Destróier Type 055

A indústria naval chinesa, especialmente nas últimas décadas, tem experimentado um crescimento e modernização impressionantes, refletindo o compromisso estratégico da China em se tornar uma potência marítima dominante. Este desenvolvimento é parte integrante do plano mais amplo da China de expandir sua influência global e salvaguardar seus interesses marítimos.

A Marinha do Exército de Libertação Popular (PLA Navy) da China passou por um aumento notável no número de navios de guerra. Em um período relativamente curto, a China conseguiu não apenas expandir o tamanho de sua frota, mas também melhorar significativamente suas capacidades.

A expansão incluiu uma variedade de plataformas, como destróieres, fragatas, corvetas, submarinos, navios anfíbios, e recentemente, porta-aviões. Esta diversidade permite que a PLA Navy opere em múltiplos domínios marítimos e execute uma gama de missões, de defesa costeira a projeções de força em águas azuis.

Um aspecto crucial desse crescimento é a capacidade da China de construir esses navios internamente. Com estaleiros navais avançados e uma indústria de defesa robusta, a China alcançou um alto grau de autossuficiência na construção naval.

Além de atender às necessidades de sua própria marinha, a indústria naval chinesa tornou-se um importante exportador de navios e equipamentos militares, fornecendo a países ao redor do mundo.

O crescimento da frota chinesa representa um desafio estratégico para as potências navais tradicionais, principalmente os Estados Unidos. A presença crescente da China em águas internacionais tem implicações para o equilíbrio de poder e a segurança marítima.

A expansão naval apoia os esforços da China para afirmar suas reivindicações territoriais, especialmente no Mar do Sul da China, e aumentar sua influência em regiões estrategicamente importantes.

Em 2023, a PLA Navy incorporou os seguintes navios

  • Submarino convencional Projeto 039C;
  • Dois grandes destróieres Type 055;
  • Sete fragatas Type 054;
  • Barco lança mísseis Type 022;

Navios lançados pela PLA Navy em 2023

  • Um navio de assalto anfíbio Type 075 de 40.000 toneladas;
  • Quatro destróieres Tipo 052DM de 7.000 toneladas;
  • Duas fragatas Type 054B de 6.000 toneladas;
  • Corveta stealth de 2.000 toneladas;
  • Três submarinos nucleares de ataque Type 093B de 9.000 toneladas;
  • Dois submarinos de propulsão convencional Type 039C de 2.600 toneladas.

O ano de 2024 será recorde no comissionamento de novos navios de guerra de diversas classes. A PLA Navy deve incorporar o novo porta-aviões Fujian, um navio de desembarque Type 075, vários submarinos convencionais Type 039C, vários destróieres Type 052D e fragatas Type 054B.

Em 2023, foi lançado o quarto porta-helicópteros Type 075
Mais quatro destróieres Type 052DL foram lançados ao mar em 2023
Fragata Type 054B
Fragata Type 054A
Corveta stealth

FONTE: @thinking_panda e @Aryan_warlord no X

Subscribe
Notify of
guest

152 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Burgos

Trabalho sério é isso 👏💪⚓️

Moriah

Os chineses simplesmente não param… A indústria naval do país parece a automotiva, em ritmo de linha de montagem.

Marcelo Andrade

É mas até quando a economia vai suportar?

max
Last edited 2 meses atrás by max
Vovozao

03/01/2024 – quarta-feira, btarde Burgos, como falei anteriormente; dão valor as FFAA’S, investindo em educação, construindo e evoluindo sempre, aquela grande e paupérrima nação dos anos 1960, que pediu a MB para seus marinheiros conhecerem e treinaram no nosso Minas Gerais, hoje é a maior marinha de guerra do mundo (em números), que nossas autoridades, vejam, aprendam e comecem a COLAR o que os chineses fizeram, e, as próximas gerações poderão se orgulhar da nossa MB, pois hoje não serve de orgulho para ninguém.

Nativo

Nossas autoridades especialmente militares, confiam nossa segurança em seus aliados, principalmente os EUA,
Tal qual leu-SR na réplica sobre as necessidades de mudanças nas FAs.

Renato Alves

Enquanto isso é um país da América do Sul o tal ‘ Presidente do povo’ corta planos estratégicos das 3 FAs. Isso em país que já possui uma defasagem imensa em tecnologia e equipamentos. É de morrer

Fernando "Nunão" De Martini

Renato,
Não está claro se é corte ou se é apenas veto a emendas que impunham prioridades e prazos a esses projetos frente a outros (como diversas outras emendas que foram vetadas).

Sugerimos voltar ao tema da matéria.

PS: depois de escrever esse comentário, li e reli o texto dos vetos e não há corte algum. Apenas veto ao que seria um engessamento de prioridades. Estão fazendo tempestade em copo d’água com isso.

Nativo

Porque voce não citou que ele dinheiro de projetos e botou nos bolsos dos militares, seguindo a onda do “brabo ” como publicado aqui mesmo?

Rinaldo Nery

Difícil entender esse texto…

Nativo

Entendeu sim. Não quer e encarar a realidade.

Wilson Look

Na verdade, o comentário não está claro e apresenta erros de gramática que dificultam ainda mais a sua interpretação.

O problema não é entender, pois é possível entender sobre o que está sendo falado, mas a forma como o texto foi elaborado, tornou a sua interpretação e entendimento muito difíceis, de forma que é preciso uma leitura atenta e a imaginação de que palavras estariam faltando ou deveriam ser mudadas para se chegar ao sentido do texto.

É aqui que está o problema:” Porque voce não citou que ele(adicione as palavras que faltam aqui)dinheiro de projetos…

Fernando "Nunão" De Martini

Não, Nativo, o seu comentário está mal escrito mesmo. E fora de tópico, como os anteriores, mas isso já é outro problema.

Nativo

Sei !!!!

Burgos

Não sou Psicólogo nem nada, mas lendo o comentário dele parece que sofre de algum tipo de dislexia ou tentou jogar no ar pro algoritmo de censura do programa do blog não captar o que ele tentou comentar ou atingir algo ou alguém, digamos assim “jogando no ar” as palavras pra ver se alguém “pescou” o que ele quis dizer.
Vai saber agora 🤷‍♂️

marku

bom caro Renato aí o sr reclame com o congresso que aprovou uma lei que diz que o governo não pode ter nem um centavo de deficit.

L Grande

Mas isso é o normal em qualquer país sério… Até nas famílias… Se alguém gasta mais do que recebe vai para a falência… Argentina é um exemplo.

MBK

Você considera países sérios os EUA,UK, França, Alemanha, Itália, Japão etc?

servidor

Vamos aguardar. Só o tempo dirá. O que não dá para suportar é a tietagem política que tomou conta desse país, que não passa de uma anta! Grande, pesada mas que não impressiona ninguém! Todo mundo sabe que os políticos e em especial da corrente não democrática, tem ojeriza aos militares. Então porque investir e desenvolver o segmento? Mas como disse, aguardemos os próximos capítulos.

Bryan

Com a modalidade de “guerra por procuração”, creio que parte desse esforço seja para auxiliar países como Irã e Coreia do Norte. Depois do último relato da Coreia do Norte, creio que eles estejam na expectativa de incorporar também esses equipamentos.

Zigg

A frota para a reconquista de Taiwan se materializando rápido.
Serão necessários mais quanto tempo para que isso aconteça??

Fernando Vieira

Eu não acho que os chineses tomarão Taiwan militarmente. Seria uma aventura muito custosa, com o ocidente entrando na guerra no mínimo suprindo Taiwan e podendo transformar isso em um atoleiro semelhante ao que os russos estão na Ucrânia. Ainda acho que a anexação de Taiwan será política, sem um disparo. Caso a China realmente queira a opção militar, ela vai precisar de muito mais, de modo que a conquista da ilha se dê em um intervalo de horas e ela possa imediatamente negar o mar e o ar para qualquer tentativa de ajuda a Taiwan. Aí o ocidente veria… Read more »

Franz A. Neeracher

Concordo……creio que um dia não muito distante, a população de Taiwan acreditará que as vantagens compensarão as desvantagens em se reunir com a China….

Hcosta

E o contrário?
Taiwan é dos países mais ricos da região e, per capita, mais rico do que a China.
Demonstra que é possível uma sociedade ordeira, pacífica, próspera e democrática…
E contraria a ideia que há povos destinados a viverem sob ditaduras. Talvez seja a genética…

Nativo

O que????
Os chineses de Taiwan agora são geneticamente diferentes dos continentais?
Acho que genética complicada é a de parte dos brasileiros, presos a preconceitos antigos, se mostrando incapaz de evoluir no raciocínio.

Hcosta

Antes de mais, somos todos geneticamente diferentes e a China tem diversas etnias, apesar de uma ser dominante.
Segundo, usar a genética para justificar algo é, na maior parte das vezes, racismo.

E obviamente que me referia à ideia, de muitos apoiantes de ditaduras, de que certos povos só são governados através de ditaduras. E, ironicamente, disse que devia ser da genética. Como acontece com os Russos

Taiwan, sendo uma democracia, contraria essa noção, algo contrário ao que vemos nos defensores das teorias de eugenia e outras. E como nada disto é algo de novo

Carvalho2008

Taiwan era uma rígida ditadura a 20 ou 30 anos atrás….ferrenha….

Yuri

Não é mais. E a ditadura de Taiwan tinha data de validade, se derrubou

Hcosta

E um bom exemplo de como é possível a transição para a democracia.
Algo que também aconteceu na Coreia do Sul.

carvalho2008

sim duvida , mestre!!! Mas só para deixar claro….não torço para a china, mas isto não impede de reconhecer as vantagens dela nisto. Não acredito que a invasão ocorra, mas se ocorrer, não haveria a menor chance. Com ou sem EUA…todos os ensaior de jogos de guerra ja analisados pelos proprios resultaram nisto…se o pior ocorrer, todo mundo vai deixar ficar quieto e continuar comprando da mesma forma, independente da bandeira ter ficado vermelha….troca o dono mas o trabalho continua…

Bosco

Quais vantagens?

Franz A. Neeracher
  1. Econômicas, sem a China, Taiwan não seria o “tigre” que é.
  2. Diplomáticas, Taiwan é reconhecida por poucos países.
  3. Militares, sendo parte da China, o país estaria bem defendido e gastando menos em defesa ao mesmo tempo.

Mas é aquilo, tem as suas desvantagens (grandes) também….caberá ao povo decidir o que é o melhor para o futuro das próximas gerações.

Last edited 3 meses atrás by Franz A. Neeracher
Hcosta
  1. Sem fazer parte da China, é um Tigre. Fazer parte da China implica fazer parte um mercado muito “regulado” e dependente das políticas de Pequim e do Partido.
  2. Fazendo parte da China, deixaria de ter representação e independência diplomática, mesmo que seja não oficial como é o caso.
  3. Perderia toda a capacidade militar no cenário mais provável.

Em nenhum desses pontos Taiwan estaria numa situação melhor do que está hoje.

Talvez seja alguma maldição das ditaduras em que nas crises económicas se lembram de ameaçar/invadir outros países/territórios.

JPonte

Eu creio que em 10 anos o ocidente , incluso os EUA não terão meios militares , econômicos e políticos de impedir qualquer ação da China frente a Taiwan ….
A ascensão de um e a queda de outro se dá a olhos vistos e rapidamente.

Claudio

Não precisa desse tempo não. É só observar a guerra entre Rússia e Ucrânia. Rússia, já conquistou vários territórios, e os Estados Unidos sendo humilhado e assistindo seus equipamentos militares sendo destruídos pelos Russos.

Dalton

Isso de “conquistar vários territórios” é um tanto quanto ilusório porque já havia uma grande quantidade de descendentes russos vivendo neles o que certamente facilitou a ocupação.

E equipamentos russos estão sendo destruídos também e até agora nenhum equipamento de ponta dos EUA foi destruído simplesmente porque não estão sendo empregados porque isso significaria envolvimento direto coisa que se quer evitar até porque há uma grande divisão na população e entre os políticos se a Ucrânia deve continuar recebendo ajuda ou se essa ajuda tem sido excessiva.

João Moita Jr

“até agora nenhum equipamento de ponta dos EUA foi destruído” Ué? E os Bradleys, Strikers e Patriot batteries?? E só não vemos os M-1 nessa lista, pois o Pentágono proibiu o emprego dos mesmos no campo de batalha, pois estão perdendo sono com a apreensão desses terem o mesmo fim que os Leopards e os Challengers. Ainda é um produto de prateleira que se vende muito bem. Se começassem a torrar…

Last edited 3 meses atrás by João Moita Jr
Dalton

Um F-35A por exemplo é um equipamento de ponta João, não um “Bradley”, não se deve confundir o que é comumente usado pelas forças armadas com uma plataforma genuinamente avançada tecnologicamente.
.
As baterias “Patriot” são utilizadas defensivamente e já causaram
baixas entre equipamento russo, então não acho que o armamento americano mesmo o que está sendo disponibilizado à Ucrânia seja inútil ou seja motivo de humilhação para os EUA.

Fernando "Nunão" De Martini

Lembrando também que muita gente confunde a destruição de uma viatura das diversas que compõem uma bateria de sistema antiaéreo (viatura lançadora, viatura radar, remuniciadora, comando etc) com a destruição de uma bateria completa. O tempo todo vejo essa confusão. Chamam viatura de bateria.

Bosco

Tem certeza que vc é militar no USA?

Felipe Morais

não, não é.
Como se diz na linguagem “popular”, pagando embuste.
O discípulo mais fraco do famoso Mike Baguncinha.

Velame

Bosco, esse tal de João cospe no prato que comeu. Não da pra esperar muita coisa de alguém assim.

AVISO DOS EDITORES A TODOS: DEBATAM OS ARGUMENTOS, NÃO AS PESSOAS.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Nilo

O sistema HIMARS dentro da sua categoria pode ser considerado utilizador de tecnologia de ponta ou alguém tem algo melhor em termo de precisão e alcance e rapidez de tiro? Rsrsrs

Leonardo

Inúmeros relatos de Americanos e Europeus sobre o sistema errando ou sendo desviados dos alvos pela guerra eletrônica Russa… Tanto que até pararam de falar… Manuais e disparidade tecnológica é uma coisa, enfrentar quem pode se defender a coisa muda e as propagandas caem por terra.

Last edited 3 meses atrás by Leonardo
Nilo

Boa noite, não tenho dúvidas quantos em especifico ao seu comentário, que se aplica também a “Um F-35A por exemplo é um equipamento de ponta”. Quanto ao M1 Abrams, citado pelo João certos setores americanos ainda não desistiram de enviar mais lotes para Ucrânia: Artigo The National Interest: “É difícil superestimar a importância dos MBTs na guerra terrestre moderna de alta intensidade. A Rússia e a Ucrânia demonstraram que é impossível conduzir operações ofensivas em grande escala sem um fornecimento adequado delas…... as perdas de tanques em ambos os lados são testemunho não da vulnerabilidade das plataformas blindadas, mas sim da sua centralidade… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Nilo
Willber Rodrigues

A China não chegou aonde chegou se metendo em aventuras impensáveis e metendo os pés pelas mãos.
Os caras chegaram aonde chegaram tendo paciência e comendo pelas beiradas.
Se eles já esperaram várias décadas pra reconquistar Taiwan, porque não esperariam mais algumas décadas?

Dalton

Em grande parte a China chegou onde chegou sob mão de ferro. Uma longa guerra civil onde nem mesmo quando parte do território estava ocupado pelos japoneses conciliou os lados, seguido pelo comunismo que ceifou a vida de dezenas de milhões e houve também grande perda de vidas e material na guerra da Coreia e também contra o Vietnã na década de 1970.
.
Há quem diga que a China enfrentará problemas e/ou não continuará crescendo
tanto, isso é algo que teremos que ver, daí haver uma certa pressa em ao menos assegurar uma reunificação com Taiwan no futuro próximo.

jairo

mão de ferro…em muito, isso é parecido com a coreia do sul.
O único lugar que ditadura não levou a lugar nenhum talvez seja o Chile. ou é devido ao neo-liberalismo ou a “genética” sádica de alguns militares sul americanos,.rs vai saber

Sds,

jairo

Bosco

A velha paciência chinesa. Rss
Creio que essa percepção se deva ao budismo e àqueles monges impassíveis.
Não creio que o PCC seja muito paciente não.

Nilo

“Eu não acho que os chineses tomarão Taiwan militarmente”, está correto na sua análise, uma invasão militar despertaria uma corrida armamentista sem presedentes e uma aversão a China junto aos seus vizinhos, não acredito que Xi estaria disposto a escolher está solução, mas sim continuar a empregar uma mescla de táticas de guerra política, guerra ciberguerra com outros métodos de influência, tais como desinformação, diplomacia, lawfare e intervenção eleitoral externa.

Last edited 3 meses atrás by Nilo
JPonte

Se depender de Xi Jiping haverá guerra contra Taiwan …… em seu período pois ele deseja ser o líder a reunificar a China , fala e proclama internamente este mantra ; afastou todos que divergem de si nas fileiras militar e do partido … se não ocorrer durante seu mandato será graças a resistência dos militares chineses que tem vastos interesses econômicos com suas inúmeras empresas e fábricas e mediante contato contínuo e direto com seus homônimos americanos .
A disputa interna é inimaginável aos olhos ocidentais e a aparente muralha uniforme e só aparente ….

Macgaren

Provavelmente é o que os EUA querem, porque desfiririam um golpe na China e anulariam o rival de vez.
Logico que a custa de muitas vidas de soldados.

L Grande

Verdade. Os EUA estão torcendo para a China fazer uma loucura agora. Igual a Rússia fez.

Macgaren

EUA só estão rindo do atoleiro que a Russia entrou sem precisar de ao menos um soldado disparar 1 tiro.

Rússia está virando uma venezuela e só tem como correr para India e China e vender gás a preço de banana para esses exportarem.

A quantidade de equipamentos russo destruídos deve fazer Biden rir até os cotovelos.

Claudio

A sua pergunta sem lógica, você mesmo poderá responde lá: vai você combater a China de reunificar Taiwan? Seja um mercenário a frente da China kkkkkkk

Bosco

Cuidado com o fato “B-21” rsss

Bosco

…fator…

L Grande

Verdade. Em uma guerra contra a China os EUA iriam lutar apenas com os bombardeiros e os submarinos nucleares de ataque. Os navios e porta aviões iriam ficar de longe fazendo um bloqueio naval. Nada entra nada sai. Em 30 dias a China estaria derrotada. E sanções e mais sanções.

ADM

Talvez em 2025, a China terá poder suficiente para impor a incorporação de Taiwan por meio de uma política agressiva, negando aos EUA o acesso total à primeira cadeia de ilhas, deixando-a isolada. A Coreia do Norte e a Rússia poderão ter participação na empreitada, ocupando a Coreia do Sul e Japão com outras preocupações…

JPonte

Admirável o ritmo de construção de novos meios bélicos nas 3 forças chinesas ; é algo só visto no período de pré guerra mundial pelos EUA , Alemanha e Inglaterra …. a China agora repete a dose e mantém o ritmo determinada a ter a forças armadas mais poderosas e incontestes do mundo …. e eu aposto que conseguirá !
Fazendo isso ela se propõe a exercer a política do medo no limite contra oponentes potenciais para não precisar lutar e ainda assim vencer ….
Vejamos , pipoca e guaraná nas mãos !

Bosco

Um dia desses um “colega” da Trilogia que não me lembro o “nick” disse que a Rússia fabrica 2 milhões de projéteis de artilharia por ano (o que não é verdade) e que os EUA e a Europa juntos não davam conta de repetir o feito (o que é verdade). Ele só se esqueceu na sua euforia que os EUA/OTAN não utilizam o método de jogar munição fora. Eles priorizam a precisão determinada por métodos avançados de seleção de alvos e não a destruição desenfreada/ataque de carne e portanto, 10 vezes menos munição que os russos têm 2 vezes o… Read more »

Last edited 3 meses atrás by joseboscojr
JPonte

Sem dúvida , um combate entre chineses e americanos nos dias de hoje ou num futuro próximo não é desejável ou ao menos não deve ser desejável a ninguém . A favor de americanos a uma capacidade de criatividade e inovação estupenda , mesmo que seguida de perto por chineses … e há um outro fator em que americanos são mestres mundiais – a capacidade logística , e logística e o segredo deste negócio de guerra . Mas a China tem suas vantagens , combater o erros e casa , pois não irá combater no Atlântico e nem no Mediterrâneo… Read more »

JPonte

Corrigindo : “… combater perto de casa .. “

Emmanuel

Queria eu que o Brasil tivesse de navios novos metade disso aí que foi lançado e incorporado, pelo menos.
Seriam quase 12 navios.
Mas isso a MB levará uns 10 anos, com muita sorte, para fazê-lo.

naval762

Com a economia afundando, desemprego lá em cima e um conflito mundial próximo de acontecer, tem mais é que construir navio mesmo; agora, a grande questão é: Será que todas essas embarcações serão páreo para as marinhas da OTAN? Veremos.

Digo

Com a economia afundando”

Fonte: Confia.

Yuri

Sim, sim, não tem nenhuma crise imobiliária corroendo o país aos poucos, o desemprego tá suave, tão divulgando os dados certinho inclusive, né( contem ironia )

Nativo

A uns 5 anos que essa ladainha persiste por aqui.

Bosco

Só não é maior que a ladainha da falência dos EUA. Essa já dura uns 30 anos.

Fish

Uns 5 anos? Essa fanfinc da China quebrando, bolha imobiliária, bolha da construção civil e outras sandices duram seus 15-20 anos já;

José de Souza

Fonte: Comics Sans…

JOAQUIM ROCHA

Caro,

Essa é uma duvida que tenho, será que essas embarcações são boas, a marinha chinesa nunca entrou em combate ou exercícios com marinhas desenvolvidas para termos uma avaliação. Louvável o crescimento deles, mas ainda fica com duvidas a respeito da qualidade, porém com certa inveja, rsrsrs.

Marcelo

Um ano de construções navais… aqui com essa vontade chinesa….
Seria uma esquadra inteira nova….

Kornet

Fascinante,se a MB incorporasse a metade . Agora com esses vetos é que vamos ver.

Digo

Acredito que eles também lançaram um type 055 em 2023, na wikipedia chinesa diz que foi lançado em 28 de dezembro(Pode estar errada a informção).

https://zh.wikipedia.org/wiki/055%E5%9E%8B%E5%AF%BC%E5%BC%B9%E9%A9%B1%E9%80%90%E8%88%B0#%E8%88%B0%E5%8F%AA%E5%88%97%E8%A1%A8

Last edited 3 meses atrás by Digo
Camillo

A China já é a principal potência mundial hoje. Parabéns, pq parabéns ? Pq são ricos e fortes militarmente? Sim, realmente são uma nação rica e forte militarmente, mas o parabéns é pq construíram essa riqueza trabalhando, e não saqueando outros países. Os EUA estão se esforçando muito, mas o ritmo de construção naval chinês aumenta cada vez mais em relação ao ritmo dos EUA. A civilização chinesa tem 5000 anos, os EUA não vão conseguir desestabilizar nem a China e nem a Rússia, Rússia por sinal que tb esta acelerando forte sua produção industrial bélica.

Yuri

A civilização chinesa de hoje é completamente diferente da civilização chinesa de séculos atrás, a revolução cultural apagou muita coisa, deixando só o que interessa pro governo manter a ditadura deles.
E os EUA não cresceram saqueando ninguém, nenhum país cresce saqueando outro, isso é um mito anglo-saxão que já foi derrubado a muito tempo.

MATHEUS AUGUSTO BRITO PARREIRAS DE OLIVEIRA

Inglaterra, França e Espanha cresceram saqueando muita gente, tanto que hoje em dia não são nem sombra do que foram quando tinham seus impérios coloniais, Espanha principalmente.

Yuri

Saquearam muita gente, mas isso não foi o motivo para o crescimento deles, na verdade até atrapalhou, no caso da Inglaterra principalmente. E é engraçado isso, hoje a Inglaterra é a França são parte do g7, cresceram pós segunda guerra sem saquear ninguém. E aí?

Claudio Moreno

Boa madrugada senhores camaradas do Naval. Impressionante a resiliência e determinação chinesa! Enquanto isso para minha decepção e penso que para os senhores também, nossa outrora Gloriosa Marinha de Guerra do Brasil, não consegue lançar seus miseráveis NP de 500T, o TPN não sai se quer do papel e bravatas (digo isto porque a Turquia lançou com sucesso o seu novo torpedo pesado). Muito triste a nossa comparação e realidade…uma disparidade sem mensuração entre nós e o nosso parceiro do BRIC’s. Sabe-se lá que mais má noticias teremos além do super corte na pasta da defesa…(veto presidencial na LDO 2024… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Claudio,

Parece-me que você está confundindo as palavras veto e corte.

Não houve corte, pelo que apuramos houve veto a uma priorização de execução orçamentária para mais de 100 programas das mais diversas pastas (entre eles uma dúzia relacionados a Defesa) que as comissões do Congresso selecionaram.

Os programas não saíram do orçamento, apenas a execução deles continuará seguindo as prerrogativas do Executivo e não do Legislativo.

Há diversos comentários de ontem com essa discussão, dê uma olhada.

Claudio Moreno

Olá “Nunão” bom dia!

Eu espero realmente que eu esteja redondamente equivocado e esse veto não seja o princípio do que mais à frente se converta em contingenciamenro ( que pode ser o retardamento ou a inexecução das verbas programadas).

A final, o nobre camarada e eu sabemos que algumas “máquinas” precisam de muito azeite para funcionar, no atual modelo de governo.

Sgt Moreno

L Grande

Nunao é preciso verificar se o orçamento de 23 esses projetos das forças Armadas era impositivo, isto é, o dinheiro estava garantido. Hoje esses projetos dependem de sobrar dinheiro do orçamento e da boa vontade do executivo. Se no orçamento de 24 estiver igual o orçamento de 23 ok.

Fernando "Nunão" De Martini

Ué, vai lá nas LDOs de cada ano e verifique. Mas acho que não vai adiantar comparar 23 com 24, pois a questão política de fundo de cada aprovação é diferente, em governos diferentes. Toda a questão de fundo envolvendo essa LDO está justamente no Legislativo tentando colocar programas de suas emendas como impositivos (não só na obrigatoriedade dos valores quanto das datas de suas liberações) e o Executivo tentando manter a flexibilidade na sua execução e também no contingenciamento do que considerar necessário. E isso não está restrito a uma dúzia de programas das Forças Armadas. Estes estão dentro… Read more »

ChinEs

Napoleão já dizia que não tÊm como parar a China, e tinha razão… A China é uma civilização com 5000 anos de história e cultura, inventaram a polvorá, inventaram a bulussula, construiram a Grande Muralha, já foi a nação mais importante da Terra no tempo do Gengis Khan, agora estão se desenvolvendo a todo vapor ao estilo Ocidental…Os SSN Type 093B de 9000 Toneladas têm PumPJet ? No desenho ainda mostra as Helices .

Macgaren

Gosto dos livros dele, principalmente “Como fazer amigos e influenciar pessoas”.

Dalton

Napoleão disse: ” Quando a China acordar o mundo tremerá”. Resta saber se a China tremerá quando os chineses – em sua maioria ainda pobres – acordarem, uma proposição apresentada muitos anos atrás que achei interessante e me veio a mente agora.
.
Quanto ao “093B” não há indícios de “pump jet” e o deslocamento submerso é de cerca de 7.000 toneladas, não 9.000 ao menos foi o que li.

L Grande

Foi o segundo Napoleão que falou ou um Kaiser alemão…

L Grande

Hoje. Se a China atacar primeiro… Em 30 dias os EUA e Japão conseguem destruir a Marinha e força aérea da China. E nem precisa invadir o terreno… Novo tratado igual aqueles do século 19….

ChinEs

Antes disso acontecer a China esta trabalhando para ter pelo menos 1500 nukes até 2030, esse é minimo para dissuadir EUA e Japão, contando com as 900 nukes da Coreia do Norte até 2030, acho que poderão dissuadir EUA e Japão.

L Grande

É pôr isso que está acontecendo guerras em todos os lugares. Os EUA e aliados não querem esperar 2030. Hoje é fácil derrotar a China daqui a 10 anos ou 20 anos ficará muito difícil.

Bispo

E se ….

A China decidir não atacar e sim bloquear.

Decreta um bloqueio aéreo e marítimo em torno de Taiwan.

Os EUA peitariam … ?

L Grande

Se a China bloquear Taiwan os EUA e Japão já avisaram que irão furar o bloqueio e enviar equipamentos, alimentos, etc para Taiwan a Marinha e força aérea da China seriam destruídas…

L Grande

Os EUA enviariam os navios para furar o bloqueio naval da China restaria a China atacar os navios dos EUA e aliados. Isso já aconteceu em Cuba 62 e Suez Israel 67. E teve 2 destinos diferentes….

Maurício.

“Os EUA peitariam … ?”

Peitariam sim, assim como estão peitando a Rússia na Ucrânia… Os EUA nem para reconhecer Taiwan como um país livre e soberano são capazes, tu acha mesmo que eles se meteriam diretamente com tropas? Volto a repetir, as potências só servem para chutar cachorro morto, nada além disso.

L Grande

Na Ucrânia a OTAN está tentando sufocar a Rússia com o envio de armas e até agora está conseguindo. E a Rússia é o time B que possui muitas armas nucleares. O ocidente ainda não quer uma G nuclear com a Rússia, quem sairia ganhando é a China hoje o time A. Taiwan é uma ilha diferente da Ucrânia, e os EUA e aliados iriam tentar furar o bloqueio naval da China. E aí a China irá atacar os navios dos EUA e aliados? Nesse caso o ocidente estaria lutando contra o time A sem armas nucleares, infelizmente a China… Read more »

Maurício.

“E a Rússia é o time B.”

Os EUA não enfrentam diretamente o “time B”, tu acha mesmo que eles enfrentariam diferente a China? Rsrsrs.
Quanto as armas nucleares, eu não sei se tu sabe, mas a China também tem, esse papo de “aniquilar a China” é só uma narrativa, nada além disso.

L Grande

China muito poucas Armas nucleares e só usam armas nucleares se um outro país usar primeiro. Hoje a guerra contra a China seria convencional e a China perderia. Bom pelo menos esse é o plano dos EUA e aliados. Mas uma guerra da para imaginar como começa más como termina ninguém sabe.

carvalho2008

Mestre L Gradde, Taiwan possui 5% ou menos do territorio da Ucrania…..os suprimentos da ucrania chegam por 6 estados limitrofes…Taiwan não….não existem bases afastadas em taiwan….tudo esta no mesmo local…são apenas 35 mil km2…não há vizinhos…. O que Taiwan possui melhor que a Ucrania é a sua força aerea….mas a Ucrania possuia uma cobertura de defesa aerea com misseis absurdamente melhor….não ha como suprir ou resuprir Taiwan. Não acho que a China parta para as vias de fato mas se ocorrer, Tenho certeza que EUA nada farão. A empreitada vale para a China, mas não vale para EUA. Em todas… Read more »

L Grande

A China perderia hoje no mar e no ar, apenas contra EUA e Japão. Se outros países ajudar, OTAN, Austrália, etc, ficaria mais fácil. 30 dias.

carvalho2008

Mestre L Grande, não é o que os ensaios computacionais de jogos de guerra realizados pelos proprios americanos revelaram….perderam todas as simulações e salvo engano ganharam apenas uma…mas num preço e custo astronomico….justamente o de perder seus Nae …

Eles mesmos fizeram esta analise…não vou discordar deles…

Bosco

E Taiwan ficaria assistindo o bloqueio sem fazer nada. Ela não tem caças, sistemas antiaéreos, mísseis cruise, balísticos, navios , submarinos…

L Grande

Mas e se os EUA enviar navios para furar o bloqueio naval. Só restaria a China atacar os navios aliados e aí começaria uma grande guerra. Não é tão simples assim…..

carvalho2008

Mas para a china, a conta fecha…..a conta fecha para os outros? eis a questão…..ela quer finalizar o rescaldo de sua guerra civil…a ilha é Chnesa em que a parte perdedora se refugiou….para ela, este preço vale….

Yuri

Claro que a conta fecha para os outros. Taiwan é um dos territórios mais importantes do mundo, a China pode até tomar Taiwan, mas a otan, Japão, Austrália, filipinas, Coreia do Sul, não vão ficar só olhando. Vão levar isso até o fim.
E sim, abandonariam a Ucrânia por Taiwan sem pensar duas vezes.

Carvalho2008

Extremamente improvável. Nenhum deles seria a ponta de lança…esperariam os EUA…e os EUA muito provavelmente não entrariam na linha de frente…

Yuri

Todos seriam ponta de lança. Basta uma ação coordenada entre todos eles, mais a Índia, que tem vários interesses que vão de desencontro com os chineses e a China é esmagada. Nem vai dar tempo de chegar o arsenal nuclear moderno russo pela Sibéria.

L Grande

Em 2049 a China estaria pronta. Hoje não. Pôr isso essa construção maluca de navios. Está querendo tirar o atraso que existe hoje.

L Grande

Hoje existe vários times, vamos assim falar, que são contra os EUA e Europa e ocidente. O time A é a China, todos estão loucos para a China fazer uma besteira e sair do jogo mundial.A China tem uma grande economia e forças armadas mas não tem o poder nuclear. O time B é a Rússia o ocidente quer desgastar e destruir sem um conflito direto pôr causa da retaliação nuclear que destruiria o ocidente e quem sairia ganhando é a China. O time C é a Coreia do Norte que a China e a Rússia poderia enviar voluntários e… Read more »

Hcosta

Não diziam a mesma coisa sobre a Ucrânia? E sem falar de como controlar a população e as repercussões na economia Chinesa… Napoleão enviava as suas tropas para a península ibérica, ganhavam algumas batalhas, assumiam o poder e depois vem o mais difícil, como manter o poder? Ou manter a mesma capacidade de combate, com a dificuldade de logística, guerrilhas por todo lado, doenças, população hostil, aliados a apoiar o seu inimigo, revoltas em todo o lado o que leva a dispersar as suas tropas, etc…? E Taiwan já se prepara para uma guerra desde a sua fundação. Duvido muito… Read more »

Maurício.

“Não diziam a mesma coisa sobre a Ucrânia?”

Acho que a pergunta do Galante foi em relação ao poder militar que Taiwan tem agora, sem nenhum tipo de ajuda externa. A Ucrânia está resistindo com as armas e dinheiro que tinha ou estão resistindo graças as armas e dinheiro que recebem dos EUA e aliados? O próprio Zelensky já falou que sem a ajuda militar e financeira, a Ucrânia não teria muito o que fazer, tanto é que ele vive pedindo mais e mais ajuda.

Hcosta

Não, entendi que basta ter uma grande vantagem no poder militar para conquistar facilmente um país. Não tem em conta a situação política, antecedentes, apoio popular, etc… EUA falharam algumas vezes em conseguir essa vitória total apesar de terem um poder militar avassalador. E são poucos os países que não precisam de ajuda externa. Até a Rússia… A China poderá destruir toda a estrutura militar convencional mas não será um passeio no parque e provavelmente em seguida terá de enfrentar uma resistência armada. Acho mais provável haver uma revolução democrática na China do que o povo de Taiwan decidir se… Read more »

Bosco

Galante, Não imagino um ataque chinês em larga escala já que eles querem forçar uma anexação e se consideram irmãos (apesar de sabermos o que os chineses fizeram no passado com os irmãos que se opuseram à revolução do amor) e querem preservar o máximo da infraestrutura. Se fosse um ataque de destruição sem dúvidas Taiwan não resistiria nem uma semana, mas não vejo sendo. Taiwan há muito têm-se adaptado unicamente a esse tipo de resistência específica e não acho que será fácil para os chineses. Chegar com navios de assalto às praias não me parece tarefa fácil. * E… Read more »

Esteves

24 milhões. Se 50% desejarem incorporarem-se à China…

Carvalho2008

Fiz as contas…dos 22 milhões da população, 1 milhão de empresários taiwaneses “moram”, tem residência fixa na China…. 10% da força de trabalho taiwanesa “trabalha na China”….lá do outro lado… Aplique isto ao número de pessoas nas famílias que vivem, respiram e dependem da China somente nesta linha direta….nem.precisa ser indireta…4 pessoas por família de 10% de 22 milhoes=4 milhões a 8 milhões…. Outra, se 1 milhão de empresários que moram na China são Taiwaneses, quantas famílias cada empresário sustenta? E vcs ainda acreditam nos discursos dos políticos daquele país? Vixe nossa…olha os números…na hora da verdade, quando não der… Read more »

Yuri

Beleza, 8 milhões de pessoas contra 14 milhões. Ainda é pouco.

carvalho2008

Mestre…não esqueça de qual parte da população mais decide…não saõ as crianças e idosos…sao os arrimos e classe media….e nesta conta ai…ja viu…a quantidade já é absurda….

Yuri

Sim, a maioria da população. E a gente viu que na maioria da população não quer ser governado pelo pcch, isso é fato.

Esteves

Exatamente por esses motivos é que não acredito em uma invasão tradicional….desembarque anfíbio, essas coisas.

Não faz sentido destruir ainda que a história da humanidade seja contada por impérios sobrepostos e despojos de guerra. Se 50% não aderir a guerra serão mais de 10 milhões de chineses à favor da anexação.

Famílias. A URSS levou o muro até quando deu. São todos alemães e são todos chineses.

carvalho2008

Mestre Bosco…tem certeza que os navios de assalto seriam essenciais? Não vejo isto…eles mandariam um time B e time c de embarcações….de muito menor valor….não acho que a força taiwanesa conseguiria decolar mais de 25% de sua força, pois o primeiro ataque Chines seria de misseis via submarinos contra estas bases….numa sequencia rapida de misseis continentais…isto inviabiliza taiwan de reagir com sua força aerea. Não vejo taiwan com a metade da capacidade antiaerea de misseis que a Ucrania tem, não são tão sofisticados nisto quanto Ucranianos…Considerando que primeiro viriam as bases aereas e de radares a serem atacadas pelos subs… Read more »

carvalho2008

24 horas……duraria 24 horas…..isto não é torcida, nem acho que a china o faça….mas se fizer…24 horas… O espaço geografico é pequeno , diminuto, de apenas 35 mil km2…. É uma Ilha, não tem de onde escoar produção ou importação ou remessas de suprimentos Fica a 170 km da costa Chinesa….sequer LPDs Chineses são necessários ou essenciais, todos devem lembrar como exemplo, que as distancias de desembarque na guerra moderna atual é de 120 km (nova doutrina americana). O que isto quer dizer? Que é nesta distancia, que os AAV7 ou blindados anfibios desembarcam e realizam o percurso na agua….… Read more »

Fish

As forças de Taiwan durariam algumas horas, eles mesmos dariam um ponto final desertando para o PLA ou simplesmente se rendendo.

carvalho2008

Mestre Bosco….a questão é esta…ela ja foi cercada e isolada diversas vezes….e espaço aereo invadido se assim se pode dizer….ou seja, esta condenada a somente reagir depois do primeiro tiro, dentro de sua sala de jantar….é um aspecto de pesadelo para um estrategista…um militar taiwanes sente-se de mãos atadas sem o privilegio de ataque preventivo ou autorização de ação sobre invasões que se tornaram costumeiras…a unica coisa que irá diferenciar é se a inteligencia conseguiu captar uma invasão real de uma simulação….acho que ate não seria dificil, mas vemos como foi com a propria Ucrania, a qual até tinha a… Read more »

Wellington R. Soares

Seria um sonho imaginar a MB com 10 Tamandaré, 8 submarinos Scorpene, 8 patrulhas oceânicos 1500ton, 20 patrulha 500Ton ?

Fernando "Nunão" De Martini

Não.
Com um bom planejamento e recursos constantes eu acho bastante factível e compatível com a economia do país.

Esteves

Não faz sentido.

Fernando "Nunão" De Martini

Desenvolva a sua tese.
(Mas não com achismos de sempre, por favor)

Esteves

Você está sendo simplista. Como sempre.

Afirmar que “bom planejamento” traz factibilidade a eventos construtivos não merece desenvolvimento.

Fernando "Nunão" De Martini

Eu, simplista?
Kkkkk
Feliz Ano Novo com besteiras novas do Esteves.
Se não tem nada melhor que isso pra desenvolver a não ser uma mentira deslavada como essa, não responda aos meus comentários, combinado? Resolução de Ano Novo, eu te ignoro e você me ignora.

Esteves

Teu ódio será tua herança. Meus “achismos” são opiniões. Você diz que o espaço vago nas Tamandares sera ocupado. Eu digo que quero ver para crer. Eu digo que temos um passado eugenista. Você diz que foram cartas getulianas. Eu digo…você como historiador quer prova absurda como enviar o Esteves ao Japão. Quem ensinou a produzirem submarinos e quem incentivou o Japão a invadir o continente…fez por amor? O Brasil Teve bons momentos econômicos. Apesar dos surtos contrativos, existe relação orçamentária e financeira atualmente para sustentar essa quantidade de navios proposta? O que significa “bom planejamento”? Na eventualidade de ter… Read more »

Carvalho2008

Mestre Esteves, são 6 a 8 bilhões de dólares apenas….

Do lado tecnológico, o mais recente é a própria Tamandare contratada e em produção…ou seja…não há mais desafio tecnológico…scorpene BR ou Tamandares só representam limitação orçamentária para mais unidades…mas em se havendo estes 6 a 8 bilhões…transforma-se apenas em numeros a mais de unidades…não há outro desafio…

Quanto aos demais NapaOc ou Napas…São simples sem desafios…

Esteves

Mestre,

Eu reagi à um comentário simplório. Trazer e fazer mais navios não é somente uma questão de ” bom planejamento” seja lá o que isso signifique.

Fernando "Nunão" De Martini

Como escrevi, de minha parte vou te ignorar daqui pra frente pois tornou-se perda de tempo debater contigo. Apenas uma observação: o Wellington fez uma pergunta básica, resumida, e recebeu uma resposta básica e resumida pois não faz sentido uma resposta detalhada a uma pergunta que basicamente trazia duas alternativas de resposta (ser sonho ou não). Recebeu uma resposta curta que você ainda distorceu ao comentar quando entrou na conversa. Você ignorou a segunda metade de uma resposta curta: Eu não escrevi apenas “bom planejamento”. Leia de novo. Escrevi também “recursos constantes”. Assunto encerrado. Procure outra pessoa para encher o… Read more »

L Grande

O GT grupo de trabalho da trilogia já tem como mestres o Bosco Dalton Bardini Esteves camargoer Santamariense carvalho 2008. O Nunao é doutor pôr ter poder de veto no conselho de segurança da trilogia. Mas o GT continua observando aqueles que mais comentam.

carvalho2008

É factivel….

Fernando "Nunão" De Martini

Pois é.

O Wellington nem se referiu a sonhos irrealisticamente caros (muitas vezes sonhados por muita gente) como navios-aeródromos com catapultas eletromagnéticas, cruzadores, destróieres de defesa antiaérea de área, caças embarcados, submarinos nucleares com mísseis balísticos etc.

Apenas perguntou se seria sonho uma esquadra relativamente pequena com 10 fragatas leves, oito submarinos convencionais, além de quantidade razoável de meios distritais (8 NPaOc e 20 NPa). Não é nenhum sonho absurdo, é factível.

Felipe Morais

> 10 Tamandarés (6 FCTs adicionais) = cerca de R$ 15 bilhões. > 08 Scorpenes (4 adicionais) = cerca de R$ 10 bilhões. > 08 NAPAOCS = Cerca de R$ 2 bilhões (referência OPV 80 Fassmer, operado por alguns países da AS). > 20 NAPA Macaé = Cerca de R$ 3,5 bilhões. Total = R$ 30,5 bilhões. Para custear essas aquisições adicionais seriam necessários, então, cerca de R$ 30 bilhões. Em um projeto de 10 anos, R$ 3 Bilhões por ano. > Fundo Eleitoral aprovado para esse ano = R$ 4,9 bilhões. > Fundo Partidário 2024 = R$ 1,2 bilhões.… Read more »

Esteves

4 Tamandares foram reajustadas em torno de 12 bilhões de reais. A conta de 23 bilhões para operarem em 25 anos também precisa de revisão…para cima. Sem considerar que o modelo do arrendamento/consórcio/leasing ainda carece de lógica visto que o TCU deixou a interpretação da operação para os imperdoáveis. 4 Scorpenes estão dentro do contrato do estaleiro que foi aditado. Internacionalmente cada Scorpene vale 400 milhões de euros sem a operação e manutenção estimadas em óleos e graxa para as Tamandares. Navios que não são de nossa propriedade pagam royalties. Sem os alemães em Itajaí e sem os franceses em… Read more »

Felipe Morais

Fala Esteves. No caso das FCTs, useu a média entre o valor contratado e o valor reajustado. Por que também deve ser considerado que, no contrato original há uma série de contrapartidas adicionais (TOT), que naturalmente são precicificadas, que, não necessariamente, fariam parte de um segundo lote. Quanto aos valores estimados da operação, não foram citados, primeiro, por completo desconhecimento daquele que escreveu (eu). Segundo, por não ter sido a pergunta do colega que respondi (perguntou apenas se conseguiríamos adquirir). Fato que, para adquirir tem que conseguir operar tbm. Aliás, a única forma de incrementar capacidade com meios adicionais é… Read more »

Carvalho2008

6 a 8 bilhões de dólares….apenas…

Esteves

Você está batendo palma.

Temos muito mais $$$ que isso. Ter o dinheiro significa que temos capacidades e competências para construirmos navios de outros aqui…? É uma decisão exclusivamente nossa?

Os Scorpenes e as Meko são nossas? Ou a ICN é metade francesa e a Thyssen totalmente alemã?

carvalho2008

Exceto grana, o que inibe de 4 Tamandares, voce ter 10 delas? da mesma forma, exceto grana, o que inibe de 4 Riachuelos voce ter 8 deles? os cascos são o de menos…e não ha duvidas que feitos aqui….não são a pior parte….tal como os Macaes que são classe vigilante francesa e depois a engepron nacionalizou ( copiou com melhorias), o mesmo ocorre ou ocorreria com os subs e fragatas…mas isto é outra conversa…jamais uma conversa de numeros que seriam factiveis, mas sim o amigo procura incluir e mesclar no pensamento, eventuais peças criticas e eletronica e sistemas de combate,… Read more »

Felipe Morais

Em um plano de 10 orçamentos anuais, não é algo extremamente vultuoso.
De U$ 600 mi a U$ 800 mi por orçamento.
Se a economia brasileira, que acaba de passar a do Canadá e está muito próxima da economia italiana, não consegue vislumbrar a capacidade de suportar algo assim…O que falta é planejamento de estado. Nada mais que isso.

Carvalho2008

Também acho. Concordo

Zenótico

Um colega forista calulou que em cerca de 12 anos a China terá paridade nuclear com o EUA. Antes disso, não acredito que busque um choque militar com os americanos. 

Até lá, essa frota crescente servirá para disputar, mais ou menos pacificamente, posições no Mar do Sul da China, para demonstrar que a hegemonia americana está chegando ao fim, para convencer aliados americanos de que sua segurança não estará garantida, etc. 

L Grande

Verdade. Hoje os EUA estão querendo brigar e a China está correndo, não está preparada. Pôr isso essa construção maluca de navios. Parece que só na segunda G mundial um país fez mais, os EUA.

Dalton

Os EUA gostariam que a China deixasse Taiwan em paz, respeitasse os direitos das Filipinas, Japão, Vietnã, etc, não apenas territoriais mas contendo sua enorme força pesqueira predatória e aceitasse o que os demais países chamam de águas internacionais. . Os EUA não querem “briga” – constantemente navios e aeronaves dos EUA estão sendo obrigados a desviar do curso para evitar colisões – nem estão preparados para uma de tal envergadura que no fim das contas seria prejudicial para todos. . O que a China está fazendo nem de perto se assemelha ao que os EUA construíram durante a II… Read more »

dretor

Oque a china lançou em 1 ano supera toda a 1 esquadra brasileira em poder de fogo

Marcelo Andrade

Impressionante, construíram em 2 anos mais que 1 MB interira. Quero ver quando esse boleto chegar!!! Não existe almoço grátis, nenhuma nação suporta esse grau de construção naval, nem a poderosa US Navy!!!

Esteves

Construção autóctone. Fornecedores locais e tradicionais como alemães e franceses. Mão de obra nativa. Mobilização entre marinha de guerra e marinha civil…matéria prima, treinamento, aperfeiçoamentos. Empregos. Quando atingirem o número mágico seja lá qual for, saberemos mais.

Desmobilizar um esforço desse tamanho talvez não faça parte dos planos deles.

Paulo A. Ferreira

A China seguramente deve ser hoje a nação que mais fabrica navios de guerra , é impressionante a celeridade dada a esse processo de comissionamentos de navios de combate ano após ano . E os números só aumentam. Cada ano que passa é maior o número de navios lançados ao mar. E também atualmente eles estão expandindo a sua guarda costeira. Podem ainda não ter uma marinha com o poder de projeção global da estadunidense , mas para proteger o seu litoral me parece já ser suficiente .