sábado, maio 28, 2022

Saab Naval

Fase de testes do F-35C no USS Nimitz termina antes do prazo

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

F-35C operando no USS Nimitz à noite - foto USN

Segundo a USN, a aeronave demonstrou desempenho excepcional, permitindo acelerar os trabalhos e cumprir 100% dos itens de teste antes do prazo, além de realizar operações noturnas antecipadamente, o que não é comum

A Marinha dos EUA (USN) informou nesta segunda-feira, 17 de novembro, que a primeira fase de testes de desenvolvimento (DT I) do F-35C no convoo do navio-aeródromo de propulsão nuclear USS Nimitz (CVN 68) foi completada na sexta-feira, dia 14, três dias antes da data inicialmente programada.

Foram testadas a capacidade da aeronave operar em convoo de navio-aeródromo dotado de catapulta e aparelho de parada, assim como sua integração às operações no ambiente marítimo, cumprindo 100% dos itens de teste. Segundo a nota da USN, a aeronave demonstrou desempenho excepcional nessas provas iniciais permitindo acelerar os trabalhos e realizar operações noturnas. Estas operações à noite representam um marco que só é cumprido na segunda fase de testes, e não na primeira, como foi o caso de caças anteriores como o F/A-18 Hornet and F/A-18 E/F Super Hornet.

Segundo o piloto de testes da marinha, capitão de corveta Ted Dyckman, “o avião voou muito bem atrás do navio, mesmo na noite mais escura, o que é o mais escuro que você pode chegar atrás do navio, com duas passagens com gancho estendido, enganchando duas vezes, e isso quer dizer que foi tudo bem. Nunca ouvi falar de operações noturnas na primeira fase de testes”.

F-35C operando no USS Nimitz - foto USN

Foram cumpridos 33 voos, 39,2 horas de voo, 124 catapultagens, 222 toques e arremetidas, e 124 pousos enganchados. Ainda segundo a nota, não houve tentativas mal-sucedidas de enganchar. Os bons resultados comprovaram que o inicialmente problemático gancho do F-35C foi reprojetado com sucesso.

Outras duas fases de testes no mar estão planejadas para o F-35C. O objetivo desta primeira foi a coleta de dados para medir a integração do jato às operações no convoo e definir os parâmetros do mesmo num navio-aeródromo. A avaliação dessa bem-sucedida fase permitirá que a USN faça quaisquer ajustes necessários para garantir que os caças de quinta geração estejam plenamente capazes e prontos para se juntar à frota em 2018.

FONTE / FOTOS: Marinha dos EUA (tradução e edição do Poder Naval a partir de original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo Cascaldi

Ótimas notícias para o F-35!

Ainda semanas atrás haviam comentado aqui mesmo que as operações noturnas seriam apenas nas próximas fases e em próximos anos!

Incrível!

Será que isto também se deve ao papo de que esta aeronave é “facim facim” de voar?

Grande abraço!

daltonl

Ricardo…

de fato os pilotos das 3 variantes do F-35 dizem que ele é relativamente fácil de pilotar o que poderá vir a ser um ganho no futuro ao menos quanto ao treinamento de vôo.

Quanto à operações noturnas, as coisas foram tão boas que eles resolveram no finalzinho dos testes realizar algumas catapultagens e pousos, seja enganchando ou não de propósito, mas, na próxima fase as operações noturnas é que serão testadas para valer.

abraços

Vader

Excelentes notícias para a US Navy.

Creio que os problemas maiores de hardware foram resolvidos. A IOC vai chegar antes do previsto.

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

EUA pretendem restringir a China moldando seu entorno, diz Blinken

O secretário de Estado dos EUA deu um vislumbre da estratégia confidencial do presidente Biden sobre a China, na...
- Advertisement -