C om relação às reportagens publicadas nos últimos dias, apontando a PETROBRAS como alvo de ações de inteligência pela Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos – NSA, a PETROBRAS informa que dispõe de sistemas altamente qualificados e permanentemente atualizados para a proteção de sua Rede Interna de Computadores (RIC).

A Companhia executa, de forma consistente, todos os procedimentos identificados e reconhecidos como melhores práticas de mercado na proteção de sua rede interna e de seus dados e informações.

O trafego na RIC e o fluxo de dados entre a RIC e o ambiente externo (rede mundial de computadores) são monitorados permanentemente pela PETROBRAS.

Como exemplo, em média, noventa por cento das mensagens externas de correio recebidas pela PETROBRAS são descartadas por apresentarem características potencialmente danosas. Tais características poderiam ter, eventualmente, possibilitado algum tipo de acesso a dados da PETROBRAS. Ressalta-se, no entanto, que os dados constantes dos arquivos da Companhia são continuamente atualizados à medida que as centenas de projetos têm andamento.

A força de trabalho da PETROBRAS é permanentemente alertada, por meio de programas internos, para a importância da classificação correta das informações e de seu tratamento. As informações internas são classificadas e tratadas com soluções tecnológicas, como criptografia, adequadas aos níveis de proteção associados ao risco de prejuízos para a PETROBRAS, em caso de eventual vazamento de informação.

Os investimentos da Petrobras em tecnologia da informação e telecomunicações são compatíveis com o seu Plano de Negócios e Gestão e com os das demais empresas de mesmo porte do setor de petróleo no mundo.

Ataques concorrenciais e outros se tornam cada vez mais complexos, o que continuará a exigir da Petrobras investimentos permanentes e significativos em tecnologia de proteção a dados e informações.

DIVULGAÇÃO: Gerência de Imprensa/Comunicação Institucional da Petrobras

Tags:

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

4 Comentários para “Esclarecimentos da Petrobras sobre as denúncias de espionagem em seus computadores”

  1. Guilherme Poggio 9 de setembro de 2013 at 23:30 #

    Se há algo que realmente funciona bem na Petrobras é a proteção da sua rede.

    Mas se a informação vai para alguém do governo que usa “gmail”, aí já viu.

  2. klesson 10 de setembro de 2013 at 10:09 #

    Parece que não foi este o caso relatado pelo Fantástico. Existiu sim invasão e coleta de dados na rede.
    A meu ver, foi uma explicação política padrão, e que diante dos fatos foi falho, assim, como está falho toda e qualquer sistema de defesa de dados do nosso país.
    Não produzimos processadores, SO, antivirus, firewall, enfim, todas as ferramentas nacionais para proteção completa ou em parte de nossos bancos de dados.

  3. William 10 de setembro de 2013 at 11:55 #

    klesson disse:
    10 de setembro de 2013 às 10:09

    Colega, me perdoe, mas produzimos sim sistema operacional, anti vírus e firewall. Quanto à processadores, me lembro que já em 2010 tínhamos um projeto em andamento. O projeto é do colega engenheiro Alexandre Peter Sieh. A expertise é, de certa forma, compartilhada, mas acredito que daqui não muito tempo estaremos fabricando semicondutores aqui. Já estão desenvolvendo projetos de design de chips que podem ser utilizados em diversas aplicações no mercado brasileiro. Bom, tudo tem que ter um começo.

    []s.

  4. MO 10 de setembro de 2013 at 11:58 #

    tudo tem que ter um começo (CONCORDO) o problema eh a continuação e implementação em escala … os tais planos PAC do governo que o digam,. tudo teve um começo .. but … (Nem vou discutir a que preçço …)

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Suécia assina com Saab a encomenda de dois novos submarinos tipo A26

Kockums A26 - imagem 2 Saab

Empresa também modernizará dois exemplares da classe ‘Gotland’ em serviço na Marinha Sueca – Na última terça-feira, 30 de junho, […]

Fabricação do primeiro submarino S-BR avança na ICN

Reforços Externos #2

Rio de Janeiro, 29 de junho de 2015 – A Itaguaí Construções Navais (ICN) avança na construção do primeiro submarino […]

Prosuper receberá propostas da China e dos EUA

Type 052B Guangzhou class Wuhan (170) guided missile destroyer

  O PROSUPER, programa da Marinha do Brasil (MB) que visa obter 5 navios escoltas, cinco navios-patrulha oceânicos (NPaOc) e […]

Duas boas notícias da MB: assinados novos contratos do MANSUP e revogada a suspensão do contrato do NHoFlu

NHoFlu Rio Branco - foto INACE

Contrato relacionado ao NHoFlu Rio Branco, já entregue, é com o estaleiro Inace. Para o MANSUP,  foram assinados contratos com Avibras e Mectron, marcando […]

Marinha dos EUA gasta US$ 9,1 milhões para manter Windows XP em PCs

usnavy_625

Ainda em processo de transição, marinha americana possui cerca de 100 mil computadores com o sistema operacional já obsoleto da […]