quarta-feira, agosto 10, 2022

Saab Naval

FREMM para a MB: França revida com mísseis de longo alcance, segundo revista

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

fremm-bochecha

A melhor oferta

Barra de Cinco Pixels

vinheta-clipping-navalCom um projeto independente, a França ofereceu à Marinha uma alternativa às fragatas FREMM ítalo-francesas. Trata-se de nova versão do modelo equipada com mísseis que alcançam 1.500 km, bem mais que os 200 km da versão binacional. A Itália não gostou.

FONTE: IstoÉ edição 2119 – coluna Brasil Confidencial (Octávio Costa)

NOTA DO BLOG: Scalp Naval? Como base para discussão aqui no Blog, os números de alcance citados na breve nota servem para fomentar discussões entre o público mais afeito ao assunto e aos dados sobre  mísseis que equipam / podem equipar diversas versões das FREMM,  (clique nos links abaixo para mais detalhes sobre os armamentos).

Mas para o público em geral, ao qual é direcionada a nota, os dados de alcance colocados em comparação ajudam mais a desinformar do que a informar. Pode-se estar comparando, por exemplo, mísseis antinavio (pra não falar de mísseis antiaéreos) com mísseis de cruzeiro, com emprego diverso, respondendo a requisitos e decisões estratégicas também diversas.

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

18 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MVMB

Concordo que a nota mais desinforma que informa. Cabe buscar quem foi a fonte desta notícia que, em meu ver, não tem um pingo de fundamento ou verdade. NÃO tem FREMM, MEKO ou qq outro escolta para ser adquirido.
Este governo já fechou a conta e passou a régua em gastos militares – se bobear não sai nem o caça da FAB – e aí vamos para 4 governos (16 anos) de indefinição.
Lembrem-se, militar e defesa nacional não dão voto…..

Musashi

1500km???
Desde quando o Scalp tem esse alcance? Pelo menos a versão aérea tem alcance de 250Km.
Essa bagunça foi em relação ao Otomat Block 2 (150km) e o Exocet MM40 Block 3 (180km)? Ou seja, 20km a mais, não 200km…

Nick

Ficaria mais interessado se oferecessem as ASTER30….

[]’s

william

Tbm acho que seria uma boa c oferecessem tanto o aster 15 com o aster 30…
Seria uma boa dupla de defesa comtra a maioria das ameaças….

LM

Prezados, Com relação aos futuros escoltas da MB não existe previsão para qualquer anúncio neste ano. Para o ano de 2010 estão previstos, apenas, a licitação de mais 4 unidades da Classe “Macaé”, e a escolha e licitação das primeiras 3 unidades dos NaPaOc. A definição do modelo dos futuros escoltas está prevista para 2011. Vale ressaltar que será escolhido um projeto de casco (FREMM, KDX-II, F100, entre outros), contudo os sistemas (sensores e armas) serão escolhidos pela MB, conforme sua necessidade. Desse modo, não se fará uma compra fechada (como foi o caso dos S-BR, onde o meio vem… Read more »

CosmeBR

Dessa vez eu fico com a FREEM italiana, com míssil de cruzeiro nacional!

BRASIL ACIMA DE TUDO!!!

LM

Nunão,

O prazer é meu em estar de volta. A luta foi grande para que isso acontecesse.

Parabéns pela trilogia.

Abraços

william

Sera que ficaria muito caro c viesse as KDXIII ?

Elizabeth

Esta matéria como tantas outras que falam de projetos militares brasileiros é uma completa besteira no que tange a qualidade de informação. A França é uma signatária do Missile Technology Control Regime (MTCR) e por isto não exportaria mísseis cujo alcance seja superior a 300Km ou a ogiva seja superior a 500Kg. Países exportadores de mísseis com esta capacidade tomam cuidado para não fugirem as regras do MTCR, por exemplo a Rússia tem duas versões do 9K720 Iskander, a M com 450Km de alcance (para uso interno) e a E com 290Km (abaixo do limite de 300Km portanto) para mercado… Read more »

Mauricio R.

“Míssil Scalp com mais de 1000Km de alcance, pura conversa para boi dormir, esta versão do míssil não é para exportação.”

O Tomahawk Land Attack que a US Navy e diversas outras marinhas da OTAN e demais aliados usam, não tem somente 300Km de alcance, não tem 1000 Km de alcance, mas 2500Km de alcance.
Até a versão antí-navio TASM, tem mais alcance que somente 300Km, está na faixa dos 460Km.

Mauricio R.

Mais Macaé, lixo francês velho de 20 anos atrás???? Este não é um pais sério!!!

Hornet

LM, meu caro

que bom que vc está de volta. Faço parte daqueles que sentiram sua ausência aqui no blog.

um forte abraço

Elizabeth

Pois é Mauricio, mas o Brasil tem com a França a mesma relação que os EUA tem com a Inglaterra e com a Espanha?

Ai cada um julga de acordo com suas convicções.

HMS TIRELESS

Lamentável o desespero francês

marujo

Comandante LM: seja bem vindo, com suas esclarecedoras intervenções. Então, não procede também que os nossos OPVs serão das Classes Comandante/Sirio italianas?

LM

Prezado Hornet,

Obrigado! Abraços meu amigo!

Prezado Marujo,

A MB ainda não assinou qualquer contrato para aquisição de NaPaOc. Desse modo, ainda não é possivel dizer que este ou aquele meio foi escolhido.

Abraços

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Semana da Índia no Rio: Governo indiano recebe público e imprensa a bordo da fragata INS Tarkash

Eventos comemoram os 75 anos da Independência indiana e 200 anos da Independência do Brasil A Embaixada e o Consulado...
Parceiro

- Advertisement -