Marinha russa ganhará 80 navios de apoio até 2016

Marinha russa ganhará 80 navios de apoio até 2016

25
8
SHARE

174646413

A Marinha russa receberá cerca de 80 navios de apoio nos próximos três anos, segundo informou o Ministério da Defesa. O Alto Comando da força informou à agência de notícias Itar-Tass que diferentes tipos e classes de embarcações de auxílio às de grande porte vão ajudar a melhorar a eficácia da Marinha em todas as suas áreas de atuação.

A nova frota de apoio da Marinha russa inclui rebocadores, barcos de patrulha, plataformas modulares de busca e salvamento e guindastes flutuantes. Até 2016, 50 destes navios estarão a serviço da força e, até 2020, serão 80 as novas embarcações.

Estes novos navios estão incluídos no programa de rearmamento e modernização das Forças Armadas russas para até o ano de 2020. Os investimentos neste programa são equivalentes a US$ 660 bilhões.

FONTE: Diário da Rússia e RIA Novosti

VEJA TAMBÉM:

8 COMMENTS

  1. Teria esse programa de novos meios alguma relação com o interesse Russo em explorar e firmar posição na passagem norte?? O ´mar no Ártico esta aumentando francamente, ano a ano, em função do degelo incomum. Ações de presença dos Países do entorno serão cada vez maiores.

  2. Olá, Júlio Cezar

    Sim. É possível que esse programa de reaparelhamento das forças russas tenha a ver com interesses nas rotas marítimas pelo Ártico e disputas com os EUA, Canadá, Noruega e Dinamarca. Aqui no Naval nós já publicamos alguns posts a respeito. Seguem os links:

    Rússia envia tropas ao Ártico:

    http://www.naval.com.br/blog/2012/11/09/russia-envia-tropas-ao-artico/

    Cruzador nuclear ‘Pedro, o Grande’ em exercícios no Ártico:

    http://www.naval.com.br/blog/2012/10/06/cruzador-nuclear-pedro-o-grande-em-exercicios-no-artico/

    Os objetivos da Marinha russa no Ártico – das viagens à criação de bases:

    http://www.naval.com.br/blog/2012/09/27/os-objetivos-da-marinha-russa-no-artico-das-viagens-a-criacao-de-bases/

    Abs

  3. Também tem a questão de muito navio “velho” precisando ser substituido
    seja combatente ou auxiliar. A marinha russa deverá ter o nr de navios
    diminuido mas deverá ser mais profissional, inclusive com melhores soldos
    e moradias para os marujos.

  4. Nos últimos dois anos só vejo rebocadores sendo incorporados lá. Projetos da Damen holandesa sendo construídos sob licença. Sai de um a dois por mês do forno.

Deixe uma resposta