Charles de Gaulle e demais navios da missão Bois Belleau - foto Marinha Francesa

Desde 20 de novembro, o grupo aeronaval (GAN) da Marinha Francesa composto pelo porta-aviões Charles de Gaulle, fragata de defesa aérea Forbin, fragata antissubmarino Jean de Vienne, navio-tanque Meuse e um submarino nuclear de ataque está cumprindo a missão “Bois Belleau”. Naquela data, o grupo deixou a Base Naval de Toulon e cumpriu diversas etapas previstas da missão, ao longo do mês de dezembro. Entre elas, uma escala no Dijibouti, entre os dias 19 e 23, conforme nota divulgada pela Marinha Francesa no último dia 30, e da qual reproduzimos a maior parte das fotos que ilustra esta matéria.

Charles de Gaulle em escala no Dibouti em dez 2013 - foto Marinha Francesa

Fragata de Defesa Aérea Forbin em escala no Djibouti - foto Marinha Francesa

Fragata Antissubmarino Jean de Vienne e navio tanque Meuse em escala no Djibouti - foto Marinha Francesa

Fragata Antissubmarino Jean de Vienne e navio tanque Meuse em escala no Djibouti - foto 2 Marinha Francesa

Entre os dias 7 e 10 de dezembro, o GAN realizou exercício bilateral com a Arábia Saudita no Mar Vermelho, que recebeu o nome de “White Shark” e na sequência fez parte da Força Tarefa 465 da Europa, que realiza a operação antipirataria “Atalante” no Golfo de Aden.

Mapa da operação Bois Belleau - Marinha Francesa

Já entre os dias 13 e 18, foi realizada em Koron, a Oeste do Dijuobouti  uma campanha de treinamento de tiro pelos jatos Rafale e Super Etendard Modernisé embarcados no Charles de Gaulle.  Ao longo do primeiro mês da missão, foram realizados cerca de 600 voos do grupo aéreo embarcado. Acima, está o mapa com a programação da missão “Bois Belleau”.

Caças Rafale Marine na operação White Shark - missão Bois Belleau - foto Marinha Francesa

Aeronaves do Charles de Gaulle em escala no Dibouti em dez 2013 - foto Marinha Francesa

No momento, os navios se encontram no Oceano Índico, onde passaram o Natal, segundo outra nota divulgada pela Marinha Francesa. Clique aqui para ver um dossiê completo da missão, em francês. Abaixo, um mapa que mostra as diversas operações francesas (envolvendo diversos tipos de navios) que estão sendo realizadas neste final de dezembro, em todo o mundo.

Operações da Marinha Francesa no mundo no final de dezembro de 2014 - imagem Marinha Francesa

FONTE / FOTOS: Marinha Francesa (tradução e edição do Poder Naval a partir de originais em francês)

VEJA TAMBÉM:

Tags: , , , , , , , , , , ,

About Fernando "Nunão" De Martini

View all posts by Fernando "Nunão" De Martini

10 Responses to “Grupo do porta-aviões francês ‘Charles de Gaulle’ na missão ‘Bois Belleau’” Subscribe

  1. Guilherme Poggio 31 de dezembro de 2013 at 15:41 #

    Bois Belleau era o nome de um porta-aviões que a França operou na década de 1950. Era o antigo USS Belleau Wood.

  2. Alfredo Araujo 31 de dezembro de 2013 at 17:33 #

    Acabei de ler a matéria sobre a guerra da Lagosta, da edição passada da revista Forças de Defesa… ai quando venho visitar os blogs… me deparo com uma notícia de um GT francês atual…

    Se o q aconteceu na década de 60 acontecesse hj… a MB estaria em sérios apuros, contra a moderna marinha de guerra francesa

  3. aldoghisolfi 31 de dezembro de 2013 at 18:08 #

    NADA… os galeses (sem ofensa ao Asterix e ao Obelix) estão passeando o CdG para ver se temos uma oferta por ele…

  4. Marcos 31 de dezembro de 2013 at 18:33 #

    Um grupo composto de:
    1 porta-aviões
    1 fragata de defesa aérea
    1 fragata antissubmarino,
    1 navio-tanque e
    1 submarino nuclear de ataque

    E nós temos o que?
    1 PA que está na manutenção a mais de cinco anos
    3 fragatas em condições operacionais, mas não sei
    suas especialidades
    1 navio tanque (aqui, acho, estamos bem na parada)
    e só!

  5. Almeida 31 de dezembro de 2013 at 20:00 #

    Olha o sonho (surreal) da MB aí!

    Por baixo, são uns 20 bilhões de euros. E pra quê, se não temos ex-colônias ultramarinhas?

  6. daltonl 1 de janeiro de 2014 at 18:21 #

    Bem lembrado Poggio e complementando “Bois Belleau”
    significa exatamente “Belleau Wood “, foi um dos dois NAes
    leves da classe Independence cedidos à França nos anos
    50, o outro sendo o Langley lá chamado La Fayette.

    Muitos NAes da US Navy então homenageavam batalhas e o nome “Belleau Wood” refere-se a uma batalha da Primeira Guerra Mundial onde fuzileiros navais americanos distinguiram-se junto aos seus camaradas franceses e os franceses preservaram o nome motivo de orgulho para ambas as nações.

  7. Carlos Alberto Soares 2 de janeiro de 2014 at 0:48 #

    “Almeida
    31 de dezembro de 2013 at 20:00 #

    Olha o sonho (surreal) da MB aí!

    Por baixo, são uns 20 bilhões de euros. E pra quê, se não temos ex-colônias ultramarinhas?”

    Já mencionei no PN, 20/25 Bi de euros, mais 25/30 anos para o SubNuc e a tecnologia estará defasada, mais os 04 SB D/E, tá dando m@#$% no transferTec e em outras coisas. Quem viver, verá.

  8. Carlos Alberto Soares 2 de janeiro de 2014 at 0:51 #

    Belas imagens.

    Com um GAN desses impõe respeito ou assusta?

    Ô dor de cotovelo !

    Quem sabe um dia ….com a ajuda de Deus.

  9. Vader 5 de janeiro de 2014 at 18:18 #

    Na buena, pode até ser bom, mas é feio bagaráleos esse PA francês.

  10. Reinaldo Deprera 8 de janeiro de 2014 at 22:28 #

    Nem vou dizer o que acho do PA francês. Mas, para fazer justiça. Um contraponto:

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

China planeja construir 18 bases navais no exterior, inclusive na Namíbia

PLA Navy

Segundo o jornal The Namibian, estão em curso discussões nos “mais altos níveis” os planos da Marinha do Exército de Libertação […]

Taiwan inicia provas de mar do seu novo navio de apoio logístico

AOE532_Panshi_01

A Marinha da República da China (Taiwan), ROC Navy, iniciou os testes de mar do navio de apoio logístico de […]

Mísseis JL-2 lançados de submarinos chineses poderão alcançar os EUA

JL-2

Os mísseis intercontinentais de segunda geração JL-2, lançados de submarinos, que têm a capacidade de atingir os EUA, já se […]

Tentáculos da superpotência

140322-N-MV682-434

Em foto de 22.03.14, os navios-aeródromo USS Harry S. Truman (CVN 75), embaixo, e USS George H. W. Bush (CVN […]

NDCC ‘Mattoso Maia’ pode ser o próximo navio da MB a dar baixa

G28

Segundo uma fonte, o Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) Mattoso Maia (G28) pode ser o próximo navio da […]