Home Noticiário Internacional DCNS se estabelece no Canadá para oferecer versão da FREMM ao país

DCNS se estabelece no Canadá para oferecer versão da FREMM ao país

490
0
FREMM Aquitaine em escala em Halifax no Canadá - foto Marinha Francesa

Versão da fragata multimissão, para concorrer ao programa CSC de combatentes de superfície, terá seu projeto liderado pela subsidiária DCNS Technologies Canada

A DCNS informou em nota divulgada na sexta-feira, 23 de maio, a incorporação de uma subsidiária de sua total propriedade no Canadá, que deverá desenvolver parcerias industriais e de engenharia da empresa no país. A DCNS Technologies Canada Inc, baseada em Ottawa, é o primeiro passo para criação de um centro de integração de sistemas navais que foi anunciado pelo CEO da DCNS, Patrick Boissier, em novembro de 2013.
Em especial, a subsidiária canadense vai liderar o projeto de uma versão canadense da fragata FREMM, que concorre no programa de combatente de superfície do Canadá (CSC – Canadian Surface Combatant), dentro da estratégia nacional de contratação de construção naval (NSPS – National Shipbuilding Procurement Strategy).
FREMM Normandie@@DCNS (1)
Segundo a DCNS, a indústria de construção naval do Canadá embarcou no maior projeto de sua história: a NSPS tem valor estimado de 35 bilhões de dólares e pretende trazer 30 anos de crescimento econômico que impacte múltiplos setores canadenses, por investimentos diretos e indiretos na construção de navios no país. Para tanto, a DCNS está propondo uma parceria estratégica sustentável com a indústria canadense, de forma que os setores de construção naval e indústria de equipamentos marítimos se beneficiem diretamente do programa de combatente de superfície.

Vale lembrar que a fragata Aquitaine, primeira FREMM francesa, visitou o Canadá há pouco mais de um ano, como parte de uma turnê por vários países americanos (o que incluiu o Brasil). A escala foi realizada em Halifax, Nova Escócia, justamente onde a DCNS está investindo num projeto de turbinas de geração energia pela força das marés, as chamadas “tidal turbines.”

Na ocasião da escala (mostrada na foto do alto), a Aquitaine foi visitada pelo então ministro da Defesa do Canadá, Peter Mac Kay (imagens abaixo), que se mostrou impressionado pelo navio e especialmente pela integração de sistemas e instalação do sonar, segundo informe da Marinha Francesa divulgado à época.

Peter MacKay MD Canadá visita FREMM Aquitaine - foto Emb Francesa no Canadá

Peter MacKay MD Canadá visita FREMM Aquitaine - foto 2 Emb Francesa no Canadá

FONTES e FOTOS: DCNS e Marinha Francesa e Embaixada da França no Canadá (tradução e edição do Poder Naval a partir de originais em inglês e francês)

VEJA TAMBÉM:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of