CHINA-LIAONING AIRCRAFT CARRIER-FLIGHT LANDING-J-15 (CN)

A China “certamente” construirá mais navios-aeródromo. A declaração foi feita por um porta-voz do Ministério da Defesa chinês e divulgada hoje pela agência de notícias Xinhua.

Ao ser perguntado acerca de informes sobre a possibilidade de o país construir seu primeiro porta-aviões do zero, o porta-voz Yang Yujun afirmou que “certamente haverá mais [porta-aviões] no futuro”. De acordo com Yujun, dispor desse tipo de embarcação vai de encontro às necessidades da China em termos de defesa. O primeiro navio-aeródromo chinês, o Liaoning, foi construído a partir do casco de um modelo Varyag ucraniano. Atualmente o navio está em fase de testes de decolagem e pouso de aeronaves em seu convoo.

De acordo com declaração feita em abril pelo vice-chefe do Estado-Maior chinês, Song Xue, o próximo porta-aviões será maior e transportará mais aeronaves. Segundo o periódico IHS Jane’s Defense Weekly, imagens capturadas por satélite de um estaleiro em Xangai apontam o que seria o começo da construção de um novo porta-aviões.

FONTE: Bloomberg.com (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

Tags: , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

5 Responses to “Ministério da Defesa chinês promete mais porta-aviões” Subscribe

  1. Wagner 2 de setembro de 2013 at 13:39 #

    Propulsão : origem russa.
    Armamento : projeto russo.
    Design do casco : Russo.
    Defesas : Doutrina russa.
    Aviões : cópia descarada dos russos.

    Eles só não ganharam a catapulta dos russos pq estes mesmos recusaram fornecer.

    Podiam mandar mão de obra para Amur, seria uma boa retribuição para Moscou…

  2. MO 2 de setembro de 2013 at 14:08 #

    Seio não eim Wagner, este proximo ja vai ter mto dedo xinelico. A capacidade de construção naval deels expandiu muito, eles tao fazendo xde quase tudo hoje em dia … sei nao …

  3. daltonl 2 de setembro de 2013 at 14:15 #

    Não sei se vc percebeu Wagner, mas o NAe chinês por exemplo excluiu aqueles misseis antinavios que o Kuznetsov ainda possui…iriam ser retirados mas não houve condições de fazer ao menos ainda uma modernização séria no Kuznetsov.

    Portanto a doutrina está mais semelhante à da US Navy…até as cores usadas pelo pessoal do convoo e aquele balé todo é uma cópia.

    E tem mais…eles copiaram até a prática da US Navy, desde 1942 de colocar aqueles grandes números de identificação na parte dianteira do convoo. :)

  4. Gutex 2 de setembro de 2013 at 16:06 #

    Inclusive, li em alguns sites referências a participação de pilotos da Marinha Brasileira nas provas de mar realizadas pelo porta-aviões chines Lianoning no mes de junho. Ou seja, doutrina que aprendemos com os norte americanos, e estariamos repassando aos chineses. Não vi nada sendo veiculado a respeito no Brasil. Alguem sabe se estas informações procedem?
    Para quem tiver interesse, ai vai um dos sites que fazem tal referência: http://news.usni.org/2013/06/19/china-carrier-starts-second-round-of-jet-tests

    Read more: http://www.naval.com.br/blog/2013/08/20/china-defendera-interesses-maritimos-advertiu-ministro-de-defesa-nos-eua/#ixzz2dlPc1ejw

  5. Vader 2 de setembro de 2013 at 16:25 #

    A doutrina de emprego é copiada da Marinha do Brasil, ou seja: da US Navy… ;)

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Amazul e FDTE assinam acordo para participar do programa do submarino nuclear brasileiro

A Amazul – Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. e a FDTE – Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia […]

Revista Forças de Defesa número 11 em versão digital: para iPad, iPhone e Android

A revista Forças de Defesa também está disponível para download pelo aplicativo O Jornaleiro, disponível para iPad, iPhone e smartphones/tablets […]

Museu Aeroespacial incorpora helicóptero da Marinha ao acervo

Em solenidade, no mês de agosto, o Museu Aeroespacial incorporou ao acervo histórico a aeronave Sikorsky SH-3 Sea King, doado […]

Projetos em Segurança e Defesa Nacional são temas de chamada Pública

Trabalho pode se estender por até dois anos. Ideia é que investigações científicas sejam formadas por equipes interdisciplinares O ministro […]

Conheça a história e o futuro da Força de Submarinos da Marinha do Brasil

Nunca antes neste país publicaram uma série de matérias sobre o tema nesta profundidade! A Força de Submarinos da Marinha […]

Navantia começa quarta grande revisão do submarino espanhol Tramontana

Submarino é quarto e último da classe ‘Galerna’ (S 70), baseada na francesa ‘Agosta’, havendo ainda três em serviço na […]