p1331724

Após testes de fogo malsucedidos com os mísseis balísticos Bulava, a Marinha russa suspendeu a entrega das duas unidades mais recentes dos submarinos estratégicos classe Borei (Projeto 955), que transportariam o armamento. Para que possam começar a operar, o Alexander Nevsky e o Vladimir Monomakh podem ter suas atividades restritas à função experimental como submarinos de ataque equipados com armamentos convencionais. As informações são creditadas pela agência RIA Novosti a uma fonte anônima ligada ao alto comando da Marinha. A fonte ainda teria declarado que “os navios da classe Borei podem desempenhar funções semelhantes às de submarinos de ataque multi-missão uma vez que sejam armados com torpedos e foguetes, por exemplo”.

O primeiro submarino do Projeto 955 o Yury Dolgoruky, foi comissionado no final do ano passado. Porém, em setembro deste ano o ministro da defesa russo, Sergei Shoigu, decretou o adiamento da entrega dos demais navios, e insiste na realização de cinco novos disparos experimentais com o míssil Bulava.

 

FONTE: RIA Novosti (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

Tags: , , , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

One Response to “SSBNs classe Borei podem assumir função de ataque” Subscribe

  1. Blind Man's Bluff 1 de novembro de 2013 at 17:11 #

    Que papelão!

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Fornecedores nacionais do Prosub

Scorpène - Tunku Abdul Rahman

Respondendo à questão do leitor Oganza, segue anexa a lista de itens que a Marinha do Brasil pretende nacionalizar no […]

Mensagem do Comandante da Marinha insiste no Prosuper mas é discreta sobre meios navais

Esquadra A12

Roberto Lopes Autor do livro “As Garras do Cisne” Exclusivo para o Poder Naval Os 38 minutos da Mensagem de […]

Lançamento do livro ‘Monitor Parnaíba – 75 anos’, no dia 19 de dezembro, em São Paulo

Livro Monitor Parnaíba - 75 anos -  Capas - WEB

A editora Aeronaval Comunicação, que produz a revista Forças de Defesa, está lançando a primeira edição do livro “Monitor Parnaíba […]

Amazul assina contrato com a Mectron para projeto do IPMS do submarino de propulsão nuclear

Submarino com propulsão nuclear Álvaro Alberto

No mês de dezembro, a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. (Amazul) assinou um contrato com a Mectron para o […]

Compre sua revista Forças de Defesa 12ª edição

Forças de Defesa 12 - capa e miolo 2 - destaque

Saiu a Revista Forças de Defesa 12ª edição, com 120 páginas! a versão impressa está disponível para compra pela Internet e […]