quinta-feira, maio 26, 2022

Saab Naval

O quase cinquentão e o bebezão

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O mais novo navio-aeródromo de propulsão nuclear da Marinha dos EUA (USN), o USS George H.W. Bush (CVN 77), passa pelo mais velho, o USS Enterprise (CVN 65).

À esquerda da foto, uma história de pouco mais de dois anos de operações desde o comissionamento, em 10 de janeiro de 2009. À direita, uma história que deverá completar 50 anos desde que o primeiro CVN da Marinha dos EUA foi comissionado, em 25 de novembro de 1961.

O Enterprise é, segundo a USN, o seu mais antigo navio de guerra em atividade. Estima-se que meio milhão de marinheiros já tenham servido a bordo nessas quase 5 décadas de história. Em 2015, o CVN 78, cuja construção foi iniciada em 2009, deverá entrar em operação para substituir o velho CVN 65.

A foto acima, tirada no Mar Vermelho no último 21 de junho, mostra o CVN 77 passando pelo CVN 65 no estreito de Bab el Mandeb. O George H.W. Bush chega à área de responsabilidade da 5ª frota dos EUA para assumir as operações que o Enterprise vinha levando a cabo.

FOTO E FONTE: USN

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Pobre CVN 77, nunca teve a glória de operar com o F-4 Phantom e o F-14 Tomcat.

eraldocalheiros

Mesmo chegando aos cinquentão, gostaria de ver essa preciosidade capitaneando a nossa segunda esquadra, isso se realmente for constituida, coisa que não acredito. Esse é o Brasil, esses são nossos politicos.

Wagner

” executor” class super-star destroier…

Ozawa

Foram precisos 2 gerações de NAe’s para susbstituir o Big “E” ! Praticamente ele viu toda a classe Nimitiz passar pelo seu costado para então ser encostado… E na esteira do que disse o colega Clésio Luiz, ele, o Big “E”, pode se considerar entre seus atuais irmãos um afortunado, pois teve em seus convéses o brilho da fase áurea da força aeronaval americana, com seus esquadrões de Phantons e Tomcats em vistosas pinturas… Numa época em que no ar voavam muito mais que “quadrados-retângulos” em pinturas “low visibility”, e daqui a pouco sem pilotos, arghh !!! Tristes dias que… Read more »

daltonl

Friamente falando, acho que a US Navy não terá saudades do “Big E”, ao contrário de entusiastas como nós. Já foi reabastecido 4 vezes até hoje, ao contrário do “Nimitz” que é reabastecido apenas uma vez durante sua vida de 50 anos e nas duas últimas ocasioes em que foi reabastecido, 1979-1982 e 1990-1994 passou por grandes overhauls que duraram respectivamente 2 anos e meio e 4 anos, o que tornou o “Big E” menos disponivel por assim dizer. Mesmo na sua ultima manutenção iniciada em 2008 e concluida em 2010, que permitiu que fosse empregado nesta sua ultima ou… Read more »

Wagner

Quando vejo um Nimitz sempre lembro tambem daquele filme Top Gung que avacalhou o nome: SS ESSES

kkkkkkkkkk !!

Vader

Putz, respeito a opinião de todo mundo, mas juro que não consigo compreender como alguns ainda sonham que a MB pode operar um Porta-Aviões nuclear desse porte e nível…

eraldocalheiros

Meu caro lorde, pra muitos carne de acem, é filé de primeirissima.Esse é o Brasil, esses são nossos politicos. Cada um com seu carma Rsssss.

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios de guerra britânicos podem ser enviados para quebrar o bloqueio de Putin aos portos do Mar Negro

A Grã-Bretanha está coordenando com seus aliados um plano potencial para enviar navios de guerra ao porto de Odessa,...
- Advertisement -