Home Navios de Guerra Fragata Maestrale, líder de sua classe, faz sua última comissão na Marinha...

Fragata Maestrale, líder de sua classe, faz sua última comissão na Marinha Italiana

1977
6

Maestrale - foto 6 Marinha Italiana

Desincorporação da fragata, comissionada em 1982, obedece a plano de renovação da Marinha Italiana, que prevê redução da Esquadra

A Marinha Italiana informou que a fragata Maestrale (F 570) está realizando sua última comissão operativa, entre os dias 26 de outubro e 7 de dezembro. O navio é líder da classe homônima que forma a espinha dorsal da Marinha Italiana. Os outros sete navios da classe são: Grecale, Libeccio, Scirocco, Aliseo, Euro, Espero e Zeffiro.

A classe “Maestrale” será gradualmente retirada de serviço, conforme entram em operação novas fragatas (do tipo FREMM, classe “Carlo Bergamini”), obedecendo a um planejamento que leva em conta questões financeiras e de idade da frota, ocasionando uma sensível redução do número de navios na Esquadra.

Maestrale - foto 1 Marinha Italiana

Ao final da atual comissão no Mar Adriático, a Maestrale aportará pela última vez em algumas localidades em sua rota de volta à Base Naval de La Spezia, para que o público visite o navio. Estão previstas uma mostra itinerante e eventos culturais e beneficentes a bordo.

A fragata Maestrale, cujo nome homenageia vento proveniente do noroeste que periodicamente sopra no sul do Mediterrâneo (também conhecido como Mistral), teve projeto e construção iniciados nos anos finais da década de 1970 pelo Cantieri Navali Riuniti de Riva Trigoso, de onde o navio foi lançado ao mar em 2 de fevereiro de 1981.

Maestrale - foto 4 Marinha Italiana

A incorporação da Maestrale ocorreu em 18 de fevereiro de 1982, e foi o segundo navio a receber esse nome na Marinha Italiana, sendo o primeiro um contratorpedeiro lançado em 1934.

Segundo a nota da Marinha Italiana a respeito da última comissão do navio, destacam-se no serviço da fragata Maestrale a participação na Guerra do Golfo de 1991, em apoio à libertação do Kuwait, as operações Sharp Vigilance (1992), Sharp Fence (1993) e Sharp Guard (1994), em apoio a operações no Adriático da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) na crise da antiga Iuguslávia.

Maestrale - foto 2 Marinha Italiana Maestrale - foto 5 Marinha Italiana

Outras operações de destaque foram a Enduring Freedom (2002) contra o terrorismo internacional e apoio ao tráfego mercante no Golfo Pérsico, Active Endeavour (2003 e 2012), Resolute Behavior (2005), no mesmo escopo, Atalanta (2009) para combate a pirataria no Oceano Índico, Mare Nostrum (2013-2014) de salvaguarda da vida humana e contra o tráfico de pessoas no Estreito da Sicília.

Maestrale - foto 3 Marinha Italiana

A fragata também tem em sua folha de serviços mais de uma participação em forças da OTAN no Mediterrâneo, como a Stanavformed  (Standing Naval Force Mediterranean) e o Standing NATO Response Maritime Group.

Principais características da fragata Maestrale (F 570)

  • Deslocamento: 3049 toneladas
  • Comprimento: 123 metros
  • Boca: 12,9 metros
  • Calado: 4,2 metros
  • Propulsão: CODOG (combinação motores diesel ou turbina a gás): dois motores diesel Grandi Motori Trieste BL-230-20-DVM e duas turbinas a gás Fiat-General Electric LM-2500
  • Velocidade máxima: 32 nós
  • Autonomia: 6.000 milhas náuticas
  • Armamento: 4 lançadores de mísseis antinavio Teseo Mk 2, 1 lançador óctuplo Albatros de misses antiaéros Aspide, 1 canhão de 127mm/L54, 2 reparos duplos de canhões antiaéreos de 40mm/L70, dois lançadores triplos de torpedos antissubmarino de 324mm.
  • Convoo e hangar para 2 helicópteros AB-212.
  • Tripulação: 225 pessoas

Maestrale Silhueta - imagem Marinha Italiana

IMAGENS: Marinha Italiana

VEJA TAMBÉM:

6
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
jagderband#44JrJuarezCVN76Wellington Góes Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Cri, cri, cri……..

CVN76
Membro
Member

Me lembro de ter visitado a Euro e a Espero, quando estiveram a muitos anos atrás no Brasil!

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Posso estar equivocado, mas tenho a impressão que veremos algumas destas unidades na MB, dentro em breve.

Juarez
Visitante
Juarez

Só se a MB comprou a “Money Machine”, pois os Italianos pediram algo como 120 mihões de euros por cada uma, e como todo mundo sabe, no hay la plata e no haverá tão cedo.

G abraço

Jr
Visitante
Jr

Sim Juarez, por isso as Filipinas desistiram de compra-las.Acharam que valeria mais apenas comprar duas novas de menor tonelagem a comprar uma dessas com mais de 30 anos de uso. Faça as contas seriam 120 milhões+os possíveis upgrades, ou seja, mesmo que a MB tivesse plata ainda assim não acharia um bom negócio.Li em algum lugar uma pessoa que disse que a MB foi dar uma olhada nelas e que elas estariam com o mesmo problema ou até pior do que as nossas Niteróis, não sei o que isso quer dizer, mas boa coisa não deve ser, enfim duvido muito… Read more »

jagderband#44
Visitante
jagderband#44

Linda nave. Com desenho de navio de guerra (não sou fã de nada stealh). Lembra um pouquinho (mas só um pouquinho mesmo a capa do jogo da Glasslite, do link abaixo).

http://edasuaepoca.blogspot.com.br/2013/02/1990-batalha-naval-da-glasslite.html

sds.