quarta-feira, maio 25, 2022

Saab Naval

Comandante da Marinha Alemã renuncia após comentários controversos sobre a Ucrânia

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O vice-almirante Kay-Achim Schoenbach foi criticado depois de dizer que Putin merece ‘respeito’ e que Kiev nunca recuperará a Crimeia

O chefe da Marinha Alemã renunciou depois de ser criticado em casa e no exterior por dizer que a Ucrânia nunca recuperaria a Península da Crimeia, que foi anexada pela Rússia em 2014.

Falando em um evento em Nova Délhi, na Índia, na sexta-feira (21/1), o vice-almirante Kay-Achim Schoenbach também disse que é importante ter a Rússia do lado contra a China e sugeriu que o presidente russo, Vladimir Putin, merecia “respeito”.

“A Rússia está realmente interessada em ter uma pequena faixa de solo da Ucrânia? Não. Ou para integrá-la no país? Não, isso é um absurdo. Putin provavelmente está pressionando porque sabe que pode fazer isso e sabe que isso divide a União Europeia”, disse Schoenbach.

“O que ele (Putin) realmente quer é respeito. E meu Deus, dar respeito a alguém é de baixo custo, até mesmo sem custo… É fácil dar a ele o respeito que ele realmente exige – e provavelmente também merece”, acrescentou, chamando a Rússia de um país antigo e importante.

Os comentários vieram em um momento delicado, já que a Rússia acumulou dezenas de milhares de soldados nas fronteiras da Ucrânia. A Rússia nega que esteja planejando invadir a Ucrânia.

Os esforços diplomáticos estão focados em evitar uma escalada.

Os comentários de Schoenbach, capturados em vídeo, causaram revolta na Ucrânia e o embaixador alemão foi convocado para receber suas objeções.

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia pediu à Alemanha que rejeite publicamente os comentários do chefe da Marinha, dizendo em comunicado que eles podem prejudicar os esforços ocidentais para acalmar a situação.

“A Ucrânia agradece à Alemanha pelo apoio que já forneceu desde 2014, bem como pelos esforços diplomáticos para resolver o conflito armado russo-ucraniano. Mas as declarações atuais da Alemanha são decepcionantes e vão contra esse apoio e esforço”, disse o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, separadamente em um tuíte.

Posição alemã

Os comentários também provocaram consternação e uma rápida repreensão em Berlim.

No final do sábado, Schoenbach apresentou sua renúncia, dizendo que queria evitar mais danos à Alemanha e seus militares.

“Minhas observações precipitadas na Índia… estão cada vez mais sobrecarregando meu cargo”, disse ele. “Considero este passo (a renúncia) necessário para evitar mais danos à Marinha Alemã, às forças alemãs e, em particular, à República Federal da Alemanha.”

Em um comunicado, a Marinha Alemã disse que a Ministra da Defesa, Christine Lambrecht, aceitou a renúncia de Schoenbach e nomeou seu vice como chefe naval interino.

O governo alemão disse estar unido com seus aliados da Otan na questão da ameaça militar da Rússia à Ucrânia, alertando que Moscou pagará um alto preço se fizer qualquer movimento militar contra seu vizinho.

Mas, ao contrário de muitos outros países da Otan, Berlim diz que não fornecerá armas à Ucrânia, argumentando que não quer inflamar ainda mais as tensões.

No sábado, a primeira remessa de um pacote de suporte de segurança dos EUA de US$ 200 milhões para a Ucrânia chegou a Kiev, disse a embaixada dos EUA. A entrega ocorreu após a visita do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, a Kiev esta semana, em meio a preocupações com o acúmulo militar russo.

FONTE: Al Jazeera/Agências Internacionais

- Advertisement -

132 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
132 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Camargoer.

Caro Colegas. Independente de concordar ou discordar do militar, ele errou ao fazer uma declaração de teor político e cria implicações diplomáticas. Fez o certo ao admitir o erro e pedir exoneração. Para fazer política, é preciso se submeter ao jogo político, disputar eleições e exercer o mandato caso saia vitorioso.

Vinicius Momesso

Então ele “acertou” ao se exonerar?
O suposto “erro dele” é menor do que o de qualquer um que venha a assumir um cargo de chefe máximo de uma nação. Ainda bem que você não é “conselheiro político” de algum presidente ou chefe de estado.

Last edited 4 meses atrás by Vinicius Momesso
Camargoer.

Caro Vinicius. Ele errou ao fazer o comentário político ocupando um cargo de comando militar. Ninguém é insubstituível em uma estrutura militar. Sua exoneração é uma consequência do seu erro. Seria um erro avaliar isso como uma atitude de dignidade ou de acuidade política.

Nascimento

Independente de ser ilegal, acho que a frase é mais do que necessária, é completamente diferente de um militar que defende X ou Y espectro político, mas sim de um militar, que por ser formado em ciências militares (diferente da maioria dos civis aos quais eles se submetem) tem conhecimento de causa sobre zonas de influência, segurança geoestratégica e sobre o colchão de isolamento (profundidade geográfica) que a Rússia sempre usou pra se defender. O pior é que quando os oficiais da ativa tecem comentários a favor da OTAN (politicamente) eles não são punidos, idem quando opinam favoravelmente as políticas… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Nascimento
Leandro Costa

No momento em que ele fez essas declarações de forma pública, ele pode ter minado a política declarada de seu país no momento, ou seja, basicamente foi uma quebra de hierarquia, estando ele correto ou incorreto, e sua opção pela renúncia foi a posição correta. Acho que todos sabemos qual a importância da disciplina hierárquica.

Teropode

A disciplina hierárquica costuma causar desgraças gigantescas como o holocausto do século 20 .

Leandro Costa

Verdade. Mas prefiro acreditar que os militares tenham discernimento entre saber como, onde, e com quem reclamar de uma política de Estado potencialmente ruim de uma política de Estado abertamente genocida.

Marcos R

E o “RESPEITO” devido a ditadores também leva ao mesmo caminho, vice quando Chamberlain “Respeitou” Hitler no mesmo século XX.

Renato B.

Sim, é esse o ponto. Não é assunto para ele falar publicamente como alto oficial militar, esteja certo em sua avaliação ou não.

Luciano

Olá, Leandro. Pelas bandas de cá, nao acho q saibam nao. Vide praça youtube fazendo video criticando e fazendo acusações sobre o comando, fora dos meios corretos e recebendo milhares de seguidores e likes justamente pela quebra da hierarquia!
….
Hierarquia nao é obedecer às cegas, mas é, também, garantir um decoro, um respeito à instituição, que é maior que o indivíduo.

Leandro Costa

Exatamente, Luciano.

Cláudio AlfaZebra

Bom dia
Concordo com suas considerações pois aos olhos militares bem instruídos e muito competentes, ele está correto, pois a Rússia ainda tem temores a sua segurança causados pela II Guerra…

C M

Um militar do alto escalão jamais pode se manifestar caso sua posição vá contra a política oficial de seu país. Nem cabe discussão quanto a isto. A punição ou advertência deve vir de acordo com o grau do deslize. Agora, em relação ao pronunciamento, no meu entender o vice-almirante alemão está totalmente correto. Como eu falei em um comentário passado, os EUA, com sua atual política de sansões, estão forçando a Rússia a cair na esfera de influência da China. Nem se os chineses mobilizassem toda sua diplomacia e estratégia conseguiriam um resultado tão vantajoso sozinhos. Por mais pesadas que… Read more »

Last edited 4 meses atrás by C M
Fabio Félix

Vc está equivocado. O cargo de comandante da marinha está no nível político. Cabe a ele, com seu conhecimento estratégico estudado durante toda a sua carreira, fazer as consideração militares no nível político. Isso é da doutrina alemã, segundo Klausewitz. Contudo, isso pode ser feito de várias formas. Nesse caso, ele preferiu fazer uma declaração durante uma viagem internacional, o que não me parece adequado. Este é o ponto.

Camargoer.

Caro Fábio. O comentário do comandante alemão sobre a Criméia em um evento na Índia foi uma barbeiragem diplomática, que criou uma crise diplomática com a Ucrânia que custou a sua carreira.

C M

Fazer considerações militares no nível político todo comandante de todo país faz. Agora, isto deve ser feito na ocasião adequada.

O problema existe quando o comentário do comandante vai contra a política oficial de seu país.

Last edited 4 meses atrás by C M
Alex Barreto Cypriano

Mestre Camargoer, incorres na cambalhota pra provar que o Sol é menor que o pé de um homem… O único erro do oficial foi ter dito às claras o que seu governo pensa escondido e gostaria de não ter de declarar pra ficar bem na foto. A proibição alemã do envio de armas suas por um terceiro à Ucrânia, somada à declaração do oficial, escancarou a covardia e oportunismo da Alemanha que nunca se curou da sua paixão por ditadores totalitários, da aceitação da brutalidade porque alguém mentiu e das soluções definitivas pros judeus da vez…

Last edited 4 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
C M

Blá blá blá obscurantista.

A Alemanha não tem amor a ditadores, a Alemanha quer assegurar a paz no continente, e está preocupada com uma Rússia cada vez mais próxima da China.

Alex Barreto Cypriano

Anne Applebaum concorda comigo: o maior erro da Alemanha foi ter mudado sua matriz energética e fechado suas centrais nucleares. Coisa de verde. Verde embaixo de vermelho talvez já venha desde antes de 68 naquelas paragens. Agora, em nome do verde, o Bundesreich fica tremebundo frente à Rússia e amarelo frente aos aliados OTAN.

Last edited 4 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Beto

Colocação perfeita.

José Carlos David

Tem hora que não dá pra segurar a opinião, sendo que a dele tem fundamento.

Camargoer.

Caro José. Patton foi exonerado porque agrediu um soldado em um hospital de campanha. Silvio Frota foi exonerado por Geisel por se colocar contra o processo de abertura política.

Dalton

Patton não foi “exonerado” por isso, na verdade Camargo ele agrediu 2 soldados, foi repreendido discretamente por Eisenhower e aconselhado a desculpar-se o que ele fez.
.
Patton tinha esperança de ser enviado para o Pacífico para combater os japoneses
após a rendição alemã.

leonidas

O cara falou o óbvio. A Rússia tem mais valia para o Ocidente ao lado dele, ou ao menos ao lado de ninguém. Do que sendo forçada a se vender para a China economicamente. Esses animais da Otan e EUA estão fazendo com a Rússia o que os idiotas cristãos da segunda cruzada fizeram com Damasco. Damasco era uma cidade aliada dos reinos cristãos mesmo sendo islâmica pois tinha divergências com Nur al din e os animais ao derrubar a cidade unificaram o mundo islâmico ao redor dele condenando os reinos cristãos a ruina a partir disso, pois logo que… Read more »

Antoniokings

Resquícios do alinhamento alemão com Washington que ainda se reflete em muitos campos.
Lembra da ‘preferência’ pelo F-35?
Taí mais um exemplo.

Agnelo

Camargoer Vendo os comentários, da pra perceber bem q todos não entenderam ainda esse aspecto do “Cmt falar”. Primeiramente, há um grupo q acha q militares são cães q saem pra matar quando ordenado e ponto final. Normalmente, são os seguidores das ideologias q tem criado as piores ditaduras. Exemplificando a da nossa vizinha Venezuela. E há aqueles q acham q o militar deve falar a torto e a direita, participando da vida política do país, como temos, infelizmente, visto nossos ministros do STF. Na verdade, não é nem um e nem outro. Os militares fazem parte indissociável do Estado… Read more »

Camargoer.

Olá Agnelo. O ponto central foi que Kiev protocolou um pedido ao governo alemão para se pronunciar oficialmente sobre a questão, criando uma crise diplomática. A partir deste ponto, a situação do comandante da marinha alemã se tornou insustentável. Este é um daqueles casos nos quais a solução política começa pela exoneração para em seguida haver uma acomodação diplomática. Em uma democracia (como a Alemanha), o poder é exercido por aqueles que são eleitos. Militares, diplomatas, servidores públicos exercem funções públicas e estão sujeitos aos regimentos e normas de conduta. Novamente, independente de concordar ou discordar do que ele disse,… Read more »

Agnelo

Sim
Entendi perfeitamente.
E acho que foi muito bem calculado.
Como servidor público do Estado, acredito q visualizou mais do q o governo.
Evidenciou q a questão é muito maior do que as tensões atuais, mas remete há um status que deveria ser melhor respeitado por ambos os lados.
A Rússia deve ter sua “área de segurança” respeitada.
Mas os países da OTAN também não podem se sentir ameaçados.
E as duas coisas estão acontecendo.
A OTAN chegando mais e mais na fronteira russa e a Rússia se preparando mais e mais para ações ofensivas.

Walbert de Paula e Souza

Discordo
Precisamos de homens de coragem, o tempo em que vivemos suscita estadistas fortes no ocidente.
Acho que ele deveria sair candidato ao parlamento alemão e ser primeiro ministro

Camargoer.

Caro Walbert. Estadistas são pessoas especiais porque sempre foram poucos. Antes, durante e após a Grande Guerra, nenhum dos governantes foi capaz de evitar a guerra, encerrar a guerra e liderar o mundo em direção á paz. É preciso colocar os “homens de coragem” na coleira.

Antônio Palhares

Professor Camargo.
Se lembra do General Collin Powell?
Que perdeu a dignidade e sujou sua biografia apoiando mentirosos.
A Criméia é Russa desde 1792. A Frota Rússia do mar negro sempre esteve ancorada lá.
A Ucrânia sempre foi Russa e é um estado criado pelos comunistas.
Kievy já foi capital da Rússia.
O ocidente não tem razão nesta questão e pode criar um problema de consequências desastrosas para todos nós habitantes deste planeta.

Camargoer.

Olá Palhares. Sim. Foi uma pena. O teatrinho dele no CS na ONU com um vidrinho de talco foi vergonhoso. Acho que a história em torno da Criméia é complexa. O colapso da URSS deixou muitas coisas mal resolvidas. A Criméia é apenas um dos problemas que ainda causam problemas.. riso. A questão a ser perguntada é qual o interesse da OTAN em incluir a Ucrânia?

Marcos R

A questão não é o interesse da OTAN em incluir a Ucrânia e sim a liberdade da Ucrânia em se associar a quem quiser, sem precisar do aval de terceiros para isso.

Arrais Amador

A não ser que fosse ministro do STF. Aí sim, mesmo sem cargo eletivo, sem nenhum voto popular, poderia se auto declarar poder moderador e governar sobre os que não lhe deram poder algum.

Adriano madureira

A verdade incomoda???‼️

Nilo

A verdade é a primeira vítima.
Qualquer autoridade pública alemã (europeia pertecente a OTAN) que tenha uma palavra de conciliação ao governo do PUTIN, estará fadado a ver o fim de sua carreira e jogado ao ostracismo, a vigilancia é constante e implacável.

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Camargoer.

Olá Nilo. O problema nada tem a ver com a opinião mas com o fato dele ser um oficial da ativa.

Nilo

Falou, achou que ia ficar entre quatro paredes, não ficou.
Se tivesse dito algo não favorável ao Putin ainda estava empregado.

Camargoer.

Caro Nilo. Acho que se ele seria exonerado em qualquer caso, independente do teor da sua declaração. Ele foi exonerado por expressar uma opinião política, não por ter expressado um determinada opinião política. São coisas diferentes.

JT8D

Sim, essa é a explicação “oficial”. E é muito boa. Mas você sabe muito bem que não é apenas isso. A Alemanha foi forçada a tomar uma atitude (essa história dele ter pedido a exoneração é balela) porque a Ucrânia fez um protesto formal e porque as declarações dele iam na contra-mão da posição da OTAN. Se ele tivesse feito declarações anti-Russia ninguém teria pedido a cabeça dele, embora fosse errado do mesmo jeito.
Enfim, uma coisa é o que dizem as regras, outra coisa é o jogo bruto da política.

Nilo

Esta declaração ocorre quando a Alemanha foi criticada por se recusar a fornecer armas para a Ucrânia, apesar da crescente crise entre o país e a Rússia.
A Alemanha também bloqueou a Estônia, aliada da Otan, de fornecer armas para a Ucrânia, segundo o  Telegraph . 

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Camargoer.

Olá J. É possível, e até provável, que ele tenha sido pressionado a pedir demissão, seja por pressão externa ou interna. O ponto é que ele errou ao fazer o comentário político no exercício da função militar. Fosse um político, estaria protegido pela função.

Beto

Infelizmente sua visão sobre o tema é míope, incompleta.

Nascimento

Não mesmo Camargoer, diversos oficiais da ativa europeus (principalmente da OTAN) tecem comentários políticos na Europa, eles são aceitos por serem da patota deles. Diversos Generais europeus criticaram o Putin recentemente e não sofreram punição alguma.

Quando o Gen Britânico Nick Carter falou mal da Rússia e do Putin, ele não foi punido.

Camargoer.

Olá Nascimento. Essa é uma questão que deveria ser levada ao governo britânico. O governo alemão fez o certo.

Beto

Sua colocação mais uma vez está equivocada.

Camargoer.

Caro Beto. Coloque o seu argumento, coloque links. Contribua com o debate. Alguns bons colegas já colocaram argumentos que mudaram minha opinião. Não lembro que você tenha sido capaz disse, mas vale a pena tentar. Ganbatte.

Camargoer.

Caro Adriano. Independente de concordar ou discordar da opinião dele, ele errou ao expressar publicamente uma opinião política. Agora, na reserva, ele poderá se candidatar a uma cadeira no parlamento alemão ou quem sabe no parlamento europeu, e de lá poderá fazer declarações até mais contundentes.

Adriano Madureira

Eu acho que ele renunciou ao comando, não a instituição…

Camargoer.

Caro Adriano. Escrevi que um militar possui restrições para expressar as suas opiniões, enquanto que um parlamentar eleito tem total liberdade de expressar suas opiniões, mesmo que em alguns casos sejam opiniões de um imbecil. Aliás, até mesmo um parlamentar pode causar uma crise diplomática quando faz uma declaração imbecil. Pelo que entendi, o militar irá para a reserva ao ser exonerado do cargo de comandante da marinha.

Emmanuel

Só falou verdades.
Foi errado falar abertamente? Foi.
Mas não mentiu.

Camargoer.

Caro Emmanuel. Se um oficial general fizesse uma declaração política mentirosa seria um escândalo. Imagine por exemplo declarar que um país teria armas de destruição em massa sem que isso fosse verdade?

Beto

Alguns oficiais já fizeram em favor dos interesses da OTAN e não foram punidos. Mais uma vez você está equivocado.

Zorann

Isso ai

Gabriel BR

Ele tem toda a razão!
E digo mais, ele é verdadeiro patriota que teve a coragem de tentar colocar lucidez na cabeça dos alemães. Esse governo socialista alemão é ridiculo!

Camargoer.

Caro Gabriel. Ele errou ao fazer uma declaração política sendo oficial militar da ativa. Ele teria sido corajoso caso pedisse sua exoneração primeiro para em seguida, na reserva, defender a sua opinião.

Gabriel BR

A vida das pessoas e a integridade do país é mais importante que qualquer protocolo.

Camargoer.

Caro Gabriel. No momento no qual existem uma escalada de uma crise entre a Russia e a Ucrânia, na qual diversos países estão sendo envolvidos, a declaração do comandante da marinha alemã criou uma crise diplomática entre Kiev e Berlin, ao ponto do governo ucraniano pedir (por vias diplomáticas) um posicionamento oficial do governo alemão. Portanto, a exoneração do oficial alemão é um desdobramento óbvio de uma movimentação que envolve coisas muito mais sérias (como a vida de muita gente) que um mero protocolo. Aliás, protocolos servem exatamente para evitar crises. Foi o protocolo que obrigava a decisão unânime de… Read more »

Gabriel BR

Caro Camargo ,
Moscou é uma potência hipersônica-nuclear! O futuro da humanidade está em jogo e o humor de Kiev diante disso não é nada.

Camargoer.

Caro Gabriel. A crise na região é entre Kiev e Moscou. Além disso, supondo que a crise entre os dois países seja superada (e eu torço para isso), é preciso manter os canais diplomáticos entre Berlin e Kiev. Claro que os países têm pesos diplomáticos diferentes, mas também é fato que os países buscam relações diplomáticas equilibradas independente do peso econômico e político. Dentro dos corpos diplomáticos, e é disso que se trata aqui, mesmo os países de menor peso econômico ou militar são tratados nos mesmos termos diplomáticos. Kiev exigiu uma posição da Alemanha pelos canais diplomáticos oficiais. Neste… Read more »

Roberto

Sua visão sobre o tema é distorcida, politizada

Adriano Madureira

Os europeus se tornaram um bando de bambis passivos ! Parabéns pela coragem do comandante da marinha alemã de falar a verdade doa a quem doer, e de renunciar ao cargo, não sei se foi por pressão ou não, mas poucos fariam isso…

rui mendes

Os bons são os Bambis da tanga, que insultam os Europeus, mas nunca entram em nenhuma operação militar de verdade, treinos, sim , eles entram, agora dar a cara, nunca, ficam sempre no meio, mas depois chamam os outros de bambi, ridículos.

Gabriel BR

mas nunca entram em nenhuma operação militar de verdade”
1)Para vocês verem o tanto que vocês europeus são encrenqueiros.
2) Segundo que isso que você afirma não é verdade, lutamos na segunda guerra mundial contra o eixo…você não sabe nada de História militar do Brasil!

pedroctba

Quem vai levar tiro em guerra geralmente tem uma visão mais lucida e real do que se passa, ao contrario de politicos que confortavelmente estao em palacios e gabinetes fazendo politica e jamais irão segurar um fuzil ou entrar dentro de uma trincheira!

A Ucrania é aquele piá de merda do colegio que só pq é amigo da “galera” achou que poderia ir lá e tirar onda do “grandão”, pois a “galera” prometeu defender ele, e agora na hora do “vamos ver”, esta praticamente sozinha diante do mesmo, pronta para apanhar!
Taiwan que preste bem atenção nisso tudo.

Caio Cesar

O pessoal achando que o comandante da marinha alemã vai na linha de frente levar tiro kkkkk ele está tao seguro quanto qualquer político.
A ucrania é na vdd o “pia” que apanha do garoto maior e agora ta tentando arrumar uma galera p se garantir… o real interesse dessa galera é outra história

Rafael

comandantes, sentem muito mais a perda de soldado do que um politico no seu gabinete.
comandantes se preocupam muito quando vão dar ordens, sempre faz simulação de ataque e defesa e para achar um ponto de forte e fraco do inimigo, qualquer ordem errada é mais uma terra perdida
já os politicos nuncam dão ordens e não sabem o que é perder um campo de batalha.

Nacionalista

Um dos maiores erros estrategicos da alemanha,eua e europa sera fazer a russia e china se juntarem contra o ocidente/OTAN

Ele esta certo,nao precisava se demitir,do ponto de vista politico/militar,e uma boa estrategia afastar a russia da china,militares alemaes estao corretos nesta estrategia
Politicos geralmente nao entendem de defesa estrategica,e mais uma vez estao sabotando e dando um tiro no pe da propria alemanha.

Hcosta

E o que acontece se a Rússia se juntar à China?

paulo araujo

Ele apenas externou o que, provavelmente, muitos pensam mas não falam.
Se ele não é maluco, sabia das consequências do que disse.
Mas, pode ser tenha considerado importante romper o muro de silêncio a respeito deste assunto, mesmo que a custa do cargo.
Me lembra o caso do General McChrystal do US Army, que falou algumas verdades numa revista e viu a carreira de herói, de toda uma vida, virar pó.

Last edited 4 meses atrás by paulo araujo
JT8D

Faz sentido, seria uma atitude corajosa e que refletiria a verdadeira opinião do governo e do povo alemão. Ele pode ter agido friamente e sabendo das consequências

Last edited 4 meses atrás by JT8D
Nilo

E os indianos dizem mais. Que com outro comentário incomum e contundente, o Vice-almirante Schönbach, também disse que a China está “dando dinheiro a ditadores, assassinos, criminosos” para obter acesso aos recursos naturais de seus países, não importando, desde que eles dêem seus recursos à China, e que a Índia e a Alemanha precisam da Rússia para enfrentar a China. Descrevendo a Rússia como um “país importante”, referindo-se ao seu passado como nação cristã. Que a Iniciativa do Cinturão e Rota estava deixando os países da África atolados em dívidas, enquanto o lado chinês fazia incursões nos setores de infraestrutura e… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Nilo
JT8D

E, divagando um pouco, eu diria que esse antagonismo entre Alemanha e China vai além de ideologias, tendo mais a ver com a ameaça que a China representa à economia alemã, baseada na exportação de produtos industrializados, uma ameaça que a Alemanha não vê na Rússia

Nilo

E Fica a questão:
Ele será jogado ao ostracismo por ter dito: “O presidente russo, Vladimir Putin, merecia “respeito”.
E não porque foi muito mais contudente e de forma incomum pelas citações feitas a China como ameaça a segurança.

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Camargoer.

Olá Nilo. O problema foi o comentário sobre a ser irreversível a anexação da Criméia pela Rússia. Kiev sustenta que a Criméia deve ser devolvida e pediu para o governo alemão se pronunciar sobre qual a sua posição sobre isso.

leonidas

Pois é ele faz aquilo que muito general, almirante ou brigadeiro por aqui não faz.
Pois adora ter uma mesa, posição de mando e muitas regalias para quem faz parte do Staff das maiores forças desarmadas do mundo…

WSilva

Putin e Xi Jinping devem estar rindo muito desse lacaio.

Alguns juvenis ainda nutrem a docê ilusão de uma China x Russia, isso não irá acontecer enquanto os EUA não estiver nocauteado no chão pois na configuração atual China e Russia dependem um do outro para manter seu poder e importância na arena global.

Nemo

Sem dúvida, apesar da grande e crescente capacidade militar chinesa falta capacidade nuclear comparável aos USA e disso a Rússia tem alguns milhares.

Jadson S. Cabral

Acho muito preocupante a maneira com que tantos aqui acham normal e de bom tom um militar, sobretudo de alta patente e comandante de força, fazer um comentário grave desses com implicações diplomáticas no meio de uma escalada militar dessas. “ah, pq falou a verdade”. E daí? Função de militar não é falar. Isso reserva-se aos políticos e diplomatas.
Se a gente fosse dar permissão pra todo militar falar o que pensa… preciso nem falar nos problemas que isso implicaria.

Last edited 4 meses atrás by Jadson S. Cabral
Gilson Moura

Exatamente. Eu concordo com esse posicionamento. O militar por mais conhecimento que possa ter, ele não pode vir a público fazer essas afirmações que a nível de discussão, seria dentro do espectro político/diplomático, portanto, eu até afirmaria que o comandante alemão violou a cadeia de comando, incluindo o mandante chefe da nação. Ele por mais que possa discordar da política exercida, ele precisa expor isso aos seus superiores e cabem a esses decidir que caminho seguirão, um militar da ativa que simplesmente anula essa cadeia de comando e faz um comentário mesmo que seja confirmando um posicionamento do seu país,… Read more »

paulo araujo

Não é normal. Por isso mesmo é um acontecimento estranho. Não se chega até o comando da Marinha Alemã sendo um bobinho inocente. Ele sabia das consequências e bancou para poder falar. Deve ter achado pouco importante perder o cargo, em troca de dizer o que achou que deveria ser dito. Se fizer uma declaração como civil é uma coisa. Mas no cargo que ocupava é outra. Vou na linha de outro comentarista acima. Muito europeus percebem o jogo que os EUA fazem na Europa, de permanente pressão sobre a Rússia e que pode acabar em guerra na Europa. Na… Read more »

Camargoer.

Olá Jadson. Concordo com você. Fico pensando no escândalo que seria um oficial general (general, brigadeiro, almirante) fazer uma declaração mentirosa. No caso do vice-almirante, ele cometeu um erro que custou a sua carreira. Os militares brasileiros estão sujeitos ao mesmo código de conduta.

Nilo

ou cem anos de sigilo ao processo administrativo

Last edited 4 meses atrás by Nilo
JT8D

Eu não vejo a mais remota relação entre os acontecimentos das forças armadas alemãs com o comportamento dos militares brasileiros, que tem se mantido no cumprimento de suas missões institucionais, como não poderia deixar de ser.
Já em relação ao contra-almirante alemão, não se deve descartar a possibilidade dele ter agido de comum acordo com a cúpula política alemã, ou seja, cumprindo ordens. Ele pode ter feito o papel de uma peça que foi sacrificada num xadrez político-diplomático bem mais complexo do que podemos imaginar

Camargoer.

Olá J. O que eu escrevi é que os militares brasileiros estão sob um regimento disciplinar que os impede de expressar opiniões políticas sem a autorização de seu superior. Eu não sei se os militares alemães têm um dispositivo legal similar. No caso do comandante alemão, sua declaração causou uma crise diplomática com a Ucrânia, que exigiu um posicionamento oficial do governo.alemão, o que causou a exoneração do militar (seja por iniciativa própria ou a pedido da sua superiora, a Ministra da Defesa. No caso brasileiro, se um militar fazer uma declaração política sem autorização (seja de política interna ou… Read more »

Roberto

Mais uma vez sua visão sobre o assunto é incompleta, com viés ideológico.

Antonio Palhares

É o mundo que vivemos. Um militar de alta patente de um país importante e sério. Patriota Que está vendo os interesses de seu país sendo prejudicados. Única e simplesmente por que os Estados Unidos da América está perdendo a hegemonia global e quer usar os europeus como buchas de canhão. Numa aventura que todos sabem como começa, más não sabem como termina. Desde que não resulte numa guerra nuclear. A Europa perde e os Estados Unidos ganharão e muito. A Rússia incorpora os territórios do leste, arrebenta com a Ucrânia. Todos países do velho continente estão atolados em dívidas… Read more »

Antonio Palhares

A pressão dos Estados Unidos sobre a Europa, notadamente com a paranoia da segurança. Transformou uma potencia que poderia ser aliada e ser um contra peso com a China. Mudou de, um sistema unipolar para um multipolar. Com mais atores importantes no palco. A situação dos Europeus. A proporção das dividas. Que na sua maioria são destinadas defesa. Ou seja, sustentar a caríssima indústria bélica de alta tecnologia americana, que atende a OTAN a serviço deste sistema. A dívida da Grécia 200,7% do PIB . França 116% do PIB. Itália 155% do PIB. Espanha 121% do PIB. Belgica 111.4 %… Read more »

Zorann

Só falou verdades…. Nunca a Ucrânia irá retomar a Crimeia. Não é torcida é só a realidade mesmo.

Mas como comandante da Marinha, não deveria ter dito isto.

JT8D

Ele pode ser um falastrão indisciplinado, o que seria bem incomum para um militar alemão. Ou ele pode ter sido usado para passar um recado

Zorann

Sim…. ao abrir a boca ele sabia que perderia o cargo…. ele não fez “sem querer”.

Camargoer.

Olá J. Acho que a gente precisaria ver o vídeo original para entender o contexto da declaração.

Camargoer.

Olá Zorann. Exatamente. O problema nada tem a ver com o teor da declaração mas com o fato de um comandante da marinha alemã fazer uma declaração política publica sem autorização de seu superior.

Esteves

Ele falou a militares alemães. Mas o vento..l

Teropode

A Rússia só pegou de volta o que ela havia conquistado no passado , Nikita fez merda passando o controle para a Ucrânia , assim como Stalin fez na divisão da Armênia e Uzbesquistao .

Camargoer.

Olá Teropode. A história da Criméia é anterior ao da Russia Czarista. Romanos, gregos, persas e outros povos antigos povoaram a região. O território ucraniano, assim como a região polonesa e as balcãs passaram por inúmeras fases, tendo sido partes de diferentes impérios ou mesmo desfrutando de independência territorial e administrativa. Portanto, acho difícil que qualquer argumento histórico possa fazer sentido. Em última análise, a autodeterminação dos povos é que deveria predominar. A população da Criméia quer fazer parte da Ucrâniia, da Russia ou ser um estado independente? Existem inúmeros problemas que surgiram em consequência do colapso da URSS.

Reinaldo Deprera

De duas uma:

  • Ou a Alemanha é o protagonista do departamento cênico da OTAN
  • Ou a Alemanha ainda sofre da síndrome de Estocolomo
Teropode

No caso Síndrome de Estocolmo é complicado pois ela levou uma surra dos dois lados e ainda é o upada por um deles ?????, mas vejo com atenção o crescimento do nacionalismo na Alemanha , eles já perceberam quem deveria lidera-,,Los e Putin é o líder dos sonhos da direita alemã cansada de direitistas idiotizados , o Brasil sabe vc no são estes pandegos boauirrotos ..

Camargoer.

Olá Rinaldo, Em “Duro de Matar”, há uma cena na qual um especialista em reféns comenta sobre a “Síndrome de Helsinque”.. daí o âncora do telejornal explica que Helsinque é a capital da Suécia, mas é corrigido pelo especialista que Helsinque é capital da Finlândia… riso.

Roberto

Desculpe, mas muito sem graça.

Camargoer.

Caro Roberto. Para entender o contexto da piada é preciso assistir o filme. Se ainda assim não achar graça é porque não entendeu a piada colocada pelo diretor. Ai não tem o que fazer.

Esteves

Ele não falou à políticos. Ele falou a militares. Os telefones tocaram. Pessoas foram substituídas.

Os alemães não vão a guerra alguma. Talvez, se os russos entrarem na Ucrânia, a Alemanha possa aprovar sanções contra a Rússia. Algumas sanções. E basta.

E segue a vida.

Nilo

Agora é oficial rsrsrs – CNN – entrevista deste domingo a jornal alemão, após caso do vice almirante, o chanceler alemão Scholz, diz:
“Ao mesmo tempo, temos que considerar as consequencias que isso teria sobre nós, dizendo que ninguém deveria pensar que há uma medida disponível contra a Rússia que não gere conseguencias para a Alemanha”.

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Esteves

Pois é. Ele expressou o pensamento militar alemão sobre a Ucrânia e sobre a Rússia.

Pagou com a perda do cargo. Mas o fato é o fato.

JT8D

Eu desconfio que ele expressou a opinião do governo alemão, mas que não pode ser assumida abertamente por motivos diplomáticos.
Eu não acredito na interpretação de que estamos diante de um simples caso de insubordinação. A Alemanha não é uma república das bananas. Talvez o desfecho tenha sido resultado de um erro de cálculo, mas eu duvido muito que alguém tenha agido intempestivamente nessa história

Esteves

Também desconfio disso.

Esteves

Esteves vai imitar o Antônio Kings.

Esteves leu em alguma mídia. Leu análises. Os alemães querem conversar com os russos…bem, talvez somente com Putin, sobre a Polônia.

A mesma Polônia que levou parte da Alemanha. Uma conversa para quando a invasão acontecer…ela acontecer dos dois lados.

Pera aí, pera aí. A Alemanha de novo? A Alemanha assinando pacto de não agressão com os russos…novamente?

Pois é. A Ucrânia que se exploda.

Alex Barreto Cypriano

Enquanto os EUA fornecem equipamento bélico pra Ucrânia se defender de uma agressão injustificável, a Alemanha, o pivô dessa confusão toda a partir do gás russo, embarga transferência de armas de terceiros e tem altos oficiais declarando simpatia pelo ego do autocrata. A Alemanha quer gás barato, o Partido Democrata quer o sangue de Putin, Putin quer se sentir ‘o cara’ e o mundo todo tem que ir até a beira do precipício só pra satisfazer esses cretinos mastodônticos. Maravilha! É de encher os olhos de lágrimas e o bucho de pipoca e guaraná…

Esteves

Bem divertido.

Bosco

Eu tenho certa dificuldade de achar isso relevante. Mas…

JT8D

Relevante será o rumo que essa crise poderá tomar. E esse acontecimento é só uma informação a mais para entendermos a posição de um ator importante nessa crise, já que a Alemanha tem posição de liderança na Europa e a Europa é onde a jurupoca irá piar

Esteves

A Alemanha está mais preocupada com assuntos internos. Com a política interna. Com a economia interna. Com a população alemã. Com a Alemanha.

Da uma olhada nas mídias alemãs. Esse assunto é rodapé da página 7.

100nick-Elã

Relevante? a cegueira ideológica é tanta que fritas seus neurônios? não está percebendo o “racha” na OTAN, nas entrelinhas? é tão difícil enxergar que o país europeu mais poderoso economicamente está vacilante?

Teropode

Interessante isto ?, notem que o comentário possui um viés político nacionalista ( nas FAs alemãs isto tá tomando dimensões interessantes ), Putin como toda nacionalista não vê com bons olhos uma Ucrânia engajada com o resto da Europa , se submetendo as leis de migração e imigração do bloco , Putin conseguiu resistir ao apelo comunista da ex Urss , inclusive foi agente deste estado , filho de uma mãe Ortodoxa visceral , o filho Putin carregou este legado em silêncio , sobreviveu e será lembrado como o mais poderoso estadista Russo de todos os tempos , ele é… Read more »

Burgos

Velho ditado:
“Passarinho que come pedra, na hora de fazer o número 2, sabe o “forevis”que tem !!!?‍♂️

Professor

O lado prático: alemães, como outros europeus, dependem do gás russo. Nem eles nem os americanos iriam entrar numa guerra por causa da Ucrânia. Lutar contra a Rússia seria loucura, insanidade. Os russos são imperialistas, como sempre foram, consideram a Ucrânia seu quintal e é isso. O Ocidente precisa, em tese, dos russos para isolar a China. China aliada aos russos seria o pesadelo do Ocidente. Dar a Ucrânia, pobre povo ucraniano, aos russos para tentar agradar Putin e obter dele um tratado ou aliança anti China não é má ideia, afinal todos sabem que a Rússia não vai aceitar… Read more »

Gilson Moura

Dar a Ucrânia ao Putin seria a pior das ideias. Para começar, o território ucraniano nem é da Rússia e muito menos da OTAN para ceder algo, embora eu não compactuo com essa defesa avacalhada que os falsos moralistas aqui fazem com relação a Ucrânia, a autodeterminação dos povos tem que ser pesada nessa balança geopolítica, eu diria que a OTAN deveria obrigar a Ucrânia a referendar um novo acordo de Minsk com os russos e as repúblicas de Donbass, dando autonomia aos povos do leste ucraniano e se comprometendo a não avançar as tropas da Ucrânia, os dois lados… Read more »

WSilva

Analise muito simplista. O próximo objetivo da Russia ao ter a Ucrania de volta será restaurar o território da antiga União Soviética, isso seria um pesadelo para a Europa. Além disso, essa inoperância do ocidente enviará um sinal de fraqueza a China que poderá fazer o mesmo com Taiwan a qualquer momento, isso pra não mencionar outras disputas territoriais mundo afora, pode haver uma onda de mini invasões em vários cantos do globo. Em modo geral a China tem muito mais a perder se invadir Taiwan do que a Russia em invadir a Ucrânia, então a China precisa de uma… Read more »

Peter Christo

Comentário claro e direto!!este é o quadro real.

Walbert de Paula e Souza

Caros compatriotas. Sou médico, servi como médico no 13 BIB. A meu ver o comandante Schoenbach falou algo que há algum tempo penso. Não sei quais são as reais intenções de Putin e da Rússia. Mas se me permitem dizer, o desastroso e senil mentalmente Biden está jogando a Rússia nas mãos da China. Para nós enquanto Brasil o que nos toca a esse respeito? Somos da civilização ocidental, com liberdade religiosa, o que não existe na China. Nosso presidente Bolsonaro a meu ver deveria estreitar laços com o Biden, os EUA precisam de aliados, vejamos bem, eu disse aliados,… Read more »

Camargoer.

Olá Welber. O governo ucraniano ficou incomodado com o trecho no qual o militar alemão afirma que o domínio russo sobre a Criméia é irreversível. A Ucrânia reivindica a devolução do território. O trecho sobre Putin é irrelevante.

Gilson Moura

Eu vi comentários até mesmo de pessoas defendendo manifestações em frente as embaixadas alemãs para a Alemanha mudar sua política com relação a Ucrânia. É coisa de gente desesperada mesmo.

Camargoer.

Olá Gilson. Manifestações sempre são importantes em um regime democrático. A população pode tanto se manifestar diretamente ou por meio de seus representantes eleitos. A minha impressão é que vivemos um período de governantes medíocres. Acho inaceitável o nível que a crise entre a Ucrânia e a Russia ter chegado a tal ponto. Fico realmente intrigado sobre os valores que direcionam os governos dos EUA.

Gilson Moura

Não eram alemães, mas cidadãos de outras nacionalidades.

Nemo

A Rússia nunca abrirá mão da Crimeia. Seria entregar o mar Negro e o flanco sul para a OTAN.

Gilson Moura

Se a China é o câncer do mundo, o mundo está alimentando o câncer com altas doses de açúcar, há um risco de obesidade pelo excesso de açúcar que a China está tomando. O câncer é o principal parceiro comercial do Brasil, o nosso excelentíssimo presidente patriota conservador dos bons costumes e da família deveria tratar já de eliminar essa ameaça cancerígeno, devido ao efeito avançado do câncer, a quimioterapia é recomendada para eliminar a ameaça sistematicamente.

Esteves

Acho que o doutor entrou em site errado.

Luiz Trindade

Concordo com Camargoer… Militar não tem que dar opinião política diferente de quem esta subordinado. Mesmo que a dele seja totalmente contrária. Não concorda com a atual condução da situação, de duas uma: Ou fica calado enquanto perguntam ou fica de fora do comando.

O resto é tudo balela. Existes regulamentos disciplinar militares que devem ser seguidos em todos os países e na Alemanha não é diferente!

Esteves

Kay-Achim Schoenbach não deu opinião política. O Vice Almirante falou a militares como já vinha falando.
Os militares alemães deixaram ou tentaram deixar claro que não aprovam guerra contra a Rússia. Não vão.

Ponto. Quer trocar, troca. Mas o fato não muda.

Luiz Trindade

Pode até não aprovar porém eles são subordinados a autoridade eleita legalmente e ponto! O resto é conversa para boi dormir e mandar almirante pendurar chuteiras.

JT8D

Até parece que o governo alemão está ansioso para entrar numa guerra contra a Rússia. O almirante foi apenas um porta voz de seus superiores políticos e, como bom soldado, teve de ser sacrificado, mas por conta de pressões internacionais. Os políticos alemães não querem essa guerra, os civis alemães também não querem e os militares alemães muito menos. Acho que algumas pessoas aqui estão fazendo uma leitura equivocada desse episódio por traçarem um paralelo entre a realidade das forças armadas alemãs com as de alguns países sulamericanos. Isso é completamente absurdo. Os militares alemães são totalmente legalistas. Se isso… Read more »

Last edited 4 meses atrás by JT8D
Miguel Brandão

Concordo. Quem mais perderia com esta guerra seria a Alemanha, além da própria Ucrânia, logicamente.

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios de guerra britânicos podem ser enviados para quebrar o bloqueio de Putin aos portos do Mar Negro

A Grã-Bretanha está coordenando com seus aliados um plano potencial para enviar navios de guerra ao porto de Odessa,...
- Advertisement -