Home História 25 anos de Top Gun – Ases Indomáveis

25 anos de Top Gun – Ases Indomáveis

2377
14

“I feel the need…the need for speed!”

No dia 14 de maio de 1986 estreava o filme “Top Gun”, talvez o mais influente filme sobre aviação de combate da história. Produzido por Tony Scott e Jerry Bruckenheimer, o filme catapultou a carreira de Tom Cruise, faturou US$ 353 milhões em todo o mundo e foi responsável pelo aumento de 500% no alistamento de candidatos a piloto na Aviação Naval dos EUA.

O produtor de Top Gun, John Davis, disse uma vez que “Top Gun é um filme de recrutamento para a Marinha. Ele realmente ajudou nesse sentido”. As pessoas viram o filme e disseram, “Uau! Eu quero ser um piloto.”

O filme começa mostrando o Aviador Naval da Marinha dos EUA LT Pete “Maverick” Mitchell (Tom Cruise) e seu Radar Intercept Officer (RIO) LTJG Nick “Goose” Bradshaw (Anthony Edwards) voam o F-14A Tomcat a bordo do porta-aviões USS Enterprise (CVN-65). Eles, com wingman “Cougar” (John Stockwell) e seu RIO “Merlin” (Tim Robbins), interceptam caças MiG-28s (na verdade, F-5s) sobre o Oceano Índico.

Depois de um dos mísseis dos MiGs travarem em Cougar durante o “dogfight”, ele está muito abalado e com pouco combustível. Maverick desafia as ordens e auxilia Cougar no pouso, apesar de também estar com pouco combustível. Depois do pouso, Cougar desiste de suas Asas Douradas, citando que ele quer estar com seu filho recém-nascido que ele nunca viu. Apesar de não gostar da violação de regras de Maverick, o CAG “Stinger” (James Tolkan) envia ele e Goose para cursar a escola Top Gun na NAS Miramar.

O restante da história, 25 anos depois, ainda continua presente no imaginário de forma impressionante, incluindo sua trilha sonora.

Abaixo, o trailer de relançamento do filme em comemoração ao Jubileu de Prata.

VEJA TAMBÉM:

14
Deixe um comentário

avatar
14 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
jacubaogiordani1974ObservadorRibeiroGUPPY Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ozawa
Visitante
Member
Ozawa

Ahhh… minha adolescência… Realmente marcou época em todo o mundo, e aqui no Brasil, bem, não tínhamos (e ainda não temos) uma força aeronaval que nos atraísse a ponto de nos acharmos “ases indomáveis” da MB…, e assim o concurso para a AFA ficou bem mais concorrido por aqueles tempos… É interessante ver o “que fim levou” dos principais atores desse filme, que apesar de não ser um primor da sétima arte – apenas para os aficcionados por “aviãozinhu” – tinha aquela música maravilhosa “Take My Breath Away” (melhor que o filme…), cuja impactante introdução acelerava junto com o Tom… Read more »

Jaguar
Visitante
Jaguar

Um classico do Cinema

Vassili
Visitante
Member
Vassili

Meu celular me acorda lá pelas 04:00 da matina com o som do Joe Satriani (ou Van Halen)??????

Este filme é um dos raros que comprei originais na locadora, ao lado do Resgate do Soldado Ryan, Falcão Negro em Perigo e tb do Memphis Belle – A Fortaleza Voadora.

O resto é tudo “alternativo”…………….. rsrsrsrs…….. e olha que tenho cerca de 500 filmes.

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Vassili,

É Joe Satriani mesmo…se estiver se referindo a música do início do filme e se chama Top Gun Theme.
Mas, na minha opinião a melhor é Take My Breath Away do grupo Berlin… sei porque foi trilha sonora do meu casamento….em 1998….rsss.

Há…quase esqueci…tem também a agitada Danger Zone do Kenny Loggins….

Mas já fazem 25 anos ???? Putz….. lembro como se fosse ontem …e na época até comprei e tenho ainda hoje, um Revell do F-14 com asas móveis….mas nunca pintei o mesmo…sou péssimo de pintura !!

Sds.

Groo
Visitante
Groo

Faltou o melhor video de todos:

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Não é Joe Satriani não. A composição é do Harold Faltermeyer e quem toca a guitarra é Steve Stevens.

Esse filme é responsável por eu ser um aficcionado em aviação militar e pelo F-14 ser meu avião preferido.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Goo, para corroborar o vídeo que você postou, veja o que o maluco faz nesse vídeo abaixo, lembrando que não é fake, no filme é assim mesmo:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=m7HHpEt3K50#t=5m20s&w=425&h=349%5D

Wagner
Visitante
Wagner

Eu dava cada viajada na maionese com esse filme…

Como todos, sonhei em ser piloto da FAB…

depois descobri que era péssimo em matematica…

🙂

GUPPY
Membro
GUPPY

Há pouco tempo, ouvi rumores de que a linda atriz tornou-se lésbica.
Tomara que não seja verdade.

Ribeiro
Visitante
Member
Ribeiro

O Guppy, tu é divertido mesmo…
“tomara que não seja verdade”….

hahahah e se for… é uma lésbica velhona….
se não for, bom aí é so velhona….

Bom aí as nossas chances aumentam muito…

hehehe

Abraços do calcanhar do Brasil…

GUPPY
Membro
GUPPY

Caro Ribeiro

Confesso que já assisti ao filme só para reve-la.
É linda demais.

Abraços

Observador
Visitante
Member
Observador

Senhores:

Garanto que não foram só vocês que desejaram se tornar pilotos depois do filme.

Garanto que quase muitos dos pilotos iranianos de F-14 (e de F-5)decidiram entrar para a força aérea dequele país depois de verem cópias piratas do filme.

Assim, o filme auxiliou ao recrutamento de um dos regimes mais hostis aos EUA.

giordani1974
Visitante
giordani1974

Bah…tô ficando velho… O filme é uma droga! Mas de todos os filmes, é o menos pior…de antes e de tudo que veio depois…antes, aquele filme fiasco com o F-16(que não merecia) Águia de Aço, verdadeira porcaria! E depois, Cavaleiros do Ar, belíssimas tomadas aéreas, mas enredo zero…isso fora os clássicos dos Anos 50(do tipo Raposa do Espaço)… Mas absurdo(dos tantos, como a besteira mor, do F-14 ficar em cima do F-5/MiG-28 à poucos centímetros da cockpit) mesmo foi o Maverick fazer a seleção dos mísseis para canhão e o colimador, no HUD, continuar acompanhando o A-4 Agressor…hhahaahha…os canos do… Read more »

jacubao
Membro
jacubao

Esse filme mostra claramente a diferênça de manobrabilidade do F-5/A-4 em comparação ao F-14. Os pilotos da FAB ja tiraram muito proveito disso em exercícios de combate com os Toncat da USN durante a passagem de porta-aviões americanos no Brasil.