018 em um de seus discursos mais belicosos em anos, dizendo que eles poderiam atingir quase qualquer ponto do mundo e escapar de um escudo antimísseis construído pelos EUA.

No ano seguinte, ele ameaçou instalar mísseis hipersônicos em navios e submarinos que poderiam estar à espreita fora das águas territoriais dos EUA se os norte-americanos adotassem armas nucleares de alcance intermediário na Europa.

Washington não implantou esses mísseis na Europa, mas Moscou teme que isso aconteça.

- Advertisement -

98 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
98 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Willber Rodrigues

Só agora me veio essa pergunta…
Após o disparo, o míssil vai ganhando velocidade até chegar a velocidade hipersônica, ou ele só atinge essa velocidade quando chega perto do alvo, pra não dar tempo as defesas do navio?

Hcosta

Não sei, deve depender do perfil de ataque. Em alguns misseis convencionais voam a uma altitude um pouco mais alta para detetar o alvo e baixam para o nível do mar na parte final. O que altera a velocidade.
Nestes não sei como é feita a deteção do alvo. Neste caso deve ter sido só por glonass (GPS) por ser um alvo terrestre.

Matheus S

Como o Hcosta afirmou, depende do perfil de ataque. O motor do foguete de reforço do Zircon acelera para velocidades supersônicas, esse motor acelera o míssil por cerca de 12 segundos até efetivamente acionar o motor scramjet no segundo estágio para as velocidades hipersônicas. O míssil pode desenvolver teoricamente uma velocidade de até Mach 9 e voar a uma altitude de 30 km, onde o alcance e a velocidade aumentam conforme a resistência do ar é menor. Portanto, a maior velocidade é alcançada na maior altitude, em torno de 30 km. Por exemplo, vi em um relatório que o míssil atingiu… Read more »

Willber Rodrigues

Vantagens e desvantagens…eu já imaginava que não seria uma “bala de prata”, apesar da tecnologia ser impressionante.
Obrigado pela explicação.

Valdez

Uma pergunta hipotetica, um navio de guerra necessita de alguns kilometros para manobrar….isso nao seria previsto na hora do lançamento? Digo mirar mais na frente do navio prevendo a posicao futura do alvo?

Matheus S

Não. A designação de alvos precisa ser certeira. Não há como um sistema que se propõe a afundar um navio com base na sua energia cinética ter como apoio uma designação de alvos capaz de supor onde o navio estará, a margem de erro nesse tipo de míssil precisa ser mínima. Por exemplo, um teste feito nos EUA não faz muito tempo no Pacifico com um projétil hipersônico que teve um CEP de centímetros, saindo da perspectiva teórica da física, esse CEP é uma solução de tiro perfeita, só que o alvo era fixo, o alvo em deslocamento, o CEP… Read more »

Carlos Campos

pelo que eu entendo o AEGIS iria detectar muito antes o Zircon, quando ele ainda estivesse ganhando altitude, a questão é, o SM6 ou SM3 poderiam derrubar ele ou manobrar para interceptar um alvo hipersônico.

Matheus S

Não “muito” antes, mas antes com certeza. Não sou muito de estimar, mas eu acho que no intervalo de 50-100 km ele com certeza consegue, acima disso acho bem improvável. Os números públicos no alcance de detecção afirmam que ele pode detectar um alvo do tamanho de uma bola de golfe em alcances superiores a 165 km, provavelmente em trajetória balística. Quando aplicado a um alvo do tamanho de um míssil balístico, o Aegis tem um alcance estimado de 310 km.  O perfil de voo do Zircon também é diferente. Essa altitude que ele ganha é ainda menor do que um… Read more »

01_AARTEN.jpg
Carlos Campos

Acredito que seria sim possível, mas não com o SPY1, mas o SPY6 que é 3 vezes mais sensível que anterior, obrigado pela imagem, dá pra ver bem o perfil de voo dos tipos de mísseis.

Matheus S

Acho que mesmo considerado o SPY-6. Sem dúvida nenhuma, consegue rastrear um míssil com HGV, isso foi provado em um teste dedicado, mas os parâmetros desse teste eu desconheço. Só que o perfil de voo de um Zircon é diferente por exemplo do Avangard, mesmo considerando as velocidades equiparadas, o que pra mim fica em cheque é perfil de voo.

angelo

Olá amigos , assim como um caça quando lança um míssil ar/ar atualiza a posição do alvo pro míssil via datalink será que já é posivel ou viável que um satélite russo possa passar posição atualizada de um navio pro zircon.
Se os satélites americanos enchergam através de paredes não parece muito difícil exceto pela velocidade de transmissão.

Matheus S

Sim. Essa é a plataforma ISR dedicada da Rússia. Existe hoje uma constelação de 5 satélites chamado Liana capaz de designar o alvo para os mísseis antinavio dos russos, só que 5 satélites é uma quantidade pequena demais para se implantar por exemplo no Pacífico. Apenas para você ter uma ideia do que isso representa. Na URSS, existia a constelação de satélites Legend que operava mais de 30 satélites a nível global, esse sistema era capaz de designar o alvo em tempo real, transmitindo informações para navios, submarinos e estações terrestres, porém, a vida curta útil desses satélites ativos era… Read more »

Elias

País beligerante…. Polônia e Ucrânia que se cuide

Filipe

Não vejo a hora do nossa querida pátria Brasileira equipar os seus Navios FCT/SBR/SNBR com os Mansups , não vejo a hora da FAB equipar os caças Gripens com os Micla-BR , não vejo a hora do Exercito operar o AVMTC 300 a partir da plataforma ASTROS2020. Espero ter essas armas operacionais até 2030.

Adriano Madureira

A esperança é a última que morre…

Luiz Antonio

Se eu fosse você montaria um UTI no seu quarto e não sairia mais de lá. Quem sabe viverá para ver.

leonidas

Eu receio que vc (e todos nós) não iremos de fato “ver a hora” que isso vá acontecer. Essa nação lamentavelmente nunca soube se respeitar e isso é um mal crônico de toda a américa latina. Em países dignos deste nome e condição, existe investimento em defesa, ou quando não há e eles se tornam vítimas de uma nação poderosa logo aprendem a lição e correm atrás do prejuízo. Foi o caso da Coreia do Sul, da China, de Israel por exemplo. Mas quando a sociedade em questão é feita de gente desavergonhada, incapaz de qualquer tipo de civismo ele… Read more »

Marcelo

6 bilhões aprovado para o fundo eleitoral !!!
Que inventou os (513 deputados e 81 senadores ) = Ladrões foi os militares !!!
Por ai vc ver como os militares querem bem ao pais !!!
Os militares obrigou o parlamentarismo para deixa joao Goulart assumir a presidencia !!!!

Mk48

🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Willber Rodrigues

E o “mais engraçado” é que a ala governista do atual governo votou em peso a favor desse fundo eleitoral…a mesma ala que adora dizer “menos estado” e “acabou a mamata”…

Slow

E depois da repercussão negativa que teve , ele vai querer vetar só que não adianta , todo mundo sabe que todos aliados dele e filhos votaram a favor .

Willber Rodrigues

Seria excelente se ele vetasse, mas duvido muito que ele tenha c*lhões pra vetar isso…

sergio

A ala do governo votou no destaque da lei, onde estava o fundão eleitoral, eles não votaram no fundão, e melhor se informar antes de vir falar besteira

Luiz Antonio

Me engane que eu gosto. Haja dim-dim para comprar panos heim?

Slow

Isso é apenas uma desculpa pra falar que não votou no fundão , mas todos sabiam que tinha o aumento do fundão ali .. se é contra é só votar contra ..

Willber Rodrigues

Aham…tá bom…
Daqui a pouco você fala que eles “aprovaram sem querer”, mas vão abrir mão de usar essa grana nas próximas eleições…
Sem ofensa, mas invente uma desculpa menos esdrúxula pra passar pano, vai…essa não cola.

Palpiteiro

Eu acho que cada um deve resolver o seu problema. É muito fácil para não resolver o seu problema, desviar o foco. A câmara, o STF e a FAA, cada um deve resolver o seu problema. Se as despesas com pessoal das FAA fossem cortadas pela metade, haveria dinheiro para se lançar ao mar um SubNuc todo ano. É só fazer as contas. Mas é claro que o objetivo estratégico não é equipamentos e sim efetivo. Com 40bi a mais todo ano para investimento, triplicariamos os empregos nos estalerios e fábricas de produtos de defesa, com impacto social, tecnológico, produtos… Read more »

leonidas

Tu tá de piada né?
Vc realmente quer isentar os inúteis dos civis disso ai?
Dizer que parte disso tem relação com militares é algo óbvio (nem precisava se dar ao trabalho de fazer menção a isso) mas dai querer resumir a coisa aos militares é de uma ignorância abissal…

Antonio Palhares

Preferiu levar uma surra, ao invés de aceitar ajuda de outra potência que poderia no mínimo empatar a peleja.

sj1

A latinidade é um obstáculo quase intransponível.

Antonio Palhares

Neste caso reivindicar o atestado de vida eterna. Dos “Agamenons, Epaminondas, Adãos” da vida. Desses que viveram mais de novecentos anos, segundo as tradições que norteiam a civilização ocidental.

Joao Moita Jr

2130…

Inimigo do Estado

A cada dia que passa a Rússia vai derrubando por terra as críticas de que estaria construindo bravatas, como muitos taxavam aqui.

Pedro

Ou seja, em 3 minutos aproxidamente ele atingiu o seu alvo! O que é possivel fazer nesse tempo para tentar interceptar algo assim? Praticamente nada. O conceito de “baixa visibilidade” Russa sempre foi esse, de dar o menor tempo possivel para resposta e nao ser “furtivo”.
Essa combinaçao de misseis hipersonicos em navios e submarinos de qualquer tonelagem esta a levar muitos na Russia a “jogarem no lixo” qualquer Navio Aerodromo atual ou futuro, pois tais misseis podem fazer um ataque da mesma forma que avioes a longa distancia.

Luiz Antonio

Pode jogar no lixo todos os misseis atuais também (antes de serem lançados a vaca já teria ido para o brejo). Não chegariam nem perto de uma frota protegida por mísseis hipersônicos. A única saída e superar sua velocidade e isso só se consegue com ondas eletromagnéticas ou microondas ou laser, essas “coisinhas”. Fora disso é “caixão”.

Last edited 2 meses atrás by Luiz Antonio
willhorv

Se pensarmos que um navio adquire seu alvo a pouco mais de 40/50km de distância, em se tratando de um míssil perto do mar e pela curvatura da terra, a mach 7 da aproximadamente 20 segundos de tempo de reação. Em outras palavras…não dá né! Não com os atuais sistemas close in ou de mísseis…é muita velocidade em pouco tempo…

rui mendes

Mach 7, perto do nível do mar???
Não existe.

Antoniokings

Artigo interessante.

O desenvolvimento de armas hipersônicas americanas continua atrasado com sérios problemas – Relatório do serviço de pesquisa do Congresso

https://militarywatchmagazine.com/article/US-hypersonic-weapons-development-lags-CRS-report

Paulo Drusnam

Missilzinho russo lembra os fogos Caramuru em festa de São João

Antoniokings

Contanto que não caia na minha casa…..

Inimigo do Estado

Boa kings kkkkkk

Antoniokings

SDS!

Fernando

Caramuru não dá xabu

Hcosta

Aumentar a distância em que são lançados, ou seja, aumentar o raio de defesa e fazer o que já é feito, a defesa por camadas, provavelmente com camadas mais distantes e com mais navios e maior cobertura aérea no caso de porta aviões.

Fabio

Estava lendo as discussões até este comentário, realmente a Rússia trabalha de forma diferenciada, se analisarmos bem, as vitórias em guerras no futuro serão muito por tecnologias hipersonicas guerras eletrônicas e em certo ponto furtividade, enquanto EUA investe em toneladas de materiais como porta aviões navios e aeronaves a Rússia investe em mísseis hipersonicos submarinos furtivos e armas que espreitam sem ser visto como o torpedo nuclear autônomo que viaja o mundo sem ser visto até chegar ao alvo, esqueci o nome, acho que deslocar toneladas de ferro para uma futura guerra não será garantia de Vitória depois da tecnologia… Read more »

Hcosta

Sempre foi assim, por isso tem a frota enorme de submarinos nucleares. Mas atacar um porta aviões não é assim tão fácil.
O torpedo nuclear tem pouca relevância, pode funcionar mas é mais um instrumento de propaganda. Que uso terá numa guerra como as que existem desde a 2a Guerra Mundial?

Alex Barreto Cypriano

“No ano seguinte, ele ameaçou instalar mísseis hipersônicos em navios e submarinos que poderiam estar à espreita fora das águas territoriais dos EUA se os norte-americanos adotassem armas nucleares de alcance intermediário na Europa. Washington não implantou esses mísseis na Europa, mas Moscou teme que isso aconteça.” Ecce Homo: cinismo exemplar em inverter os fatos e sua ordem temporal. Foram os russos que estrearam misseis de alcance intermediário que levaram aos escudos defensivos americanos na Polonia, que Putin achou inaceitável agressão e redobrou esforços ferozmente assertivos ao aumentar a capacidade de ataque convencional e nuclear, inclusive afirmando que guerras nucleares… Read more »

Hcosta

Biden acabou de chegar. Parece um bocado cedo para comparar com o Brasil.
E já fez mais para a credibilidade dos EUA do que Trump em 4 anos.
E não me parece que a melhor forma de controlar a China seja através do confronto.

Last edited 2 meses atrás by Hcosta
Carlos Campos

O único confronto que o Trump teve com a China foi o comercial, mesmo assim a economia dos EUA ia muito bem obrigado, e olha que ele queria só um aumento da alíquota de impostos, não sair taxando tudo, o Biden entrou e colocou o pé na porta da China, da Rússia, e tá destruindo o dólar em casa, os sinais da economia dos EUA ainda estão bom, mas o DJ já parou de tocar a música, a festa vai acabar, a festa vai ser na Ásia, a China que festejar na próxima década.

Hcosta

O mundo dá muitas voltas…

Matheus S

A economia dos EUA não ia “muito” bem, mas estava melhor do que com Obama. Vale lembrar que esse argumento da economia indo muito bem vem dos especialistas que só se importavam com os números de desemprego, sem se preocupar com a qualidade dos empregos gerados. Em termos práticos, Trump conseguiu esse feito não pela guerra comercial com a China, mas com a desregulamentação do mercado de trabalho dando liberdade aos empreendedores, retirando de acordos sustentáveis o que desobrigava as indústrias a seguirem o protocolo ambiental e o mais importante de todos, a reforma tributária, diminuindo a carga de impostos… Read more »

Hcosta

Trump um dos melhores presidentes? Comparado com quem? Com o Ieltsin?
Trump é um aldrabão e ignorante, rodeado por incompetentes e ladrões.

Matheus S

Comparado com os presidentes anteriores.

Essa é a sua opinião. Eu tenho outra. Aliás, muito mais embasada. A política externa dele é a que foi mais adequada ao mundo multipolar atual.

Hcosta

Sim, muito mais embasada em distorções. Existe exemplo de pior presidente, até fora dos EUA, do que Trump?
Nem sei se tinha uma política externa. Para ter uma política precisava de ser coerente, definida e não usá-la em proveito próprio. Era mais parecido com uma criança. Alemanha, Coreia do Norte, Gronelândia, etc… Existirá mais algum exemplo de alguém mais ignorante do que Trump?

Carlos Campos

Hcosta fiqueiinteressado, me explica aí os erros do Trump, pq eu vejo o Biden com mais temor, assim como o Putin próprio já deu a entender.

Hcosta

O que foi que Putin deu a entender? Se percebeu que iria ser mais difícil continuar no mesmo sentido, ainda bem. Mau era se fosse incentivado a continuar como foi com Trump.
O dinheiro gasto na manipulação pública tinha de ter algum objetivo.
Biden já está neste jogo de relações internacionais há décadas, mesmo antes de ser VP. Não é nenhum maluco que acabou de chegar e que governa pelo “instinto”.

Matheus S

kkkk

Existe sim, atualmente ele ocupa a presidência do maior país da América Latina, anteriormente era chamado de “Trump brasileiro”. Ao contrário dele, Trump cumpriu a maioria das suas plataformas de campanha, esse é um homem de palavra, ainda acho tosco compararem Trump com esse presidente.

A política externa dele é confusa para quem nunca leu a “Estratégia de Segurança Nacional” de 2017, onde ele designa o que seria a sua plataforma de política exterior.

Você quer que eu faça uma matéria sobre isso. Eu faço. Problema nenhum. Posso te enviar até sábado.

Hcosta

Então qual é a coerência na questão dos soldados na Alemanha, na Coreia do Norte onde nem sabia onde ficava, a Gronelândia, a aproximação à Rússia, a Ucrânia, etc.
Cumprir promessas? Ele diz o que a sua base de apoio quer que diga e isso não é um elogio tendo em conta de onde vem esse apoio.
Todas as semanas aparecia um caso qualquer de incompetência. Nem dá para comparar com Biden.

Carlos Campos

Em termos práticos, Trump conseguiu esse feito não pela guerra comercial com a China,””””” o Trump conseguiu fazer uma economia boa, apesar da guerra comercial com a China, essa é a minha opinião, seria ainda melhor se ele tivesse coragem de cortar certos gastos e tentar diminuir o déficit americano…. o que Biden tá fazendo é empurrar o mundo para um sistema multipolar mais rápido que o esperado, a mídia vende ele como equilibrado, mas o cara é doido e acha que ainda vive na década de 90 onde os EUA podia sair ameaçando outros países.

Matheus S

Sim. Realmente a economia dele foi boa, mas não foi tão boa a ponto de dizer que foi uma das melhores considerando a comparação à qualquer período. O exemplo da guerra comercial de fato, a economia americana de modo geral estava suportando, mas por exemplo, isso quebrou muitos empresários do agronegócio das Grandes Planícies e do Centro-Oeste. O custo da guerra comercial foi bem mais grave do que isso, além do impacto dos cinturões agrícolas, houve também o aumento do preço dos custos de produção, afetando a indústria como um todo nos EUA. Por um tempo, esse custo maior de… Read more »

Carlos Campos

nessa parte de gastos exagerados do Trump a gente concorda.

Matheus S

Sim. Os republicanos de modo geral sempre foram mais gastadores, maiores até do que os democratas. O único republicano a apresentar orçamento equilibrado, isto é, superávit orçamentário foi Eisenhower. O único depois dele foi Clinton, Clinton na realidade até o superou, conseguiu superávit nominal, isto é, conseguiu deduzir todos os gastos do governo federal(incluindo juros da dívida) e ainda sobrou como reserva, um feito inédito para presidentes americanos.

Fernando C. Vidoto

Imagina a destruição que o míssil causa quando acerta o alvo terrestre a mach 7. absurdo

Last edited 2 meses atrás by Fernando C. Vidoto
Adriano Madureira

Há um tempo atrás, estava a conversar com alguns amigos na web sobre defesa antiaérea, mais especificamente misseis hipersônicos e a necessidade de o Brasil adquirir ou investir em P&D nesse meio ofensivo/defensivo. Interessante e surpreendente foi escutar de um deles, que o Brasil não necessitava de tal arma… Então eu fiz a pergunta óbvia : Por qual razão você não acha necessário o investimento nesse tipo de armamento? A resposta para mim foi de uma estupidez imensa, uma resposta de alguém que pensa micro e não em um cenário macro. Ele disse que Brasil não necessita de mísseis hipersônicos… Read more »

Comte. Nogueira

Mais uma falácia: um país campeão em mortes no trânsito e por armas de fogo não pode ser amistoso ou pacífico.

Paulo Drusnam

O problema da violência no país são essas leis brandas pra criminosos e políticos corruptos, mas tambem, reparem em quem faz tais leis.

Hcosta

Mas não se parte do zero para misseis hipersónicos. Tem de haver uma evolução no desenvolvimento técnico e industrial.

Tão tosca é a desculpa de o Brasil ser um país amistoso como é tosca a desculpa que toda a gente quer ou consegue invadir o Brasil.
E que é obrigatório ter misseis hipersónicas ou bombas atómicas para defender o Brasil?
E pode ter um efeito contrário, ganha na dissuasão mas pode implicar a diminuição das Forças Armadas. Para quê ter um exército se temos uma defesa impenetrável?

Adriano Madureira

Na minha opinião o Brasil para ter uma boa defesa, não precisaria gastar rios de dinheiro em mísseis balísticos intercontinentais.

Acredito que um poder dissuasório de qualidade poderia ser suficiente…

Se tivéssemos 1-2 satélites militares, uma rede de radares OTH na costa e até em fernando de noronha, que para mim é um desperdício de localização estratégica.

14 estações de radares dessa cobriria o Brasil.

Perdemos a chance de ter participado da parceria russo-indiana com o Brahmos,se tivéssemos entrado no programa, poderíamos ter uma defesa costeira, talvez até mesmo misseis brahmos usando um veiculo Astros como lançador.

comment image

Carlos Campos

uma situação mais rápida seria como já temos um satélite para comunicação comprado da França, que se criasse um drone que pudesse ficar várias horas no ar com IA suficiente para descriminar navios civis e militares, até mesmo entender se eles estão agindo estranho, EMBRAER poderia fazer isso….. o conceito do carvalho onde o KC 390 poderia levar um punhado de mísseis antinavio, para fazer ataque de saturação a frotas inimigas, o que seria um multiplicador de forças enorme, temos tecnologia para fazer isso, mas não temos dinheiro, só para campanha de fdp (po´litico)

Adriano Madureira

Como se fosse um P-8 Carlo Campos?
comment image

Carlos Campos

parecido, mas sem fazer grandes mudanças, o KC levaria um conteiner que seria colocado para fora em voo, assim que saísse acionaria asas no contêiner para ele planar, o contêiner se e lançaria os mísseis, o contêiner cairia no mar, junto dos mísseis dos Gripen criariam um ataque de saturação para dar dor de cabeça em qualquer marinha.

Adriano Madureira

Na minha opinião o Brasil para ter uma boa defesa, não precisaria gastar rios de dinheiro em mísseis balísticos intercontinentais. Acredito que um poder dissuasório de qualidade poderia ser suficiente… Se tivéssemos 1-2 satélites militares, uma rede de radares OTH na costa e até em fernando de noronha, que para mim é um desperdício de localização estratégica. 14 estações de radares dessa cobriria o Brasil. Perdemos a chance de ter participado da parceria russo-indiana com o Brahmos, se tivéssemos entrado no programa, poderíamos ter uma defesa costeira, talvez até mesmo misseis brahmos usando um veiculo Astros como lançador. Juntamente com… Read more »

Palpiteiro

Imagino que nossos estrategistas militares também discordam de você, pois consideram que a solução é colocar a grana 80% da grana para bancar efetivo.

rui mendes

Tudo bem que no vosso contexto, é o que deve ser feito, pois não se pode ter tudo, mas sem um grande efectivo, podes ter armamento moderno e lindo, mas jamais aguentas uma guerra de alta intensidade.

Carlos Campos

o 14-X serviria de base desenvolver esse tipo de tecnologia, mas tá indo a passos de tartaruga, vai ser lançado se tudo correr bem, as estrelas disserem amém, e os planetas estiverem na posição correta em 2024.

EduardoSP

Ele tem razão. Não sendo vizinho, para chegar até aqui só com uma força tarefa grande, com PA. Ou seja, EUA, Grã-Bretanha, França e China.
Com países ocidentais não teremos problemas a serem resolvidos militarmente. Eles já possuem boa parte da economia do país e as coisas se resolveriam de outra forma.
Quanto à China, é meio longe daqui, certo?

Hcosta

Com vários porta aviões. Um só não chega. E centenas de milhares de soldados e mesmo assim, não sei.

Adriano Madureira

Por enquanto a China fica longe daqui, mas agora eles tem uma base no Djibouti, que em um futuro próximo duvida que eles não façam uma base em Angola, Namíbia, Nigéria ou Libéria?! Desse lado do oceano?! Angola é um dos mais importantes parceiros comerciais da China, oque impediria eles de estreitarem laços militares entre si?! Os países africanos que se destacam por sua relação com a China são: Botsuana, Gana, Nigéria, Angola, Quênia, Madagascar, Namíbia, Tanzânia, África do Sul, Zâmbia, Zimbábue, e mais recentemente, o Djibuti, onde se localiza a primeira base militar chinesa fora de seu território. Todos… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Adriano Madureira
Hcosta

Isso não significa que sejam aliados exclusivos da China.
Até não acho muito mal a existência de bases Chinesas em África. Se conseguirem contribuir para a estabilidade da região, já que outros países não estão interessados em contribuir.
O problema é surgirem várias situações semelhantes à Síria.

Last edited 2 meses atrás by Hcosta
Helio Mello

Os russos possuem alguma defesa contra esse tipo de arma?

Alison

Pergunta muito oportuna de fato.

Alexandre Galante

A defesa é atacar primeiro para neutralizar as armas hipersônicas do inimigo e tentar atuar bloqueando eletronicamente os sensores do míssil atacante.

Last edited 2 meses atrás by Alexandre Galante
Marcelo

Com certeza os russos desenvolveram o veneno e a vacina contra o veneno !!!

Antonio Palhares

Eles possuem a arma para mostrar o capeta aos inimigos. Imagine uma frota toda sendo atacada por tais mísseis. Mesmo assim uns idiotas ficam com aquelas provocações , destinadas ao consumo interno nas aguas territoriais russas.

Ricardo

S-500 prometheus, pelo menos em teoria.

Bispo

Se você “elaborou o veneno” fica mais fácil , desenvolver o antídoto.

Alison

Com ctz a nova geração de navios russos é muito bonita visualmente falando.

100nick-Elã

Cadê o Flanker? Flanker, tudo bem? kkkkkk
Essa é uma daquelas super armas que o Putin anunciou em 2018 e vocês, fanboyzada, ficaram duvidando e ridicularizando. Uma hora a realidade bate à porta. kkkkkkkk

Inimigo do Estado

Sem falar do Poseidon, cujo submarino lançador já navega por aí.

Mauro S

Ninguém vai pedir um vídeo mostrando o míssil atingindo o alvo?

Jagdverband#44

Tudo isso só para vender gás para a Europa ocidental…

100nick-Elã

A Rússia não precisa da Europa Ocidental, todo gás que ela tiver pode vender para China. Europa: 500 milhões de habitantes e declinando economicamente. China: 1,5 bi de habitantes e avançando economicamente. A Rússia pode vender gás para China até acabar, que a China compra. Resumindo: a Rússia não precisa da Europa, a Europa que precisa da Rússia.

Hcosta

Sim, a Rússia é o único produtor de gás do mundo. Até nem sei porque os EUA são contra o novo gasoduto (ironia). E a China deve comprar o gás ao mesmo preço que a Europa.

Jagdverband#44

Nossa, parece, pelo teu comentário, que fui na padaria discutir geopolítica.
Tão fácil né? Estilo Paulo Freire de educação.
1 + 1 = 2

Reinaldo Deprera

Ninguém pega a mãe Rússia agora. O EUA que se cuidem, o Zircon veio para mostrar que a mãe Rússia é a nossa mãe Rússia.

Viva a mãe Rússia. Morte ao grande Satã e Allahu Akbar

Saravá Ferris!

Carlos Alberto Soares

Breve o Irão.

Luiz Trindade

É… Duvidam da tecnologia mas houve um comentário por parte dos EUA que ficaram preocupados com esse tipo de arma nas mãos da Rússia. O problema é que a OTAN e os EUA saíram garimpando os países bálticos para o tratado e esperavam que a Rússia ia ficar enchendo a cara de vodka vendo isso acontecer e não foi isso que aconteceu e continua agora!

- Publicidade -

Últimas Notícias

Grécia assina MoU com o Naval Group e MBDA abrindo negociações para o fornecimento de fragatas FDI HN

Em 28 de setembro, Nikólaos Panayotópoulos, o Ministro da Defesa grego, Pierre Eric Pommellet, CEO do Naval Group, e...
- Advertisement -