Home Noticiário Internacional Índia emitirá RFP para submarinos AIP em 2009

Índia emitirá RFP para submarinos AIP em 2009

1739
14

u214-1.jpg

Com a construção de seis submarinos “Scorpène”, no Estaleiro Mazagon em Mumbai, finalmente ganhando impulso, a Índia continua inabalável na busca de uma futura geração de submarinos.
A Marinha Indiana afirmou recentemente que o próximo lote de novos submarinos convencionais, chamado Projeto-75A, deve envolver apenas submarinos equipados com propulsão independente da atmosfera (AIP), com o objetivo de aumentar as suas capacidades operacionais.
“Precisamos também ser capazes de operar discretamente, com capacidade de ataque terrestre e ter flexibilidade necessária para permitir incorporar tecnologias futuras. Tal como o “Scorpène”, será construído num estaleiro naval na Índia, público ou privado, com especial ênfase na transferência total de tecnologia”, disse uma fonte da Marinha.
“Depois de emitido o RFI (pedido de informações) para empresas na Rússia (ROSOBORONEXPORT), França (Armaris), Alemanha (HDW), entre outros, já houve duas rodadas de conversações. Outra rodada será realizada, para depois ser emitida a RFP (solicitação de propostas), em nível global de licitação, no final 2008 ou início de 2009”, acrescentou a fonte. Além das empresas acima, a Navantia da Espanha expressou sua intenção de competir com o submarino S-80.

NOTA DO BLOG: Foi noticiado na imprensa indiana (hindustantimes.com) em maio deste ano, que o processo de transferência de tecnologia do “Scorpène” para a Índia está sofrendo atrasos e que o primeiro submarino só deverá entrar em serviço em 2012. O contrato com a França foi assinado em 2005. A transferência de tecnologia ao Paquistão dos submarinos franceses Agosta 90B, também apresentou atrasos significativos.
Esses problemas podem favorecer o U-214 da HDW (foto acima) na próxima concorrência, pois o submarino alemão tem um sistema AIP mais silencioso e de melhor performance que o MESMA francês. Além disso, o programa de transferência de tecnologia do U-214 para a Coréia do Sul tem sido bem-sucedido e está dentro do cronograma.

14
Deixe um comentário

avatar
14 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
jose FernandesRússia poderá alugar ‘vários” SSN para a ÍndiaSubmarino U-214 sul-coreano bate recorde de tempo em imersãoAlcance de um submarino convencional com AIPronaldo souza gonçalves Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
André
Visitante
André

Então, é bom o que o Brasil abra o olho, a fim de que o cronograma dos nossos subs franceses também não atrase!!!

Corsario-DF
Visitante
Corsario-DF

Duvido muito que os prazos previstos aqui serão cumpridos. Ninguém leva a sério o que o Brasil diz… E olha que a Índia já anda enrolada com a Rússia (Nae) e agora com a França. E tem gente que festejou a saída dos Russos do FX-2 A missão, pois sempre argumentaram que eles não cumprem os prazos, e os franceses… Sds.

welington
Visitante
welington

É tem gente que só le e acredita em noticias ocidentais os indianos não estão insatifetos com os Russos pois encomendarão mais MIGs, ao que parece os franceses não gostão de pensar tecnologia atualizada, imaginem quanto tempo vai demorar a trsferencia tecnológica para o Brasil.
O SU-35BM era o único caça que atendia a todos os requisitos principalmente de alcance.

Vassily Zaitsev
Visitante
Vassily Zaitsev

É, realmente devemos tomar cuidados. Pois todos sabem que quando promessa é grande demais, o santo desconfia. Parabéns para a Índia.

Luiz Marcelo
Visitante
Luiz Marcelo

Se todos os nossos Planejamentos tivessem sido executados, poderíamos estar fornecendo submarinos AIP para a Índia. Pergunta, porque uma potência nuclear como a Índia irá invetir em Submarinos AIP, e eles têm uma extensão marítima talvez maior que a do Brasil. Ninguém questiona este buraco sem fundos que é este projeto da Marinha do Brasil?

Joao
Visitante
Joao

Esse e o caminho que o Brasil deveria ter seguido. E quanto a India investir em subs AIP quando pode ter nucleares,e simples: e melhor ter uma frota numerosa de AIP do que,como o Brasil,ficar sonhando com 1 sub nuclear daqui a 50 anos. Com 30 subs AIP,por exemplo,a MB poderia negar o mar imediatamente ao inimigo. Algo que ficaria dificil com um nuclear e 4 convencionais sem AIP,tendo em vista o tamanho do litoral brasileiro. Mas infelizmente acho que seria esperar muito do Brasil,que em materias desta indole ate hoje so demonstra incompetencia e falta de seriedade.

airacobra
Visitante
airacobra

joão ,

falou tudo e + um pouco

konner
Visitante
konner

[ (…) E quanto a India investir em subs AIP quando pode ter nucleares (… ) ]

http://www.naval.com.br/blog/?p=426

konner
Visitante
konner

Submarino nuclear indiano faz progressos:

http://www.naval.com.br/blog/?p=43

ronaldo souza gonçalves
Visitante
ronaldo souza gonçalves

o sistema AIP pelo que sei foi recusado pela nossa marinha pelo custo e o sistema de logistica. Pois o hidrogenio e um gas dificil de mexer principalmente em relação ao diesel. um outro fator seria a baixa velocidade do sistema em relação ao convencional.Pois uma vez detectado voce tem que fugir a uns 6 nós,penso eu que ainda se farão submarinos AIP e diesel operando um para ataque e stell e mudando para diesel qdo se precise evadir de uma area rapido. No caso da India estão gastando fortunas com equipamentos russos e franceses parece que pensam apenas em… Read more »

trackback

[…] Continuando nossa troca de idéias sobre os futuros submarinos do Brasil, clicando-se no gráfico acima pode-se ver o alcance de um submarino convencional dotado de sistema AIP com células de combustível, como o alemão U-214. O círculo menor mostra o raio de ação submerso de nossos atuais U-209, antes que precisem usar o snorkel para recarregar as baterias. O alcance submerso do U-214 é de cerca de 420 milhas a 8 nós e 1.248 milhas a 4 nós, usando células de combustível. O U-214 já foi comprado pela Grécia, Coréia do Sul e Turquia. O submarino também está prestes… Read more »

trackback

[…] O submarino ROKS Son Won-Il da Marinha Sul-Coreana (ROK Navy) bateu o recorde de tempo em imersão para submarinos não-nucleares, permanecendo 18 dias submerso sem usar o snorkel. O recorde foi possível graças ao sistema de propulsão independente da atmosfera (AIP), baseado em células de combustível de tecnologia alemã. O submarino U-214, projeto da Howaldtswerke-Deutsche Werft GmbH (HDW), é uma evolução da classe 212a construída para as Marinhas da Alemanha e Itália. O submarino 214 tem uma capacidade de mergulho maior, podendo chegar a mais de 400 metros de profundidade, devido ao emprego de novos materiais no casco de… Read more »

trackback

[…] classe “Shchuka-B”. A Rússia fez a oferta depois que a Marinha da Índia revelou seu plano de construir 24 submarinos convencionais nos próximos 20 anos. Nova Délhi já havia contratado alugar dois submarinos nucleares de Moscou, mas a Marinha […]

jose Fernandes
Visitante
jose Fernandes

Submarinos com propulsão nuclear são bem maiores e para armar com armas nucleares. Para não levar armas nucleares são os convencionais com AIP, que podem levar torpedos, misseis convencionais anti navio e são bem mais baratos que os nucleares para construir e para operar.
A disuazão por submarinos nucleares, so se obtem com armas nucleares.