Os ‘bico fino’

d30

CT Pernambuco (classe “Fletcher”)

d35

CT Sergipe (classe “Allen M. Sumner”)

ct-marcilodias-g

CT Marcílio Dias (classe “Gearing”)

Os navios de guerra modernos estão cada vez mais sem graça, com a adoção do design “stealth”. Pelo menos essa é a opinião dos que conheceram de perto os classe “P” ou “Bico Fino”, como eram apelidados os clássicos contratorpedeiros das classes “Fletcher”, “Allen M. Sumner” e “Gearing”, que a Marinha do Brasil recebeu dos EUA, durante o programa MAP (Military Assistance Program), a partir do final da década de 1950.

Esses navios começaram suas vidas na Segunda Guerra Mundial, muitos participaram da Guerra da Coréia, os últimos do Vietnã e passaram por diversas modernizações antes de serem transferidos ao Brasil.

Eram navios que tinham alma e cara de guerreiros. Movidos a vapor e dotados principalmente de canhões de 127mm (5 polegadas) de duplo emprego, os CTs foram os principais navios de guerra da Marinha do Brasil por mais de 20 anos. O último deu baixa em 1997 e, infelizmente, nenhum foi preservado como museu.

Clique nas imagens abaixo para ver o folheto da Força de Contratorpedeiros da década de 1980, que era dado aos visitantes quando os navios ficavam abertos ao público, em operações pelo litoral do país.

folheto-forct-1

folheto-forct-2

NOTA do BLOG: Para mais informações históricas sobre nossos contratorpedeiros, acesse o NGBNavios de Guerra Brasileiros, clicando aqui.

Em fórum na Fiesp, Estado-Maior da Armada destaca a importância da indústria em projetos da Marinha

Por Dulce Moraes e Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp Representantes do órgão apresentam projetos em desenvolvimento e formas de financiamento. […]

Navios-patrulha do Brasil e da França em operação contra pesca ilegal

Segundo nota divulgada pelo Ministério da Defesa da França nesta segunda-feira, 20 de outubro, o navio-patrulha La Capricieuse da Marinha Francesa […]

Rússia diz que submarino ‘misterioso’ na Suécia é da Holanda, mas holandeses negam

A Rússia foi acusada de ter enviado o submarino ao local, mas negou. Porém, segundo jornal sueco, a Holanda também […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]

Suecos investigam presença de submarino estrangeiro perto de sua capital

Submarino estrangeiro estaria operando no Arquipélago de Estocolmo, do qual faz parte a capital da Suécia, o que levou ao […]

Mora em Brasília ou está na cidade? Então experimente um simulador da Marinha

Simulador de Aviso de Instrução, utilizado pelos aspirantes da Escola Naval no Rio de Janeiro (RJ), além de maquete da […]