p1331724

Após testes de fogo malsucedidos com os mísseis balísticos Bulava, a Marinha russa suspendeu a entrega das duas unidades mais recentes dos submarinos estratégicos classe Borei (Projeto 955), que transportariam o armamento. Para que possam começar a operar, o Alexander Nevsky e o Vladimir Monomakh podem ter suas atividades restritas à função experimental como submarinos de ataque equipados com armamentos convencionais. As informações são creditadas pela agência RIA Novosti a uma fonte anônima ligada ao alto comando da Marinha. A fonte ainda teria declarado que “os navios da classe Borei podem desempenhar funções semelhantes às de submarinos de ataque multi-missão uma vez que sejam armados com torpedos e foguetes, por exemplo”.

O primeiro submarino do Projeto 955 o Yury Dolgoruky, foi comissionado no final do ano passado. Porém, em setembro deste ano o ministro da defesa russo, Sergei Shoigu, decretou o adiamento da entrega dos demais navios, e insiste na realização de cinco novos disparos experimentais com o míssil Bulava.

 

FONTE: RIA Novosti (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de original em inglês)

Tags: , , , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

One Response to “SSBNs classe Borei podem assumir função de ataque” Subscribe

  1. Blind Man's Bluff 1 de novembro de 2013 at 17:11 #

    Que papelão!

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Programa ‘Artémis’: início das entregas de torpedos F21 em 2016

Programa contratado à DCNS deverá equipar 10 submarinos da Marinha Francesa com o torpedo de nova geração F21, substituto do […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]

Quiz Naval: identifique as classes dos navios que aparecem na foto, se for capaz…

Essa é para os bons de História Naval. Clique na foto para ampliar e identifique as classes dos navios que […]

Euronaval 2014: informe da DCNS sobre a entrega do navio da classe ‘Mistral’ à Rússia

Em resposta à informação publicada anteriormente sobre a entrega potencial do primeiro navio porta-helicópteros de desembarque (BPC) para a Federação […]

Euronaval 2014: características das corvetas ‘Tamandaré’ e do NPaOc-BR

Seguem as informações divulgadas sobre as corvetas da classe “Tamandaré” e sobre o NPaOc-BR: Corvetas Tamandaré: Deslocamento: aproximadamente 2.700 toneladas […]

Marinha do Brasil compra mísseis AM39 e SM39 Exocet da MBDA

A Marinha do Brasil adiquiriu diversos sistemas de armas da MBDA France. Dentre estes sistemas, estão os mísseis antinavio AM39 […]