Home Manutenção Aumento de despesas obrigatórias da Marinha dificulta plano de manutenção

Aumento de despesas obrigatórias da Marinha dificulta plano de manutenção

11415
161
Navios da Marinha do Brasil docados para manutenção

Por Danilo Oliveira

As despesas obrigatórias da Marinha vêm aumentando desde 2014, enquanto as discricionárias — aquelas que podem ou não ser executadas — diminuíram a partir de 2015. As despesas obrigatórias somaram R$ 1,77 bilhão no ano passado, ante previsão de R$ 1,94 bilhão prevista para 2019. Já as despesas discricionárias, que totalizaram R$ 1,57 bilhão em 2018, devem diminuir para R$ 1,43 bilhão este ano. O orçamento total da Marinha caiu de R$ 5,9 bilhões em 2015 para R$ 5,4 bilhões em 2018. Para este ano, a previsão orçamentária é de R$ 4,6 bilhões. A expectativa do comando da força naval é que as receitas aumentem em 2019 e que valores que foram contingenciados sejam recebidos.

Os contingenciamentos geram desafios para planejar e executar manutenção dos meios navais. “Principalmente porque na execução do orçamento anual por vezes acontecem algumas frustrações por parte do governo e precisamos contingenciar parte dos recursos planejados para aquele ano”, explicou o subchefe de logística e plano diretor do comando de operações navais (ComOpNav), contra-almirante José Vicente de Alvarenga Filho, na última semana, durante o 2º seminário de manutenção de navios militares, promovido pela Sobena, em parceria com a Marinha.

A Marinha espera que a redução de pessoal que vem sendo adotada desde a gestão anterior ao menos freie o crescimento das despesas obrigatórias. Com os recursos disponíveis para despesas discricionárias, a força naval precisou priorizar algumas metas, dentre elas algumas manutenções mais urgentes, como o plano de manutenção geral dos submarinos Tamoio e Tikuna. A ideia é garantir fluxo financeiro nesses projetos, a despeito de alguns contingenciamentos. “Tarefa difícil, mas é o que Marinha tem condições de fazer nesse período. Estamos muito preocupados com esse crescimento das despesas obrigatórias que estão fazendo com que sacrifiquemos outras áreas da nossa atividade”, relatou Alvarenga.

No meio militar, existe o receio de que, sem poder transferir a manutenção para as despesas compulsórias, a força naval acabe tendo dificuldades para cumprir manutenções importantes. A Marinha ressalta que o programa geral de manutenção faz um planejamento a cada quatro anos e é atualizado anualmente. O Progem organiza manutenção de todos os meios: navios, submarinos, aeronaves e carros de combate.

O plano leva em consideração os recursos alocados, a disponibilidade de peças sobressalentes e os recursos de apoio logístico necessários para determinado tipo de manutenção. As unidades da Marinha para manutenção estão distribuídas por Rio Grande, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Natal, Belém, Manaus e Ladário (MS). Como a manutenção ocorre em todo o Brasil, o desafio é organizar e planejar a manutenção de todos esses navios.

A avaliação da Marinha é que existem recursos e que há expectativas de que as receitas aumentem em 2019. Nesse caso, os bloqueios e contingenciamentos seriam cancelados. “Há tendência de aumentar recursos orçamentários da Marinha, assim que o país voltar a crescer, de modo a aproveitar oportunidades e juntar interesses do empresariado, academia e da Marinha para manutenção dos meios navais”, projetou Alvarenga.

FONTE: Portos e Navios

161
Deixe um comentário

avatar
44 Comment threads
117 Thread replies
4 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
74 Comment authors
Miguel FelicioFoxtrotJuarezO incautoCarlos Campos Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ferreras
Visitante
Ferreras

Faltou o gráfico do número de efetivos por ano para podermos analisarmos uma das variáveis desse problema.

Souto.
Visitante
Souto.

E a fragata Defensora eo ndcc Mattoso Maia?tem previsão de voltar ao setor
operativo??

Yamamoto
Visitante
Yamamoto

Infelizmente não.

Adriano RA
Visitante
Adriano RA

Pelo jeito, infelizmente, vai sobrar alvo para o MANSUP.

Felipe Alberto
Visitante
Felipe Alberto

O Brasil tá seguro Souto. Relaxa

Carlos Eduardo Oliveira
Visitante
Carlos Eduardo Oliveira

A Jaceguai dará baixa mesmo?

Ferreras
Visitante
Ferreras

Seria interessante que esse gráfico mostrasse individualmente as três forças de forma a analisarmos as tendências das mesmas.

Guilherme
Visitante
Guilherme

Quais seriam as despesas obrigatórias da Marinha?

Matheus
Visitante
Matheus

Salários, pensões, previdência….

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

.. para o militares ativos, reservistas RR, reformados, pensões para as viúvas (os), pensões para os filhos até completarem 21 anos (ou 24 se cursam ensino superior), pensões para os pais e sobrinhos (se o falecido não tiver cônjuge ou filhos e estes serem seus dependentes), pensões vitalícias para as filhas “solteiras”. Os mesmos benefícios, exceto a pensão vitalícia das filhas solteiras, para servidores civis da marinha. E assistência médica para todo este povo. Pouca coisa!

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Fácil, corta uns 10 mil militares que isso resolve. Nunca vi um país com uma marinha tão grande praticamente sem navios! E isso devia ser seguido pelas outras forças, mas 10 mil da aeronáutica e uns 30 mil do exercito! O que adianta ter numero e não ter qualidade no que se diz equipamentos?

Matheus
Visitante
Matheus

10 mil nada , corta uns 20 a 25 mil da FAB e uns 20mil da MB ,mais uns 20 mil do EB q resolve rapidinho

Renan Braga
Visitante

Podia deixar só 20 mil sendo 20% efetivo já era muito pra mamar pensão no futuro !
Não tem navio mesmo !

Vladimir
Visitante
Vladimir

E o Atlântico é o quê?

Amaury
Visitante
Amaury

O Atlântico é um Oceano…

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Um alvo de luxo sem qualquer escolta decente para uma guerra moderna.

Alexcg
Visitante
Alexcg

na FAB pode tira logo uns 30 mil que nao tem a FAB no Brasil todo pq no nordeste so tem uma base que ser de pouca coisa vai ser tudo concentrado no DF mesmo.

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

Só 30 mil. Penso que se na FAB pode-se cortar uns 60 mil.
Afinal, a FAB tem mais de 80 mil militares e a RAAF, muito mais poderosa em equipamentos (F-35, F-18, C-17, C-130, P-8, etc.) dá conta do recado com 18 mil militares.

É só transferir o controle do tráfego aéreo comercial para a Infraero (ou outra empresa a ser criada), os complexos industriais (Pame) para empresas de manutenção (pública ou privada), a assistência médica (tipo pediatras, geriatras, obstetras) para algum plano de saúde, a produção de medicamentos para as empresas deste setor, etc, etc, etc.

Luiz
Visitante
Luiz

Cortar despesas desnecessárias com viagens a países ” amigos ” para ver e babar na inauguração de submarinos também, ajudaria bastante

edson marques da
Visitante
edson marques da

Reduzir o numero de oficiais generais nas três forças também ajudaria.

Renan Braga
Visitante

80507 meu caros e cadê os navios de guerra de verdade ? Cadê uma guarda costeira mínima ?
Até pescador apanha de chinês no mar
Fonte ministério da defesa

https://www.defesa.gov.br/forcas-armadas/111-lei-de-acesso-a-informacao/perguntas-frequentes/remuneracao-dos-militares-das-forcas-armadas-no-brasil-e-no-exterior/8637-efetivos

Chevalier
Visitante
Chevalier

Imagina se cortar 10 mil militares a Argentina invade no outro dia! Não podemos baixar a guarda!
(tenho que avisar que é ironia? sempre tem us analfabetu funcional pra não entender)

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

Isso!
Em pouco tempo os Skyhawks e SEM estabelecerão o domínio do espaço aéreo brasileiro, os ARA San Juan e seus “irmãos” bloquearão os portos e plataformas de petróleo e os TAM completarão o serviço.
🙂

Elcimar
Visitante
Elcimar

Deixar sem emprego é seu objetivo para todo esse pessoal?….existem outras formas de resolver isso…segura quem já ta na batalha,e corta o alistamento por um tempo,as forças armadas são pra muitos jovens de baixa renda ,uma opção,” as vezes por pouco tempo”. Mas é um caminho pra fugir da atual situação que o país vive.e muitos saem depois com outra visão da vida nas ruas,saem com caráter, disciplina,o país tá longe do ideal….mas pro momento cortar o alistamento pra conter o gasto seria uma opção.e segurar a mão de obra especializada com qual se investiu dinheiro e tempo.

Renan Braga
Visitante

Recruta só serve para pintar meio fio e passar graxa em coturnos e passar por humilhações
E no melhor dos casos ser doutrinados acreditar que tudo isso vai servir para proteger o Brasil .
Alguém tem dúvidas ?

Renan Braga
Visitante

Deixar de aviso prévio por 2 anos vão se planejando …a nação em primeiro lugar.
Alistamento não faz muita diferença

Renan
Visitante
Renan

Amigo currículo na mão e bora ir para fila do emprego. Ou abre um negócio e gera emprego. O que não dá é sustentar mais de 360 mil pessoas que não é relevante a nação. Na boa corta todos os oficiais de carreira em 50 % o Brasil ia ter dinheiro para muito armamentos Alguém me explica porque quase 400 generais no Brasil? Se tiver 3 general por região tá ótimo. Norte, nordeste, sul, sudeste, centro-oeste. Para cada força Da 5x3x3= 45 Arredonda para 51 vai que alguém morre, é bom ter 6 a mais. Oficial tem que seguir a… Read more »

Renan Braga
Visitante

Relevantes a nação :
Taifeiros
Músicos
Capelões
Etc

Jota Ká
Visitante
Jota Ká


Veterinários,
Geriatras,
Comunicadores sociais (modalidade jornalistas),
Comunicadores sociais (modalidade RP),
Pedagogos,
Desenhistas.

Fabio Mayer
Visitante
Fabio Mayer

Não tem como “cortar” militares. Os de baixa patente que são engajados já foram cortados faz tempo, os de patente, todos são concursados, estáveis, sujeitos a planos de carreira e salários. A lei e a Constituição não autorizam cortar ninguém!

Miguel Felicio
Visitante

Essa atual Constituição tem que ser rápida e literalmente RASGADA, pois patrocina todo tipo de despesas desnecessárias neste País, em detrimento do povo trabalhador que paga, sustenta e garante a segurança efetiva do País.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Quase pensei que deveríamos gastar mais, aí lembrei que já são 102 bilhões de reais pra sustentar, dentre outras, uma marinha com mais pessoal que Reino Unido e Itália somados.
Essa força é um desrespeito ao brasileiro.

Monteiro
Visitante
Monteiro

Pois é Fernando, o problema é que gastamos muito mal o orçamento.

Renan Braga
Visitante

Quem deu deslike deve ser um mamador da marinha doutrinado a acreditar no impossível em defender a pátria só com canções!

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

Pelo gráfico a MB se virou em 2016 com +/- US$1,7bi isso considerando o dólar a R$3,50….

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

Errata o gráfico aparentemente está em dólar….

MMerlin
Visitante
MMerlin

Concordo Fernando.
E quem teria o poder de gestão e decisão se esconde através de uma bandeira chamada patriotismo.

MMerlin
Visitante
MMerlin

Através = Atrás

Nilson
Visitante
Nilson

Certamente os dados da matéria se referem a alguma fração específica da Marinha. Os valores do orçamento da Marinha são na faixa de 28 bi, conforme resumo que consta no link: https://www.defesa.gov.br/arquivos/orcamento_financas/consolidado-2000-a-2019-v-ascom-dot-atualizadas-e-empenhadas-2019_1.pdf

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

A velha tática de mentir dizendo a verdade. O mesmo rolou quando a turma da imprensa inventou que cortaram 30% das verbas da educação e blá-blá-blá. A marinha quer e vai continuar jogando bilhões e bilhões fora com uma força literalmente desprezível a nível mundial, mas com gasta de primeira linha!

Sincero
Visitante
Sincero

A marinha tem que pagar os marinheiros de gabinete, que navegam em terra, esses que enterrarão a MB em milhares de metros de mar. Lamentável.

Rawicz
Visitante
Rawicz

A expectativa é que esta analise possa trazer um melhor aproveitamento dos recursos, especialmente humanos da força.

Vale também se atentar para o parcelamento de aquisições no medio prazo, que sacrifica orçamentos seguintes….

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Por um lado… A MB finalmente desarmando e usando como alvo navios velhos e com nenhum valor militar, que só geram gastos ficando encostados ad infinitum. O PROSUB caminhando bem. O MANSUP dando frutos, aos poucos. Por outro lado: https://www.naval.com.br/blog/tag/concurso-publico/ Gente. Gente demais. Gente demais ganhando bem pra fazer pouco. Gente demais ganhando bem pra fazer o trabalho que poucos poderiam fazer. É o mal de QUALQUER instituição pública nesse país. Gente demais. E aí? Vão encarar esse problema de frente e finalmente fazer o que deve ser feito pra consertar isso , como a FAB vem fazendo? Ou vão… Read more »

Jadson Cabral
Visitante
Jadson Cabral

Grande novidade… é o que todos aqui estão cansados de comentar. É só para de fazer convurao e diminuir o efetivo, que resolve.

Jadson Cabral
Visitante
Jadson Cabral

A espectativa do comando de que esse ano de que as receitas aumentem só mostra o como os almirantes vivem no mundo da lua. TODAS de agências de respeito e agora até do próprio ministério da economia estão diminuindo drasticamente as expectativas de crescimento do PIB, há pouco o governo precisou de credito suplementar de 200bi apenas para pagar as contas, mas o comando da MB acha que milagrosamente as receitas vão subir… pelo amor de Deus, não é presuposoto que esses senhores tenham alta formação???

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Jadson, a MB tem receita contingenciada, tanto em Royalties do petróleo como orçamento do próprio MD. Claro que é contar com o ovo no….da galinha, mas, pode ser descontingenciado no decorrer do ano.

Agora falam muito aqui em diminuição de quadros, ok! Mas não é possível, de uma hora pra outra, dispensar 50% do efetivo, Isto geraria mais custos. Tem que ser feito uma restruturação nos moldes da Força 100 , da FAB. Com a inserção de pessoal temporário nas atividades-meio, deixando os marinheiros e oficiais de carreira nas atividades-fins. Coisa para 10 a 15 anos continuadamente.

samuka
Visitante
samuka

De acordo, mas se não começar….

marcus
Visitante
marcus

Com certeza nas 3 forças, tem muita gente coçando saco. A crise é para todos.
Pessoas sem função tem aos montes.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

A avaliação da Marinha é que existem recursos e que há expectativas de que as receitas aumentem em 2019´´ É sério…queria muito ver qual a base usada pela MB pra fazer essa previsão. Sem zoeira, gostaria de saber isso. Eles devem estar achando que, como a aprovação da reforma da previdência, o país magicamente vá crescer igual a China ou EUA a partir do ano que vem, que todos os déficits serão quitados, sobrando dinheiro pra tudo, e que o almirantado vai finalmente poder tirar do papel seu sonho de ter NaE´s, subs nucleares, destróieres de milhares de toneladas e… Read more »

Sandro
Visitante
Sandro

Só não faltou dinheiro para distribuir aos governos de esquerda apoiados pelo governo Petista. Tem que faze-los pagarem por esse saque que fizeram ao pais e passarem esses recursos para a MB.

Fabio Mayer
Visitante
Fabio Mayer

Não é somente na Marinha, é em TODA administração pública federal.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Federal, estadual, municipal…

Tutu
Visitante

Principalmente a municipal, eles tem a maior quantidade de funcionários em comparação a todas as esferas, praticamente todas as 6600 prefeituras do país são cabides de empregos.

Fabio Mayer
Visitante
Fabio Mayer

Concordo, é isso mesmo!

edson marques da
Visitante
edson marques da

Segundo Paulo Guedes os concursos públicos estarão suspensos para enxugamento de pessoal.

Caio
Visitante
Caio

Menos nas forças armadas,em nome de possivelmente munições até para pistolas.

Denis
Visitante
Denis

Não conheço muito os gastos da marinha mas acho que vai muito dinheiro ainda para aquelas pensões absurdas para filhas de oficiais, conheço um caso que são 3 da mesma família mamando das tetas a 60 anos

edson marques da
Visitante
edson marques da

Essas pensões datavam a guerra do Paraguai e não só para oficiais. Foram suspensas em 2000 com a nova lei da previdência.

Dilbert_SC
Visitante
Dilbert_SC

Não foram suspensas. As pensões continuam sendo pagas. Inclusive, mais de 80% do orçamento das forças armadas é para pagar soldos e pensões. O restante é para comprar aviões, navios, carros de combate…
Sim, nossas FAA também tem muita mamata.

Requena
Visitante
Requena

A reforma de FHC mudou essa Lei.

Porém…

– A filha do oficial falecido que recebia pensão, continua recebendo.

– O oficial que tinha direito de deixar a filha receber “futuramente” até aquela data, continuou a ter esse direito.

– Mas quem ingressou no oficialato das 3 forças a partir de 2000, não tem mais direito de deixar pensões para a filhas.

Ou seja mudou mas deixou uma “herança maldita”. Ainda vamos pagar pensões pra filhas de oficiais por uns 50 anos.

Amaury
Visitante
Amaury

A Xuxa….sim a Xuxa, passou a receber no mês de maio de 2019, 1/6 do valor que o pai militar recebia.
Mas temos que entender, afinal a Maitê Proença também recebe…

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Na vdd o militar que quiser deixar pensão para filha tem que descontar mais do soldo!

Mayuan
Visitante
Mayuan

O INSS tem recadastramentos obrigatórios regularmente. Por qual razão as FAs não fazem a auditoria nessas pensões de filhas? Monte de mulher vivendo em união estável que não casa oficialmente apenas pra não perder a pensão…

Mário Ribeiro
Visitante
Mário Ribeiro

Só eu, conheço três

Battlefield
Visitante
Battlefield

Enquanto houver criações de mais oms administrativas teremos menos navios. Principal atividade fim da MB. O efetivo e número de oms deriam ser revistos e otimizados. Temporários deveriam ser no mínimo 75%. Deveriam diminuir os postos e graduações para os futuros ingressantes na força(temporários e carreiras), por exemplo ingressos como marinheiros especializados os de nível técnico e como terceiro sargentos os de nível superior(xto MD), deixando como oficiais somente os oriundos de EN e por seletividade de AA. E por fim rever a política de pensões e fim de acesso de serviços como os de saúdes aos dependentes. Provavelmente com… Read more »

marcus
Visitante
marcus

A previdência dos militares custa 47 bilhões ao estado e eles contribuem com 4 bilhões.
Ferrar o zé povinho é fácil, cortar privilégios das forças armadas, que desde de 1945 não viram um combate é muito dificil.

edson marques da
Visitante
edson marques da

Resumindo: Menos atividade meio e mais atividade fim .

pgusmao
Visitante
pgusmao

Infelizmente, a Marinha e as demais forças vivem em um padrão do século XVIII de forma de gasto do orçamento, almirantes usando carros oficiais com motoristas, taifeiros cuidando de recepções nas casas e Clubes Navais, Hotel de Trânsito de Oficiais usados como hotéis de turismo para família, aviões da FAB transportando a parentada como empresa aérea. Há alguns anos estive no Clube Naval do RJ, é um desbunde a quantidade de serviços oferecidos e não me venham dizer que tudo é bancado com o dinheiro dos associados. Em resumo, a coisa está feia e não vai melhorar.

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

.. de vez em quanto transportam “pó branco”. Pegaram dois casos. Mas, e os que não pegaram.

Diogo de Araujo
Visitante

A unica solução plausível é aumentar o efetivo

Renan Braga
Visitante

De temporários 75%

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

mas como? vamos colocar um foguete em marinho e lançar eles contra os navios inimigos, o que não falta é efetivo

MMerlin
Visitante
MMerlin

Catapulta humana.
Imagine o efeito e abalo moral do inimigo ao saber que os próprios combatentes servem de munição e alvo.
Alvo? Infelizmente, com a atual estrutura, isto eles já são.

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Solução para o problema. Redução de pessoal, ajuste de contas, informatização e automação de meios e processos, planejamento de longo prazo (com os pés no chão e sem megalomanias). Um bom exemplo é o programa Tamandaré. Se entregassem a fabricação aos Chineses do projeto original do CPN com integração de sistemas no Brasil via AMRJ, com certeza que receberiamos os navios em menor tempo e se bobear com mais quantidades. Levando em conta a capacidade fabril chinesa e baixo custo. Mas resolveram comprar uma Ferrari para gastar o salário mínimo com gasolina em um país com ruas esburacadas . Dessa… Read more »

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

nem precisava ser na China, na Coreia do Sul eles tem valores melhores que os fabricantes Europeus, parece que a MB só gostam de navio Europeu

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Eu vi uma notícia de contra torpedeiro coreano a preço de fragata europeia… não que seja nossa necessidade no momento mas vale uma olhada nos equipamentos menores!

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Gallani manda o Link aí

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

O Brasil é filho da cultura ocidental.
Então, só pode comprar equipamento ocidental (é oque dizem os defensores desta prática).

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

O Brasil é escravo da cultura e política ocidental caro Jota Ka. Nossa sociedade vive delirando em ser europeus mas desprezando sua rica cultura mestiça. E isso reflete nos atuais comandantes militares, pois vieram dessa elite dominante racista e internacionalizada . Pode observar aqui no fórum mesmo. Tudo que é feito localmente não presta, tem que se importar tudo dos Estados unidos ou Europa. Logo nossos projetos e produtos são atacados por um seleto grupo de especialistas de teclado que só sabem buscar informações prontas de sites como Weekleeks. Soma se a isso a antiga e eterna malandragem nacional. Para… Read more »

Monteiro
Visitante
Monteiro

É meus amigo, e agora a coisa vai ficar pior com esse papo de integralidade e paridade de aposentadorias. Nem militar americano que é cabra macho de verdade tem esses privilégios. Enquanto isso a marinha vai se virando com os seus mais de 300 dentistas. 🦷

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

Caraca!
300 dentistas!
Distribui escovas e fio dental para a tropa, além de cortar o açucar do rancho. Economiza com dentistas e deixa o “barrigudinhos” mais esbeltos. 🙂

Leviatã
Visitante
Leviatã

São Bernardo, espero que se mantenha sempre firme no apoio a esquadra, foi um tempo bom.

ELTON R
Visitante
ELTON R

publica mais um edital de concurso que a marinha vai ficar mais eficaz (ironic mode)

Bardini
Visitante
Bardini

“As unidades da Marinha para manutenção estão distribuídas por Rio Grande, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Natal, Belém, Manaus e Ladário (MS)” . Aí é que está. As estruturas de Rio Grande e Bahia são realmente necessárias ou são redundantes perante ao AMRJ? Pq vão investir uma montanha de dinheiro via CCT, para capacitar uma empresa privada em SC? . Pq esse dinheiro não foi todo CENTRALIZADO no AMRJ, para atender construções posteriores e as manutenções e demais etapas do processo de manter e operar??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????? . Pq Natal e/ou Belém necessitam coexistir ou até mesmo existir, levando em conta… Read more »

Renan Braga
Visitante

E o que dá com um exesso de oficiais e praças de carreira seus soldos e suas pensões para filhas e sua aposentadoria precoce ops aposentadoria não vai pra reserva dar despesas ! Grandes marinhas do mundo não tem este tipo de benefícios e beneficiado a defesa da nação não as filhas dos militares e aposentadoria precoce com remuneração integral … Dão a vida pela pátria blá blá blá e quando fala em reforma previdenciária saem em lamentos A vida sim mas músicas de oficiais e praças músicos cantando glórias do passado mas se tratando de defesa naval de verdade… Read more »

Águia
Visitante
Águia

tem que aumentar o efetivo temos mais de 207 milhões de habitantes, tira da educação ( ensino superior), é muito investimento pra pouco retorno, pesquisa quanto ganha um professor de universidade federal

Caio
Visitante
Caio

Espero que isto tenha sido Ironia e não incapacidade de compreender, o contexto infeliz e perigoso das nossas forças.

samuka
Visitante
samuka

foi ironia, ctz…

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

Acho melhor tirar do ensino fundamental. Os universitários vão protestar e fazer barulho se ficarem sem orçamento. As criancinhas perderão orçamento caladas. 🙂

Renan Braga
Visitante

Passou da hora de cortar pessoal maldita seja está constituição que não permite !
80507 sendo pasmem ! 87 almirantes
10620 oficiais cade os navios ?
69800 cabos e soldados pra que tanto ?
Fonte : ministério da defesa
https://www.defesa.gov.br/forcas-armadas/111-lei-de-acesso-a-informacao/perguntas-frequentes/remuneracao-dos-militares-das-forcas-armadas-no-brasil-e-no-exterior/8637-efetivos

Vivaldo José Breternitz
Visitante
Vivaldo José Breternitz

Reino Unido:
33,280 Regular
3,040 Maritime Reserve
7,960 Royal Fleet Reserve[nb 1]
74 commissioned ships, 86 including RFA[nb 2]
174 aircraft[2]

Italia
30,923 personnel
184 vessels (incl. minor auxiliaries)
70 aircraft

águia
Visitante

população brasileira 207 milhões, vide Inglaterra e italia

Águia
Visitante
Águia

ia me esquecendo milhões de km quadrados para patrulhar

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Esses milhões de km pra patrulhamento vc se refere ao Reino Unido né?

Battlefield
Visitante
Battlefield

Reino unido se vc contar as suas inúmeras ilhas tem uma extensão marítima maior que a nossa.

samuka
Visitante
samuka

milhões de km quadrados não patrulhados vc quis dizer….

MMerlin
Visitante
MMerlin

Patrulhar de que maneira se a quantidade de embarcações é altamente ineficiente?
Ah, esqueci. Aumenta o efetivo e coloca todo mundo nadando.

Zeca
Visitante
Zeca

Bota o efetivo de mãos das na fronteira ou nadando pelo atlântico.

Amaury
Visitante
Amaury

Meu caro há alguns erros na sua observação. A Constituição não determina efetivo algum. E os números apresentados no referido site são os efetivos máximos autorizados por lei. Não há um número mínimo. Quem pressiona por maiores efetivos são os próprios comandantes militares.

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

Tem mais almirantes que navios de combate!
Está parecendo a FAB, que tem mais brigadeiros que aviões caças!
O Brasil, definitivamente, não é um país sério!

Felipe Cotta
Visitante

Não entendo é fácil, só cortar o pessoal, não entendo isso, uma força com efetivo tão grande e sem equipamento, isso é um absurdo que só aumenta a cada ano, pois são pensões, aposentadorias e outras coisas.

Aguiar
Visitante

pensão toda profissão tem direito, e das filhas só recebe as que recebem desde a década de 90 pois a mais de 20 anos não é possível conseguir pensão vitalicia de pai

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Errado. Todos os militares na ativa em 2001 podem deixar pensão vitalícia para as filhas “solteiras”. Haverá concessões (novas pensões) por muito tempo ainda. E vamos pagar ainda por décadas o dinheirinho das pobres “solteironas”, filhas de militares.

Daglian
Visitante
Daglian

Aguiar, a pensão para as filhas solteiras deverá continuar a ser lembrado para que essa mancha na história dos militares nunca seja esquecida. Não é porque esse benefício não é mais concedido que essa desonestidade, esse atentado contra os cofres públicos, será perdoado. E não, não é toda profissão que tem direito a esse descalabro. Isso é uma vergonha que os militares carregarão por décadas a fio ainda.

Zeca
Visitante
Zeca

Sou empresário e não tenho pensão.

Aguiar
Visitante

pensão em toda profissão os dependentes tem direito assim como os militares

Aguiar
Visitante

pensão todo filho menor de idade tem direito

MMerlin
Visitante
MMerlin

Cara. Vamos lembrar que é relativo a contribuição e, além disso, existe o teto do INSS!
Não defenda o indefensável.

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

Se você achar que dá para fazer uma Marinha de guerra só com 6 navios e sem os marinheiros, ok… US$5,9bi só para comparação isso é o mesmo que 6 FREMM, ou talvez 12 Tamandaré mais novamente sem tripulação ou combustível, ou ainda os 36 Gripens E/F da FAB lembrando que um caça é bem mais barato que uma fragata….

Caio
Visitante
Caio

Mas nossa marinha precisa mesmo de 80 mil homens enquanto a Austrália tem apenas 13 mil???

R_cordeiro
Visitante
R_cordeiro
Esteves
Visitante
Esteves

O orçamento público é uma tragédia.
2019. Marinha
Dotação: 28.119
Investimentos: 1.712

6% para investir. O resto, incluindo quase 3 bilhões com imóveis e máquinas, são despesas.

Vai pra China. Lá não tem ToT. Não tem Congresso. Não tem gente chata. Encomenda o aprendizado e a construção lá na China. Depois que aprender trás pra cá.

94% de despesa obrigatória…isso não tem futuro.

jodreski
Visitante
jodreski

É só as três forças deixarem de serem cabides de emprego que isso muda na mesma hora.

Aguiar
Visitante

207 milhões de habitantes, menos de 350 mil militares, acho um efetivo até pequeno

Aguiar
Visitante

350 mil militares nas três forças exercito, marinha e fab

Esteves
Visitante
Esteves

O problema maior é quanto custa. Explicar pelo tamanho do país ou se estão a serviço da burocracia ou da guerra…se estão nos portos ou navegando…não muda. 94% é despesa.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

seria pequeno se o Brasil estivesse abarrotado de meios para uso desses militares… cortar gastos e tao obvio que ate doi ler o que vc digita…

Tutu
Visitante

Pessoal eu concordo que a marinha possui um efetivo gigantesco, porém também temos que olhar a quantidade de funções que ela acumula, desde emissão de carteiras de habilitação náutica, até vistoria de embarcações e fiscalização fluvial.
Obs: fiscalização fluvial não somente dos rios fronteiriços, pois, pelo menos na minha região (interior do Tocantins) a MB se faz presente em boa parte do estado.

Tutu
Visitante

Seria interessante um gráfico separado o que é de fato efetivo da Marinha de guerra/patrulha, e o que efetivo da capitania dos portos.

Esteves
Visitante
Esteves

Não muda a foto.
94% são despesas. Se são custeios ou se são custeios + despesas…continuam sendo peso. Chumbo.

6% para investir.

Tutu
Visitante

Desculpe os que iram se ofender, mas na minha opinião a única forma de termos uma marinha de guerra/patrulha descente é ocorrer um aumento de 20%~25% no orçamento associado com uma separação definitiva entre a capitania dos portos e a MB.

Tutu
Visitante

Irão*

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Então jamais teremos. Isso elevaria o gasto em 20/25b de reais por ano. Não conte com isso.
Dá pra liberar isso em 10 a 15 anos sem aumentar um só real: reforma a previdência militar, cancela a patifaria nova de aumentar salários e o escambau, corta no mínimo 10, idealmente ~20% do efetivo e pronto, você tem FÁCIL 15b de reais a 20b por ano limpos e sem jogar mais água num cano estourado.

Daglian
Visitante
Daglian

Aumentar de 20 a 25% no orçamento é aumentar em exatamente 20 a 25% os gastos em pessoal da Marinha. A Marinha do Brasil hoje em dia, à exceção de poucos projetos estratégicos, não passa muito de um cabide de empregos. A sorte das FFAA é que o povo presta muito mais atenção aos gastos do poder Legislativo e do Judiciário, e ainda acreditam na idoneidade dos militares, mas logo isso deve mudar.

Não, sem aumentos para os militares. O orçamento deveria ser reduzido para forçar um uso otimizado de recursos, e não esta nojeira atual.

Bardini
Visitante
Bardini

bingo

teropode
Visitante

Somente uma guerra de g4andes proporções para forçar uma reconstrução mais efetiva de nossas forças armadas .

Renan
Visitante
Renan

Mas não vai ter esta guerra, infelizmente quando o inimigo chegar os nossos 400 generais iram correndo se ajuelhar e falar nossas armas não são deste século, nossos militares de carreira não tem um índice de massa corporal para lutar em uma batalha. Mal conseguem fazer 60km em um dia de marcha. Nos rendemos com a condição de continuar com a nossa aposentadoria integral como indenização. Nossos navios estam todos amontoados lá no Rio de janeiro pintados de vermelho para facilitar a visualização do impacto. Nossos aviões a melhor nem falar. Acho que você já entendeu. Nosso sindicato é forte… Read more »

Renan Braga
Visitante

tudo isso na mesa com lagosta servida por taifeiros úteis com som dos músicos utes abençoado pelos capelões ainda mais úteis…
Entrego tudo mas deixa meu soldo que e pouco que mal m cabe e deixa uns 2 recrutas pra ajudar a limpar a merda do meu cachorro e ajudar minha madame nas compras obrigado.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Não tem cabimento dizer que a marinha deve ser proporcional à nossa costa em efetivo, a marinha deve ser proporcional à capacidade de navios que ela pode suportar, cortar metade do contingente não é nenhum absurdo olhando nossos meios!

Aguiar
Visitante

na minha opinião tem que ter efetivo e equipamento também, é só ter vontade política que tudo se acerta, dinheiro é mole, compra papel e manda o banco central imprimir

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Não misture desejo com realidade… a marinha poderia empregar um milhão de pessoas e ter uns 30 AB mas e aí? Eficiência com o orçamento que já existe é o nome do jogo!

Juarez
Visitante
Juarez

Bingo 2

Aguiar
Visitante

tira as verbas das universidades federais, e compra os equipamentos pra marinha… foi só uma ideia!!!

MMerlin
Visitante
MMerlin

Pessoal. Este personagem acima visa:
* Ganhar deslikes.
* Aumentar o acesso ao site.
* Acabar com as FA’s do país.
Não adiantar argumentar nem compará-lo a uma porta.
Esta última pelo menos tem utilidade.

O incauto
Visitante
O incauto

Eu n consigo expressar em palavras como está sendo um desgosto ter que ler os comentários desse cara. Sério. É um absurdo atrás do outro.

Renan Braga
Visitante

Porém os efetivos 444.814 das forças armadas pra que ? Não temos defesa alguma só gasto 80% pra salários e aposentadoria e pensão de filha só na ativa tem 356 generais / brigadeiros fonte site ministério da defesa ! onde podem tudo isso ? Fora os 2 mil de pijamas. E muita fé mesmo dos militares ou doutrinação sei lá e dos que não sabem a realidade e só Marchar e cantar músicas de glória de vitórias do passado contar histórias de tempo de quartel para filhos amigos e vizinhos isso de certo vai proteger nossos portos aeroporortos plataforma de… Read more »

Renan
Visitante
Renan

Pensão apenas para os generais e suas filhas soma 5 bilhões de reais ano.
Isso só dos generais
E tem um general que falou ter vergonha do seu salário.
Meu deus o povo mole que não toma o controle do país a tapa e reformula toda a forma de governo e gestão do estado

colombelli
Visitante
colombelli

despesas obrigatórias leia-se: pessoal
Ah mas a MB tem função de guarda costeira que outros paises não tem. É verdade, e quantos meios estão afeitos a esta função? quantas embarcações e qual seu pessoal de tripulação e apoio? Justifica o efetivo total que a MB tem?

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Na minha região que é super desenvolvida a marinha tem um sr-760 com dois Mercury 225 ou 250 e só, já teve outro bote menor mas faz tempo que não vejo e estes botes só rodam no verão, outras operações como resgate e auxílio a comunidades isoladas são feitas pelos bombeiros que tem uma baita embarcação(Rhino Defense?) e pela defesa civil que tem um Sr-760 tbm, pra falar a verdade, fora alguns casos dos bombeiros é a gente mesmo que trabalha que fica de olho no mar!

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Lembrando que uma tripulação de mais de três pessoas para um Sr-760 é absolutamente desnecessária, se esse for o padrão de patrulha e a marinha tiver 100 botes, 3000 marinheiros estão de bom tamanho para patrulhamento costeiro e olha que eu chutei alto no número de botes… se somarmos os navios de patrulha oceânica ou não, se somarmos o pessoal do burocrático o efetivo de guarda costeira não precisa passar dos 10k nunca!!!!

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Uma vez fiz uma conta aproximada da quantidade de aeronaves e militares na FAB e na USAF. A FAB tem mais que o triplo de militares por aeronave que a USAF.
E antes que alguém fale que a FAB controla o espaço aéreo, a USAF cuida dos mísseis intercontinentais, opera radares militares e tem bases espalhadas ao redor do mundo.
Na MB deve ser mais ou menos isso também.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

E a MB além de fazer papel de guarda costeira só no papel na maior parte do ano, tem auxílio dos Bombeiros, da polícia ambiental, ICMbio… dizer que a marinha é grande pq faz papel de guarda costeira é uma falácia do tamanho do número de pessoas ociosas na força!

Guizmo
Visitante
Guizmo

Concordo. Tem que separar, criar uma GC com braço fluvial, inclusive. A MB tem uma doutrina fluvial da época do Riachuelo, e quer justificar quase 100 mil militares no quadro. Repito, isso é improbidade administrativa.

Esteves
Visitante
Esteves

O bode está na sala. Pode estar no canto. Mas está na sala. Vai tirar arraes amador. Chama a MB pra aplicar a prova. Vai renovar documento do bote inflável, vai lá na capitania dos portos. Levou multa. Primeiro recurso. Segundo. Terceiro. Melhor pagar antes de levar. País dos cartórios. Se a despesa maior é com o pessoal não embarcado e que não vai pra guerra…continuam sendo estatutários. Seguem funcionários públicos com garantia e estabilidade de emprego. Essa despesa com custeios e despesas não é uma foto exclusiva da MB. É do estado brasileiro. Houve governos com custeios maiores que… Read more »

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Eu não duvido que se escolher bem, a gente acha uns 5 comentaristas aqui que conseguiriam administrar a MB melhor do que qualquer almirante de escritório. pelo menos eu sei que não teria tanta gente mamando nas tetas do governo.

Juarez
Visitante
Juarez

Me dá o comando, três anos com carta branca para ver se eu não boto ordem naquele cabaré da Guanabara Bay.
Teríamos somente dois tipos de almirantes:
Os reformados e os confirmados.

Amaury
Visitante
Amaury

Brasileiro só reclama…
Não conseguem enxergar a visão estratégica de nossos gloriosos almirantes…
Sigam o raciocínio…
Algumas fontes apontam que temos 9.400 km de costa, incluindo os recortes da mesma…
Quando chegarmos a 94.000 militares na Marinha, bastará colocar um a cada 100 metros com um binóculo e um apito e nosso litoral estará muito bem vigiado!!!!
São JÊNIOS e vocês, pobres mortais não entendem…
Brasil zil zil zil zil

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Eu acho que nossos oficiais generais acreditam que se estourar uma guerra vamos ganhar no soco!

Elton
Visitante
Elton

Julgando pela forma fisica questionavel da MAIORIA dos militares das OM ,acho difícil um marinheiro médio da MB conseguir derrubar no soco um Marine ou um Seal.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Exatamente, por isso temos tantos!

Juarez
Visitante
Juarez

Pelas fotos nos podemos observar que todos estão em “forma”…………de barril.

brasileiro
Visitante
brasileiro

parem com os coquiteis , parem com as festas de passagem de comando com caviar , parem de embarcar quem nao tem nada a ver com a missao nos navios , enfim cuidem com seriedade gastem no que realmente interessa ,que é tecnologia , nao sou militar mas sou casado com uma da marinha e vejo todo dia essas coisas , sou empresario e vejo o quanto disperdiçam dinheiro ……

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Já venho a meses dizendo que um Drone é melhor que um navio para Patrulha, e os EUA já estão fazendo drones aquaticos, o que vai reduzir os custos de manutenção da força, e a MB continua com uma marinha de escritórios.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Um drone embarcado eu concordo!

Tomcat4.0
Visitante

Não sei se feliz ou infelizmente nosso problema nunca foi falta de dinheiro e sim sua,na maioria das vezes, péssima administração. Forças armadas infladas e sub equipadas perante a grandeza e quantidade de riquezas do Brasil !!!

Francisco
Visitante
Francisco

Só cortar os wisk dos coquetéis!!!!

Higor
Visitante
Higor

Bom senhoreava marinha deve reduzir a quantidade de oficial general, aposentar compulsoriamente quem tem tempo para tal, substituir oficial temporário por praça temporário, fechar diretorias desnecessárias, assumir que é armada, cassar os corruptos dentro da força, reduzir o efetivo de oficiais de carreira e capacitação dos subtenentes para assumir cargos de chefia, reduzir a sua regalias dos oficiais generais, adotar um único tipo de carro para atender os deslocamentos de pessoal com compra sem intermediários, construir meios navais de patrulha de costeira, investir em capacitação de praças é jovem ainda oficiais que saem da escola, fazer todos os militares –… Read more »

Control
Visitante

Srs A questão das despesas com o pessoal da reserva e os pensionistas em princípio é de resolução relativamente simples: 1. Instituir um fundo previdenciário que seja responsável pelos pagamentos dos aposentados (reserva) e pensionistas; 2. Para capitalizar inicialmente tal fundo, venda-se parte do patrimônio da união em imóveis (só no Rio há N imóveis hoje usados pelas FAs que renderiam um bom dinheiro). É uma questão mais política que técnica. Quanto a reduzir o quadro hoje existente, a coisa é mais complicada devido a legislação vigente. Uma solução de curto prazo seria repensar no uso de parte deste pessoal,… Read more »

Esteves
Visitante
Esteves

Quase 130 comentários. Assunto publicado costumeiramente no PN. Foto velha.

. Não há recursos para investir
. As despesas passam de 90% do orçamento
. Excesso de contingentes e de estatutários tanto em terra quanto no mar
. Obsoletismo
. Ineficiência

O dono do orçamento (MB) quer mudar? Não. Ela quer mais dinheiro.
Quem aprova o orçamento (Legislativo) quer mudar? Não. Querem mais privilégios.
Quem paga a despesa (GF) quer mudar? Não. Quando o dinheiro acaba, acabou.
Quem recebe (marinheiros) desejam mudanças? Nem a pau.

Vira a página. Muda a música. Vamos acertando os detalhes do NCT com o alemão. Vida que segue.

Tomcat4.0
Visitante

Triste realidade!!!😥😢😥

Juarez
Visitante
Juarez

Só sangrando, Esteves, só sangrando…….