quinta-feira, março 4, 2021

Saab Naval

UH-15 da MB resgata passageira de navio a 120 milhas náuticas de Fortaleza – CE

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Marinha do Brasil (MB) informou a realização, na tarde de 2 de janeiro, de uma missão de resgate de passageira de um navio de cruzeiro. A notícia foi veiculada no site da MB na sexta, dia 3. O resgate foi feito por uma equipe de busca e salvamento da Capitania dos Portos do Ceará (CPCE), apoiada por uma aeronave UH-15 do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte, subordinado ao Comando do 4° Distrito Naval e sediado em Belém-PA.

Ainda segundo a Marinha, o navio “Amadea”, onde ocorreu o resgate, navegava a 120 milhas náuticas (222km) de Fortaleza, capital do Ceará. A passageira resgatada, de nacionalidade alemã e 77 anos de idade, havia fraturado a perna na madrugada anterior. A Operação de Busca e Salvamento (SAR) foi coordenada pelo Salvamar Nordeste. Veja no mapa abaixo as áreas de jurisdição dos Distritos Navais e as áreas de busca e salvamento de cada Salvamar, na costa brasileira:

Manobra arriscada – Segundo o piloto do helicóptero UH-15, capitão de corveta Rodrigo Roque da Silva de Miranda, “a manobra foi arriscada e realizada em condições não favoráveis, já que o navio não possui área de pouso, sendo necessário ficar sobre o “Amadea”, próximo de obstáculos e em baixa velocidade. Mas a missão obteve sucesso”. A passageira resgatada apresentava estado de saúde estável e foi encaminhada a um hospital para receber o atendimento médico necessário.

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

124 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
124 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Willber Rodrigues

Fico feliz que a MB tenha tido sucesso nesse resgate, e que ela tenha os meios necessários pra isso no momento.
Fiquri impressionado com o alcance desse heli.

Tomcat

Também fiquei impressionado. Qual o raio de ação desse Heli?

nonato

Maa o helicóptero partiu de Fortaleza ou de Belém?
220 km é muito perto.
Se um helicóptero militar de “grande” porte não conseguir voar 220 km melhor nem usar.

marcus

Deve ter vindo de Belém com tanques extras.
A distância de Belém até fortaleza por terra e aproximadamente 1200 Quilômetros.
Deve ter voado até Fortaleza com tanques extras,e reabastecido em Fortaleza
Vindo pelo litoral talvez a distancia seja menor.

Marcos R.

220 km de ida+ 220 de volta, não tem posto de combustível no meio do caminho.

Gustavo

O 225M tem alcance de 1253 KM, diz no site da Airbus.

Tomcat

Vlw Nunão!!!!!

Grozelha Vitaminada Milani

Olha … não abusem da kombosa, que ela não aguenta e abre o bico.

Cristiano de Aquino Campos

Quer gostemos ou não, o HM225M, e superior ao similar americano nos quesitos, capacidade de transporte e alcance. Só perdendo um pouco en logistica, más nem por isso que tem não opera no máximo
A frança tem o NH-90 más só usa o HM-225M em operações especiais, incluso no Afeganistão.

Grozelha Vitaminada Milani

Um aparelho caro e que não é confiável nunca será superior. Aí já perdeu todos os argumentos a favor da sua compra.

QUANDO E SE resolverem todos os problemas, e se o FABRICANTE pagar por essas atualizações, aí sim vou mudar minha opinião. Mas enquanto nós contribuintes pagar, NÃO.

Lembrando que NENHUMA Força Armada pediu ou encomendou essa Kombi. Que real virou o BODE no meio da sala.

Clésio Luiz

Tá na hora de maneirar na grozelha filho, tá afetando sua capacidade de raciocínio. Esse modelo é bem vendido mundo afora, já são 10 operadores militares e contando. Vá pesquisar antes de passar vergonha aqui.

Grozelha Vitaminada Milani

Arrumaram o problema Cléssio?

Solucionado?

Tempo de manutenção e checagem periódica voltaram a proposta original?

Quem pagou a atualização?

Responda e paro com a Grozelha. Mas responda com fatos e FATOS REAIS.

Grozelha Vitaminada Milani

NENHUM operador civil comprou essa Kombi micada no Brasil.

Kd a tal superioridade que não se traduz em vendas no nosso mercado????

E esse lobby minas-frança não implaca 1 UMA venda pela Helibras-airbus na América do Sul.

Contra fatos não há argumentos!

Grozelha Vitaminada Milani

Põem a fonte e a notícia que está TUDO resolvido.

Porque no GOOGLE e nem outro lugar aparecem.

Me prove que eu errado e paro de postar das 50 maravilhosas que o GPT comprou.

Grozelha Vitaminada Milani

Ok.

Vou ser bem claro: Nem a MARINHA do Brasil, nem o EXÉRCITO do Brasil e nem a FORÇA AÉREA do Brasil pediu, requisitou esse Helicóptero.

Veio pelos Governos administrados pelo Partido dos Traalhadores e impostos as 3 três forças armadas brasileiras.

Agora Clésio, me responda sobre qualidades, confiabilidade, pela extensa costa e quantidade de plataformas e navios de apoio, porque nenhuma venda desta maravilha sem igual ou concorrente a altura desta tecnologia avançada e eficiente foi vendido no mercado civil do Brasil? E porque a Heli-Airbus Apertaparafusosbras não vende 1 um único na América do Sul?

Felipe Morais

Por que quando o Clésio acabou com seu argumento de não terem ocorrido vendas a forças militares, você mudou para o mercado civil? E o pior é que a maioria de nós concordamos com o que você está tentando gritar. Foi uma imposição às nossas forças? Sim. Pagamos caro pela transferência de tecnologia da sede pra filial francesa e por algo que não conseguimos vender? Sim. Há problemas não resolvidos ou que, pelo menos, não tenha sido divulgado? Sim. Concordamos que a fabricante deveria pagar pra resolver esses problemas e não nós, contribuintes? Sim O problema é que você perdeu… Read more »

Esteves

Eu não acho que ele mudou.

A fábrica está parada. Não vende. Não vendeu.

Esquisito isso.

Grozelha Vitaminada Milani

Felipe, não houve transferência nenhuma de tecnologia muito menos ToT. A Helibras hoje Airbus sempre foi uma filial da matriz no Brasil. Todo helicóptero montado em Itajubá vem em sistema CKD. Como se fosse um kit de plastimodelismo. Umas caixas containers com todas as peças dentro, e como tal CKD igual aos kit, é só montar as peças e pintar. A nacionalização das peças na Helibras-airbus é muito pequena. Desenvolvimento quase zero. Só no sonho de alguns acham que vão criar algo novo ou aperfeiçoar um Helicóptero no Brasil. Sabe porque Esquilo vende? Vende porque atrelado a parte comercial existe… Read more »

Grozelha Vitaminada Milani

10 Forças Armadas compraram. Tirando o Brasil, que deve ser o maior comprador, e a França – mãe dessa criatura mal gestada, qual foram as outras 8 Forças Armadas que compraram esse Helicóptero? Qual país da Otan comprou e usa além da França? A Helibras, que muitos aqui chamam de Apertaparafusobras, hoje é a muito tempo é uma filial da matriz no Brasil da atual Airbus Helicóptero. As vendas de Esquilo, seu carro chefe de vendas local se dá por umas facilidades junto ao BNDES, o que não ocorre com outros concorrentes. Atrelado a isso, exi$te um forte LOBBY junto… Read more »

Esteves

Respondo. Porque não há mercado. Porque não existem pedidos. Porque trocentos boatos circulam e circularam na internet sobre o encerramento das operações da Helibras. Por que montaram uma fábrica sem carteira de pedidos? A caixa de transmissão é um ponto. Resolvido ou não e acredito que foi não significa muito para explicar o que ainda fazem aqui. Conspiração. Teoria de. A Odebrecht está processando Marcelo. Diz a empresa que a delação pouco explica e mal explica os negócios, entre eles com os franceses. Nunca há somente uma explicação. Nem explicações sustentadas pelo PIB explicando como é que durante certo período… Read more »

Camargoer

Caro Esteves. Há 5 anos o setor industrial brasileiro está com 30% de capacidade ociosa. Está faltando mercado até para lápis de colorir.

Esteves

“Segundo Jobim, o acordo dos helicópteros já está orçado em 1,899 bilhão (cerca de R$ 6,335 bilhões)…”

Vamos contar a história desses contratos franceses e descobrir se houve transferência entre os PCs?

peter nine nine

Sem contar com ex.operadores, Clésio, que operaram versões similares. Eu pessoalmente sou fã, aqui em Portugal operámos durante décadas uma versão menos moderna, mas esteticamente similar. O “Puma” clássico por assim dizer. Grozelha, uma simples consulta na wiki: Relativamente ao Super Puma/Cougar “O tipo obteve imenso sucesso, pois foi escolhido por mais de 37 forças por todo mundo e mais de 1.000 operadores civis. O Super Puma alcançou grande sucesso no setor offshore, no transporte de equipamento e pessoas para plataformas de petróleo. Existem versões equipadas para os mais diversos usos. Desde a década de 1990 que a variante militar… Read more »

Grozelha Vitaminada Milani

Não confunda o Puma, Super Puma com o Caracal.

Parecem mas não são iguais.

Grozelha Vitaminada Milani

Minhas críticas são a respeito do Caracal. E principalmente sobre a falta de empenho da Airbus em resolver os problemas.

Resolvido, e que o FABRICANTE faça o recal e assuma os custos, ok.

O que até agora não ocorreu.

peter nine nine

“Não confunda “(…). Amigo, pois claro que não confundo, mas quando você, se por ventura, elogia um black Hawk, não apresenta a plataforma como um todo, pese embora tenha inúmeras sub-versões? Foi o que eu fiz. Por mais, eu próprio fiz a distinção dos tipos Puma, Super Puma/Cougar, Super Cougar, Caracal, tendo demonstrado que a plataforma Puma é de facto uma das melhores do seu tipo, de forma resumida e sem muito esforço mental, como referi. Quanto aos problemas, amigo, considerando que o Brasil consegue arranjar problemas em áreas em que mais ninguém consegue, de maneiras que ninguém entende, de… Read more »

Grozelha Vitaminada Milani

Peter Nine Nine, HA UMA ENORME DIFERENÇA entre os helicópteros Puma, Super Puma e principalmente com o Caracal. Número de PÁS do rotor principal, caixa de transmissão, potência e torque dos motores – que são.outro modelo mais potente. Todo helicóptero da Airbus montado no Brasil, quase todas as peças vem da matriz. Todas as peças principais são da Airbus e seus fornecedores. Portanto, NÃO EXISTE QUALQUER peça, conjunto e subconjuntos desse helicóptero produzidos aqui. Sobre outras soluções de helicóptero de transporte, como mencionado abaixo, poderíamos ter continuado com o Super Puma (se a Airbus Helicóptero não o descontínuo), ou Boeing… Read more »

Grozelha Vitaminada Milani

Mas existe uma grande diferença entre ToT e nacionalização.

E nacionalização não justifica mais de 1 bilhão. Nada.

Peter nine nine

Grozelha concordo num ponto: “poderíamos ter continuado com o Super Puma”. Quanto às restantes: S76 – para mim uma classe inferior, está mais para um heli intermediário entre ligeiro e médio. C47 – O Chinook? só se fosse de prateleira, embora f0d@stico, como se costuma dizer, também suspeito até que ponto seria de facto a melhor solução. Poderei entrar em paleio técnico, mas não será hoje. Como complemento? Sem dúvida. NH90 – eu tenho um fraquinho por este, mas se o objectivo era entrar no consórcio, “desenbolsar” dinheiro seria ainda mais difícil. BH variants – Não vejo onde seja mais… Read more »

rui mendes

Quanto ao c-47, CH-47 CHINOOK, e ao CARACAL da Airbus, dizes que o Brasil ficou a perder muito dinheiro porque a Airbus não cumpriu, e que portanto o melhor é c-47 + uh-60, e passa regua e esquadro e tal, os Britânicos mais ao menos na mesma altura que vcs se queixaram da Airbus pelos problemas do Caracal, eles se queixaram da Boing por problemas na versão do Chinook c4(nome da classe no UK) e tiveram que ser eles próprios a resolver e pagar a conta, muito maior que a vossa com a Airbus, por isso cuidado com a régua… Read more »

Peter nine nine

Fernando, deixai-me esclarecer, em nenhuma parte eu fui em busca de analisar esse problema em específico, simplesmente não o pus na “equação” quando referi o que referi, porque, na minha humilde opinião, não será essa a deficiência que tanto ódio causa na mente do grozelha, nesse sentido abordei a coisa dentro do espectro que este tem em conta, que é uma questão bem mais ideológica que propriamente relativa à referida caixa de transmissão.

Saldanha da Gama

Parabéns histórica e gloriosa Marinha Brasileira! Mostrou sua relevância e que o povo apoie e se conscientize que ela não serve apenas para defesa e que a maioria de seus profissionais não ficam só a pintar muros, ruas, varrer etc…E que a lavagem cerebral imposta por alguns setores após o governo militar, aos poucos sejam apagadas….

Luiz Trindade

que a maioria de seus profissionais não ficam só a pintar muros, ruas, varrer etc… Desde que você não seja praça neh Saldanha da Gama?!?

Saldanha da Gama

Meu caro, bom domingo….Tentei escrever sobre as críticas que a maioria da população tem por hábito fazer as forças armadas e acham que eles só fazem e só servem para pintar…. A hierarquia está presente em todo o setor da sociedade, uns trabalham de forma braçal e outros no planejamento e estratégia…Mesmo sendo tatatananeto. bisneto, neto de almirante, sobrinho de capitão de fragata, fiz sim e com muito orgulho o trabalha de praça, seja varrendo, pintando etc…Abração

Alex Barreto Cypriano

Quem paga isso? Vão levar a senhora de volta pro navio, ou vão levá-la pra Alemanha de jatinho? Não tinha nem uma enfermaria e heliponto no navio de cruzeiro? Precisava ser um helicóptero, e logo um uh-15?
Bom, parabéns à guarda costeira brasileira, sempre preparada.

Ronaldo

Boa Tarde Fernando “Nunão”De Martini, é o que o Presidente Bolsonaro sempre está dizendo o pessoal não sabe interpretar texto não presta atenção no que ler e depois falam bobagens!

Alex Barreto Cypriano

Eu li, sim, Nunao. Grato pela defesa.

Marcelo Danton

Eu entendi onde o Alex quis chegar. A frase que Nunão utilizou para “se indignar” não foi bem compreendida no contexto da indignação do Alex pelo Nunão.
CUSTOU CARO esse resgate, suprindo uma deficiência absurda (como não ter uma enfermaria para um osso quebrado) de um navio de cruzeiro ou correlato.
Já pensou um crise de infecção intestinal nesses “cruzeiros”?!

Samuca cobre

80% não sabem… kkkk

Enes

Em tese, entre os brasileiros a proporção é de 70%.

Esteves

65% dos 50% alfabetizados. Os outros 50% fazem X.

Camargoer

Olá Esteves. São 11 milhões de analfabetos, um pouco mais de 5%., 51% com ensino fundamental, 26% com ensino médio, 15% com ensino superior (dados do IBGE). Segundo a CAPES, são cerca de 220 mil pessoas com doutorado (0,1% da população).

peter nine nine

Olhem, não sei como acontece no resto do globo, mas aqui em Portugal o que mais ocorre é esse tipo de operação e é desse jeito mesmo. O Helicóptero faz voo pairado e o enfermo é retirado, seja numa maca, cesto, ou o que for. Suspeito ainda que, considerando o relativamente elevado número de procedimentos desses nos mares portugueses, missões desse tipo devem ser bem mais comuns nos mares brasileiros do que esta súbita revelação nos leva a entender. Arrisco mesmo a dizer que isto é padrão. Alex, mesmo que a embarcação tivesse um “heliponto”, o mais seguro será sempre… Read more »

Theo Gatos

Levar de volta pro navio? Acho que não, a MB não é uber… ela foi resgatada pq provavelmente era menos arriscado pra saúde dela do que esperar o navio alcançar o Porto mais próximo e sua situação, ainda que estável, inspirava cuidados de um local mais equipado como um hospital…

Daí pra frente é entre a passageira e a empresa de cruzeiro, a MB não tem que ficar levando ninguém de volta pro passeio… Fez o resgate porque os oficiais à bordo entenderam ser o recurso necessário no caso dela! Assim entendo eu…
.
Sds

Fernando XO

Alex, a Marinha do Brasil cumpriu a missão em função da responsabilidade do Brasil dentro de sua área SAR… quanto ao emprego do meio adequado, essa análise é efetuada pelo SALVAMAR sob cuja jurisdição está a área da ocorrência.
Cabe informar que existem Navios e ANV prontos, 24/7, 365 dias, para acionamento… já cumpri SAR a bordo da F49, juntamente com um AH-11A, por exemplo… em outras ocasiões, como neste caso do artigo, uma ANV de maior porte é empregada, sem necessidade de suspender com Navio… enfim, cada caso é um caso… abraço…

João Adaime

Prezado Alex
Normalmente em viagens ao exterior ou mesmo em cruzeiros por nossa costa, existem seguros viagens, que cobrem estes imprevistos. Se esta senhora contratou, provavelmente voltará de avião pra casa. Se não pagou, então terá de providenciar a volta por sua conta. E acionar judicialmente a empresa de navegação se conseguir provar que o acidente foi por culpa das condições do navio. Para este caso, a empresa possui seguro. Quem sabe até o que aconteceu a ela será coberto pelo seguro do navio.
Enfim, qualquer agente de viagem saberia responder.
Abraço

Esteves

Contratar seguro saúde nesses cruzeiros é condição obrigatória.

Quem vai indenizar é uma história. Salvar a vida de uma pessoa idosa de 77 anos vem antes de brigar com a cia de seguro.

Nessa idade é comum ocorrer primeiro a fratura (por vários motivos) e depois a queda.

Parabéns a MB.

Diogo

“A passageira resgatada, de nacionalidade alemã e 77 anos de idade, havia fraturado a perna na madrugada anterior”.

O texto descreve uma fratura em um idosa de 77 anos, ela não estava com uma simples náusea…concordo com o Ronaldo, boa parte dos brasileiros não sabem interpretar um texto ou fazer uma regra de três simples…fica uma pergunta: e se fosse a sua avó???

nonato

Uma fratura em pessoa idosas é coisa séria.
Enfermaria deve ser mais para tratar casos mais simples.
Imagino que fratura deve exigir um período mínimo de recuperação.
Provavelmente, veio com familiares e ficará algum período em Fortaleza ou, se possível ou tiver dinheiro, volta logo em condições especiais se confiar mais no tratamento da Alemanha.

Alex Barreto Cypriano

O navio estava destinado ao porto de Fortaleza, onde chegou na sexta cedo. OK, os senhores me fizeram parecer o vilão da estória (embora o tom de algumas respostas sejam de provocação, coisa que Freud explicaria pela agressividade típica de homossexuais reprimidos) mas me digam se a a senhora ainda está hospitalizada ou reembarcou na mesma embarcação (a ‘Primeira Dama’ vinda da Europa) pra curtir o resto do cruzeiro pela costa brasileira… Parabenizo reiteradamente a solicitude da nossa guarda portuária alada. Show de bola…

Esteves

Alex,

Se foi fêmur, coloca pino e recupera em 3 dias.

Alex Barreto Cypriano

Esteves, a senhora fraturou o fêmur na madrugada de quarta (que não é a madrugada anterior à tarde do resgate). Ela esperou a manhã, tarde e noite de quarta, mais a madrugada e manhã de quinta até ser resgatada. Ao menos trinta horas, umas trezentas milhas náuticas. Se fosse a minha avó, eu não deixaria ela viajar naquele pardieiro careiro (cinco a seis mil euros por pessoa) sem infraestrutura. Mas o malvado insensível que não distingue nazismo de esquerda sou eu… Hehehe.

Diogo

A Marinha do Brasil divulgou em nota que após uma cirurgia de 4 horas a idosa retornou ao navio, com o translado feito pela própria Marinha. Na mesma noite a idosa consagrou-se campeã em um concurso de dança de salão realizado no cruzeiro. A chucrute de 77 anos ofereceu o prêmio do concurso aos bravos homens da Marinha brasileira.

Esteves

Alemão é alemão.

Esteves

Mesmo que tivesse enfermaria e médicos a bordo.

Fratura nessa idade pode ser mortal. 77 anos é possível que tenha sido fratura de fêmur. Cirurgia e rápido.

Parabéns a MB.

rui mendes

Triste mesmo, como se os Brasileiros na mesma situação na Europa não fossem socorridos. O ressabiamento do menino pela Europa, cega-o por completo, toma rennie filho.

Ricardo Bigliazzi

Todo o investimento pago com juros e correção monetária! Uma vida não tem preço!

Parabéns a Marinha do Brasil!

Luiz Antonio

Parabéns pelo comentário. Permita-me fazer minhas as suas palavras. Objetivo, focado na matéria, sem oportunismos que não acrescentam nada. A vida humana preservada e assistida já justificou o investimento. Saudações MB.
Abraços

Douglas Falcão

à exceção da França, país da matriz do fabricante, que comprou poucas unidades, nenhuma força de relevo adquiriu esse helicóptero. Forças de menor importância no cenário internacional compraram unidades para função de transporte, CSAR, MEDVAC e , o Brasil hoje é o maior operador desse helicóptero. Passados 10 anos sem nenhuma venda externa pela filial da Airbus aqui ( Helibras ), os custos de produção e manutenção a médio prazo vão explodir.

Grozelha Vitaminada Milani

Parabéns colega. Alguém LUCIDO e COERENTE.

Mas DESLIKES vão rolar e chover.

Fique tranquilo que de ilusão também se vive.

Ozawa

BZ a toda equipe envolvida no resgate.

Sergio Cintra

O que gostaria de acrescentar é a importância de ter-se criada essa OM em Belém e o emprego rotineiro dessa aeronave nas ações na região.
Cabe lembrar que nos incêndios da mata / floresta também foi empregada. Na minha opinião essas 3 aeronaves estão cumprindo as missões dadas de emprego geral, como foram criadas. Outro ponto importantíssimo está relacionado ao treinamento, logística e manutenção que a Marinha está realizando com essas máquinas. Criaram um protocolo de uso, dentro das especificações existentes e estão cumprindo a missão.
“Fazendo o omelete com o ovo que receberam!”.

Marcos Borges

Parece que a “Kombi” tem um alcance bem.satisfatório para a missão SAR.

MÁRIO FILHO

Só gostaria de saber , desculpem meu desconhecimento , quem paga essa conta da turista , somos nós que estamos trabalhando !

Luciano

Esse é um procedimento padrão de todas as principais marinhas do mundo, não? Isso faz parte de uma mentalidade adquirida nos últimos 200 anos sobre a importância da vida humana, que, aliás, é um principio cristão, então, se formos questionar toda hr que um meio é utilizado para um dos seus fins pra que o item “apoio a operações humanitárias” consta nos objetivos de uma força militar??

nonato

Que conta?
Os marinheiros existem com ou sem esse resgate. Os helicópteros também.
Combustível?
Já gastam mesmo sem resgate.
Pelo menos em vez de gastar com treinamento gastaram em situação real.

Esteves

Eles treinam para replicar em situação real. Provavelmente certos treinos são mais estressantes que a vida.

Mas é pra isso que fazem. E fazemos bem feito.

Camargoer

Caro Esteves. Treino e treino. Jogo e jogo. E tem que combinar com os russos.

Esteves

No caso dos helicópteros estava combinado com os franceses.

MÁRIO FILHO

Nonato quem acompanha noticiário no Rio de Janeiro os ” pobres ” não estão tendo sequer atendimento por falta de dinheiro e aí uma turista no meio de um cruzeiro de luxo tem um avião do governo para leva-la a um hospital , isso é brincadeira com o povo brasileiro .

MÁRIO FILHO

Somente para constar não moro no estado do rio .

Grozelha Vitaminada Milani

Prefiro 1.000 MIL vezes as Forças Armadas fazendo uso do equipamento para resgate, treinamento e patrulha do que ser o Transporte VIP de “AUTORIDADES”

rui mendes

Pois, o Brasil é o único país no mundo que faz salvamentos na sua área de jurisdição marítima!!!!! Isso é corriqueiro, aqui se fazem com o EH-101 Merlin, em pleno inverno, quase no meio do atlântico, a 200MN das ilhas dos Açores, na area sobre responsabilidade de Portugal. Sem perguntar se é cidadão da UE, ou não.

Kommander

Mais um belo trabalho da nossa Guarda Costeira, ops Marinha*.

carlos andreis

Parabéns aos nossos homens do mar , a todos os 80 507

Jose

Parabéns pelo sucesso da missão! Alguém vai falar bem da gente na Alemanha.

Esteves

Principalmente se assinar o contrato com a ThyssenKrupp.

Camargoer

Olá Colegas. Há anos leio as críticas ao H225. São poucos os modelos que seriam equivalentes, talvez o NH90 ou o S92. Contudo, creio que apenas o H225 poderia ser produzido no Brasil. Os outros modelos teriam que ser importados prontos. O programa HX custou cerca de US$ 1 bilhão, mais caro que um Scorpene e praticamente o valor de duas Tamandates, ou praticamente um esquadrão de F39E. Considerando que um programa desse valor geralmente contemplo a alguma participação da indústria nacional e a sua fabricação no país, qual teria sido uma alternativa? Qual outro modelo com características parecidas poderia… Read more »

Camargoer

Caro Nunão. Acho que são questões diferentes que acabam sendo misturadas. 1) um programa de aquisição padronizada de helicópteros para as forças armadas (tem mérito?) 2) o tamanho do programa, seu valor, suas características, inclusive no contexto de impacto sobre setor industrial (tem mérito?) 3) a escolha do modelo foi correta? criou mais problemas para as forças do que resolveu os antigos? 4) quais eram as alternativas naquele momento? 5) o programa (que ainda está em andamento) atingiu os objetivos? parcialmente? superou as expectativas? vale a pena repetir a experiência? Acho que tem coisas mais legais para discutir sobre o… Read more »

Esteves

É a mesma história de sempre. Faz coisa grande porque o PIB tá grande. Se a demanda ou a planificação ou a necessidade é 1/3 faz 5/5.

Dinheiro que vai, dinheiro que volta.

Quem era o lobista deles no Acre? Acho que o Viana. Quanto foi o prejuízo ao governo do Acre? Como ficou a denúncia que o Viana recebeu 400 mil para trabalhar lobizando a Helibrás?

Foi pra gaveta junto com o PROSUPER.

Se esses franceses tivessem sido mais ligeiros teriam rachado um programa de superfície.

Camargoer

Caro Esteves. Mas qual teria sido o programa alternativo? UH60 dos excedentes dos EUA? S70 novos? ou outro modelo? Considerando que 50 H225 eram muitos, quem lembra qual teria sido então o tamanho do programa? A Helibrás é a principal fornecedora de helicópteros para as forças armadas brasileiras, valeria a pena diversificar mais a frota? A ideia de cada força ceder em suas especificações para unificar um programa de padronização foi uma boa experiência? Os mais velhos devem se lembrar dos dois velhinhos lá no balcão no “The Muppet Show”

Esteves

Mestre,

A obrigação do homem público (na verdade de todos) é dar exemplo.

Tancredo Neves.

Olha o que o neto fez.

Manda os helicópteros lá pra Itaguaí. Não vai ter o que fazer lá.

Camargoer

Caro Esteves. Nesses termos, você derrubou metade do gabinete ministerial do Brasil (o que pode ser uma boa ideia).

Grozelha Vitaminada Milani

Se for para transporte, há muito tempo o Exército sonha com o helicóptero Boeing C-47 Chinook. A MARINHA Real também usa, e usou no agora nosso Atlântico. Se os nossos fuzileiros e a MB tem essa mesma necessidade, não sei e nem li nada a respeito. Talvez 24 C-47, 12 pra cada força (MB e EB), estariam de bom tamanho.

Mas acho que estariam bem servidos com mais 36 Sirkosky UH-60. 16 Black Hawks pra FAB, 4 Sea Hawks pra Marinha, 4 Black Hawks pro Exército e 2 para VIP Presidência da República.

É uma idéia …

Grozelha Vitaminada Milani

Quis dizer 26 e não 36 Sirkosky UH-60.

Esteves

A alternativa para o programa de quase 2 bilhões de euros teria sido fazer conforme a necessidade.

Precisa pedir para os lobistas explicarem.

Grozelha Vitaminada Milani

1 bilhão compra 24 C–47 + 26 UH-60 + Peças de reposição e suporte?

Acho que paga a conta, mais lobistas e sobra um troco. E todos com os tanques cheios …

Esteves

Há divergências. Jobim dizia que os 50 custariam 1,6 ou 1,7 bilhões de euros. Depois encurtaram para 1 bilhão.

Mas nunca foram reais. Sempre euros.

Grozelha Vitaminada Milani

São duas coisas distintas. 1- Nada justifica um ToT. Nunca tivemos volume de produção, venda e necessidades para fazer um desenvolvimento local. Simplesmente o projeto já estava pronto na Airbus e não iríamos alterar o projeto original. Novamente, um empresa que vive a base de lobby e benecies do BNDES, com a conversinha do ToT muitos levaram uma bela grana. Veja que no caso dos IKL’S, no 5 casco alterando o projeto original. Nas Tamandares, não serão MEKO A100 de prateleira. E no caso do Gripen E e F, temos além da Embraer a participação de outras empresas brasileiras. Desenvolvimento… Read more »

Esteves

Grandes contratos.

Como pensavam os governantes da época? Grandes contratos.

Como eles justificaram o rouba mas trás na Petrobras?

“- O que são 5 bilhões de reais no caixa da Petrobras?”

Roubaram 50.

Vamos lá na França entender o caminho desses dinheiros. Bilhões de euros é muito dinheiro.

Grozelha Vitaminada Milani

Bem lembrado Esteves.

Como o GF manda e desmanda na Petrobrás e muitas outras. Imagine que perdeu a oportunidade de criar a Helipetro e comprar mais 50 kombis para atender a demanda da Petrobras.

Já pensou nisso? Na Helipetro?

Esteves

Deixando a inocência de lado.

PC daqui = PC de lá.

. O pessoal fez, faz e fará contas sobre os 7 bilhões do PROSUB.
. 2 bilhões dos 50 helicópteros.

Tudo se justificou com PIB e coisas grandes.

Não sei como os mestres não entendem os motivos do país ter parado.

Esteves

A MB administra o contrato. Trabalha. Produz. Mostra resultados.

Quem bota a mão no dinheiro são os governos.

Quem botou o dinheiro no bolso naqueles governos, também enfiou-se de dinheiro lá.

Comunistas. O resto é gente de bem.

Esteves

Fernando,

Quantos votos tem o PC e os socialistas na França?

A Odebrecht quer processar o Marcelo. Disseram que a delação foi forjada e que muito mais se roubou e muito mais se comprometeu. O tal do governo de 50 anos ou 100 anos.

Quem…quem…rsrs…Lula…incrível isso…quem é o marechal do Lula? Hitler. Governos de séculos.

Dinheiro para governar por séculos? Contratos. O BC cedeu perdão e repatriação de 15 bilhões. Quantos bilhões ainda estão lá? A LavaJato recuperou 5. Perdemos 45?

Penso que perdemos mais de 100 bilhões. Dinheiro suficiente para 2 anos de governo. Ou mais.

rui mendes

Comparar partido socialista com comunista, diz muito da tua cultura, ainda mais partidos socialistas Europeus, que a maioria são mais de direita que os próprios partidos de direita. Engraçada essa moda no Brasil, que a direita é a única que sabe gerir o bem público e produzir riqueza e crescimento económico.

Esteves
Esteves

Não creio que apareça mais nada. O tempo passa. Precisa serenar. Voltar aos 10% tradicionais. Superfaturamento. Acredito que o dinheiro saía daqui e um dos caminhos foi o PC de lá. Como foi para a Venezuela, para Cuba e para os comunistas franceses que nas urnas representam 40%. Como aqui. Comunista não tem pátria. Mas vota, é votado e assina contrato. Como quando Prestes foi pedir dinheiro à eles. Se tivesse levado teria recebido ajuda. Corrupção não é exclusividade de país pobre. Pegou fogo na Califórnia. A Austrália queima. A India esta esgotando as reservas dos aquíferos. A China em… Read more »

rui mendes

O partido comunista Francês representa 40% nas urnas??? É só grandes novidades por aqui. E o Sarkozy é da direita Francesa.

Helder Lopes

O Brasil é signatário das convenções de salvamento marítimo, com uma área SAR atribuída, tendo a obrigação de resgate nessa área. Os meios a envolver são naturalmente decididos pelo Salvamar.
A titulo de exemplo em Portugal, que tem uma area SAR enorme, há 3 helicópteros EH101 (Montijo, Açores e Madeira) em alerta de 30 minutos, 24 horas por dia. Quando as missões de resgate são a mais de 120 milhas da base é lançado antes um C-295 antes para localizar e vetorar o helicóptero ao local.

Grozelha Vitaminada Milani

Pergunta técnica: se a foto da reportagem for real, porque fazer o resgate com o trem de pouso baixado se não existia heliporto?

No caso do trem abaixando, não poderia haver mais riscos na operação, uma vez que poderia se encoscar ou colidir com os mastros e outros pontos elevados do navio?

Rodrigo

A baixa altura e velocidade reduzida a anv toca um alarme para informar que o trem de pouso não está arriado. O sistema lógico da Anv “entende” que a mesma está se dirigindo para o pouso, por isso esse tipo de manobra e realizado com trem embaixo !

Grozelha Vitaminada Milani

Obrigado👍

Wagner

Tô com o Alex, falta médico no Brasil e um custo desse pra resgatar uma gringa que quebrou a perna?

Sergio

A nossa Marinha fazendo bonito mais uma vez……

Alexandre Esteves

Bravo Zulu!

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Relembre a entrevista com um comandante de submarino da Marinha do Brasil

Há cerca de 20 anos o Poder Naval Online entrevistou, por meio do colaborador Bruno Fagundes, um comandante de...
- Advertisement -
- Advertisement -