Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

2 Comentários para “Globo Mar – Submarino ‘Tamoio’ da Marinha do Brasil”

  1. fsneto 1 de maio de 2011 at 19:35 #

    aproveitando o tema submarino, como o Brasil está querendo ter um submarino nuclear em 2020 (né?) qual seria o impacto ambiental se um submarino nuclear fosse abatido?

  2. daltonl 1 de maio de 2011 at 22:03 #

    Nunca houve um submarino nuclear abatido, mas acidentes ocorreram e continuam ocorrendo fornecendo assim pistas para estudos de eventuais danos ao meio ambiente.

    Dois submarinos nucleares americanos continuam em sua “eternal patrol”, nenhum deles afundou diretamente como consequencia de problemas em seus reatores, e os destroços sao constantemente monitorados até hoje.

    Um nr muito maior de submarinos sovieticos/russos afundou, alguns deles devido a falhas em seus reatores e pior que isso, os russos, após o fim da URSS devido à falta de recursos para inativar propriamente seus submarinoss jogaram nos oceanos grande quantidade de material radioativo o que levou os EUA e diversos paises a contribuirem com recursos para inativar a grande frota submarina da ex URSS.

    Colisões também tem ocorrido, uma das ultimas envolveu um SSBN frances e um SSBN britanico.

    Apesar de haver um risco real de contaminação da vida marinha e consequentemente do homem pelo consumo, e também o impedimento da pesca em determinado área, ocasionando problema economico também, o risco parece ser minimo, desde que:

    – os reatores e cascos sejam construidos com alto padrão de segurança;

    – o treinamento e formação da tripulação inteira do submarino seja rigorosa, já que um simples incendio no rancho, perigoso em um submarino convencional, seria ainda mais em um nuclear.

    sds

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Precisamos, para já, de 4 (bons) navios usados

maestrale

  Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Parece […]

Navio-veleiro Cisne Branco aberto à visitação em Santos neste final de semana

Cisne Branco (2)

A Capitania dos Portos de São Paulo informou em nota à imprensa que o navio-veleiro Cisne Branco da Marinha do […]

Marinha peruana estuda três opções para renovar sua força de superfície

DE_LA_PENNE__5____a

  Não é só a Esquadra brasileira que necessita equacionar a renovação de sua força de superfície em um cenário […]

Cerimônia de incorporação do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ à Marinha do Brasil

Vital de Oliveira - 1

  Em uma cerimônia de batismo, mostra de armamento e transferência para o setor operativo, o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico […]

Ministério da Defesa menos otimista com as chances do Prosuper em 2015

FREMM 523b

Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Passam os […]