Home Indústria de Defesa China lança o 6º destróier Type 055

China lança o 6º destróier Type 055

6542
111

A China acaba de lançar seu sexto destróier Type 055, apenas dois meses depois de ter lançado a quinta unidade juntamente com o vigésimo segundo destróier Type 052D.

Com mais um Type 055 em 2019, a Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA Navy) lançou ao mar nove destróieres em um ano.

Em 2009, a China tinha apenas 30 navios de superfície, em 2019 são 127 navios,  sem contar os submarinos e navios auxiliares.

Em 2017, o país lançou ao mar de 175 mil toneladas de navios de guerra e, em 2018, ultrapassou o ritmo de produção naval militar dos EUA.

Em 2009, a PLA Navy não tinha porta-aviões, em 2019 conta com duas unidades, uma delas totalmente construída no país.

Os destróieres Type 055, com deslocamento carregado de 13 mil toneladas, são os maiores combatentes de superfície construídos para a PLA Navy e nasceram de um desenvolvimento aprimorado dos destróieres da classe Type 052D (Luyang III).

Dois estaleiros – Changxingdao e Dalian – estão construindo destróieres Type 055. Changxingdao tem sido o principal local de construção de destróieres para a PLAN desde 2008, quando o estaleiro de Jiangnan foi transferido do centro de Xangai para a ilha, na foz do rio Yangtze.

Incluindo os oito DDG iniciais Type 055 já planejados, a Marinha Chinesa (PLAN) pode encomendar até 30 destes navios até meados do século. O próximo modelo da classe, o Type 055A, está planejado para ser maior e ainda melhor armado.

Também tem um Sistema de Propulsão Elétrica Integrada (IEPS). O IEPS gera energia suficiente para suportar armas de energia direcionadas, como lasers, railguns e sistemas de microondas de alta potência.

O sistema das armas do Type 055 inclui: um canhão principal H/PJ-38 de 130 mm, capaz de disparar vários tipos de munições, incluindo as guiadas, o CIWS H/PJ-11 de 30 mm com taxa de tiro de 10 mil projéteis/min, o sistema HQ-10 de mísseis de curto alcance, lançadores de chamarizes e torpedos. Todos os outros mísseis ofensivos e defensivos são encontrados nos 112 silos VLS.

Esses silos são distribuídos em dois lugares – 64 na proa e 48 entre a meia nau e o hangar duplo do navio. Eles são do mesmo modelo que os usados ​​no Type 052D, compatíveis com o lançamento a quente e a frio graças ao conceito Concentric Canister Launcher (CCL).

Teoricamente, todos os mísseis chineses cujo tamanho não exceda 9 metros de comprimento e 0,85 metros de diâmetro podem ser lançados a partir dessas células VLS, desde que o sistema de combate seja compatível.

Até à data, a PLA Navy planeja equipar seus primeiros Type 055 com mísseis antiaéreos HQ-9B com alcance de 200 km, mísseis antinavio YJ-18A, um novo tipo de míssil antiaéreo de médio alcance e um míssil de cruzeiro e ataque terrestre baseado na família YJ-18, ou seja, praticamente os mesmos já encontrados nos destróieres Tipo 052D.

Também é provável que o novo míssil antissubmarino Yu-8A esteja entre o arsenal do navio.

O primeiro Type 055

Type 055 design

Subscribe
Notify of
guest
111 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings
Antoniokings
8 meses atrás

Aos poucos vai tomando forma o grande poder naval chinês.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Verdade, se é melhor que o do Tio Sam não sei, mas que a coisa tá grande isso tá.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Space Jockey
8 meses atrás

A URSS também era…

Veiga 104
Veiga 104
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Bom dia a todos e um excelente 2020 . Peço licença para perguntar e desde de já agradeço a quem puder compartilhar conhecimento. Esse ritmo acelerado de produção exige paralelamente , acredito , um ritmo acelerado de treinamento para os militares que vão operar esses navios. Pergunto em quanto tempo uma tripulação é considerada totalmente apta para o combate após o treinamento. No PROSUB os tripulantes estão acompanhando a construção do submarino, isso acontece também em navios de superfície ?

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Veiga 104
8 meses atrás

“No PROSUB os tripulantes estão acompanhando a construção do submarino, isso acontece também em navios de superfície ?” Sim, os futuros tripulantes costumam fazer parte das comissões de fiscalização e recebimento, inicialmente um pequeno número, que vai crescendo conforme o tempo e a progressão dos trabalhos, até que toda a tripulação assume o navio pronto. Ela já vai se familiarizando com os sistemas, realiza treinamentos em simuladores dos mesmos etc. Em geral, para os novos navios, se aloca pessoal que já tenha uma boa experiência acumulada em outros navios em serviço. Ao mesmo tempo, adestra-se novos tripulantes sem experiência para… Read more »

Wagner Figueiredo
Wagner Figueiredo
8 meses atrás

Parece uma padaria…” pão” fresquinho toda hora…rara

Rafael G Oliveira
Rafael G Oliveira
Reply to  Wagner Figueiredo
8 meses atrás

é tanto lançamento chines que o editor só precisa mudar a data da matéria e repostar

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Wagner Figueiredo
8 meses atrás

Estava pensando exatamente isto….

Adriano Madureira
Adriano Madureira
8 meses atrás

Isso sim é algo de dar inveja…

O ritmo de construção é intenso, quando nossa primeira Meko estiver pronta, os chineses com certeza terão construído umas quatro-cinco fragatas para sua marinha.

Estão construindo para sua defesa ou para um eventual confronto, e ao contrário dos que falam que os equipamentos chineses soltam pecinha, eles estão criando uma armada para ganhar e não para afundar ao primeiro tiro.

Enquanto alguns fazem Política de estado, outros só vivem na política de governo🤔🇧🇷

Capt Jack Aubrey
Capt Jack Aubrey
Reply to  Adriano Madureira
8 meses atrás

Enquanto não tivermos reformas trabalhista e tributária para valer nossos estaleiros nunca serão competitivos tanto em preço qto em prazo para entrega… uma lástima!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Capt Jack Aubrey
8 meses atrás

Se vc estiver se referindo à produção naval em geral, civil e militar, nada pode competir com os estaleiros chineses.
Nem coreanos, nem japoneses e muito menos brasileiros.
Pode fazer a reforma que quiser.

Esteves
Esteves
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Pode. E dará certo se for feita. A reforma.

Chineses são feitos de carne e osso. Fizeram as reformas deles. Reduziram o analfabetismo e a pobreza. Em 40 anos deram emprego a 400 milhões de pessoas. Em 40 anos reduziram a pobreza absoluta de 40% da população para 6%.

Se eles conseguiram, podemos fazer.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Esteves
8 meses atrás

E fizeram do povo escravos do Estado…

Esteves
Esteves
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
8 meses atrás

Não importa a cor do rato. Ops, do gato.

O que importa é o resultado.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Esteves
8 meses atrás

Nossa, lembrou o Velho e bom Maluf: “Rouba mas faz”. E o maior ladrão da historia da humanidade que sempre falava: “Nunca antes na história desse Pais…”. Na boa, importa sim a cor do rato… ops… do gato. No caso dos gatunos.

Waldir
Waldir
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
8 meses atrás

Aqui também somos escravos do estado. Pagamos a mordomia dos funcionários públicos (não falo de professores né) incompetentes e perdulários. Escravo da violência, dos altos impostos até na comida, da falta de serviços básicos (apesar de pagar por eles) e da corrupção… tem mais mas deixa quieto

Zorann
Zorann
Reply to  Esteves
8 meses atrás

Reformas que tiram direitos dificilmente passam numa democracia. Então, jamais conseguiremos fazer nossas reformas no sistema que temos aí.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

Na verdade os custos de produção na China vem aumentando gradativamente.
E nem tudo é preço. Se fosse assim não haveriam estaleiros na Alemanha.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Marcos10
8 meses atrás

Existe estaleiro na Alemanha, como existe refinaria nos EUA e montadora de automóveis na França.
Sabe por quê?
Porque lá eles presam o emprego nacional, o investimento e o desenvolvimento.
apesar de muitas dessas atividades serem anti-econômicas.
É assim e sempre será.
Cada um defende o seu.

Esteves
Esteves
Reply to  Marcos10
8 meses atrás

É o grande desafio da produção industrial. Custos.

Preço se discute. Custos são combatidos.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Capt Jack Aubrey
8 meses atrás

O principal ponto a ser modificado é a cabeça das pessoas. Eu fui fazer um contrato com uma empresa pública e três meses depois eu ainda não tinha conseguido contratar o serviço. Precisa isso, precisa aquilo, etc. Daí fui em uma empresa privada: 5 minutos para contratar.

Cássio Silva
Cássio Silva
Reply to  Capt Jack Aubrey
8 meses atrás

Em relação a reforma trabalhista, o que o senhor sugere para aumentar os empregos no Brasil?

Zorann
Zorann
Reply to  Capt Jack Aubrey
8 meses atrás

Não vou entrar no mérito do que seja necessário numa reforma trabalhista ampla. Mas não adianta nada você ter um monte de direitos e não ter quem te contrata. É esta nossa realidade. A maioria dos brasileiros trabalham informalmente. Um funcionário num emprego formal custa para a empresa o dobro do que ele ganha. Impostos que incidem sobre a folha de pagamento são um absurdo. Os impostos jamais deveriam incidir sobre salario/folha de pagamento. Você inibe a geração de emprego. Multa sobre FGTS é outro grande absurdo. As pessoas deveriam ser livres para contratarem e demitirem de acordo com as… Read more »

João
João
8 meses atrás

E tem gente que acha que é só uma modernização. Eles já chegaram no indíco e já falam em bases na África. Estão levando muito a serio o projeto de dominação para 2050. Quando o Brasil vai despertar, ficar esperto? Logo logo estarão dando voltas na nossa zona econômica. Os Chineses não tem pudor algum em desafiar a Índia dentro da sua zona econômica exclusiva. Imagina quem não tem capacidade de defesa.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  João
8 meses atrás

Não é deles que vc deve ter medo…

Machado
Machado
Reply to  João
8 meses atrás

São os EUA que estacionam porta aviões no seu litoral para te obrigar a fazer o que eles querem

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Machado
8 meses atrás

Você acha que a China é diferente?

Douglas Falcão
Douglas Falcão
Reply to  João
8 meses atrás

Concordo João. A China é uma DITADURA totalitária cujo líder so será substituído após seu falecimento, ou quando ele entender adequado; e a turma aqui tem medo dos EUA….. são neófitos gestados pelo sistema educacional brasileiro.

João Souza
João Souza
Reply to  Douglas Falcão
8 meses atrás

Presidente chinês não fica no cargo até sua morte e “ele” não tem que entender nada, o parlamento chinês o eleva e o derruba com votação invocada (lembra um pouco o parlamentarismo). EUA “do bem” é coisa de Hollywood. Entre China e EUA estamos em risco com ambos e se não nos ligarmos logo, ficaremos de “bonequinha” de um dos dois.

Machado
Machado
Reply to  João
8 meses atrás

Tem gente muito inocente mesmo que ainda acredita na ilusão da democracia. Uma falsa democracia só pra te dar uma falsa sensação de liberdade. Prefiro a realidade do que hipocrisia

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Machado
8 meses atrás

Exatamente.
Nos EUA vc tem uma democracia com duas opções.
Ou vota em ricos (Democratas) ou super-ricos (Republicanos).
São esses que têm dinheiro para fazer campanha e aparecer na TV.
E o povo (os famosos 99% deles)?

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Machado
8 meses atrás

Então, Machado, gostas de realidade? Veja essa aqui:
https://youtu.be/AkBgMLwdghs

Alessandro Vargas
Alessandro Vargas
8 meses atrás

Resumindo: Que década (2009-2019) da PLA Navy!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Alessandro Vargas
8 meses atrás

Quantidade não é qualidade. O dia que eles reunirem 10 Porta Aviões Nucleares para no minimo 90 aviões cada o equilibrio foi atingido.

Segue o jogo, ainda é uma Marinha do Mar da China ou de beirada de continente.

Pablo
Pablo
8 meses atrás

Fico pensando no gasto de tudo isso, não só de construção, mas de manter. Fora o pessoal pra operar tudo isso.

Rafael G Oliveira
Rafael G Oliveira
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Tecnologia 100% nacional chinesa combinado com mão de obra barata, acredito que os chineses fabricam fragatas a preços de navio patrulha ocidentais….mas o que mais me chama atenção neles não são só a capacidade de produção e sim criação da uma doutrina do zero, fruto de um trabalho sério e um governo competente

Pablo
Pablo
Reply to  Rafael G Oliveira
8 meses atrás

Rafael
Falou em mão de obra barata, sabe dizer as condições que os chineses trabalham e a quantidade de horas semanais que trabalham?? pelo que andei lendo, os cara chegam a trabalhar 72h por semana. Se for trabalhar tanto assim por um custo baixo, claro que fica mais barato pro governo explorar isso! Então deixa de ser sério quando se explora o trabalhador!!

Pablo
Pablo
Reply to  Rafael G Oliveira
8 meses atrás

isso é apenas a construção, também me refiro no investimento de pessoal para treinar e operar essas quantidade de navios.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Pablo, referente a sua indagação de horas trabalhadas. Ja trabalhei para empresa Chinesa assim como já trabalhei com fornecedores de Taiwan que tem suas fabricas na China continental. Tive a oportunidade de conhecer pessoalmente alguns locais, então digo, que essa questão do horário de trabalho, aqui nós consideramos como abusivo uma carga tão alta, mas acredite, os chineses em geral, consideram o brasileiro e os ocidentais preguiçosos, por eles considerarem que trabalhamos pouco. Ou seja, não é o estado que os obriga a fazer esta jornada longa, e sim uma questão cultural que já esta embutida em sua sociedade. Um… Read more »

Rafael G de Oliveira
Rafael G de Oliveira
Reply to  Carlos Eduardo
8 meses atrás

Muito bem Carlos Eduardo…..não tiro uma virgula do que disse….

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Rafael G Oliveira
8 meses atrás

Rafael, um dos grandes problemas é a doutrina. Ingleses, Americanos, Japoneses e até os Russos são infinitamente mais experientes que os Chineses em combates navais.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Pablo
8 meses atrás

Foi assim que a URSS faliu…

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
8 meses atrás

A URSS gastava quase 20% do PIB com Defesa. A China gasta 2%. Não tem nada a ver. Essa construção acelerada chinesa não está ferindo a economia. É acelerada para nós que estamos acostumados com o padrão Brasil de qualidade em serviços públicos. Para eles, é um ritmo normal.

Se eles fizessem igual a União Soviética, em vez de 9 Destroyers em 1 ano, seriam uns 90 Destroyers.
O motivo é que o PIB Chinês é muito maior que o da antiga União Soviética.

Flavio
Flavio
8 meses atrás

Para mim no quesito naval a China superou os russos, e como superou.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Flavio
8 meses atrás

Isso faz anos nego, a Rússia nem precisa de Marinha forte, pois é praticamente impossível invadí-los pelo mar, então pra que ter marinha gigantesca ?!

Esteves
Esteves
Reply to  Space Jockey
8 meses atrás

Russo só pensa em míssil.

João Souza
João Souza
Reply to  Esteves
8 meses atrás

Russo curte é submarino…

Dalton
Dalton
Reply to  João Souza
8 meses atrás

Eles também “curtem” pequenos navios do porte de corvetas e
embarcações pequenas e velozes, para suprir todas as 4 Frotas, principalmente a do Báltico e Mar Negro e também a flotilha do Mar Cáspio.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Dalton
8 meses atrás

Sim Dalton,os russos adoram esses pequenos navios marombados de armamentos,se não me engano se chama classe Tarantul…

comment image

Vinicius Momesso
Reply to  Esteves
8 meses atrás

Falando em míssil, o planador hipersônico Avangard entrou em serviço.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Vinicius Momesso
8 meses atrás

O Avangard inaugurou uma nova era.
EUA estao muito tensos.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Esteves
8 meses atrás

E são perfeitos neste quesito. O que fará os inimigos ficarem longe.

Vinicius Momesso
Reply to  Space Jockey
8 meses atrás

Os russos estão investindo pesado na modernização e também construção de cruzadores, abarrotando-os de mísseis.

Dalton
Dalton
Reply to  Vinicius Momesso
8 meses atrás

Não há nenhum “cruzador” atualmente em construção e sim um da era soviética, que está sendo há anos recondicionado para retornar ao serviço em 2022.
.
Também não há nenhum grande combatente de superfície, acima de 5000 toneladas “standard” em construção e para compensar, os chamados “destroyers” pelo ocidente, Udaloy I, igualmente da era soviética,dos quais restam 7 unidades, estão sendo modernizados.
.
Há planos para uma variante da fragata classe “Gorshkov” que deverá superar 6000 toneladas de deslocamento “standard”.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Dalton
8 meses atrás

Há planos para uma variante da fragata classe “Gorshkov” que deverá superar 6000 toneladas de deslocamento “standard”.
——

Bem, se for absolutamente preciso, o 22350M terá 7500-8000 toneladas de deslocamento.

Dalton
Dalton
Reply to  Evgeniy (RF).
8 meses atrás

Deslocamento totalmente carregado poderá chegar a essa faixa de 7500/8000, mas, deslocamento “standard” é sempre menor .

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Dalton
8 meses atrás

O padrão 22350 tem um deslocamento total de 5400 toneladas. Se for verdade, o 22350M transportará 48 células UKKS sob o complexo Caliber, excluindo células de defesa aérea, provavelmente 7.500 toneladas, há um deslocamento médio da água, um navio e o total pode ser bastante, na região de 8.500 toneladas. Ou seja, é um análogo do projeto destruidor chinês 052D.

Este é um navio novo, só é comum no shivra do projeto. Existe uma analogia direta com os dois novos navios de assalto anfíbio do Projeto 11711, que são completamente novos em relação aos dois primeiros pr 11711.

Dalton
Dalton
Reply to  Evgeniy (RF).
8 meses atrás

Segundo li Evgeny um aumento de mais de 60% sobre o deslocamento standard da “22350” que é de 4400 toneladas
é visto com desconfiança, então, teremos que aguardar para ter certeza.
.
De qualquer forma, como escrevi acima, o deslocamento standard dessa variante da “22350” ou mesmo outro navio, deverá ultrapassar 6000 toneladas e o navio totalmente carregado deverá ultrapassar as 7000 toneladas o que de fato o colocará na faixa do “052 D”.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Dalton
8 meses atrás
Dalton
Dalton
Reply to  Evgeniy (RF).
8 meses atrás

Spasiba Evgeny…são dois bons sites que leio regularmente, com ajuda de tradutor 🙂

Esteves
Esteves
Reply to  Vinicius Momesso
8 meses atrás

Não dá pra afirmar nada aqui sem conferir antes.

Mestre Dalton é uma barreira intransponível.

Dalton
Dalton
Reply to  Esteves
8 meses atrás

A maioria não pensa assim Esteves,mas,obrigado assim mesmo 🙂

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Flavio
8 meses atrás

Se fosse Russo esquecia o Ocidente e me preocupava com a China.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Ricardo Bigliazzi
8 meses atrás

Para ser honesto, essa opinião é infundada.

Space Jockey
Space Jockey
8 meses atrás

Oi, que má lhe pergunte, tem espaço pra isso tudo no mar deles ?

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Space Jockey
8 meses atrás

O mar amarelo tem 380.000 km²,acho que é suficientemente grande para tanto navio,inclusive para os navios de quem acha que lá é seu playground…

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
8 meses atrás

comment image

Wagner
Wagner
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
8 meses atrás

So queria entender o que leva um cara a dar dislike em um mapa!?!? Hehehehe

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Wagner
8 meses atrás

Acho que não gostaram que o mar amarelo está em azul e o continente em amarelo.

Apenas uma hipótese.

Carlos Ravara
Carlos Ravara
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
8 meses atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Leonardo
Leonardo
8 meses atrás

Brasil podendo explorar construção naval chinesa ,para primeira navios de guerra outros ‘faria estaleiro brasileiro ..

Carlos Campos
Carlos Campos
8 meses atrás

Será que daria para colocar mísseis e o sistema de combate do brasil nesses navios por um bom preço? e esse canhão tinha que ser Oto Melara

Rafael G de Oliveira
Rafael G de Oliveira
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

melhor seria investimento governamental em empresas de defesa nacionais em projetos sob encomenda baseado nos requisitos da nossa marinha o que colheria ótimos resultados a médio e longo prazo…mas isso é um pedido para o papai noel muito difícil de se concretizar

Esteves
Esteves
Reply to  Rafael G de Oliveira
8 meses atrás

Precisa reformar o estado.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
8 meses atrás

Esse é um dos botes bonitos da China.

ALEXANDRE
8 meses atrás

E a gnt sofrendo com as Tamandaré

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  ALEXANDRE
8 meses atrás

É só escravizar o povo aqui, como eles fizeram lá…

Renan
Renan
8 meses atrás

Que inveja
Um Brasil com 10 type 55
Seria um enorme avanço

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Renan
8 meses atrás

O Brasil com 10 type 55 põe o resto da AL de joelhos.

Esteves
Esteves
Reply to  Defensor da liberdade
8 meses atrás

O Brasil tem 50% de analfabetos. Com essa taxa e 100 Types 55 não bota ninguém no bolso.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Defensor da liberdade
8 meses atrás

A AL VIVE de joelhos…

Burgos
Burgos
8 meses atrás

Enquanto isso no Brasil !!!
Parte 2 !!!😔🤦‍♂️

Rafael G de Oliveira
Rafael G de Oliveira
8 meses atrás

Alguém sabe se existe alguma restrição chinesa em exportar grandes navios? os navios maiores como esse nunca vi eles oferecerem a ninguém, só as corvetas

Esteves
Esteves
Reply to  Rafael G de Oliveira
8 meses atrás

Exportarão. Depois que o Estado chinês vencer o desafio de entregar a quantidade que eles julgam necessária de meios navais para impedir que o país sofra embargos e restrições em rotas comerciais. Além do acesso à exploração de hidrocarbonetos e gás. Quando estiverem certos que a China exerce controle e domínio será a vez de manter. O estado chinês que representa 50% do PIB passará a varinha de condão das demandas de sustentação para a iniciativa privada multinacional inaugurando novo ciclo de crescimento após 2035. Russos fazem mísseis. Eles não tem o que fazer da vida. Bebem vodka e pensam… Read more »

Machado
Machado
Reply to  Rafael G de Oliveira
8 meses atrás

Eles exportam as Fragatas TB. A Type 054

Mattos
Mattos
8 meses atrás

Enquanto a China cresce, a US Navy encolhe. O Brasil vai andando com passos de tartaruga.

Esteves
Esteves
Reply to  Mattos
8 meses atrás

20 milhões de desempregados. Desregula o emprego para quem estiver desempregado. Oferece salário e só. Para quem contratar obriga pagar pelo trabalho. E só.

Se 10 milhões sobreviverem, sucesso. Os outros 50% viram estatística.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Mattos
8 meses atrás

A URSS também crescia…

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
8 meses atrás

A Economia da Russia é menor do que o do Brasil…

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  Mattos
8 meses atrás

Mattos, ainda que a US Navy esteja de fato a encolher, mesmo assim é de longe muito maior que qualquer outra marinha no planeta. Compare os números totais de deslocamento em tonelagens que terá uma boa idéia do que digo. E no frigir dos ovos, é a única armada que tem presença global per se.

Nunes-Neto
Nunes-Neto
8 meses atrás

Me pergunto como a China consegue formar uma tripulação tão rápido, sabemos que leva um tempo para forma operadores de vários sistemas, e nesse ritimo de construção eles fazem mágica!

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Nunes-Neto
8 meses atrás

Transformaram o povo em robôs, só não sei se eles funcionam mesmo…

Rene Dos Reis
Reply to  Nunes-Neto
8 meses atrás

Da uma conferida no ranking do pisa 2018

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Rene Dos Reis
8 meses atrás

Só alunos bons e de instituições boas responderam o pisa na China. É a mesma coisa que que só entrevistar alunos do Colégio naval aqui.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
8 meses atrás

Isso me faz lembrar como a toda poderosa União das Repúblicas Socialistas Soviéticas foi à falência…

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
8 meses atrás

Em 1989 a URSS tinha 285 milhões de habitantes. E os EUA cerca de 250 mi. Mas os EUA capitalista, vendendo para o mundo inteiro e cheio de aliados ricos. E a URSS socialista, com PIB menor, e gastando cerca de 20% do PIB em Defesa. 30 anos depois em 2019, temos os EUA com 330 milhões de habitantes e o novo concorrente se chama China, porém com 1 Bilhão e 400 Milhões de habitantes. A China abriu o mercado, virou Capitalista, vende para o mundo todo, é o maior exportador mundial, a frente dos EUA, possui PIB PPP superior… Read more »

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Luís Henrique
8 meses atrás

Os EUA também quebraram, junto com a URSS, por causa da corrida armamentista, mas como era capitalista, sobreviveu à queda. A China tem uma economia capitalista, é verdade, mas o governo é comunista, fechado, totalitário e tirânico, que escraviza o povo. Se a queda não for por causa da economia, será quando o povo se descobrir na humilhante condição em que se encontra. Que isso não vai longe, não vai, pode ter certeza.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
8 meses atrás

“Os EUA também quebraram, junto com a URSS, por causa da corrida armamentista, mas como era capitalista, sobreviveu à queda.”

????????????????????????

sub urbano
sub urbano
8 meses atrás

Não podemos medir a China usando a nossa Régua da mediocridade. Estamos falando de um país sério que investe em tecnologia desde os anos 60 e respeita seus intelectuais. Vejam a condecoração “Duas Bombas Um Satélite” para homenagear os cientistas chineses responsáveis. Já no Brasil prenderam o responsável por nosso programa nuclear e o cara ainda virou ministro da justiça!!!! Se o Almirante roubou, paciência, a obra dele excede seus erros e merecia o perdão presidencial.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  sub urbano
8 meses atrás

Discordo meu caro, se cometeu ilícito, a justiça tem que ser feita, chega do “Rouba, mas faz…” Abraços

Wellington
Wellington
Reply to  Saldanha da Gama
8 meses atrás

agora é “só rouba”

Cláudio Souza
Reply to  sub urbano
8 meses atrás

É sério mesmo ou você está de brincadeira?

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
8 meses atrás

Para efeito de comparação, poderiam inserir o custo unitário dos mesmos (caso tenha, por favor, podem passar o link?), gostaria de ter noção em relação as Tamandarés que virão… Sei que são classes distintas, mas Se o valor não for tão distante, tiverem qualidade e se pudéssemos aprender como fazer, umas 2 destas junto com as tamandarés e os subs, nos dariam um grande poder de dissuasão.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Saldanha da Gama
8 meses atrás

Saldanha, não tenho link, mas o valor é muito distante, pode ter certeza. Os sistemas, sensores e os armamentos são muito mais caros e em maior número, a propulsão é muito mais potente, nem mesmo para a China haveria o milagre de um destróier de mais de 10.000 toneladas custar o mesmo que uma fragata ocidental de emprego geral de 3.500t. Para comparar, veja os valores estimados para uma fragata chinesa Type54 nesta matéria abaixo. O navio desloca cerca de 4.000 toneladas (aproximadamente 500t a mais que o previsto para a Tamandaré) e seu custo foi estimado em cerca de… Read more »

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
8 meses atrás

NUNÃO, muito obrigado!!!! Era exatamente este comparativo que me suscitava dúvida em relação ao custo benefício e a tão propalada construção a custo baixo da china (em minúsculo, maiúsculo só Brasil), porque muitas vezes dava a entender (para mim) que este ship da reportagem poderia valer mais a pena que 2 Tamandarés pelo suposto baixo custo de construção. O B R I G A D O!!!

Allan Lemos
Allan Lemos
8 meses atrás

Aprende ai Brasil.

Gustavo
Gustavo
8 meses atrás

impressionante, e estamos olhando somente para os navios… quando você pensa que a força aérea deles cresce a taxas incríveis, sairam de uma variante do Mig 21 em 2013 e hoje operam caça de 5° geração (j-20), e também vê que em 2019 foi líder em lançamentos espaciais, sendo 7 só em novembro e um total de 30…. é de cair o queixo! Ontem lançaram o long march 5, foguete pesado deles, que vai possibilitar colocar em orbita a estação espacial chinesa e também a exploração do deepspace. Pensar que tudo isso está acontecendo em conjunto é absolutamente incrível.

Guilherme
Guilherme
8 meses atrás

Incrível esse crescimento, estão de parabéns, sem dúvidas a segunda mais poderosa marinha, anos luz atrás da us navy, mas bem a frente das demais

Filipe Prestes
Filipe Prestes
8 meses atrás

Invejinha dos chinas…Enquanto isso na Marinha da Guanabara, só penúria.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
8 meses atrás

E pra ‘enxergar’, há que se ter VISÃO, e não é todo mundo que tem, né?

Douglas Falcão
Douglas Falcão
8 meses atrás

Silhueta europeia e disposição de armas norte-americana.